História Sem Saída - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Casal, Coragem, Revelaçoes, Romance, Suspense
Visualizações 3
Palavras 382
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - 5


Robert Cavendish trancou a porta do escritório e fechou as janelas.A maldita música.Margareth está tocando a maldita música á meia hora.Com certeza ela faz para irrita-lo.

—John?Prepare o carro,eu vou sair.

Ele disse ao motorista por telefone.Já aguentara tempo suficiente.Ouvira Louisa comentar sobre a terapia recente da mãe,música clássica para aliviar o estresse.Robert quase respondeu que sabia de outra porra de terapia que a mãe desaprendera praticar.

Passou pela sala com passos rápidos evitando olhar para a esposa de costas sentada em frente ao piano,os cabelos loiros, soltos nas costas eretas,a forma como pendia a cabeça de lado o fez ter lampejos de memórias de algumas décadas atrás quando ele tinha prazer de vê-la tocar.Aquela cena era quase uma afronta do que já vira antes.Ele podia jurar que Margareth estava de olhos fechados.A mesma música.Pessoas diferentes.

Ele entrou no carro e murmurou um endereço a John que apenas assentiu.

A certeza que sua vida iria mudar era o que lhe mantia ali naquela casa.Só mais alguns meses.Ele pensava.

   

          ' VC VEM HOJE? DESCULPE A MENSAGEM EU SEI QUE É PROIBIDO MAS ESTOU COM SAUDADES '

A mensagem brilhou na tela do celular em sua mão e ele reprimiu um palavrão antes de apagar imediatamente.Ele se perguntava se algum dia ela descobriria o total sentido daquilo,que só era seu passaporte pro futuro bem longe dali.Sarah estava completamente apaixonada,deixava isso tão claro que  precisou detê-la de cometer o grande erro de assumir publicamente.Estaria tudo perdido.

"Espere mais um pouco e eu vou me separar,tenha paciência."

E ela teve.E lhe deu provas de sua fidelidade várias vezes.Quantas pessoas Sarah traiu para ajudar o amante?Gente que nem imagina que foi passada para trás.Tudo por ele.

Uma chuva fraca começou a cair no momento em que viraram na esquina da casa de Sarah .

John olhou pelo retrovisor do carro e viu o chefe sorrir ao perceber que chegara ao destino.Ele sempre o olhava quando chegavam e o homem nunca sorria,estava sempre bêbado ou apreensivo.Mas hoje ele sorira e algo no estômago de John se revirou.


—Eu já disse pra não mandar SMS.Não faça isso de novo.

Robert disse depois de dar um beijo demorado na mulher.Ela entrelaçou os braços em seu pescoço e trançou as pernas na cintura dele,seus lábios eram sedentos no dele e não havia tempo para respostas ou  desculpas.Tudo seria dito em movimentos e ações.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...