História Senhora Uchiha - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 416
Palavras 2.249
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo 3 saiu antes do que eu esperava.
Dei a visão do Sasuke sobre os fatos, espero que gostem.

Capítulo 3 - Algumas verdades


Fanfic / Fanfiction Senhora Uchiha - Capítulo 3 - Algumas verdades

 

Finalmente os portões de Konoha, nunca fiquei tão feliz em vê-los. Conforme avançava em direção a Torre do Hokage percebi os olhares sobre mim, aquilo era desconfortável e nesse caso, não eram apenas os olhares tortos, eram os olhares das mulheres e o que diziam, conseguia ouvi-las sussurrando umas para as outras, em seguida viravam em minha direção e sorriam descaradamente.

- Patéticas – sussurrei

Acredito que isso logo terá fim, voltei apenas para buscar Sakura, agora que minha jornada de redenção acabou e conclui a missão que Kakashi me deu da ultima vez que estive aqui, estou livre para seguir a minha vida e finalmente reconstruir meu clã, esse era o desejo de Itachi e é isso que vou fazer.  Pretendo tornar Sakura a Sra.Uchiha, ela é perfeita para isso, tornou-se forte o suficiente, salvou a mim e o Naruto na nossa ultima luta e sempre me amou. Não tenho motivos para escolher outra pessoa que não ela.

 Cheguei à sala do Kakashi, a mesa dele estava cheia de papeis, ele parecia cansado, conclui que ser Hokage não é fácil. Imagino como o Naruto se sairá quando chegar sua vez, já era certo que Naruto seria o nanadaime, Kakashi o nomearia Hokage e eu ficaria ao seu lado para proteger a Vila.

- Ah... Você esta ai, finalmente voltou – Kakashi sorriu – não achei que a missão que te dei exigiria tanto tempo, já faz um ano que partiu.

- Hm

 Rastrear ninjas que não ajudaram na guerra e descobrir quais eram suas intenções, não foram poucos ninjas que tive de rastrear, eu também queria voltar antes, essa missão realmente me tomou muito tempo.

- Hm? Continua monossilábico? – Kakashi cerrou os olhos em repreensão

- Encontrei muitos ninjas que são contra a atual situação de paz e alguns deles resolveram lutar comigo – expliquei.

- Quero que me repasse todas as informações que conseguiu, mas não agora, como pode ver estou cheio de trabalho – Baixou os olhos e analisou todos os papeis em cima da mesa – Volte amanha cedo.

- Como quiser – Retirei-me da sala.

Já havia escurecido, voltaria amanha para passar tudo que consegui, não era pouca coisa. Temo que a missão não esteja de fato terminada e que Kakashi peça para continuar rastreando ninjas e informações que sejam úteis para manter o mundo ninja em paz. Mas minha intenção agora é reconstruir meu clã, não posso abrir mão disso, eu prometi ajudar Naruto quando ele se tornasse Rokage, mas isso ainda não tinha acontecido e quando finalmente acontecer sei que passarei a maioria dos meus dias atrás de ninjas que representem ameaças, por isso, devo aproveitar esse momento para começar minha família com Sakura. Minha primeira intenção é levá-la ate uma vila que conheci enquanto estava em missão, a vila tem uma floresta de cerejeiras e é extremamente tranqüila, do jeito que Sakura gosta.

Quando estive aqui no casamento do Naruto e Hinata, Sakura estava muito bonita, não será um sacrifício casar-me com ela, terei muito prazer em levá-la para cama. Não sei como ela esta agora, talvez um pouco irritada já que não pude me despedir quando parti da ultima vez, nem poderia, Kakashi me deu a maldita missão e pediu que a mantivesse em segredo, apenas Naruto sabia, porque já estava sendo treinado para assumir o posto. Eu não podia contar a Sakura sobre a missão, nem avisar que estava partindo, ela jogaria na minha cara que eu havia prometido que a levaria e isso me deixaria irritado, Sakura sabe como ser irritante, por isso, parti sem avisar. Agora me sinto na obrigação de ir ate ela e tentar remediar a situação, isso não vai ser difícil, ela sempre esta disposta a me perdoar e tenho certeza que vai pular de alegria quando informá-la que iremos nos casar.

 Quando já estava próximo a casa de Sakura, pude vê-la parada na porta com um homem, Tokuma Hyuuga, o que ela fazia com ele? Ocultei meu chakra, não queria que percebessem que eu estava os observando. Tokuma se aproximou de Sakura e a beijou.

- Mas o que significa isso? – Não pude conter as palavras na minha boca.

Por sorte estava a uma distancia que não permitia que os ´pombinhos ´ me ouvissem. Ativei o sharingan, não fiz isso por querer, senti uma raiva inexplicável tomar meu corpo. Continuei a observar, Sakura parecia desconfortável com o beijo, talvez ele estivesse beijando-a a força, não, ela tem força suficiente para se livrar de um beijo forçado. Finalmente ela se afastou, deu fim ao beijo.

