História Sempre vou consertar o que você destruir - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Sans
Tags Error!sans, Errorink, Ink!sans, Thegreatrouge
Exibições 145
Palavras 624
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ink é o protagonista então quando não tiver nenhum POV vai ser diretamente da visão dele, espero que entendam rapidamente isso =3= <3

Capítulo 1 - Vazio (Prólogo)


Em um lugar vazio, minha mente começou a trabalhar, deitado em supostamente um piso frio e duro, minha mente estava confusa, aquele lugar era simplesmente vasto e infeliz, era calmo e silencioso, passei quanto tempo deitado naquele lugar sem fazer exatamente nada? Queria poder entender onde eu estava, quem sou eu, o que eu estou fazendo, o que eu era. Comigo havia um pincel que na ponta havia um pouco de tinta, aquela tinta pingava e nunca secava, meus pensamentos... estão confusos, eu devia fazer algo? Eu sentia que deveria fazer algo, eu tinha que fazer algo, eu estava pensando que algo iria acontecer mas... se eu me mexer algo vai mudar? Eu decidi levantar, em um passe quase cai, em um passe eu notei que estava muito tempo deitado, meu corpo estava fraco, olhei ao redor e nem havia notado, havia um fundo escuro, escuro e soprava um vento frio de lá, o que... era aquilo? Decidi dar alguns passos na direção da imensidão, mas... por algum motivo parei de andar, comecei a hesitar, novamente, acabei me sentando e voltando a pensar no que estava fazendo, por que eu iria lá? ou por que meu corpo não quer ir lá? Eu já não sabia mais, eu olhei para cima mais uma vez e vi alguma coisa que não tinha estrutura, mas... era algo, eu me levantei e encarando aquilo que parecia ser algo de minha visão que por algum motivo estava ofuscada, tentei pular, quando vi estava muito longe do chão, eu ... estava voando? Não fazia diferença, estava me aproximando da tal coisa, chegando tão perto que quase podia sentir aquilo, ao tocar fui para um lugar totalmente diferente, o que era esse lugar? o que era essa coisa branca? Neve? Como eu ... sabia que isso era ... Neve? eu estava curioso, estava determinado a encontrar mais coisas, em um lugar totalmente vasto e com monstros... por algum motivo eu estava me escondendo, estavam todos felizes, conseguia ver sua felicidade e seus sorrisos alegres, estava me sentindo... bem por ver aquilo, então tudo desapareceu, aquela coisa sem estrutura voltou para minha mão, logo a soltei, meus sentimentos estavam alegres... era tão bom ver coisas assim, ao menos havia mais seres vivos... não era apenas eu... Eu estava... como podia dizer... feliz?

Mas eu acho que havia ficado feliz cedo demais, na minha frente, fios azuis se enrolaram em volta daquela coisa... e se partiu, eu ... fiquei paralisado, o que era aquilo?

Error: Opa.

Ao virar o olhar para o lado, pude ver um ... esqueleto? Ele tinha uma coloração preta e seus olhos eram... diferentes, por algum motivo ele me encantava... mas não era tempo para isso, ele destruiu aquele mundo, ele ao menos sabia que aquilo tinha vida?

Error: Olha só... Mais um para evitar que eu destrua as AU's ... Legal... diversão finalmente.

Ink: O que... Por que fez isso?

Error: Fiz o que?

Ink: ... Você destruiu aquilo!

Error: Espera... você não sabe o que é aquilo?

Ink: ... Não.

Error: ... Achei que você fosse o protetor das AUs, mas pelo visto é só um babaca perdido.

Ink: C-Como é!?

Ele sumiu, ele havia desaparecido, no chão restava os pedaços destruídos daquele pequeno mundo, tentei fazer algo mas... o que eu podia fazer? Então me veio a ideia de usar o pincel, acabei pegando um que havia no meu bolso, era menor e então comecei a pintar um circulo e no mesmo coloquei tudo que estava quebrado, pouco a pouco começou a funcionar... estava vivo de novo! 

Ink: Ahh... Que alivio ...

Estava contente de novo, logo... notei que minha alma palpitava quando pensava em proteger aquele mundo... Eu... tinha que proteger eles! Eu vou proteger.

 


Notas Finais


Olha quem voltou :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...