História Sempre juntos - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 4
Palavras 1.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Não postei ontem porque estava enrolada, me desculpem! ❤
Aproveitem a leitura 😍

Capítulo 17 - Almoço


Fanfic / Fanfiction Sempre juntos - Capítulo 17 - Almoço

Por Thiago
Hoje é domingo e, o dia de apresentar minha namorada á família. Vai ser tenso. O pior é que a Gabriela vai estar lá. A minha intuição... Bem, melhor não comentar. Minha intuição diz que acontecerá alguma coisa ruim comigo hoje. E, sobre a Rafaela? Para manter distância durante a noite, porque a gente bem podia transar e não temos nem meses de namoro, ela dormiu no quarto de hóspede.Vontade não me faltou, mas,para ela não ficar mal falada,decidimos fazer isso.Porém,ontem ela estava bem melhor em relação ao assunto da Juliana ter seguido ela.Brincou mais,sorriu mais.Acordamos ás oito da manhã e, estamos saindo agora para ir para o almoço, ás 12:20.Não iria começar meio-dia mesmo,então,enrolamos.Não falamos nada durante o caminho inteiro,e,Rafaela decide falar quando estamos quase chegando:
-Thiago,eu... Estou com medo.-Diz ela com um suspiro.
-Do quê?!-Pergunto,inseguro.
-Eu...Tô com uma intuição ruim.Algo vai acontecer nesse almoço.E,é com você.-Acrescenta,fraco.
-Droga!Eu também estou com essa intuição,Rafa...Mas,vamos pensar positivo. Nada acontecer​á hoje...-Paro o carro em frente á casa dos meus pais e,coloco a mão na coxa da minha namorada.Rafaela se vira para mim e a beijo. Um beijo demorado, selvagem e quente. Enquanto ela aperta meu cabelo,eu aperto a sua coxa.Nos separamos e ela sorri para mim,mesmo que seus olhos estivessem demonstrando medo.Ela está linda; com uma blusa amarela e um short jeans preto. Eu estou com uma camisa azul e uma bermuda preta.Saímos do carro de mãos dadas e entramos.Quando chego,todos já estão lá:minha mãe,meu pai,minha irmã,meu irmão,meus amigos e uma pessoa chata, a única que eu não gosto ali:Gabriela. Foi sorte ela estar lá no fundo,porque ai falo por último com ela. Primeiro,falo com meus amigos,depois meus familiares e,por último,Gabriela.Ela me recebe com um abraço apertado e, logo me convida para entrar na piscina:
-Não,agora não.Vou comer e depois,entrarei na piscina.-Falo decidido.
-Por favor... !Deixa aquela pre...
-Não chame ela assim. Ela tem nome.-Gabriela engole em seco e continua:
-Deixa a Rafaela ai e vamos para piscina...-Olho para meus pais e,eles olham para mim.Parecem me obrigar a ir na piscina com ela.Faço sim com a cabeça para eles e, me volto para aquela falsa:
-Ta bom. Só vou avisar á Rafa.-E,saio andando em direção á ela.Chego na mesa onde ela está e falo,pegando em sua mão:
-Rafaela...Você se importa se eu dar um mergulho com a Gabriela?Eu não queria ir agora,mas meus pais estão me olhando como se fossem me matar se eu não for na piscina com aquela ali.-Aponto para Gabriela,esperando impaciente.
-Sim,pode...-Responde devagar e,com a voz falhada-Mas,prefiro que me apresente para todos aqui antes.
-Sim,está certo. Ah!E,vem comigo na piscina?
-Claro!-Respondeu, com uma piscadela.
-Então, venha comigo,agora eu te apresentarei.-Sorrio,e pego em sua mão. Ela se levanta e me acompanha:
-Pai,mãe.Essa é Rafaela.Minha namorada.-Falo.Rafa sorri e estende a mão para minha mãe, mas ela apenas olha a mão estendida. Ela recolhe a mão meio sem graça. Depois, apresento á minha irmã:
-Lilían... Essa é a minha namorada, Rafaela.
-Oi,Rafaela!-Fala ela animada,abraçando minha namorada.-Tudo bem?
-Tudo bem.-Sorriu meio sem graça.Parto para meu irmão e a apresento:
-Olá linda!-Fala Maurício animado. Reviro os olhos.-Espero... Que o namoro dê certo... Se você ficar comigo, é claro.-Fala sem vergonha nenhuma. Coro enquanto... Está bem... Meu amor responde á ele:
-Ah, é? Mas... Estou namorando o seu irmão.-E,me puxa para longe dele.Sussurra no meu ouvido:
-Se ficasse,ia falar muita coisa. Por isso me afastei.
-Tudo bem.-Respondo.-Agora,vamos ao meu melhor amigo,Daniel...-E, fomos até lá. Repito a mesma coisa que falei há alguns minutos e,ele recebe Rafa com um sorriso e um abraço:
-Bem-vinda a família!-Ela agradece e,assim foi,algumas pessoas a ignorando, outras,a cumprimentavam. Dos meus amigos,Nicolas e Eric não reagiram bem. Mas Eric é da família. É o meu primo.Gabriela foi a pior:nem falou com ela. Quando cheguei lá,eu a apresentei e,ela falou direto comigo:
