História Sempre ao teu lado - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Exibições 16
Palavras 1.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OIIIII voltei com mais um cap.

Capítulo 10 - 1 Vez


Júvia: Júvia ama muito o Gray-sama.

 

Gray: Quando acabarmos os estudos você aceita casar comigo?

 

Júvia: Claro. É tudo que eu mais quero.

 

……………depois do almoço…………..

 

Lucy: Então o que querem fazer?

 

Levy: Podemos ver um filme.

 

Natsu: Podemos e depois podia-nos mostrar a tal sala de jogos.

 

Lucy: Claro hehe.

 

Gajeel: Então que filme vamos ver?

 

Erza: Por mim podem escolher á vontade.

 

Jellal: Podíamos ver um de terror.

 

Júvia: SIM!!

 

Gray:  Perfeito.

 

Lucy: De terror?- disse ficando horrorizada.

 

Natsu: Não se tenha medo loirinha eu te protejo.

 

Lucy: Eu não tenho medo, só não gosto…

 

Levy: Vá Lucy…

 

Lucy: Ok! Escolham um ai na netfix .

 

Jellal: Valeu.

 

E aí a Virgo entra na sala.

 

Virgo: Vão ver um filme?

 

Gajeel: Sim.

 

Virgo: Então eu vou fazer pipocas, 10 minutos estão aí!

 

Erza: Obrigada Virgo!

 

Começaram todos a pôr-se confortáveis , todos aos pares ( que lindo  <3 ).

 

Lucy: Gente escolham um filme levezinho.  

 

Natsu: Tá tá.

 

Depois de escolherem o filme a Virgo trouxe as pipocas , e eles começaram a ver o filme, Lucy tremia e dava pulinhos sempre que alguma coisa de assustadora aparecia, Natsu ria-se da situação mas tentava reconforta-la.

 

Lucy: Eu pedi para escolherem um filme levezinho.- disse quase chorando e se aproximando cada vez mais do Natsu quase o esmagando.

 

Autoras off.

 

Natsu on:

 

Natsu: Lucy eu não consigo respirar.

 

Lucy: Porquê?

 

Natsu: Você está me esmagando.

 

Lucy: Desculpa!

 

Ela afastou-se de mim, demasiado, mas logo eu a puxei para mais perto, e ela corou, e eu beijei-a pedindo passagem com a língua e ela foi cedendo aos poucos .

 

Lucy: Quer aproveitar que eles estão entretidos com o filme e ir lá para cima.

 

Natsu: Está me mandando embora da sua beira?

 

Lucy: Não bobo eu estou a dizer ir-mos os dois.

 

Eu fiquei muito admirado com a proposta dela , não vou dizer que não quero, porque é obvio que quero, mas nunca pensei que ela me faria tal proposta assim, afinal ela parece tão inocente, percebi que ela não era tão inocente assim quando ela me lançou um olhar malicioso.

 

Lucy: Você tá a demorar pra responder mas eu sei que quer. Estou lá em cima te esperando.

 

Eu nem sabia como reagir mas eu ia como é obvio, tava só a associar tudo, já estou indo ter com ela. Quando entrei no quarto ela estava deitada na cama nua.

 

Natsu: Luce!

 

Lucy: Venha Natsu.

 

Eu vi um brilho malicioso nos olhos dela e me atirei , literalmente, para cima dela, comecei beijar o pescoço dela e a descer, comecei a abocanhar os seus seios fazendo ela soltar um gemido, fiquei assim durante um tempo e desci com minha mão até á sua intimidade e percebi que ela já estava molhadinha , ai ela começou a ficar ofegante , me dava prazer só de ver o prazer que ela tava a ter.

 

Lucy: N-natsu vamos ter que ser rápidos, daqui a nada o filme acaba.

 

Natsu: Vejo que quer passar já á ação.

 

Nisso eu me levantei e comecei a tirar minha roupa ficando só de cueca , aí peguei nela ao colo e ela interlaçou as suas pernas na minha cintura e começou a rebolar no meu colo. Me deixando cada vez mais excitado, aliás meu membro já doí-a de tao excitado que estava. Ela começou a beijar o meu pescoço e descer as mão até ao meu membro, e olhou –me espantada ao perceber como eu já estava, me beijou uma ultima vez e desceu com a língua pelo meu peito até chegar á borda da cueca, aí ela começou a tira-la , inverti as posições e ela soltou um risinho malandro, e eu olhei para ela como quem estás preparada, e ela acenou com a  cabeça. Eu tava a ficar doido de desejo, não aguentei mais e comecei a penetra-la, vi que estava com cara de sofrimento.

 

Natsu: Lucy é a sua primeira vez?

 

Lucy: Sim- ela soltou uma lagrima e eu beijei-a.

 

Natsu: Relaxe, já passa, vai ficar tudo bem. Quer continue?

 

Lucy: Sim , já passou.

 

Eu continuei dando estucadas fracas.

 

Lucy: Mais…- disse entre gemidos.

 

Natsu: Seus desejos são ordens.

 

Comecei a dar estucadas mais fortes e mais fortes até que percebi que não aguentava mais , ia gozar.

 

Natsu: Luce eu vou gozar, eu vou tirar porque nós não estamos com proteção.

 

Ela olhou para mim desapontada e eu sorri, tirei o meu membro de dentro dela , e ela começou a lambe-lo e a choupa-lo como se fosse um picolé eu comecei a gozar e ela lambeu tudinho, no final deitou a sua cabeça no meu peito e eu comecei a mexer-lhe no cabelo.

 

Lucy: Adorei!

 

Natsu: Eu não achei que seria assim tão bom, estava enganado, foi incrível, você é incrível.

 

Ficamos por algum tempo e depois tomamos um duche rápido , vestimo-nos e voltamos para a beira deles. Quando chegamos lá o Gajeel e a Levy não estavam.

 

Natsu: O Gajeel e a Levy?

 

Jellal: Foram para o quarto repetir a noite passada.

 

Gray: Devem ter ido conversar como é obvio.- disse num tom de ironia.

 

Erza: Claro kkkk.

 

Júvia: E vocês para onde é que foram?

 

Lucy: Arrumar o quarto!

 

Erza: Não queres dizer desarrumar?

 

Todos nos rimos…

 

Gray: Proponho que esperemos por eles e depois vamos fazer alguma coisa afinal ainda é 3 da tarde.

 

Júvia: Júvia acha que eles ainda vão demorar.

 

Jellal: És capaz de ter razão.

 

Lucy: Eu vou buscar uma fatia de cheesecake alguém quer alguma coisa?

 

Natsu: Trás uma fatia para mim.

 

Erza: Vocês ficaram com fome, deve ter sido cá uma arrumação…

 

Jellal: Então não! Devem ter limpado até o teto.

 

Lucy: Nem sabem…

 

Júvia: Pois… tão cedo Virgo não vai trabalho nenhum se vocês continuarem assim…

 

Gray: É…

 

Lucy : Voces querem alguma coisa ou não ?

 

Erza: Não obrigada.

 

Lucy: Ok.

 

Lucy foi á cozinha buscar duas fatias do cheesecake e voltou com três.

 

Natsu: Três?

 

Lucy: Sim ué já não posso comer duas fatias.


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Abraços de koala


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...