História Semideuses e o Anel Da Sabedoria - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Calipso, Clarisse La Rue, Dionísio, Frank Zhang, Frederick Chase, Hades, Hazel Levesque, Hefesto, Hera (Juno), Hermes, Jason Grace, Leo Valdez, Malcolm, Nico di Angelo, Percy Jackson, Personagens Originais, Piper McLean, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Thalia Grace, Will Solace, Zeus
Tags Caleo, Hadéter, Jasiper, Leyna, Malia, Percabeth, Pothena, Solangelo, Thalico
Visualizações 31
Palavras 918
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HEyy, eu sei que demorei muito para postar, mas minha vida estava meio complicada durante esses meses e eu estou trabalhando em outra fanfic, que vou publicar ano que vem. Obrigada a todos que continuam acompanhando a história!!

Capítulo 12 - CAPÍTULO 12: Confusões


CAPÍTULO 12: Confusões 

POV TESEU:

         Havia se passado dois dias quando minha esposa chegou na ilha, ela estava extremamente preocupada com Tess e não escondeu isso de nenhum semideus. Assim que encontrou Athena não saiu de seu lado pra nada, algo que não era estranho...a única coisa fora do normal lá era as atitudes que a Deusa estava tendo, ela não olhava na cara de Zeus, não parava para descansar e isso estava deixando meu pai louco. Chegou a hora que ninguém mais aguentava a tensão na casa e Percy explodiu.

-Ok, alguém pode explicar o por que Lady Athena não está falando com Zeus? Essa tensão está de matar!

           Minha sogra o olhou com raiva, mas se levantou da mesa e olhou para cada rosto presente.

-Não estou falando com meu “adorado” pai porque ele tem uma mania de estragar tudo na minha vida. Vocês sabiam que tenho um irmão gêmeo? Sabiam que ele roubou meu anel e entregou para Crio? Pois é! Ele sabia! E por causa disso um grupo dos primeiros semideuses da Grécia estão nas mãos desse maníaco!

            POV HENÉSIA:

            Assim que minha mãe lançou as palavras o tempo fechou e seus olhos mudaram de cor, uma mistura de cinza e dourado, isso fez com que meu pai, Hefestos, fosse para seu lado e a puxasse para fora da casa.

-Não saiam daqui até a próxima hora, esses tipos de crise que ela tem não são nada boas.

             Isso era uma verdade. A única vez que vi minha mãe em um estado parecido foi na época que Poseidon havia lhe traído com Medusa. Tivemos um trabalho enorme para consertar seu templo, que tinha ficado destruído após seu acesso de raiva.

               Olhei para meu marido e peguei sua mão, estava sentindo que ele queria falar alguma coisa, mas com tanta gente aqui duvidei que diria algo. Ao invés disso ele me puxou para ir com ele ao encontro de seu pai, que também estava abalado.

-Pai, o que aconteceu? De repente ficou mais abalado.

-Ele pegou o Agenor.

             Merda! Mas se ele tem Agenor, isso significa que Tysion também está lá!

-Poseidon, a única maneira dele ter conseguido controlar o Age é ter pego Tysion antes. 

-Sim Henésia, ele está com os dois. Só espero que não machuque a criança.

              Gostaria de falar que Chrysaor não faria isso, mas as palavras não saíram. Ele tinha se tornado um completo estranho, não só para mim, mas para todos seus conhecidos. Atesse era loucamente apaixonada nele e o que mais admirava era sua bondade, porém as coisas mudaram e o amor nãofoi mais forte que o orgulho.

-Eu espero que sua mãe melhore logo, porque precisamos da mente dela no momento.

            POV ANNABETH:

             Eu não parava de dar voltas e voltas na casa, tudo estava vindo na minha cabeça com força e fiquei aliviada quando vi Reyna descendo as escadas.

-Reyna, preciso da sua ajuda. Quero sugerir um plano, mas não tenho certeza se ele é seguro.

-No momento qualquer coisa deve ser levada em conta.

-Eu acho que deveríamos não separar. Para completarmos tudo, precisamos do Leo, e ainda não estamos com ele. A profecia disse que o encontraríamos em Ogígia, mas não é um lugar fácil de achar e os Deuses precisam checar os mais velhos e levá-los para algum lugar seguro.

-Eu concordo com você e tenho certeza que vão aceitar o plano! 

             Saímos da sala para a cozinha e explicamos tudo para o resto. Artemis disse que lidar com Calipso não era fácil, ainda mais sem a ajuda dos Deuses, mas que poderíamos usar a força se necessário. Também nos informou sobre seus poderes, mas Hazel disse que isso não seria problema.

             Percy estava calado, algo que achei estranho e logo conectei as peças, ele conhecia a moça e tinha me esquecido desse pequeno detalhe.

-Percy, podemos conversar?

-Claro...

             Fomos para o quarto dos meninos e ficamos por um tempo em silêncio, mas isso não ajudou nem um pouco a ansiedade.

-Olha, eu sei que você a conhece, mas temos que salvar Leo.

-Lea não é má Annabeth.

-Nunca disse que era, não coloque palavras na minha boca.

-Então por que quer tanto ir?

-Não percebe que precisamos do nosso amigo?

            Ele virou para mim com uma feição estranha e pude notar que estava com raiva.

-Nós ou você? Está fazendo isso por si mesma ou pelo nosso grupo? 

-Você não está fazendo nenhum sentido! Não gosto dele dessa maneira, quem o ama é a Reyna! Eu estou fazendo isso pelo nosso grupo é pela saúde sentimental de uma das minhas melhores amigas! Antes de vir me acusar, coloque a mão na consciência! Se eu gostasse do Leo estaria com ele e não com você! Se gostasse dele não iria enfrentar minha mãe por conta de sua inimizade com seu pai!

           Sai do quarto e bati a porta com força. Percebi que Henésia estava parada na porta do quarto e abaixei um pouco a cabeça.

-Henésia...

-Relaxa, eu te entendo. Ele reclama de você ser ciumenta, mas tem as mesmas atitudes, isso é coisa das crias do mar!

             Ri um pouco e fui com minha meia irmã para a biblioteca, peguei alguns livros que falavam sobre a Grécia Antiga e estudei cada mapa, embora nenhum mostrasse a ilha de Calipso. Não poderia perguntar para Odisseu sobre esse lugar, o único jeito era descobrir algum Deus que soubesse e que pudesse nos levar até lá, e esse Deus não seria um dos 14 Olimpianos.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...