História Sem Pensar! (Imagine BTS - Jungkook) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Army, Bangtan Boys, Drama, Imagine, Jungkook, Revelaçoes, Romance
Exibições 261
Palavras 1.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoas incríveis do Social Spirit
Capitulo novo, gostoso, cheiroso só pra vocês ;)
Um capitulo quente, já começo a dizer...espero que gostem e aproveite bastante ;)
Obrigada pelo favoritos e comentários no capitulo anterior <3
Obs: Deem uma olhada na minha nova fanfic com a MadnessMoore. Youth é uma historia baseada nos mvs, teorias e short films do BTS. O link estará nas notas finais.
~Boa leitura...
~Beijinhos da Kathy <3

Capítulo 9 - Você!


Fanfic / Fanfiction Sem Pensar! (Imagine BTS - Jungkook) - Capítulo 9 - Você!

23:27 P.M.

Point Of View – Jeon Jungkook

Todos estavam dormindo. Sai de meu quarto sem fazer qualquer barulho, observando a porta a minha frente. Sorrindo bati de leve na porta, a sua espera. Segundos depois a porta se abriu, revelando minha querida filhinha totalmente sexy, com aquela camiseta vermelha deixando suas belas pernas a mostra. Há observei por um tempo, a empurrando pra dentro do quarto em seguida. Fechei a porta a trancando. Percebi que o quarto era iluminado apenas pela luz do abajur, deixando um clima mais sexy.

A segurei pela cintura, atacando seus lábios em um beijo intenso. Suas mãos agarraram minha nuca, puxando alguns fios, como era de costume. Deslizei minha mão até a sua bunda, apertando a carne.  

Ela era deliciosa!

Andamos até a beira da cama, sem desgrudar os lábios. Caímos na mesma, me fazendo cortar o beijo e tirar minha camisa, voltando a beijar seus lábios macios e inchados por segundos atrás. Minha língua percorria por toda sua boca, tentando explorar ó máximo da mesma.

Logo ela desgrudou nossos lábios, me empurrando de leve. _____ subiu em cima de mim, pressionando nossos sexos. Arfei segurando em sua cintura, os pressionando ainda mais. ____ tombou sua cabeça pra trás, fazendo seu pescoço ficar todo exposto. Me inclinei beijando toda sua extensão. Subi meus beijos até seu maxilar, a procura de sua boca, já que estava de olhos fechados.

Logo fui empurrado novamente, me fazendo deitar na cama. Logo ___ tirou a própria camisa, me fazendo lamber os lábios admirando seu corpo. Passei as mãos pelas suas curvas, sentindo meu amiguinho começar a dar sinal. Mordi seu queixo, massageando seus seios cobertos pelo sutiã. _____ gemia enquanto rebolava em meu membro. Desci meus beijos para o seu colo, sentindo seu cheiro maravilhoso.

- Jeon – Gemeu baixo, fazendo meu membro se contrair, ficando ainda mais duro. – Não judie de mim...

- O que você quer? – Perguntei roçando nossos lábios. Gemeu quando meus dedos tocaram sua intimidade, por cima da calcinha – Hum? Como vou saber, se você não me diz?!

- Nesse momento... – Disse entre gemidos, enquanto brincava com o fecho de seu sutiã – Quero que arranque essa peça inútil. – Respirou fundo – E...chupe, morda meus seios, até não quiser mais!

Me surpreendi com suas palavras, me deixando ainda mais excitado. Tirei sua “peça inútil”, segundo ela, admirando seus belos seios.

- São lindos! – Os acariciei a fazendo gemer novamente.

- Vamos... – Me encarou de forma sedutora – Prove-os!

Sorri com malicia, antes de ataca-los. Abocanhei um deles com os olhos fixos nela. Suas expressões de prazer me deixavam ainda mais louco. A segurava pela cintura, pressionando minha boca contra seu seio. Chupei o bico a fazendo gritar. Sorri dando uma última lambida, partindo para o outro.

Seus gemidos eram música para os meus ouvidos. Minha música preferida.

