História I will always love you! - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~alone

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Hopper, Dustin, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Karen Wheeler, Lucas, Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Steve Harrington, Will Byers
Tags Eleven finn, Max, Mileven Mike, Millie will
Exibições 53
Palavras 1.945
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção Científica, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá leitores! :D. Demorei? Estava estudando :/ maaaass me inspirei em uma música!
Espero que gostem.
Boa leitura!

Capítulo 4 - Once Upon a Dream


Fanfic / Fanfiction I will always love you! - Capítulo 4 - Once Upon a Dream

A aula tinha acabado. Eu fiquei a aula inteira calado sem me virar para trás. Will me disse ou melhor me enviou aquelas palavras que não saira da minha cabeça! Será? Será que ela gosta mesmo de mim? 

Eu não quero que ela se engane, porque gosto de outra pessoa que sei e tenho fé que ela está viva e que vai voltar um dia!

Estava sentado no chão da saída com as costas na parede, estava esperando meus amigos que resolveram passar na diretoria para discutir sobre outra feira de ciências, eu simplesmente adoro feiras de ciências, mas não queria ir com ele só queria ficar um tempo sozinho... Sei lá, para pensar na Eleven, no que Will me disse, se eu deveria falar com a Max sobre isso ou deixar quieto! Não sei!

Estava sério calado, e percebo que alguém se aproximar de mim e então olho para cima para ver o rosto, e adivinhem era quem eu não queria falar hoje, já devem ter imaginado quem é... Sim era a Max

- Por que não foi com os meninos falar com a diretora? - Ela questiona se sentando do meu lado

- Eu só queria ficar um pouco sozinho, sei lá para esfriar a cabeça... Hoje o dia foi puxado!

- Entendi. Ah! lembrei eu fiquei muito feliz por nós estarmos na mesma sala, juro não imaginei que iríamos cair na mesma sala

- É... Pois é, nem eu - Ta falei num tom frio, seco e baixo

- Mike qual é? O que você tem cara? Ficou estranho desde que entrei  na sala - Ela fala com a aparência irritada

- Ta tudo bem, eu só estou pensan... - Max me corta

- Na Eleven? - ela me olha nos olhos

Eu fiquei bravo mas no mesmo tempo envergonhado, por aqueles olhos azuis estar me olhando no fundo dos meus

Eu fiquei em silêncio por alguns instantes

- Desculpa, é que... Isso me irrita!

- O que? Falar de uma pessoa que você nem conheçe te irrita? Você não vai entender o que eu passei de verdade... Nunca - Suspirei encarando o chão

- Mike, eu... E- eu não te conheço a muito tempo, na verdade menos de quatro dias, e já sinto um carinho vindo de você e... Você me deixa nervosa... E ahh sei lá o que eu estou falando, é bobagem! - Max parecia abaixar o olhar ao terminar sua frase

- O que for que seja, não é bobagem! - Respondi a frase dela e ela me olhou com aquele oceano em seus olhos

- Mike... Eu que- 

- Eai!!! Vamos preguiçosos - Lucas fala chegando por trás cortando Max, e com Dustin e Will em seu lado

- Ah vamos! - Falei me levantado, e Will ajudava Max a se levantar também

   


Eleven

 Onde eu estou?

É diferente... 

Espera! eu já vim aqui antes, aqui é... É... A c-casa do Will

Eu simplesmente estava deitada no chão em frente aos Byers, e vejo que Joyce está no balanço fumado? 

- Eii!!!!! - Gritei até que ela me notasse, caso aconteceu

- Quem é você? Você está bem? - Ela fala se aproximando de mim, me ajudando a levantar

- Eleven... - Suspirei, eu sei lá estava cansada e senti meu nariz e minha orelha sangrando

- Eleven? É você mesmo? Mas... Você, e-eu não acredito que você está bem aqui na minha frente

- Mãe!!! Cheguei - Will fala aproximando de sua casa com seus amigos, e uma menina ruiva que eu nunca tinha visto

- Mãe? O que está fazendo aí no- Will para de falar e caminha até ficar em minha frente que ainda estou deitada no chão ao braços de Joyce 

- Eleven! - Agora vejo que é a voz do... Mike 

- Eleven! Onde você estava? Você está bem? O que aconteceu com você? Você está me ouvindo? Eleven?

