História Sempre será você... - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Connie Springer, Dot Pixis, Eren Jaeger, Erwin Smith, Grisha Yeager, Hange Zoë, Hannes, Jean Kirschtein, Kalura Yeager, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman
Exibições 386
Palavras 2.071
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiieeee genteeee!!!!! Estou aki de novo.
Este capítulo ficou um pouco grande, espero q ñ tenha problema. Coloquei um lemon de despedida, espero q tenha ficado bom...
Eu achei tão fofo essas fotos q precisei colocar todas as q tenho no meu celular
:-)

Capítulo 31 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Sempre será você... - Capítulo 31 - Epílogo

                     - Levi -

        - Cinco Anos Depois -

 
- SHION E SHIZUKO! VENHAM AQUI AGORA! – Grito olhando para os papéis molhados em cima da mesa, respiro fundo tentando me acalmar e encaro todas as atividades que passei a noite toda fazendo.

Não demora muito para entrar em meu campo de visão dois pares de olhos amedrontados, o Shion está com os olhos arregalados e fica atrás da Shizuko.

- O que foi que aconteceu com os papéis? – Perguntei tentando manter a voz normal. O silêncio toma conta da sala e suspiro pesadamente – Se você não falarem que fez isso vão ficar de castigo.

- Papai... Não... – A Shizuko começa a falar, mas o Shion passa na frente dela e fala.

- Foi a Shizuko, falei pra ela não brincar perto do seu trabalho papai – Ele aponta para a irmã e eu olho para os olhos assustados da Shizuko.

- N-não fiz nada... – Seus olhos verdes se enchem de lágrimas e meu coração aperta diante a cena, me aproximo dela e me abaixo ficando na sua altura – F-foi o Shion, ele tava brincando com as pistolinhas de água.

- Eii filha, o papai não está brigando com você, não precisa chorar – Falo carinhosamente limpando as lágrimas do seu rosto, viro para Shion e falo – Você não pode ficar colocando a culpa na sua irmã, ela agora ficou triste.

Vejo o modo como ele encara a irmã culpado e se aproxima dando um abraço nela que retribui.

- Desculpa Shizo... – Encaro os dois e abro um sorriso.

- Agora que já sabemos quem foi o culpado, não vou brigar com vocês, mas não podem brincar perto do trabalho do papai, okay?

Eles balançam a cabeça rapidamente e abrem um sorriso.

- Vou chamar o Eren e nós podemos ir tomar sorvete antes da vovó de vocês chegar, o que você acham? - Os dois soltam um gritinho animado e começam a correr pela sala – Cuidado para não se machucarem.

Vou até o quarto e no momento que entro no cômodo o Eren sai do banheiro com a toalha na cintura, o encaro em silêncio e me aproximo lentamente, ele para de andar e me olha intensamente.

- Você realmente não devia sair assim do banheiro – Sussurro no seu ouvido e mordo o seu pescoço molhado, ele suspira e segura a minha nuca me puxando para mais perto, coloco a mão na sua cintura e o empurro em direção à parede.

- O que você está...? – O interrompo com um beijo e ele enfia a mão entre o meu cabelo, mordo o seu lábio inferior e introduzo a minha língua na sua boca, o Eren geme e puxa o meu cabelo levemente.

Separamos-nos pela falta de ar e ele me encara ofegante, abro um sorriso e falo baixinho acariciando o seu rosto.

- As crianças querem ir tomar sorvete... – Dou beijos no seu pescoço e ele geme baixinho.

- Então preciso me trocar... Levi... Para... – O vejo morder o lábio inferior para conter o gemido quando chupo o seu pescoço – Eles podem aparecer, você quer que os nossos filhos nos encontre assim?

Solto uma risadinha divertida e me afasto.

- Tudo bem, mas hoje à noite não vai se preocupar em ninguém nos interromper – Falo abrindo um sorriso malicioso e o Eren cora.

Saio do quarto e pego o meu celular vendo que tenho uma ligação perdida do Erwin, mando uma mensagem e guardo o aparelho no bolso. Vou em direção ao quarto do Shion e da Shizuko e encontro eles brincando.

- A vovó falou que viria pegar vocês depois da sorveteria – Falo abrindo um sorriso quando a Shizuko vem e se joga nos meus braços, a coloco no braço e dou um beijo na sua bochecha – Meu Deus!!! Minha pequena está crescendo, logo vai estar do tamanho do papai.