Abocanhei o outro seio, o chupando com os olhos fixos nos seus. Suas mãos foram de encontro com a minha cabeça, a empurrando contra seu seio, a escutando gemer novamente. Dei uma mordida a fazendo gritar. Com certeza ficaria a marca.

Assim que terminei, lambi toda a extensão do meio de seus seios, até o seu queixo. Tomei seus lábios em um beijo intenso e selvagem. Deslizei minha mão por toda a lateral de seu corpo, mordicando sua boca entre o beijo. Nos afastamos e ela me empurrou, beijando todo meu pescoço. Gemi, ela havia encontrado o meu ponto fraco.

Seus beijos desceram até o meu peito, logo em seguida ao meu abdômen. _____ mordia, lambia, chupava meu abdômen me fazendo gemer baixo.

Eu a desejava demais!

Enquanto ela aproveitava meu abdômen, deslizava minhas mãos entre suas costas e sua cintura. Sua bunda estava empinada, me fazendo apertar lá. Logo seus lábios pararam no cós de minha samba-canção, observando meu membro ereto. _____ sorriu maliciosa, me encarando em seguida.

Por que ela era tão sexy?!

Acordei dos meus pensamentos gemendo, assim que senti sua língua lambeu meu membro, ainda coberta pelo fino pano de seda. Sua mão o apertou me fazendo erguer as costas, pedindo por mais. Quando sua mão iria adentrar em minha samba-canção, batidas fortes na porta foram ouvidas.

- _____, abra já essa porta! – Hailee gritava raivosa do outro lado da porta.

Bufei a observando. _____ revirou os olhos saindo de cima de mim. Vestiu sua camiseta vermelha, pegando a minha e jogando contra meu corpo.

- O que você quer? – Perguntou irritada. Hailee continuava esmurrando a porta. – Entre no banheiro se não quiser ser pego! – Sussurrou e eu me levantei indo até ela.

A abracei por trás, depositando um beijo em seu pescoço a fazendo arrepiar.

- Desculpe por isso!

- Não se preocupe... – Se afastou – Você não tem culpa!

Hailee não parava de gritar, enquanto batia fortemente na porta. Vesti minha camisa rapidamente, indo em direção ao banheiro, fechando a porta em seguida.

Point Of View – _______

Assim que Jeon se fechou no banheiro, me direcionei a porta. Hailee estava com um semblante totalmente sério e irritado, me fazendo querer rir, mas me segurei.

- Sim? – Perguntei calma a fazendo bufar – Posso saber o por que, de você está quase arrancando minha porta fora?

- Só pode ser brincadeira... – Murmurou indignada – Ou você para com essa petulância, ou irei contar com o seu pai! – Ri sem ânimo

- Conte! – Respondi sem me importar. Ah, Hailee se você soubesse.

A mesma me encarou indignada. Sorri sem me importar.

- Mas o que está acontecendo? – Jimin apareceu coçando os olhos. Tão fofo – Hailee por que está gritando tanto?

- Essa garota não tem um pingo de respeito

- Do que está falando? – Perguntou Jimin. Parecia não entender nada.

- Você não escutou? – Negou – Como não Park Jimin... – Ela dizia tudo indignada – Essa garota estava gemendo que nem uma cadela no...

Isso foi o meu limite...cadela?!

- Cadela? – Perguntei sem acreditar

- Sim...cadela! Não tem respeito pelo próprio pai!

- Olha Hailee... – Observei tudo em volta – Até agora ele não reclamou de nada...

Ficou em silêncio, me encarando com ódio. Jimin observava tudo calado, com um sorriso no rosto. Hailee pareceu desistir e voltou ao seu quarto, batendo a porta com força.

Encarei Jimin e logo se aproximou. O mesmo me observava de um modo diferente.

- Deseja alguma coisa Jimin? – Um sorriso sacana surgiu em seus lábios carnudos.

- Sim...

Esperei que ele continuasse, mas o mesmo se aproximou de meu ouvido, tocando minha cintura. Senti meu corpo se arrepiar com seu toque e respirei fundo.

- Você!


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...