- Hum... Acho que você já pode ir agora – Forcei-me para ouvi-la.

Não faz meu estilo ouvir a conversa dos outros, mas eu precisava ouvir, precisava entender o que estava acontecendo, não sei ao certo porque, eu apenas precisava ouvir que aquilo era algum tipo de brincadeira.

- Achei que você fosse me convidar para entrar, mas tudo bem, não quero apressar as coisas. Tenha uma boa noite. – O Hyuuga parecia desapontado.

´Não quero apressar as coisas´? Quais coisas? Sakura esta namorando esse cara patético? Senti ainda mais raiva quando ele a beijou novamente. Meu sharingan continuava ativado, eu poderia matá-lo em um piscar de olhos. O ninja foi embora e Sakura entrou. Pulei de onde eu estava para o telhado de uma das casas da rua, de onde estava agora tinha completa visão do quarto de Sakura. A janela foi aberta, consegui vê-la, por alguns instantes ela sumiu, mas depois voltou e começou tirar a roupa vagarosamente, aquilo me excitou, seu corpo tinha ganhado curvas incríveis, o cabelo estava maior, ela havia deixado crescer, os seios estavam bem maiores, imaginei como seria sugá-los.  A excitação fez com que me descuidasse do meu chakra que estava a tanto tempo ocultando. Sakura correu para a janela, provavelmente sentiu o meu chakra, voltei a oculta-lo, ela olhou para fora e em seguida fechou a janela. Eu deveria ir embora, mas não consegui, estava tomado com o pensamento do corpo de Sakura e de como ela estava linda. Alguns minutos se passaram.

Sakura voltou a abrir a janela, agora vestia uma pequena camisola que deixava suas pernas completamente a mostra, a visão me excitou novamente, ela deitou-se para dormir, mas continuei a observá-la. Por alguns instantes esqueci-me do fato do possível namoro com o Hyuuga, isso acabava com os meus planos de torná-la uma Uchiha, precisava encontrar outra mulher para reconstruir meu clã.

...

Estava fazendo uns reparos no distrito Uchiha quando Naruto apareceu para me lembrar do jantar que ele e Hinata haviam marcado.

- Teme o que esta fazendo?

- Não consegue perceber?

Naruto agora usava o cabelo baixo, também havia mudado bastante, porem, apenas na aparência, pois continuava o mesmo baka de sempre. Há quatro dias, um dia depois do meu retorno, Naruto havia me confirmado sobre Sakura e o namorado Hyuuga.

- Sim, esta reconstruindo o seu distrito, só não entendo o porquê. Achei que ficaria pouco tempo na vila – Naruto esperou por uma resposta minha, mas claro, ela não veio – Não vai mais viajar com a Sakura-chan?

- Naruto – sussurrei seu nome irritado – Você mesmo disse que Sakura esta namorando – tentei falar sem demonstrar nenhuma emoção, mas não me sai como o esperado.

- E você vai desistir dela fácil assim? Vai deixá-la para o Tokuma? – perguntou indignado – Ele é primo da Hina-chan, mas eu prefiro que a Sakura fique com você porque ela te ama, Dattebayo!

- Esqueça isso, Sakura não me interessa, já estou procurando outra pessoa para ser a senhora Uchiha  – Minha voz agora realmente saiu sem emoção alguma, era assim que tinha que ser.

Por mais que tenha disfarçado meu desconforto em relação a Sakura, Naruto pareceu não acreditar nas minhas palavras, mas era a verdade, eu estava procurando outra mulher para casar e era por isso que estava reconstruindo o distrito. Pode ser qualquer uma, Sakura não é insubstituível, eu a havia escolhido porque ela me amava, ou era isso que eu pensava, estava engado, pois ela rapidamente se jogou nos braços de outro e não esperou que eu retornasse.

- Irritante – as palavras saíram da minha boca sem perceber.

- Quem esta chamando de irritante? – Naruto não percebeu que eu estava pensando alto, Sakura é irritante, Sakura e seu amor volúvel – você – menti.

- Mas eu estava calado!

 – Eu vou ao seu jantar, não se preocupe, agora já pode ir, preciso voltar ao trabalho.

- Então Vejo você a noite Teme! – Naruto ficou satisfeito com minha resposta-  Sakura também estará presente, com certeza isso ira melhorar seu humor – Naruto sorriu, estava contente.

Sakura, Sakura, Sakura, é só isso que sabem dizer. Não posso negar que senti uma pontada de tristeza por ter que encontrar outra mulher para reconstruir meu clã. Eu não estava apaixonado por Sakura, claro que não, ela estava bem mais bonita e atraente, era apenas por isso que pensava nela e apenas por isso estava sendo difícil encontrar outra pessoa, apenas por isso, nada mais.

...

