História Sem querer, me apaixonei...- Vhope, Jikook, Namjin - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Colegial, Drama, Jikook, Jimin Bottom, Jimin Uke, Jungkook Seme, Lgbt, Namjin, Romance, Tehvalleri, Vhope, Yaoi
Visualizações 236
Palavras 1.739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá kimchizitos!

Desculpem pela demora ksksks, é que eu estou com um certo problema também conhecido como fogo no rabo, e eu simplesmente não estou conseguindo ficar mais de dois minutos parada em um lugar, então digitar os capítulos está sendo uma tarefa bem complicada.

Na boa, eu estou quase desconfiando de transtorno de hiperatividade e ansiedade, porque eu estou quase morrendo todos os dias de ansiedade na escola e em casa.

Tá, ok, chega.


Me desculpem pelo hot bosta, não to muito no clima de escrever lemon.

Bem vindos kimchis novatos (Porque eu vi que tem)❤

Muito obrigado pelos comentários (já aprendi um monte de usuário porque comentam sempre), favoritos e leitores que não favoritaram também (Olá ghosts. Amo vocês também) ❤

Ignorem o meu leve ataque hoje.




PSOOOOOOON!



PS: Estou voltando às minhas origens



Boa leitura❤

Capítulo 34 - Meu leãozinho preferido


Fanfic / Fanfiction Sem querer, me apaixonei...- Vhope, Jikook, Namjin - Capítulo 34 - Meu leãozinho preferido

*Anteriormente...*

“Tae: Hobi... –Ele suspirou ao sentir os lábios quentes do namorado sobre sua pele. –Acho que o filme pode esperar...”

Hoseok sorriu sacana e deixou mais um leve selar sobre o pescoço sensível de Taehyung, virando o mesmo para que ficassem de frente um pro outro, deixando um beijo rápido nos lábios de Taehyung.

Hs: Hum... vamos ver... eu posso escolher você e resolver esse probleminha aqui... –Hoseok guiou a mão de Tae até sua calça, que estava marcada por sua ereção. –Ou posso escolher o filme e ter que bater uma mais tarde pensando em o que teria feito se escolhesse a primeira opção... qual o filme mesmo?

Tae; Hobi! –Taetae formou um bico em sua boca, que foi prontamente mordido pelo maior.

Hs: Eu estou brincando! –Hoseok riu distribuindo selares por todo o rosto e pescoço de Taehyung, que deixou escapar alguns arfares satisfeitos.

Hoseok guiou Taehyung até o sofá, deitando-o no mesmo, e tirou a camiseta do menor, passando a marcar a pele branquinha do tronco de Taetae, deixando chupões fortes e fracos em seu peito, pescoço e abdômen.

Taehyung retirou a camiseta que Hoseok usava e a jogou em algum canto da sala, trocando de lugar e ficando por cima. Apertou levemente a ereção por cima da bermuda de Hoseok, que arfou e soltou um gemido baixo.

Taehyung deixou uma mordida seguida de um chupão no pescoço do maior, a pele branca tomando uma coloração roxo-avermelhada.

Tae: Isso é pra mostrar que você tem dono, ok? E não vai se engraçar com mais ninguém... –Hoseok assentiu e sorriu com o ato do menor, se arrepiando por completo ao ouvir a voz rouca atingir seus tímpanos, acompanhada do hálito quente de Taehyung.

Tae desceu devagar a bermuda do namorado, a box preta que usava já molhada e apertada contra o membro duro do Jung. Retirou devagar o tecido e arremessou também em qualquer canto da casa.

Tomou o membro de Hoseok em seus lábios e passou a chupa-lo devagar, torturando o namorado que gemia sofregamente deitado sobre o sofá.

Hs: Tae... –Os dedos de Hoseok foram parar nos fios de cabelo do Kim, puxando-os involuntariamente, enquanto guiava os movimentos. O maior sentia espasmos percorrerem todo o seu corpo, e quando estava próximo de seu ápice Tae se afastou, recebendo um gemido de desaprovação.

Tae: O Namjoon vai nos matar se sujarmos esse sofá. –Taehyung riu ao ver que sua tortura proposital havia chateado Hoseok.

Hs: Vamos pra outro lugar então. –Hoseok diz impaciente, guiando Tae até o cômodo mais próximo, que por sorte, ou não, era o banheiro.

Tae: Quanta pressa hein, Jung Hoseok! –Tae finge estar indignado, Hoseok ri e toma os lábios já inchados do menor para si, em um beijo quente e intenso, pelo menos o bastante para terem tirado toda a roupa de Taehyung.

