História Sempre te Protegerei - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Ayame, Bankotsu, Inu no Taishou, Inuyasha, Izayoi, Jaken, Kaede, Kagome Higurashi, Kagura, Kikyou, Kohaku, Kouga, Miroku, Naraku, Onigumo, Personagens Originais, Rin, Sango, Sesshoumaru, Shippou, Youkai Satori
Tags Inuyasha, Romance, Segredos, Shoujo
Visualizações 149
Palavras 875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Magia, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, e desculpe por qualquer coisa.

Capítulo 6 - Capítulo 06


Fanfic / Fanfiction Sempre te Protegerei - Capítulo 6 - Capítulo 06

Sesshoumaru estava dirigindo seu Honda Ridgeline azul em direção a empresa de sua nova ''colega'' de trabalho, enquanto assistia o jornal, onde passavam-se as últimas informações sobre o atentado a família...

-''Estamos aqui na capital Londres, com as últimas informações sobre o atentado a família mais poderosa da Inglaterra. Conseguimos fotos do casal que foram assassinados''.

A foto do casal apareceu na tela e o que chamou a atenção do youkai foi o fato dele já ter visto aquele homem em várias fotos junto de seu pai, e também não sabia o porque sempre que olhava para a foto daquele homem só vinha uma coisa em sua mente ou no caso uma pessoa.

Ao chegar a empresa espantou aqueles pensamentos e adentrou a sala, avistando sua nova colega de trabalho.

- Bom dia. -Falou Sesshoumaru sentando em uma mesa que havia sido colocada do lado esquerdo na sala de sua ''colega'' de trabalho por ordens da mesma. Mesmo Rin não gostando, Kaede a convenceu de que seria melhor que ela e Sesshoumaru dividi sem a mesma sala.

- Mal dia. -Falou a morena num tom cansativo e que estava localizada do lado direito da sala.

- Por quê do mal - humor? -Perguntou o youkai.

- Não é da sua conta. -Disse a morena já perdendo a paciência.

- Vamos baixinha, me conta o que aconteceu. -Insistiu o youkai.

- Há vai se ferrar. -Esbravejou a morena.

- Você venceu, eu não vou mais insistir.

- Ainda bem. Além do meu dia ter começado horrível, ainda tenho que aguentar um youkai me enchendo a paciência. -Resmungou baixo a morena numa tentativa falha de não deixar o prateado escutar.

O dia estava passando, e eles não haviam trocado nenhuma palavra sequer. O silêncio se instalou na sala, o único som que reinava naquela grande sala era o das teclas sendo pressionadas, até que ele foi quebrado por uma morena de olhos vermelhos que invadiu sua sala.

- Senhor Sesshoumaru, esta mulher estava a sua procura eu disse que o senhor estava ocupado, mas ela não quis me ouvir e acabou por invadir a sala, perdão.- Explicou a secretária.

- Tudo bem, pode se retirar. Eu assumo daqui. -Falou Sesshoumaru sério. - O que você quer Kagura? Pelo que sei você deveria estar na faculdade.

- É que você nunca mais me procurou, então eu vim atrás de você e que se dane a faculdade ela nunca vai ser mais importante do que você. -Falou Kagura.

- Não me faça rir Kagura, esse seu teatrinho não me engana e se eu não te procurei mais, quer dizer que eu não gostei da nossa última vez. -Disse Sesshoumaru irônico.

- Eu não quero me intrometer na discussão de vocês, mas este é um ambiente de trabalho não um bordeu onde você pode ficar de papinho com as suas peguetes, então eu acho melhor vocês resolverem isso outra hora. -Falou Rin.

- Quem você pensa que é para falar assim comigo?

- Eu sou a dona desta empresa, e infelizmente parceira do Sesshoumaru em um projeto, então eu acho melhor você se retirar...

Rin foi interrompida por um tapa que havia levado de Kagura. Ela colocou a mão sob o local machucado e voltou a encarar a morena de olhos escarlates.

- Como ousa roubar o meu homem? Então foi por ela que você me trocou Sesshoumaru? Ela não passa de uma sem sal, eu sou muito melhor que ela. Agora vou mostrar a essa vadia a não mexer com o homem das outras. -Kagura estava prestes a desferir outro tapa, mas seu braço foi segurado por Rin.

- Olha quem fala uma puta de esquina que se deita com qualquer idiota, por carência e mais uma coisa, eu não admito que me difamem. -Esbravejou Rin, imobilizando o braço de Kagura que se contorceu de dor au mesmo tempo que grunhia. - Hum, não sabia que era cachorra também.

Ainda com seu braço imobilizado Kagura foi levada por Rin até a saída do prédio sendo seguida por Sesshoumaru, que por sua vez estava boquiaberto com a situação e por outros funcionários da empresa. Ao chegar ao lado de fora do prédio Rin jogou Kagura que foi de encontro ao chão.

- Acho melhor você não voltar mais aqui, porque se voltar não terá a sorte de ser retirada pelos seguranças e sim por mim, e se considere com sorte por eu ter sido boazinha com você, geralmente as pessoas que mechem comigo não saem se movendo sem assistência médica. - Sussurou Rin no ouvido de Kagura fazendo a mesma arregalar os olhos.

Rin se levantou e foi em direção ao elevador, ao entrar em sua sala ela se virou para o youkai e se pronunciou.

- Espero que esse tipo de situação não se repita. -Falou a morena se sentando em sua mesa.

- Não se preocupe, não vai acontecer novamente. -Falou Sesshoumaru.

- Espero que você esteja certo. -Disse a morena voltando sua atenção ao seu trabalho, ela não sabia o porque, mas o fato de saber que Sesshoumaru e aquela mulher haviam durmido juntos havia deixado um buraco em seu coração, não conseguia parar de pensar nas palavras da garota olhos escarlates. -O que esta acontecendo comigo?


Notas Finais


Obrigada, postarei outro logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...