História Sem Pensar! (Imagine BTS - Jungkook) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Army, Bangtan Boys, Drama, Imagine, Jungkook, Revelaçoes, Romance
Exibições 267
Palavras 1.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoas incríveis do Social Spirit
Capitulo novo (Aaeeeeee). Como prometido está aí...e não será preciso visitar a minha casa (KimTaeHyung/Muniky Hellen) ;) Não hoje Hahaha <3
Capitulo novo, gostoso, cheiroso pra vocês ;)
Espero que gostem e porraaaaaa 90 favoritos e 11 comentários atingidos desde que o último capitulo foi postado?! Você são incríveis...tipo: muito mesmo <3 Obrigada <3
Boa leitura...beijinhos <3
Obs: Tem divulgação de um oneshot do Namjoon (Rap Monster). Quem tiver interesse, da uma olhadinha nas notas finais, o link estará lá...deem muito amor a MadnessMoore (autora do one short e de um imagine do TaeTae), ela é incrível <3 Obrigada!
Outra obs: Comentem...pode ser qualquer coisa, curiosidade, ou até besteira haha (amo comentários). Adoro interagir com vocês, me fazem me sentir especial Hehe

Capítulo 7 - Quero Continuar!


Fanfic / Fanfiction Sem Pensar! (Imagine BTS - Jungkook) - Capítulo 7 - Quero Continuar!

15:58 p.m.

Sai daquele escritório sem dizer nenhuma palavra. Entrei em meu quarto, escutando passos atrás de mim. Me sentei na cama, observando a pessoa a minha frente.

- Precisa conversar? – Neguei e Jimin se sentou ao meu lado. – Tudo bem?

- Sim...estou bem! – Sorri de leve e ele me encarou desconfiado – Eu não deveria tê-lo provocado...somos pai e filha...

- Ele também queria... – Confessou – E foram só alguns beijos, não é? – Assenti – Então...não se preocupe...

- Eu não irei aguentar Jimin – Confessei de uma vez. Precisava desabafar pra alguém – Vamos acabar...fazendo alguma besteira!

- Pode se distrair... – O observei com dúvida – Se não querem continuar com isso...

- Não é questão de escolha Jimin, e sim por ser errado. Das duas partes! – Assentiu – Mas...como assim me distrair?

- Pode sair...se divertir... – Deu de ombros – Coisas de adolescentes...

- Acha que isso...adiantaria? – Deu de ombros, assentindo em seguida

- Vai por mim...não irá aguentar ficar aqui quando ela chegar!

- E por que?

- Quando você sente algo por alguém... – Me encarou – Vê-la com outra pessoa é a pior sensação possível.

- Eu só o desejo Jimin!

- Não importa...ainda sim continua sentindo algo por ele! – Explicou – E quando se sente algo por alguém, o ciúme é automático.

- Está me dizendo que irei sentir ciúmes do Jeon com a Hailee?

- É por aí... – Assentiu – Hailee é uma das pessoas mais pegajosas que eu já vi. – Bufou. Parecia não gostar muito dela – Irá entender do que estou falando amanhã!

- E quanto tempo ela irá ficar?

- Uns 2 meses! – Murmurei um “hum” – Mais que isso a carreira dela não permite!

- E qual é a carreira dela?

- Modelo! – Assenti de leve

A mesma carreira que minha mãe...parece que modelos estão em sua lista.

Mudamos de assunto, conversando bastante. Jimin era muito comunicativo e muito divertido, me distraindo um pouco.

[...]

Escutei batidas na porta e logo a mesma foi aberta. Observei Jeon parado do lado de fora apenas me encarando.

- Podemos conversar? – Assenti e o mesmo entrou no quarto.

Jeon se sentou ao meu lado, observando cada movimento meu. Ficamos nos encarando até ele se posicionar, começando a falar:

- Me desculpe por não te contar!

- Tudo bem! – Dei de ombros. Esse não era um dos maiores problemas – Só espero não se importar em tê-la traído!

- Eu não me importo... – O observei. Como ele conseguia ser assim – Não é a primeira vez!

Jeon era um caso perdido!

- Se faz isso...por que continua com ela?

- Porque temos um contrato... – Sorriu cínico – Fui obrigado a namorar com ela...então posso traí-la quantas vezes eu quiser!

Agora tudo estava explicado.

- E por que não me disse antes? Por que ficou tão assustado com isso?

- Você não deixou...saiu correndo antes de conseguir explicar. – Respirou fundo – Hailee é escandalosa. Se ela me ver marcado, ou com qualquer outra prova que a estou traindo...ela enlouquece.

- E como isso aconteceu?

