História Semideuses e o Anel Da Sabedoria - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Tags Hadéter, Jasiper, Leyna, Percabeth, Pothena
Exibições 11
Palavras 1.421
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Chegamos em Creta


Fanfic / Fanfiction Semideuses e o Anel Da Sabedoria - Capítulo 7 - Chegamos em Creta

CAPÍTULO 7:Chegamos em Creta
POV ANNABETH
         Quando eu penso que já vi de tudo na vida, vem essa! Quíron e Dionísio estavam brigando seriamente, tipo, de verdade mesmo.
         Não estavam usando poderes nem nada do tipo, mas estavam lutando com espadas e isso era realmente estranho porque eu nunca imaginei o Senhor.D lutando. Ele lutava muito bem, com uma graciosidade que era difícil até para Deuses conseguirem.
-EIIIIII!! O que vocês estão fazendo?!
-O cavalo aqui começou a agir como criancinha e me jogou da parede de escalada, aí nós começamos a brigar.
-Mas não era para você estar em um avião?
-Era, mas a louca da sua mãe me mandou ver se estava tudo certo aqui, e aparentemente está tudo errado.
          Um raio caiu bem perto de Dionísio, que praguejou e fincou a espada no chão, Reyna pareceu perceber as habilidades do Deus do vinho também e se aproximou mais da tela.
-Onde aprendeu a lutar desse jeito?
-Quando eu cheguei no Olimpo tive que ser treinado por um dos Olimpianos, mas ninguém se dispôs a fazer isso então Zeus fez um sorteio e a sortuda do dia foi Athena.
          Tentei imaginar minha mãe, que não é a pessoa mais paciente, treinando ele e a única coisa que consegui fazer foi rir.
-Nós só ligamos para avisar que estamos chegando em Creta.
-Ok, eu vou avisar aos outros quando voltar para o avião.
           Ele desligou e eu me virei para todos, tínhamos que fazer um pequeno roteiro. Jason deve ter pensado a mesma coisa porque pegou um papel e caneta para anotar.
-Gente, chegando em Creta nós temos que comprar roupas que pareçam com as da Grécia, achar um hotel, comer e ir procurar por esses semideuses.
-Mas por onde vamos começar a procurar por eles?
-O antigo castelo de Egeu, Teseu deve estar lá já que foi criado por esse homem.
-Ok, então eu vou voltar a dormir.
          Todos voltamos aos nossos assentos e voltamos a dormir.
           POV REYNA
           Eu sabia que Piper era ciumenta mas não sabia que era tanto. Ela estava olhando para mim e para Jason de um jeito que estava me dando calafrios, ela devia confiar mais nele, ele nunca me quis como namorada e gosta realmente dela.
-Você continua colocando a mão na barriga quando está pensando.
          Levei um susto ao escutar a voz de Nico.
-Oi para você também.
-Por que a Piper tá te olhando desse jeito?
-Ela deu uma de louca e começou a gritar comigo e com o Jason porque estava com ciúmes de nossa amizade.
-A Piper? Mas ela confia no Jason...
-Eu também pensava a mesma coisa.
-Reyna, será que alguém a enfeitiçou?
-Quem faria isso? Porque pelo o que eu sei as pessoas que tem controle sobre o amor são relacionadas a ela. Afrodite e Eros fariam alguma coisa do tipo?
-Afrodite não mas Eros pode estar enfeitiçando Piper para irritar Jason.
-Então eu sugiro que alguém fale com a Deusa do Amor rápido ou isso vai acabar com o relacionamento da Piper e do Jason.
          Nico ficou sério e se sentou ao meu lado, nós ficamos nos observando por um tempo e eu comecei a brincar com minha pulseira.
-Reyna, isso não é a única coisa que está te incomodando. Você está preocupada com o Leo.
           Eu suspirei e escondi o rosto nas mãos.
-Sim, eu nunca imaginei que iria gostar de alguém novamente e aqui estou eu...apaixonada pelo filho de Hefestos.
 -Eu nunca imaginei que poderia gostar um homem e de uma mulher ao mesmo tempo.Nunca imaginei que Will e Thalia iriam ocupar o meu coração desse jeito e eles ocuparam. Eu também nunca imaginei que meu pai iria deixar de ser burro e idiota mas hoje ele está com a Deméter!
          Nós começamos a rir, e isso só aumentou quando Nico foi puxado pelo cabelo até bater a cabeça no chão.
-Vai esperto! Irrita seu pai mesmo!
         Ele me olhou de um jeito irritado e divertido, me puxou para o chão junto com ele e eu bati meu nariz no dele. Nós nos olhamos e começamos a rir ainda mais.