-Ah,Thiago... Vamos lá. Por favor. Você já a apresentou para todos,agora,quero ir na piscina...Só com você ...-Sussurrou.Reviro os olhos.Rafa olha para mim sem saber o que fazer e, retribuo o olhar. Respiro fundo e, quando ia falar, minha "amiga" me interrompe e se direciona á Rafaela:
-Rafa,meu amorzinho,por favor,deixa eu roubar seu namorado um pouquinho...Juro que te devolvo!
-Espera um pouco.Por favor,peço eu,para me deixar a sós com meu namorado!-E,ela sai bufando. Fomos para debaixo das árvores, onde ninguém nos escutaria:
-E agora, Thiago?!Ela tá insistindo muito...
-Acho melhor eu ir com ela... Para que ela pare de nos perturbar! E,tenho certeza:ela não vai deixar você entrar na piscina.Ela quer ficar comigo sozinha.-Suspiro fundo.
-Mas,Thiago...Ela pode estar querendo te sequestrar!Como...Como...Posso...Deixar?!-Ela fala sem ar.Encosto a testa na dela e falo:
-Você pode fazer isso por mim? Vou ficar bem. Sou bem mais forte que ela. Qualquer coisa, dou um jeito...-Engulo em seco. Ela respira fundo várias e várias vezes, passa a mão no cabelo, visualmente desesperada com a situação.
-E, se acontecer alguma coisa com você? Ficarei muito preocupada! Ela... Não vale nada... Não podemos confiar nela...
-Não confio-Garanto a ela-Mas,o que faremos se ela está insistindo muito? Tenho certeza:ela vai fazer um show se eu não for com ela.
-Vai então e seja o que Deus quiser. Se acontecer alguma coisa ruim, pelo menos vai servir para mostrar para a sua família que ela não presta...!-Balanço a cabeça, concordando. Dou um beijo desesperado nela, como se fosse a última vez que vamos nos ver e,sussurro um 'eu te amo',antes de sair dali.Ouço passos atrás de mim e, é Rafaela, vindo comigo mas, ela desvia quando chegamos a beira da piscina e me lança um olhar estranho. Ela está com medo. Vou para Gabriela e falo:
-Você venceu.-Sorrio triste. Ela se aproxima de mim antes que eu perceba e me puxa obrigatoriamente para os fundos da casa.Ela me encosta na parede do quarto apertado e começa a me beijar.Tento sair de seus braços e, consigo. Quando consigo sair de seus braços, ela pega uma corda e me prende na parede. Prende meus braços e minhas pernas. Como conseguiu? Tem algumas pratilheiras aqui, ela só amarrou uma corda e fez tipo uma ponte até a outra pratilheira. Me beija novamente e,dali a alguns minutos,me soca.Como ?Não sei.Apenas senti.Abro os olhos e ela fala para mim:
-Se divirta aí.-Sorri ironicamente e,apaga a luz. Droga! Começo a gritar socorro mas sei que ninguém me ouvirá. Após algumas horas,alguém abre a porta e leva um susto ao meu ver amarrado:
-NOSSA!THIAGO!MEU AMOR...-Rafaela.Foi a Rafa que entrou.Só deu para ver agora por causa da luz que ela acendeu. Trazia uma faca e cortou rapidamente todas as cordas.
-Thiago... Você... Está bem? -Me perguntou, enquanto eu esfregava os punhos.
-Sim, estou bem. Cadê... Todo mundo?-Pergunto.
-Todo mundo ta lá na frente. Me falaram para eu vir aqui,mas,só depois que anoiteceu...Porque ninguém tinha lembrado desse quartinho!
-Ah,e como você ficou lá,sozinha com eles?
-Ah,eu fiquei bem,até que no desespero eles me trataram bem...
-E a Gabriela?-Pergunto,para saber pelo menos se Rafa sabe aonde foi.
-Ela...Sumiu.-Engoliu em seco.-Ela fez o que com você?-Perguntou com tristeza.
-Nada...Apenas me beijou.-Digo,ainda mais triste.-E,me amarrou também. -Ela me lança um olhar significativo e,fala,raciocinando:
-Acho que é um aviso. Isso foi apenas o começo. Acontecerá ainda muitas coisas... Se for assim,se a pessoa que está nos derrubando sempre for exigente assim, já era.Pensaremos depois no que faremos.-Ela fecha a porta do quarto e se aproxima lentamente,até que ficamos colados,ouvindo a respiração acelerada um do outro.Começa com um selinho,que depois vira um beijo e tanto,com pegada.O beijo estava tão bom que não queria me desgrudar dos lábios da Rafaela.Nos separamos,arfando, e, ela me leva novamente lá para a frente, onde explico o que aconteceu. Fomos embora e, quando chegamos lá, meu amor me dá uma ótima notícia:ela ficará a semana inteira lá em casa,pois a professora de ballet sabe das dificuldades que ela está passando.Rafa disse que é para esquecer o assunto por enquanto​.Mas,se sairmos,sempre ficar de olho.Será ótimo!Pelo menos agora minha intuição não diz nada de ruim...Não diz nada e,espero que aconteça coisas boas essa semana inteira!


Notas Finais


Espero que tenham gostado ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...