- No começo até sentia algo por ela...mas era apenas atração física. – Deu de ombros – Então começou a surgir os boatos de que estaríamos namorando, já que éramos vistos praticamente quase sempre juntos...mas na verdade era apenas uma “amizade colorida”. CEO vendo que tudo isso estava trazendo muito mais “fama” ao BTS, conversou comigo e com Hailee, nos fazendo fingir um namoro...mas ela levou isso muito a sério, aprofundando. – Respirou fundo – Ela acha que temos que ficar o tempo todo juntos, não ter contato com mais ninguém...ela é insuportável.

Uau...parece que a vida de Jeon não é nada fácil.

- E estão fingindo esse namoro a quanto tempo?

- Há uns 3 anos – Murmurei um “uau” e ele riu sem ânimo – Já tentei “terminar”, mas toda vez que todo no assunto, ela chora e vai correndo contar ao CEO...que consegue me convencer sempre a continuar com essa fralde.

- Mas se você não quer...não deve continuar!

- Eu sei! – Suspirou pesado – Vou tentar falar com ela novamente...só que agora, sem dó!

- Mas por que está me contando tudo isso?

- Porque me importo com você! – Acariciou meu rosto – E porquê... – Beijou o canto da minha boca, me fazendo suspirar. Seus toques eram tão bons – Quero continuar com...isso!

- É errado! – Riu sem ânimo – Muito errado!

- Não pense no que é errado...não pense em nada! – Encarei seus olhos negros – Já passamos por isso algumas horas atrás – Rimos – Eu quero você!

- Não se importa o que somos?

- Não pra mim... – Colocou uma mecha atrás de minha orelha – Mas e pra você? Você se importa com o que somos?

- Talvez um pouco... – Me aproximei – Mas quem se importa!

Ataquei seus lábios, necessitando deles. Nossas línguas se encontraram, fazendo um choque percorrer pelo o meu corpo. Me sentei em seu colo, o fazendo arranhar minhas coxas. Seu desejo era nítido, como o meu. Nossas expressões, nossos toques, tudo demonstrava o quanto queríamos um ao outro. Agarrei sua camiseta o trazendo mais pra mim. Jeon mordeu meu lábio encerrando o beijo. Nos encontrávamos ofegantes e com um desejo ardente para ser aliviado.

- Linda! – Sorri. Logo Jeon me deitou na cama, ficando por cima – Minha, linda!

Minha? Eu pertencia a ele?

Antes que pudesse protestar, seus lábios beijaram-me mais uma vez. Ah, aqueles lábios macios e saborosos. Adentrei minhas mãos em seu cabelo, sentindo a macies dos fios. Jeon esfregou nossos sexos, me fazendo arfar. Segurei na barra de sua camiseta, a tentando tirar. Jeon percebendo o que eu pretendia fazer, ficou de joelhos na cama, puxando a camiseta pra cima, a jogando longe em seguida.

Lambi meus lábios assim que observei seu abdômen definido. Senti vontade de lambe-lo, morde-lo e até chupa-lo, mas não podia marca-lo...então teria que tomar muito cuidado. Não queria arrumar problemas para ele, mesmo sabendo que poderia transar com ela a qualquer momento.

Me sentei passando os dedos pelos os seus gominhos. Mordi seu queixo, descendo as mordidas até o seu abdômen. Distribuía beijos por todo o mesmo, o escutando arfar. Lambi toda a extensão do seu umbigo pra cima, alcançando sua boca...a beijando em seguida.

- Eu adoro os seus lábios – Sussurrei contra os mesmos – Poderia beija-los o dia todo!

- E quem disse que não pode?

- Hailee! – Murmurei e ele sorriu cínico

- Venho te visitar toda noite! – Mordeu meu lábio me deitando novamente – E então podemos fazer o que você quiser...

- Sério? – Assentiu me dando um selinho – Irei te aguardar!

- Estarei aqui... – Me beijou novamente.

- Então é isso o que fazem... – Nos afastamos rapidamente encarando a porta.

Engoli seco assim que percebi quem era.

Mas o que ele estava fazendo aqui?

- Nem me convidaram pra brincadeirinha...que coisa feia!


Notas Finais


Aqui está os links

Perfil da MadnessMoore: https://spiritfanfics.com/perfil/madnessmoore

OneShot Namjoon: https://spiritfanfics.com/historia/one-shot-kim-namjoon-7132800

Imagine Taehyung: https://spiritfanfics.com/historia/minha-esperanca-e-voce-se-lembrar-de-mim-6447609

Pra quem tiver interesse, tenho outras fanfics/imagines, deem uma olhada no meu perfil...
Espero que tenham gostado...beijinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...