História Sempre Amei Você... (Suga-BTS) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Markjin, Namjin, Romance, Vkook, Yugbam
Exibições 156
Palavras 1.712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, oi, oi pandinhas!!
Demorei mas voltei viu?!
Gostaria de agradecer aos favoritos, sei não são muitos, mas os poucos que são me alegram e me deixam mais motivada a escrever mais e mais!!
Gamsahamnida! Obrigada! <3 <3 <3 <3
Ps.: Escrevi esse capítulo ouvindo Love Is Not Over.
Revisei o capítulo, mas se tiver erros me desculpe.
Sem mais enrolações, boa leitura!

Capítulo 3 - Chapter Three


Fanfic / Fanfiction Sempre Amei Você... (Suga-BTS) - Capítulo 3 - Chapter Three

- Min Yoongi On -

Há meses eu tentava resolver minha situação por aqui. Mesmo depois de terminar a faculdade não estava nada fácil conseguir um emprego, eu havia ganhado uma bolsa de estudos onde a universidade pagava todas as minhas despesas, mas como acabou, minhas economias já não eram o suficiente para me manter aqui, mesmo dividindo o apartamento com Jimin e Hoseok, teria que voltar para a Coréia.

 - Suga hyung, posso falar com você? - Jimin surgiu na porta com a boca suja de chocolate, ri da situação do mesmo, parecia uma criança. Achava incrível sua capacidade de apelidar as pessoas com tanta facilidade. Assenti e o chamei para sentar ao meu lado no sofá.

 - Diga Jimin, o que você quer? - perguntei.

 - O hyung tem certeza de que quer ir embora? Já falou com ela sobre isso? Já disse que eu e Hobi podemos dar conta de tudo até você conseguir um bom emprego.

Suspirei. Jimin já havia falado comigo sobre esse assunto outras vezes, eu sempre recusei sua proposta, não gostava da idéia de ser sustentado pelo meus dongsaengs.

 - Não Jimin, dessa vez eu tenho que ir realmente, liguei para Soo hoje, mas vou ligar de novo mais tarde e falar sobre esse assunto - respondi.

 - Então... - ele desviou o olhar e estava nervoso, estava escondendo alguma coisa - eu e Hobi, podemos ir com você?

Okay, essa me pegou de surpresa.

 - C-como? Vocês dois irem embora comigo? - perguntei um tanto surpreso.

 - Sim hyung... Olha, você e Hobi hyung acabaram a faculdade e eu meu curso, não temos mais nada a fazer aqui. Estava-mos planejando ir embora há um tempo, e se não for pedir muito, pergunta sua amiga se tem mais duas vagas na casa dela? - ele perguntou com os olhinhos brilhando.

 - Mas e Jungkook e Taehyung? Vai deixar seus amigos aqui?

 - Eles também estão planejando ir embora hyung, daqui a uns meses.

 - Olha, tenho que conversar com a Soo primeiro, dependendo da resposta dela eu falo com você - falei o olhando.

 - Tudo bem hyung - sorriu, mostrando seu eye smile - obrigada mesmo assim - levantou e saiu em direção a cozinha.

Passei a mão pelos cabelos, bagunçando os mesmos, me sentia sufocado dentro desse apartamento. Só poderia ligar para Soo mais tarde, então peguei minha carteira e saí de casa, precisava dar uma volta.

- Min Yoongi Off -

- Soo Min On -

Era cerca de 18:30h quando eu cheguei em casa, minhas costas doíam, eu havia ficado a tarde toda sentada em minha mesa no computador corrigindo as fotos da nova campanha da revista. Meu estágio no contrato era 'pra fotografar ou pelo menos auxiliar fotógrafos, mas na prática eu fazia de tudo um pouco de tudo. Chen meu gatinho se esfregava entre minhas pernas querendo atenção.