Entraram no box intensificando ainda mais o beijo, Hoseok ligou a torneira que passou encher lentamente a banheira de água morna, e entrou com Taehyung, deixando o menor por baixo.

Taehyung foi penetrado sem preparação, porém a água morna auxiliou no processo, diminuindo a dor que ele sentira, Hoseok foi aos poucos aumentando o ritmo, arrancando gemidos altos de Taehyung, que se misturavam com o barulho das estocadas na água e com os gemidos também nada baixos de Hoseok.

Hs: Tae... geme pra mim, por favor... –Hoseok diz, sendo logo atendido pelo namorado, seus gemidos roucos que chegavam como música aos ouvidos de Hoseok, e o motivavam a ir mais rápido. Hoseok chegou ao seu ápice primeiro, preenchendo Tae com seu sêmen, que logo também gozou na água.

Se recostaram no mármore, recuperando o ritmo da respiração.

Hs: Melhor foda da vida?

Tae: Ainda virão melhores. –Tae ri e tenta se levantar, sem sucesso. –Irei pensar melhor sobre essas possibilidades, porque eu tô quase morrendo.

Hoseok pegou Taehyung no colo e o ajudou a se secar e se vestir, o deitou na cama e passou a procurar as roupas pela casa.

Quando voltou, Tae já tinha adormecido, seu corpinho encolhido dentre os lençóis.

Hs: Eu te amo tanto...

***

Assim que saíram da casa de Jimin, Namjoon e Jin seguiram para a casa do Kim mais novo, para deixa-lo em casa.

Sra. Kim: Jin, porque você não dorme na casa do Nam hoje?

A mãe de Jin sugeriu, recebendo um olhar desconfiado do mais novo.

Jn: Tem certeza? Eu não sei se...

Sra. Kim: Não se preocupe, Jin. Eu vou estar bem. Sei me cuidar.

Jn: Eu não sei... sabe, deixar a senhora sozinha é muito perigoso.

Sra. Kim: Já disse, Jin, vai ficar tudo bem, prometo. –Jin assentiu e seguiu para o quarto, para pegar suas coisas.

Nj: Sra. Kim, o que aconteceu? O Jin voltou com aquele trauma que ele tinha de cantar, que já havia passado, e agora parece se preocupar com qualquer coisa que sugira que ele saia de casa...

Sra. Kim: Ah, Nam, aconteceu algo horrível. Se lembra de que eu te contei de que, quando o Jin era pequeno, eu me trancava com ele no quarto e cantava quando o pai dele dava aqueles ataques de raiva?

Nj: Sim, a senhora me disse. Mas, o pai dele não estava preso?

Sra. Kim: Bem... –A mulher seguiu até o balcão da cozinha e pegou um jornal de alguns dias atrás, onde uma notícia explanava:

“Escapou da prisão homem que estava preso por violentar a mulher e o filho

Nessa sexta-feira, Kim Joncran, acusado de violentar seu filho e sua mulher sexualmente e fisicamente, escapou da prisão, e está sendo procurado pela polícia.”

Sra. Kim: Parece que não. Não mais.

Nj: Mas, isso é muito perigoso! Ele pode vir atrás da senhora e do Jin.

Sra. Kim: Eu sei... mas eu não quero que isso atrapalhe a vida de Jin... eu não vou deixar o Joncran fazer nada contra ele... logo agora que tudo está se acertando...

Nj; Esse homem deve ser preso. Ele é horrível.

Sra. Kim: Não se preocupe comigo, Nam. Eu consigo me defender. Mas o Jin nem ao menos se lembra de como é o pai dele, só sabe que ele fez muito mal à nós dois... eu sei que o Jin consegue se defender, mas ainda assim eu me preocupo...

Jn: Tudo ok?

Sra. Kim: Sim, filho, eu estava conversando com o Nam aqui. Já arrumou tudo?

Jn: Sim, tudinho.

Sra. Kim: Tenha uma boa noite, filho. E não fique grávido.

Jn: Nem se eu quisesse. –Jin riu, dando um abraço em sua omma.

Sra. Kim: Até mais.

Nj: Tenha uma boa noite, Sra. Kim.

Sra. Kim: Haru.

Nj: Haru.

Seguiram para a casa de Namjoon conversando, não muito, pois ambos estavam imersos em seus pensamentos, mal prestavam atenção no que faziam, conversavam pra matar o tempo e pelo menos terem a certeza de que estava um do lado do outro.