         Fomos dormir as 02:00 da manhã.
   POV ZEUS(AVIÃO DO DEUSES)
          Eu não estava gostando do rumo disso, sabia que não poderia esconder de Athena esse segredo por mais tempo, mas ela já está envolvida em problema demais. Não sabia o que fazer então fui falar com alguém que já tivesse visto minha filha em todos os momentos difíceis que ela passou.
-Ártemis, posso falar com você por um segundo?
-Claro! O que o senhor deseja pai?
-Conselhos, preciso saber como sua irmã reagiria à um segredo, um segredo que guardei por anos dela e que menti para ela por conta desse segredo.
        Os olhos de minha caçula me observavam tentando tirar algo de minhas feições.
-Depende, se for algo básico ela não vai ficar irritada, mas se for algo sério ela vai ficar irritada e magoada. Se for sobre a família de outra parte dela eu sugiro que você conte assim que tiver a oportunidade e tente entender as decisões dela a partir disso, Athena tem uma mente cheia de surpresas então não é muito previsível o que ela vai fazer.
-Eu não compreendo...
-Athena é tipo o mar pai... Ela está calma mas em um segundo pode mudar e ficar com raiva e causar problemas. Acho que para entender o temperamento dela você deveria falar com Poseidon.
         Olhei para a menina na minha frente e fiquei pensando sobre o que fazer, se contaria tudo a minha filha favorita ou esconderia sua verdadeira história para sempre. Agradeci minha filha mais nova e sai para a sala de estar do avião, sentei em frente a miniatura de cachoeira que tinha lá e fiquei observando nas águas cada lembrança de uma bela mulher que um dia fora minha.
          POV PERCY
          Acordei com um Sol forte batendo em meu rosto e com Annabeth deitada em meu ombro.
-Annie...
           Ela piscou os olhos várias vezes até se acostumar com a claridade, olhou para mim e abriu um sorriso preguiçoso.
-Hey cabeça de algas!
-Sabidinha nós precisamos acordar os outros, chegaremos  em Creta daqui a meia hora.
-Ok, eu acordo Thalia, Reyna e Nico e você acorda Jason, Piper, Frank e Hazel.
-Certo!
          Fui acordar os casais nas últimas fileiras e me surpreendi ao encontrar Jason sozinho, eu sei que ele e Piper estão brigados mas não sabia que tinha chegado a esse ponto.
-Jason, acorda cara!
-Tô acordado.
-Alguém acordou com o pé errado?
-Te conto tudo depois porque agora eu simplesmente não estou na vontade de me irritar ainda mais.
-Ok, vou acordar Frazel!
       Ele abriu um meio sorriso, se levantou e encostou nos assentos de nossos amigos, que em um segundo se levantaram pulando. Eles olharam feio para o "eletricista" e Hazel tacou uma mina barra de ouro que o acertou em cheio no estômago.
-Vai caçar o que fazer Jay!
-Nossa! Amor entre amigos é tudo!
          Nós rimos e fomos nós encontrar com os outros que estavam com uma Piper já acordada e de cara fechada. Nós ficamos juntos até o avião pousar e quando colocamos os pés na cidade imediatamente sentimos o cheiro de problema. Anime foi a primeira a encontrar a origem de nosso problema.
           Uma garota alta de cabelos castanhos, com um sorriso bonito e estranho nos observava atentamente do outro lado da rua. Ela tinha o porte de lutadora e logo percebi que era uma por conta da espada que carregava na cintura.
-Gente, nos dias atuais quem leva uma espada na cintura para mostrar para o mundo?
-Semideuses.
-Acho que nós acabamos de encontrar uma.
-Ela não é a única coisa estranha aqui.
         Me virei na direção que Reyna apontava e arregalei meus olhos ao ver aquilo. 
-Percy, acho que temos que sair daqui agora!
-Annie, o que acha de testar os seus poderes de esconde-esconde agora?
-Acho uma ótima ideia.
          Minha namorada pegou o boné e fez com que todos nós ficássemos invisíveis, saímos correndo e só paramos quando chegamos na praia. Reyna se virou para mim e para Annabeth.
-Quem é aquele homem?!
-O nome dele é Chrysaor e ele é meu irmão não tão querido.
-Seu irmão não tão querido?
-Digamos que ele não tenha um relacionamento bom com nenhuma divindade que temos do nosso lado e já tentou nos sequestrar.
-E vou tentar de novo. Olá irmãozinho!
         Meu meio irmão olhou para o grupo de um jeito macabro e logo nós estávamos cercados por golfinhos assassinos.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...