- Isso é porque você é pequeno – Viro com a Shizuko nos braços e encontro o Eren encostado na porta com um sorriso.

- Papai! – Grita Shion e corre em sua direção rapidamente – E eu? Estou crescendo?

- É claro meu amor, você também está virando um rapazinho grande – Responde o Eren e sorri ainda mais.

- Agora podemos ir tomar sorvete? – Perguntam o Shion e a Shizuko com os olhos brilhantes de alegria.

- É claro – Fala Eren animado e eu balanço a minha cabeça.

                    - Eren -

Encaro o Levi limpar a roupa da Shizuko com um sorriso feliz e meu coração aquece. No momento que os nossos filhos nasceram ele se tornou muito protetor e sempre está presente na vida dos dois, depois do aniversário de um ano dos gêmeos eu e o Levi nos casamos. Não foi muita coisa, mas foi especial e muito importante para nós dois, tudo foi perfeito e não quero mudar nada do que aconteceu.

Depois de tomarmos soverte as crianças pediram para irem ao parquinho e nós fomos. Já está escurecendo quando vejo a minha mãe vindo em nossa direção.

- Oi, desculpem pela demora, mas a Mikasa demorou a chegar em casa.

Sorriu ao ver as crianças correrem para abraçarem a avó que retribui o gesto feliz.

- Tudo bem, como a minha irmã está? – Pergunto simpático.

Com o tempo tudo se resolveu, aos poucos nós fomos reconstruindo a nossa relação de irmãos e agora deixamos para trás o passado. Não preciso de briga na minha vida.

- Ela está bem, mandou um beijo – Reponde e segura a mão da Shizuko e do Shion - Vamos? O vovô está esperando vocês dois.

- Comportem-se – Falo dando um beijo na testa dos dois que me encaram com os olhinhos de uma maneira fofa, eles são da mesma cor que os meus e o cabelo dos dois são da cor do Levi.

- Sim, papai – Falam dando tchau com as mãozinhas.

                      .    .   .

Mau passo pela porta de casa e logo sinto o Levi segurar a minha cintura, ele me empurra em direção ao nosso quarto e fecha a porta com o pé.

- Hoje você é só meu... – Sussurra e me vira fazendo com que fiquemos cara a cara, abro um sorriso e o puxo rapidamente em minha direção.

Ele agarra o meu quadril e cola os nossos corpos. No momento que os nossos lábios fazem contato eu escuto o seu suspiro e fecho os meus olhos, minhas mãos procuram a barra da sua camisa e quando a encontram puxo rapidamente para cima. Em questão de segundos estamos apenas de cueca e ele me empurra em direção à cama, caio no colchão com a respiração ofegante e o Levi fica em cima de mim. Ele começa a dar beijos no meus pescoço fazendo com que eu feche os olhos pela sensação boa, mas no momento que sinto os seus lábios no meu mamilo eu ofego e coloco uma da minhas pernas entre as suas. Sinto o volume da sua cueca na minha perna e quando ele movimenta o quadril fazendo atrito com a minha perna o Levi aqueia as costas e geme colocando a cabeça na curva do meu pescoço.

- E-Eren... Como eu senti falta do seu corpo... – Sua voz é baixa e cheia de desejo, o empurro fazendo ele deitar na cama e o encaro com um sorriso  começando a puxar a sua cueca, ele fecha os olhos mordendo o lábio inferior quando lambo a sua base e apertando o lençol com força – I-isso...

O Levi levanta a cintura e empurra o membro na minha boca, chupo lentamente toda a sua extensão e ele joga a cabeça para trás gemendo.

- E-Eren... I-isso... N-não para... – Os sons que saem da sua garganta são cada vez mais altos e eu aumento a velocidade quando sinto a sua barriga tencionar – E-eu... v-vou...

Ele enfia a mão no meu cabelo e solta um gemido rouco quando goza na minha boca, engulo tudo e levanto a minha cabeça olhando para o Levi, ele está respirando com dificuldade e seus olhos estão fechados, beijo o seu pescoço e ele segura a minha cintura.

- Você me deixa louco – Fala e em um movimento rápido está em cima de mim, ele me encara com os olhos ardendo de desejo.