Estávamos todos sentados, Hinata, Naruto e eu, os demais ainda não haviam chegado. O restaurante era aconchegante, boas mesas e um amplo lugar reservado a dança, mas quem seria tão patético a ponto de dançar durante um jantar? Percebi quando Naruto acenou para alguém, virei-me para a direção que ele olhava, lá estavam eles, os últimos convidados. O namorado de Sakura a agarrava pela cintura enquanto me encarava, ela estava distraída. Não pude deixar de notar como estava linda, cabelo solto e um vestido que demarcava todas suas curvas, tremi com a lembrança dela seminua. Ela voltou os olhos para mim, finalmente pude encarar seus olhos verdes.

Hino, Sai, Tokuma e Sakura começaram a caminhar em nossa direção, o Hyuuga permaneceu com a mão na cintura de Sakura, aquilo me irritou. Quando finalmente chegaram a mesa Sakura sorriu o que me deixou ainda mais irritado, como ela pode ser tão irritante? Sempre estava pronta para dizer o quanto me amava e na primeira oportunidade se entregou para o Hyuuga, não dei a mínima para o seu sorriso ou para seu ar de gracejo.

- Sakura-chan você esta uma gata – Naruto falou.

- Obrigada Naruto- Ela respondeu, fingi não me importar.

Eles logo se acomodaram, toda a situação estava me deixando nervoso e irritado.

- Sasuke como foi sua viagem? Conheceu muitas vilas? – Sakura perguntou.

-Hm...Não

 Como ela ousa falar comigo? Sim Sakura, conheci em especial uma vila com uma floresta de cerejeiras, minha intenção era te levar lá e transar com você todas as noites até que engravidasse e meu clã estivesse restituído. Essa era a resposta que eu deveria dar, mas me resumi em um simples hm.

Aquela noite estava acabando comigo, resolvi tomar alguns copos de Wisque e observar as mulheres que estavam na área do bar, afinal de contas preciso encontrar uma esposa, não terei filhos bastardos. Eu as encarava e elas sorriam de volta, pareciam dispostas a passar a noite comigo. Naruto tinha anunciado há alguns minutos que Hinata estava grávida, senti um pouco de inveja, precisava agir rápido para também ter, em alguns anos, filhos correndo pelo distrito Uchiha.

- Tokuma, vamos dançar?  – Sakura chamou o namorado patético.

- Claro – respondeu.

Todos foram dançar, fiquei sozinho, pensei em chamar uma das garotas que me olhavam sem parar, mas não sou patético a esse ponto. Sakura estava dançando, apenas agora percebi que o vestido deixava suas costas a mostra, novamente a visão dela seminua veio a minha cabeça, não sei o que esta acontecendo comigo, mas desde aquela noite, essa é a visão que mais atinge meus pensamentos.

Sakura parou de dançar e voltou pra mesa. Olhei-a entendendo tudo. É claro! Ela esta jogando comigo!

- O que pensa que está fazendo Sakura? – Perguntei irritado.

- O que estou fazendo? Ora, o que acha que estou fazendo?

Está me provocando! Tentando me deixar com ciúmes, é isso que está fazendo, mas não permitirei que prossiga com esse joguinho.

- Hm – foi apenas o que respondi, não deixaria Sakura perceber que estava vencendo.

- Hm. O que quer dizer com hm? – perguntou-me irritada.

- Quando resolveu namorar o Hyuuga? – vamos ver até onde ela vai com essa brincadeira.

- O que você tem a ver com isso? Minha vida não te diz respeito Sasuke Uchiha.

Sakura levantou, parecia realmente irritada, talvez eu estivesse enganado, talvez ela tenha deixado de me amar e passado a amar o Hyuuga. Eu precisava saber, precisava saber se ela realmente não sentia mais nada por mim, só depois disso pediria qualquer outra em casamento. Levantei-me e num impulso segurei seu pulso.

- Solte-me Sasuke – Sakura pediu, mas seu pedido não parecia sincero.

Puxei-a para perto de mim, colei meu corpo no dela e senti meu coração arder. Ela tentou se soltar, mas é claro que sua tentativa também não era sincera, pois com toda a força que tem poderia se soltar sem esforços.

O fato de Sakura não fugir dos meus braços me incentivou a continuar o que pretendia, tomei seus lábios, a consciência de que Tokuma possivelmente estava vendo o beijo me fez com que a beijasse possessivamente, queria mostrar que Sakura era minha. Beijei-a com desejo e ela finalmente permitiu que minha língua entrasse e explorasse cada centímetro de sua boca. O beijo já durava alguns instantes, resolvi deixá-la respirar, mas quando o fiz senti alguém socar meu rosto. O Hyuuga, só poderia ser ele.

Ativei o sharingan, estava pronto para lutar por Sakura. Eu não vou procurar outra mulher, ela será a senhora Uchiha, isso já esta decidido.


Notas Finais


Parei no mesmo ponto que o capitulo anterior, espero que não me odeiem por isso, até porque rapidinho postarei o próximo.
Bjsssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...