 - O que foi meu amor? A omma também sente falta de você - falei 'pra ele depois de pegá-lo e o colocar no meu colo. Ele apenas se espreguiçou manhosamente enquanto eu acariciava seus pelos acinzentados, após ele dormir o coloco sobre o sofá com cuidado para não acordá-lo e vou para a cozinha a fim de colocar uma água para ferver e fazer um macarrão, logo após vou ao banheiro tomar um banho para relaxar. Ao sair do banho vestida com um pijama, faço minha comida, dou uma arrumada na bagunça de casa e vou dormir.

~ Alguns dias depois ~

3 dias haviam se passado, 3 dias extremamente cansativos e também 3 dias que Yoongi havia ligado 'pra mim dizendo que viria embora para a Coréia e pediu 'pra ficar aqui em casa com mais dois amigos dele, o Jimin e Hoseok.

 - Deixa eu ver se entendi, seu amigo te ligou essa semana, fala que está voltando dos Estados Unidos e pede 'pra ficar sua casa com mais dois amigos por tempo indeterminado? - Sun estava sentada no balcão da minha cozinha, enquanto eu preparava 3 sanduíches, já que Jihoon estava na sala assistindo a um filme.

 - Bem... tecnicamente sim, mas vai ser até eles conseguirem um apartamento - respondi meia sem graça.

 - E você aceitou? - perguntou arqueando uma sobrancelha.

 - Não podia dizer não - suspirei, passando a mão pelos cabelos ajeitando os mesmos - ele me conhece desde quando éramos crianças, sempre me ajudou quando precisei, ele é a pessoas mais próxima a mim depois de minha mãe, não podia dizer não e não me custa nada ajudar, por mais que esse apartamento seja pequeno - respondi lhe entregando um dos sanduíches com suco e indo pra sala e dei outro a Jihoon.

 - Não estou reclamando, longe disso, só fiquei surpresa com o fato de você aceitar tão rápido - deu uma risada.

Apenas concordei com ela e olhei para Jihoon que estava concentrado em assistir Meu Malvado Favorito 2.

- Soo Min Off -

- Min Yoongi On -

Estava começando a embalar algumas coisas e ainda tinha que comprar as passagens. Não tinha muita coisa pra embalar, a maioria das coisas que não fossem roupas e pertences pessoais Jimin iria despachar para casa dos pais dele e elas ficariam lá até conseguirmos um apartamento ou uma casa fixa.

 - Hyuuuung! Suga hyung! Me ajude aqui! - Jimin gritou e parecia desesperado, sua voz estava vindo do quarto. Céus o que estava acontecendo?!

 - Calma Jimin! Já vou! - respondi gritando e correndo em direção ao quarto.

Não me contive em rir ao ver o estado em que ele estava. Jimin estava segurando uma caixa acima de sua cabeça, e estava na ponta do pés, pois a caixa estava em cima do guarda roupa e era alto demais pra ele.

 - Calma baixinho! - Gargalhei alto retirando a caixa de suas mão com facilidade, não que eu fosse super alto, mas tínhamos uns bons centímetros de diferença. Seu rosto e orelhas estavam muito vermelhas, parecia que ele estava num misto de raiva e vergonha.

 - Isso não tem graça hyung! - Ele respondeu como uma criança birrenta, fazendo bico. Depois reclamava quando o chamávamos de criança e ele só tinha 19 anos.

 - Imagina se tivesse baixinho - ri passando a mão pelos seus cabelos ruivos e bagunçando os mesmos - o que tem na caixa?

 - Nada demais hyung, só algumas fotos minhas quando criança, algumas fotos de família e coisas pessoais que eu trouxe quando vim 'pra cá - falou enquanto retirava algumas medalhas, álbuns de fotos e outras coisas como brinquedos antigos.

 - Posso ver as fotos?

 - Aigoo! Não hyung! Depois eu te mostro. Olha só! - disse gargalhando como uma criança e me mostrando uma miniatura de carrinho - esse foi o primeiro presente que meu appa me deu! - Não sabia como respondê-lo já que eu nunca havia ganhado um presente do meu appa.

