História Sem Paredes de Papelão - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Desabafo, Entre Paredes De Papelão, Originais, Papelão, Paredes De Papelão, Poemas, Poesia
Exibições 6
Palavras 148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Poesias, Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E aqui está o motivo da Saga Papelão. Espero que gostem! ^^

Capítulo 18 - Paredes de Papelão


Quantas vezes eu te disse?

5, 6, 7 vezes?

E quantas vezes você disse não?

9, 10, 15 vezes?


Você disse-me que eu me canso rápido demais

Você disse que eu me enjoo fácil das pessoas

Mas eis que te digo, eu me canso demais de ficar sofrendo

Eu me enjoo muito tempo depois de ficar tentando com quem não me quer


Quantas vezes foram que eu disse eu te amo?

Quantas vezes eu tentei ficar perto de ti?

Quantas vezes eu me esforcei para te ver feliz?

Quantas vezes eu tentei algo contigo?


Suas respostas foram de longe as menos dolorosas

"Eu não quero"

"Não gosto de gente muito colada"

"Eu amo uma outra pessoa"

"Não quero que tente nada"


Suspiros dados nas noites

Ventos dos sobros divinos

Dos alegres batimentos

Tristes e serenos

Da luz da noite

Da tarde sem sol

Do momento colorido

Do abrigo contigo

Nas hipoteses erradas

Das ilusões imaginarias

Foi assim

É assim

Que tudo aconteceu

E foi assim que o vento me levou

Pelo laberindo dos muros de folhas

Dos marmores de papelão


Notas Finais


Comentários são bem-vindos. ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...