Eu estava feliz, mas cansada e meus olhos estavam se fechando aos poucos e tudo estava ficando escuro!

Mike

Eleven! Finalmente voltou, eu sabia que ela estava viva! Sabia que aquilo não passava de um pesadelo que um dia iria acabar... E acabou hoje!

Todos estavam na sala, os de sempre Lucas, Will, Dustin e Max que agora está em nosso grupo. E ela, Eleven está de volta agora para ficar e não vou deixar ela partir se ela for eu vou junto!

- Quando eu vou poder ver ela? - Quebrei o silêncio da sala

- Calma cara, daqui a pouco você vai ver sua namorada - Lucas disse e todos caíram na risada com exceção de Max, por um lado eu ficaria com raiva, mas não estava nem ai! Eu queria que fosse verdade mesmo

- Galera, Eleven está muito cansada e está dormindo, e só vão poder vê-la quando acordar então ela precisa de silêncio para descansar - Joyce fala e todos ficaram quietos, até que a mesma foi na cozinha

- Tia Joyce, eu posso te pedir uma coisa? - Falei chegando perto dela que a mesma estava na cozinha

- Claro que pode, o que você quer?

- É que... Me deixa ficar com a El, eu não quero que ela fique sozinha - Fiz biquinho

- Ah, tudo bem só você em! - Ela suspirou e falou baixinho

- Valeu tia Joyce! - Fiquei tão feliz que finalmente poderei a ver de perto e ficar a sós com ela, e dizer tudo que senti na sua ausência

Joyce me levou até o quarto, e fechou a porta me deixando sozinho com a El. Ela estava tão linda! Mesmo dormindo ela parecia um anjo que veio do céu

Caminhei até a cama onde ela estava, e toquei com delicadeza em seu rosto macio, pálido e frio

Pensei em dar um beijo em sua testa, mas podia acorda- la, coisa que eu estava torcendo para que acontecesse 

Me sentei numa cadeira do lado da cama e fiquei admirando sua beleza, agora meu outro pedaço estava de volta.

Eleven

Consegui acordar... E percebi que estava numa cama macia e quente, com uma coberta por cima de mim e alguém do meu lado, que só consegui visualizar segundos depois

Mike... Eu queria toca-lo mas estava um pouco distante de minha mão, então pensei em acorda-lo, ou seria muita maldade minha? Naaaaooo!

- Mike - falei baixinho, para que não acordasse assustado

- Mike - tornei a falar, mas num tom um pouco mais alto 

Ele parecia estar num sono profundo, e já que ele não acordava resolvi me levantar, e eu sabia que iria acontecer alguma merda. Me levantei um pouco tonta, e não vi que um dos meus pés estava preso no lençol da cama rasgado, e eu simplesmente dei de cara no chão, fazendo um barulho muito alto

- Eleven! - Mike acorda gritando assim que me vê no chão, ele me levanta pelo braço

- Você está bem? Se machucou? - Mike me fala com uma cara de preocupação 

- Sim! Só machuquei um pouco minha testa - respondi já sentada na ponta da cama com Mike em minha frente

- Tudo bem, vou cuidar de você - Ele diz pegando com cuidado em minha testa machucada 

- Mike? 

- Sim?

- Cadê todo mundo? A Joyce, o Will Lucas... - pergunto enquanto ele fazia massagem relaxante em minha testa

- Devem estar vendo TV, ou os meninos podem ter ido embora já que você dormiu por muito tempo, até porque já está escuro - Ele fala olhando para janela ainda em minha frente

- Entendi! E... Aquela menina? - Pergunto um pouco enciumada 

- Ah a Max? Eu não sei se está aí! - ele fala me olhando com aquele jeito dele que me faz corar

- E... O que ela é sua ? - Não sei de onde veio coragem para eu perguntar, eu já sabia que ela podia ser só amiga de Mike, ou mais que isso

- A Max, ela é só uma amiga - ele fala sorrindo 

- El?