 - Err.. legal Jimin, vou comprar alguma coisa pra comermos tudo bem? Daqui a pouco eu volto - sai do apartamento o mais breve possível, não queria chorar na frente do meu dongsaeng.

Jimin me olhou preocupado, mas saí antes que ele falasse alguma coisa. Senti meus olhos encherem de água, senti as lembranças vindo a tona, mas segurei o choro até sair do prédio indo em direção a uma pequena praça em frente de casa.

Permiti que as lágrimas descessem com facilidade pelo meu rosto. As lembranças vieram antes que eu percebesse.

  ~  

- Não! Para por favor! Por favor eu imploro! - Minha omma gritava no andar de baixo enquanto meu appa bêbado batia nela.

Eu tampava meus ouvidos tentando não ouvir seus gritos. Era doloroso demais. Praticamente todos os dias eram assim. Eu ia pra escola, chegava em casa e minha omma estava no trabalho, quando chegava fazia nossa janta, eu comia e ia para o quarto estudar, e quando meu appa chegava já bêbado ou drogado ele batia nela, a espancava e eu não podia fazer nada!

 Peguei minha mochila e olhei as horas, já se passavam das 03:00 da madrugada. Desci as escadas correndo, ainda escutando os gritos de minha omma. Infelizmente não podia fazer nada contra isso. Todas as vezes que eu tentava interferir acabava-mos machucados, eu e minha omma. 

Abri a porta e corri 'pra fora de casa. Só tinha um lugar a ir. Subi a rua em direção a casa dela. Bati em sua porta desesperado.

 - Oh meu Deus, Yoongi! - Soo ofegou. Antes mesmo que ela disse mais alguma coisa eu a abracei apertando-a contra mim e me permiti chorar - Seu appa de novo não é? 

 - S-sim pequena - respondi soluçando.

 - Vem, entra, esta frio. - ela disse e me guiou 'pra dentro de sua casa, sentei no sofá enquanto ela ia a cozinha e voltou com um copo de água - Toma, bebe tudo e depois sobe 'pro meu quarto tudo bem? 

Ela subiu as escadas e parecia ir em direção ao quarto de sua omma, que já sabia de tudo o que acontecia na minha família.

Assim que terminei de beber a água, subi para seu quarto e minha cabeça doía, sentei em sua cama e as lágrimas quentes desceram pelo meu rosto, pareciam que iam queimar minha pele. Não havia percebido que ela havia entrado no quarto, só ouvi sua voz.

- Ei, deita aqui - me puxou para deitar junto com ela, deitei em sua cama e ela deitou em seguida me abraçando, nos cobriu e passou a acariciar meus cabelos - shiu.. calma amor, vai ficar tudo bem.

 - N-não pequena, não v-vai, amanhã vai acontecer t-tudo de novo.

 - Shiu, não vai, vai ficar tudo bem, eu to aqui com você. Sempre vou estar, você confia em mim?

Assenti ainda chorando, ficamos assim até eu dormir cansado pelo choro sentido o cheiro de Soo Min, ele me acalmava.

~

As lembranças eram dolorosas, nunca tive uma família perfeita, invejava Hoseok e Jimin, por terem sido felizes e terem uma família perfeita, que os amava.

A minha única família estava na Coréia, fazendo faculdade de Fotografia. Minha única família era Soo Min, mas há anos eu não a enxergava somente como uma amiga, desde que a conheci, sempre fui apaixonado por ela.


Notas Finais


Então pandinhas.. por favor não me matem, eu chorei escrevendo essa lembrança do Suguinha, doeu em mim.

Peço desculpas se eu demorar um pouco pra escrever porque não sou o tipo de pessoa que senta no computador e escreve 1 capítulo de uma vez, eu demoro dias pra escreve-los, porque sempre ajeito alguma coisa ou refaço um parte e tals.. Pra mim tem que ser bem escrito.
Talvez essa semana eu poste mais um capítulo.

Kissus da Omma.
Anyeong!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...