Nj: Por que você não me contou?

Jn: O que?

Nj: Sobre o seu pai.

Jn: Não achei que fosse necessário... não quero arrumar mais problemas pra você.

Nj: Jin, eu me preocupo com você, eu quero saber dos seus problemas, além disso, é perigoso, não é algo tão simples.

Jn: Eu não pensei que ele fosse voltar... –Aos poucos, algumas lágrimas começaram a cair dos olhos de Jin, que as limpava disfarçadamente. Não queria que Namjoon soubesse que ele estava chorando.

Nj: Não fica assim, Jin. –Namjoon parou o carro em frente à sua casa e entrelaçou seus dedos com os de Jin, enquanto limpava as lágrimas do namorado com a mão que estava livre. –Vai ficar tudo bem, ok? Eu prometi que iria te proteger de tudo não é? Eu vou cumprir a minha promessa.

Jn: Por favor, me promete mais uma coisa...

Nj: Claro, o que?

Jn: Que você não vai me abandonar, por favor!

Nj: Eu nunca vou te abandonar, Jin. Nunca.

Jn: Promete?

Nj: Prometo.

Os dois entraram na casa, encontrando Hoseok lavando a louça na cozinha.

Nj: E aí, Hobi... cadê o Tae?

Hs: Dormiu faz um tempinho. E o Yoongi? Sabem pra onde ele foi?

Jn: Não. Eu vou ligar pra ele.

-Ligação on-

Jn: Yoongi? Onde você tá, criatura?

Yg: Ah, oi, Jin. Eu fui dar uma volta, mas já estou chegando, não se preocupem.

Jn: Tem certeza de que está tudo bem?

Yg: Sim, só saí pra tomar um ar mesmo. Chego aí daqui à alguns minutos.

Jn: Ok, tchau.

-Ligação off-

Jn: Ele já está vindo, disse que não vai demorar.

Hs: Bem, eu vou dormir. Boa noite, e se comportem, por favor!

Nj: Não se preocupe quanto à isso, Hobi. –Namjoon ri entrando no seu quarto. –JUNG HOSEOK PELO AMOR DE DEUS NÃO DIGA QUE ESSA CUECA É SUA, E O QUE ELA ESTÁ FAZENDO NOMEU QUARTO?

Hs: É, acho melhor eu ir dormir, né... –Hoseok pega a peça de roupa e entra correndo no quarto. –Boa noite hyungs.

Jn: Eu tenho até medo do que aconteceu aqui...

-No outro dia-

Yg: Jimin, você viu a Chewan? –Yoongi corria os olhos pelos corredores da escola, procurando Chewan, que não tinha aparecido.

Jm: Não, eu não a vi hoje, será que ela está bem?

Yg: Não sei... eu estou preocupado. –Ele passou a bater os dedos sobre a mesa ansioso.

Jm: Yoongi? O que aconteceu? Você não é assim.

Yg: Não... não é nada... merda, merda, merda.

Jm: Yoongi! O que aconteceu?

Yg: Olha, Jimin, eu preciso ir, ok? Não sei quando vou voltar.

Jm: Yoongi, volta aqui, Yoongi! –Jimin foi completamente ignorado pelo amigo, que sumiu dentre a massa de alunos que enchia a escola.

Yoongi seguiu até atrás da escola, onde mandou seguidas mensagens para Chewan, que foram visualizadas, mas não foram respondidas.

-Mensagem on-

Cw: Está atrás da sua amiguinha, Yoongi?

*Mídia enviada*

Cw: Ela está aqui.

Uma foto mostrava Chewan amarrada e com a boca tampada, estava bastante machucada e sua mochila estava jogada em um lugar qualquer.

Yg: Onde você está? Eu falei pra você não mexer com meus amigos.

Cw: Fazer o que, né? Vamos ver até onde ela aguenta, se ela não for até o final, vou atrás de um dos garotos, aquele Jin, talvez? Sei bem como encontrar qualquer um deles

Yg: Seu idiota. Você vai pagar por isso.

-Mensagem off-

Yoongi jogou o celular na sua mochila e seguiu para sua casa. Ele não podia deixar aquilo continuar. Não podia deixar que seu pai machucasse mais ninguém.

 

 

*Continua...*


Notas Finais


Vhope é foda, né? Vamo combinar.

Perdoem os erros e o cap curto, vou revisar e prometo que o próximo será maior


Obrigado por terem lido!


Flw!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...