História Senhor Noir e Senhora Noir ( Marichat ) - Capítulo 50


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Espionagem, Marichat, Plakki, Romance
Visualizações 48
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Muito obrigada pelos comentários, espero que gostem do capítulo de hoje
Uma boa leitura.

Capítulo 50 - O sonho de Marinette - segunda parte



~ Continuação do sonho de Marinette (  On )
Então os dois começaram a dançar no meio das estrelas , a espiã não parava de olhar para o gato que dançava com ele, mesmo sendo desajeitada na dança, parecia ele comanda a dança deles,  a azulada nunca tinha visto um homem dançando daquele jeito,  o cenário que eles estava dançando dava a inspiração para que eles continue a dançar sem parar.
Chat Noir deu um giro em Marinette,  para observar  melhor  a beleza que a espiã tinha em seu redor , assim que colocou - a novamente seus braços , olhou encantado para os seus olhos azuis - safiras dela, então puxou o corpo da espiã mais perto de si , sentindo que as duas mãos de Marinette foram colocadas em seu peito.
-  x x -
___   Estava gostando de dançar com um completo desconhecido ?   -   Chat Noir sentindo as duas mãos de Marinette em seu peito, perguntando sobre a dança deles.
__  Nunca me sentir nas nuvens, olhe que eu sou muito desajeitada na dança !  -  Marinette com as mãos dela no peito de Chat, olhando profundamente para os seus olhos misteriosos felinos, confessando ser muito ruim na dança.

___  Eu acredito que eu faço milagres , minha princesa !   -   Chat Noir olhando também para os olhos de Marinette,  confessando que era milagroso, chamando a espiã de ´´ princesa ``  pela primeira vez , se aproximando dela com a intenção de beijar ela.


___ Quem deu o direito de me chamar de ´´ minha princesa `` ?  -   Marinette olhando ele aproximando os seus lábios , querendo ir embora de perto dele, mas a atração por ele era muito forte, sentindo que o seu coração batia muito forte por ele.

___   Porque eu te escolhi para ser a minha princesa,  ninguém melhor do que você para isso !   -   Chat Noir parando a aproximação  ,respondendo a questão ,  voltando a ser aproximar dos lábios de Marinette.

  ___   (  Por que eu não consigo sair de perto dele ? ,  Eu tento, mas o meu corpo, meu coração me impede de fugir dele,  ele tão lindo,misterioso, forte... !  ,  Espera, Marinette , concerta em sua missão, você não pode parar por causa de um homem que acabou  de conhecer !! , Mas eu me sinto tão protegida quando eu estou com ele !!  -   Marinette tentando escapar do abraço de Chat, mas sentindo que o seu corpo não deixava ir embora,  tentando voltar o seu foco na missão.

   -  x x -
    Chat Noir se aproximando mais e mais dos lábios de Marinette,  a espiã estava paralisada pelos encantos do felino,  sentindo o seu rosto ficando vermelho , o seu coração batendo mais rápido, fechando os seus olhos devagar  para curtir o momento  do beijo.
   O gato selou os seus lábios com os lábios de Marinette, começando a beijar a doce boca dela,  depois ele pediu passagem de língua,  a espiã cedeu sem pensar duas vezes, se sentindo segura em seus braços fortes.
   Enquanto o casal se beijava no meio da noite estrelada, nenhum dos dois apaixonados ouviu os passos de um estranho vindo na direção do casal, o mesmo estranho puxou uma faca , disposto á matar a espiã nos braços do gato.
 
Quando percebeu que o estranho caminhava com a faca em mãos, Chat Noir segurando  o amor de sua vida com um dos seus braços ,enquanto a beijava , foi até as costas dele, pegou o seu bastão que sempre guardava, colocou na frente do casal, esticou ele quando o estranho avançou na direção para proteger ambos
  -  x x  -

  ___   Chat, o que está acontecendo ?   -   Marinette ouvindo o bastão esticando , parando de beijar ele , olhando para o estranho com a faca.

___   Não se preocupe,minha princesa, eu vou proteger nós dois !   -   Chat Noir abraçando a azulada com força , começando a se preparar para defender a si mesmo.

___     Você me decepcionou , filho,  era para você ter matado ela, não ao contraíro !   -   O estranho tirando o capuz para se revelar, chamando o gato de filho, ficando desapontado com ele.

___    Ah, você é o filho do Hawkmoth, eu não acredito que eu me apaixonei pelo filho do rival do meu chefe !   -  Marinette reconhecendo o Hawkmoth, percebendo tudo, ficando desesperada ao saber que tinha se apaixonado pelo filho do rival do mestre Fu.

___    Mas, eu não sou como ele, minha princesa, eu estava traindo o meu pai , este tempo todo !  -  Chat Noir tentando conquistar a Marinette de volta , vendo ela chorando em seu peito.

___  Mas você matou diversas mulheres,  como eu vou saber se você não me matar, com ou sem mandato do seu pai ! ?  -   Marinette chorando desolada, olhando nervosamente para o gato, tremendo de medo.

___   Isso mesmo, ele matou muitas mulheres, para o meu filho, você é apenas um brinquedo, nunca amou ninguém de verdade, pobrezinha , está chorando de amor ! -  Hawkmoth vendo satisfeito a espiã chorando ,  rindo da expressão dela com malícia.


___  Ela é não é um brinquedo , pai, ela é a mulher que eu amo , nunca mais matei nenhuma mulher, apenas as paquerei, afinal eu sou um homem !   -   Chat Noir começando a discutir com o seu pai , contando a verdade sobre a sua fama de  ´´ matador de mulheres ``, dando a desculpa dos homens.


___   Nunca matou ninguém , Chat ?   -   Marinette parando de chorar, começando a acreditar em Chat , olhando esperançosa para ele.

___  Eu sou um amante , não um assassino,minha princesa, eu preciso mais paquerar , do que ver sangue na minha vida !   -   Chat Noir olhando  para a espiã, limpando as suas lágrimas com cuidado , abraçando ela novamente.

__  O que você mentiu para mim ?   , Não acredito, Chat !   -   Hawkmoth percebendo que o filho nunca matou ninguém , ficando furioso com ele.

___   Sim, pai, eu estava te traindo este tempo, não quero mais matar ninguém !  -   Chat Noir olhando para o seu pai furioso, revelando a triste verdade, abraçando a Marinette com força.

___   Você se arrenpender por me traindo !   -    Hawkmoth lançando um olhar furioso para o filho, se virando de costas , começando a ir embora de perto do casal.
 


Notas Finais


Me desculpe por algum erro
Até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...