- O que? - respondo Mike

- O que aconteceu com você esse tempo todo, e como conseguiu voltar? -

- Eu... Eu quero esquecer, talvez, um dia eu conte mas agora não eu só quero esquecer tudo o que vivi naquele pesadelo - Falei olhando para o chão e senti que ele estava me olhando

- Tudo bem! E percebi que seu cabelo cresceu bastante e você está falando muito bem 

- É, sabe esse tempo no... Você sabe onde, aprendi coisas com meus poderes conhece muitas coisas nas escolas invertidas mesmo não tendo ninguém, aprendi sozinha sabe? - Disse sorrindo para Mike

- Que bom! Você é muito linda Eleven! Eu sabia que um dia eu iria te encontrar de volta... E lembra da promessa que eu te fiz?- Eu o olhei no fundo de seus olhos e os mesmos estavam brilhando como estrelas

- Como não lembrar de um momento marcante na minha vida? - respondo com um sorriso enorme estampado em meu rosto

- Você pode morar na minha casa e ficar com meu quarto, e... E nós podemos ainda ir no Baile de Neve irá acontecer no mês que vem

- Mike... E podemos... - Mike fala antes mesmo que eu terminasse a frase

- Nos beijar? - Eu coro e percebo que ele também

- Eu iria falar dançar! - ele ficou envergonhado e minhas bochechas começou a pegar fogo

- É... Sim vamos dançar! 

- E também podemos nos beijar se você quiser claro - Minhas bochechas estavam cada vez mais quentes e vermelhas

Quando eu tomei coragem e o olhei, ele fez o mesmo começamos a nos aproximamos até que ficamos 5 centímetros de distância de nossos rostos, e ficamos em silêncio total, que até dava para escutar nossas respirações descontroladas e esse clima foi quebrado por alguém que abriu a porta e nós nos afastamos rapidamente

- Mike? - Era a Max

- Desculpa encomodar, estou atrapalhando alguma coisa? - Max continua a falar e Mike me olha por alguns instantes

- Não, claro que não! O que foi? - Mike pergunta a garota ruiva, e ela parecia seria e chata

- Nancy veio nos buscar para irmos juntos para casa - Max entrou no quarto e ficou perto da cama

- Sério? Eu não quero ir, eu quero dormir aqui para ficar perto da Eleven - Mike pega em minha mão e nós nos levantamos de mãos dadas

- Olha eu não estou nem aí pro seu romance, e foi sua mãe que mandou ela vir nos buscar

- Tudo bem Max, vai você eu vou ficar aqui com a El - Mike fala soltando minha mão lentamente

- Mike, é melhor você obdecer sua mãe se não vai ser pior as coisas, amanhã nos veremos de novo, não vou sumir nunca mais - Falei para aquilo não virar uma confusão

- Tem certeza Eleven? Não quer que eu fique com você? - Mike pergunta se aproximando de mim, enquanto Max olhava tudo

- Tenho, vou estar segura aqui 

- Tudo bem então, te vejo amanhã - Ele diz me abraçando como se fosse a última vez que iríamos nos ver

E eu ouço " Te amo " em meus ouvido, baixinho só para que eu escutasse mais ninguém.

Ele sai do quarto e eu fico sentada na cama, e logo depois vejo o carro de Nancy saindo

Will aparece e nós ficamos conversando sobre muitas coisas, ele me falou o que aconteceu quando ele apareceu e coisas que aconteceu enquanto eu não apareci, me contou também sobre a menina que agora é vizinha de Mike, e confesso que mecheu um pouco comigo... Mas eu sabia que eu era de Mike e ele é meu! 

Eu tenho de tudo e um pouco mais para agradecer a Deus por não me abandonar! 

Eu sempre tive esperança que eu iria voltar e o encontrar! 

Eu amava Mike, nunca tinha sentido nada do que sinto por ele... Eu o amo!

Isso tudo que aconteceu foi ruim é maravilhoso! 

Porque foi como uma vez num sonho!




Notas Finais


Oiiii! Mais um quentinho para vocês! Quero pedir mil desculpas por eu não ter postado o capítulo, foi pq eu tive uma semana de provas e trabalhos como já falei e aproveitei o final de semana para esfriar a cabeça e começar o novo capítulo, mas estou aqui de volta... E até a próxima que não sei quando vou postar, mas só sei que vai ser nessa semana;)
Comentem ai embaixo o que acharam.
Big beijos, e fiquem com Deus!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...