História Sempre Juntos - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hotarubi no Mori e
Exibições 4
Palavras 812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Me desculpem a demora gente, as ideias que eu tinha para a fic sumiram, até o final que eu queria, acabei conseguindo pensar esses dias, tomara que vocês gostem.

Capítulo 8 - Flashback parte 1 de 3


Eu finalmente tive coragem de beijar sua boca, eu não devia fazer isso, não depois de tudo que eu fiz, mas mesmo assim, eu a beijei, eu fui apaixonado por ele quando eu era pequeno, na verdade, ainda sou, mas fui por um caminho que não era bom e acabei preocupando várias pessoas importantes para mim.

Flashback

Quando eu tinha us 14 anos, eu ganhei um violão do meu pai, eu fiquei tão feliz, minha mãe me colocou logo nas aulas de músicas e eu me dediquei bastante, com isso, em pouco tempo já sabia tocar várias músicas, eu comecei a tocar na escola as vezes, os garotos pararam de implicar comigo, fiquei feliz com isso, comecei a caminhar e a fazer alguns exercícios, quando Hotaru voltou para as férias, nos dois ficamos cantando juntos e levava meu violão, eu tocava e nos dois cantávamos, era incrível, ela parecia tão feliz, era aquilo que eu queria, fazer todos felizes com a música.

Os garotos que implicavam comigo, começaram a falar comigo e me chamar para sair com eles, eu finalmente estava me enturmando, mas eu comecei a agir diferente, comecei a agir com eles queriam, parei até de tocar, comecei a beber tudo que eles ofereciam, fumei algumas vezes e ficava com várias garotas.

Com meus 15 anos, não teve nada demais, continuei o babaca que era influenciado pelos outros, mas com 16 anos, eu passava mais tempo na rua que em casa ou com a Hotaru, não que eu tivesse me esquecido dela, eu era convidados para várias festas, acabava bebendo muito, depois ficava de ressaca e acabava não indo vê-la.

Mas um dia eu finalmente fui, cheguei onde nos ficamos de tarde, ela estava sentada na beira do rio, conversamos um pouco, até ela perguntar se eu me lembrava da promessa. Eu não me lembrava de nada relacionado aquilo, então ela se levantou e foi embora, mesmo eu a chamando, ela continuou andando sem olhar para trás.

Percebi que tinha feito algo errado, resolvi chamar ela para ir numa festa que ia ter naquela noite, fui na casa do tio dela e a convidei, ela pensou um pouco e aceitou, quando chegamos lá, apresentei ela para uns amigos e fiquei me divertindo, eu só me lembrei dela quando ela veio até mim para pedir para ir embora.

Eu não lembro direito o que aconteceu, só me lembro que estava no meio de umas garotas, depois vi Hotaru pedindo para ir embora, depois ela gritando comigo, “Você é idiota...falei...não iria te abandonar”, depois só me lembro de deitar na cama e dormir.

No dia seguinte, fui atrás dela, mas ela já tinha ido embora, fui até a casa de uns amigos, acabei descobrindo que Léo tinha tentado ficar com Hotaru, eu fiquei com um sentimento estranho dentro de mim, eu fiquei com uma vontade imensa de dar um soco na cara dele, acho que podia ser raiva? Ou talvez ciúmes.

No verão seguinte, eu estava saindo da loja com a Laura nas minhas costas quando vi Hotaru, acenei para ela e ela correspondeu, mas foi logo virando as costas para ir embora, fui rapidamente até ela e a chamei para uma pequena festa, nada demais, ela aceitou e fomos até a casa de um dos garotos do grupo que iria dar a festinha.

Sentamos numa mesa onde eu conhecia todos, Laura pegou uns copos de alguma bebida qualquer, eu bebi rapidamente, ela deu para Hotaru também, ela pegou o copo e fingiu bebe, acho que só eu percebi que ela jogava fora.

Depois de muito conversar e bebidas, um dos caras deu a ideia de irmos para a ponte, todos aceitaram, bom, menos Hotaru, mas fomos do mesmo jeito, quando estávamos indo, Laura chegou do meu lado e falou comigo, “Gin, essa menina é muito idiota, jogou as bebidas que eu ofereci fora e ainda estava controlando o quanto você bebia”, eu não gostei muito do que ela tinha falado e acabei revidando, “Laura, ela é a mais legal de todas aqui, a única certinha que evita álcool, não chame ela assim”, ela apenas me encarou com raiva e se afastou.

Quando chegamos lá, alguém sugeriu jogarmos verdade ou desafio, quase todos tomaram, menos Hotaru, acho que ela era a única sóbrio de todos nos, então nos 5 começamos a jogar. Então a garrafa parou em mim e em Laura e eu escolhi desafio. Era um desafio fácil, se equilibrar no corrimão, eu me levantei e fui, Hotaru tentou impedir, mas eu subi do mesmo jeito.

Subi e fiquei parado onde eu estava, “Pronto, já pode descer”, escutei Hotaru falando atrás de mim, “Não, você tem que andar Gin”, ouvi todos confirmarem, então comecei a andar, eu percebi que não andava em linha reta, quando fui dar outro passo, senti algo bater na minha cabeça e acabei pisando falso e caí.


Notas Finais


Beijinhos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...