História Sem querer, te amei ! - Jungkook - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Romance
Visualizações 154
Palavras 681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 41 - Precipício😱


Fanfic / Fanfiction Sem querer, te amei ! - Jungkook - Capítulo 41 - Precipício😱


- QUE?

- é isso mesmo que voce acabou de ouvir meu amor....... SEUNGHEE fugiu da cadeia.

- mds como isso foi acontecer, e agora? Ela vai vim atras de mim - digo desesperada.

- calma meu amor, nao vou deixar que nada aconteça com voce...- diz jungkook e me abraça.

- eu to com medo - digo e ele me aperta mais em seus braços.


*Quebra de tempo*


Chegamos no dormitório dos meninos e todos estavam lá, até o exo.


- como isso aconteceu? A policia nao tem nem uma pista de onde ela pode estar?- pergunto.

- não, SEUNGHEE é muito inteligente, ou melhor dizendo.....um gênio em pessoa, ela nunca deixaria pistas. - disse BAEKHYUN.

- e agora?- pergunta jimin

- e agora é que ela com certeza vai querer se vingar de todos nós e principalmente da (s/n) e do TAE - disse kook.

Rose começa a espirrar sem parar.

- o que aconteceu amiga? - pergunta yujin.

- TAE me levou para patinar e depois tomamos sorvete, e agora estou com o nariz trancado e espirrando que nem louca. - disse Rose.

- desculpa meu amor - disse TAE e da um selinho em sua namorada.

- galera, foco aqui!- disse SOO MAN. - precisamos nos proteger dessa louca, não sabemos do que ela é capaz.

- verdade galera....ela é muito esperta e pode passar a perna na gente sem ao menos percebermos, ela pode ser minha filha mais não aprovo o comportamento dela - disse SOMI.

De repente Começamos a sentir um cheiro esquesitos e apagamos.


[...]


Acordo em um lugar desconhecido por mim, era todo sujo parecia uma casa abandonada no meio do nada. Estava amarrada em uma cadeira e eu não conseguia me mecher de tão apertada que as cordas estavam. Começo a observar o lugar até que direciono meu olhar para uma pessoa que estava na janela de costas para mim e estava toda de preto, ela se vira e.....

- SEUNGHEE? - pergunto assustada.

- olá (s/n), como tem passado? Bem? Por que eu não.....- disse ela se aproximando de mim e me acerta um tapa no rosto. 

- para com isso HEE , voce ta completamente pirada.....- digo chorando - por favor, não faça nada comigo, por favor SEUNG. - sigo chorando desesperada.

- own tadinha ta chorando é? Isso....... Chora mesmo sua vadia, chora muito.....porque essa é a ultima coisa que voce vai fazer - diz e tira uma arma de dentro de seu casaco e aponta para mim. Seunghee estava com os olhos brilhando de raiva. Quando ela estava prestes a atirar em mim alguem pula em cima dela, tira a arma da mão da loira e a joga longe. Vejo quem era.........era nada mais e nada menos que ROSE. Uma luta corporal de ROSE e SEUNGHEE começa. Vejo um pedaço de vidro quebrado no chão, começo a balançar a cadeira ate que caio no chão, pego o vidro e começo a cortar as cordas e assim consigo me soltar, vejo que ROSE está caida no chão desmaiada e SEUNGHEE corre até a arma e me pega pelo pescoço me deixando de costas para ela apontando a arma para minha cabeça. Rose levanta e fica de frente para nós assustada.

- de mais um passo que eu mato essa vadia aqui - disse HEE para Rose.

SEUNGHEE me pega pelos cabelos e me leva ate um precipício que ali perto tinha. Eu e ROSE começamos a chorar até que varios carros começam a chegar e vi que era JUNGKOOK e os meninos acompanhados de SOO MAN, SOMI e de varios policiais.

Olho para JUNGKOOK chorando e vejo que meu biscoito tambem chorava muito.

- por favor SEUNGHEE, nao faça isso - diz JUNGKOOK.

- cala essa boca JEON JUNGKOOK! Voce não quis ficar comigo e agora tambem não irá ficar com ela.- diz HEE e da um sorrisinho psicipata para meu namorado.

Xxx: JEON SEUNGHEE, você esta cercada - disse um policial que apontava uma arma para a loira acompanhado de outros policiais tbm.

- podem me levar.....mais eu só vou sair daqui quando eu acabar com essa vadia. - SEUNGHEE abaixa a arma e me pega pela gola de minha blusa e me empurra do precipício.


E agora?






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...