Fecho meus olhos quando ele me beija intensamente e coloca a mão no cós da minha cueca, levanto a cintura para ajudá-lo a tirar a peça de roupa e quando não tem mais nada entre a gente eu o puxo de encontro com a minha cintura, no momento que os nossos membros se chocam nós dois gememos e ele aperta a minha cintura.

- P-preciso de você... – Falo beijando o seu ombro, o Levi coloca leva a mão em direção à cômoda, vejo os seus dedos ficarem lubrificados e depois ele me encara cheio de desejo.

- Fica de quatro pra mim – Diz com a voz rouca e eu faço o que ele pediu, sinto os seus lábios nas minhas costas e agarro o lençol quando ele introduz o primeiro dedo na minha entrada – Relaxa...

Não demora muito para ele ter me preparado, logo ele tira rapidamente os dedos de dentro de mim e enfia de uma vez o seu membro na minha entrada, engasgo com a onda de prazer que atinge o meu corpo e arqueio o meu corpo.

- L-Levi... – Meu gemido sai carente e o Levi aproxima os lábios do meu ouvido.

- Quero escutar você gemer, hoje ninguém vai escutar você e quero deixar você louco...

Ele começa a se movimentar lentamente e logo aumenta a velocidade, nossos corpos estão suados e os nossos gemidos estão cada vez mais altos. Meu corpo começa a ficar tenso e tento encontrar a minha voz.

- L-Levi... E-eu... P-preciso... – Falo entre ofegos e aperto ainda mais o lençol da cama deixando o nó dos meus dedos brancos.

- Não... Você não vai gozar... – Fala e segura a minha cintura com força me virando e nos deixando cara a cara. Ele estoca com força e eu engasgo quando o seu membro bate no meu ponto sensível, cravo as unhas nas suas costas e gemo alto.

- L-Levi... N-não para... – Digo escondendo o meu rosto no seu pescoço e respirando com dificuldade, ele segura ambas as minhas coxas e abre ainda mais a minha perna movendo o quadril rapidamente.

- V-você tá gostando? – Pergunta com os dentes cerrados e estoca com mais força na minha entrada – F-fala o quanto sentiu falta de me ter dentro de você...

Minha boca se abre, mas não sai nada, apenas gemidos. Meu corpo está cada vez mais perto de perder o controle e o Levi fica me provocando ainda mais.

- D-diz que tá gostoso nessa posição – Sua voz sai ofegante e eu engasgo quando levanta uma das minhas pernas e estoca profundamente em mim.

- Ahhhh...

Meu corpo fica completamente tenso e mordo o seu ombro com força.

- Goza pra mim Eren... – Fala baixinho no meu ouvido e lambe o meu pescoço.

Era apenas isso que precisava ouvir, meu corpo treme furiosamente e gozo sujando a sua barriga, o Levi então aumenta a velocidade e não demora muito para encontrar a própria liberação. Ele cai em cima de mim respirando com dificuldade e eu acaricio a sua testa molhada de suor.

Depois de nos acalmarmos ele deita ao meu lado me puxando para junto do seu corpo. Ficamos um tempo em silêncio até que ele fala.

- Eu nunca pensei que seria tão feliz como sou hoje ao seu lado, sei que passamos por momentos difíceis e que magoei muito você, mas saiba que sempre irei amar você... E independentemente do que aconteça daqui pra frente saiba que vou estar o seu lado, vamos continuar juntos e unidos... – Sua voz some e vejo que um sorriso está estampado no seu rosto – E os nossos filhos... Esses foram os presentes mais importantes da minha vida e saber que é com você torna isso mais especial...

- Eu te amo tanto – Falo o abraçando.

- Eu também... Sempre vou amar...

Então com essas palavras eu acabo me entregando ao cansaço nos braços do homem que escolhi para passar o resto da minha vida.


Notas Finais


E aí?!?! O q vcs acharam?!?!
Espero q tenham gostado do capítulo... O lemon ficou bom? (Juro q tentei dar o meu melhor )
Bjsssss no kokoro de vcs e até o bônus!!!!!
Gente, eu comecei uma nova fic , se vcs quiserem ler vou ficar muito feliz, o nome dela é: Vidas Entrelaçadas....
É a minha primeira história original!!! Ai q emoção!!!
ヽ(^。^)ノ
Tá... Parei...
Vejo vcs no bônus!!!!
😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...