História Senhora Uchiha - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 401
Palavras 946
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 4 - O confronto


Fanfic / Fanfiction Senhora Uchiha - Capítulo 4 - O confronto

Ativei o sharingan, estava pronto para lutar por Sakura. Eu não vou procurar outra mulher, ela será a senhora Uchiha, isso já esta decidido.

Tokuma Hyuuga também ativou o Byakugan, ele cerrou os punhos, mas antes que tentasse me atacar novamente o coloquei em um genjutsu. Tokuma caiu, Hinata e Sakura correram até ele.

- Sasuke-kun pare com isso – Sakura pediu com os olhos cheios de lágrima.

Sakura me chamou de Sasuke-kun, fazia tempo que não ouvia ela me chamar daquela forma. Seus olhos estavam vermelhos inundados de lagrimas. Sakura estava chorando, desde a ultima luta com Naruto , prometi que não a faria chorar. Naruto veio até mim

- Seu teme! – disse apontando o dedo para o meu rosto – Ficou maluco? Quer ser expulso da vila? Esqueceu que ainda não foi completamente perdoado?!!

- Não

- Então por que atacou o Tokuma? – Naruto coçou a cabeça – hum... bem...não precisa responder, sei porque fez isso, mas olhe agora para Sakura-chan, ela esta chorando, novamente, por sua causa. Tire logo Tokuma desse maldito genjutsu.

Obedeci e tirei o Hyuuga do genjutsu, Hinata o ajudou a levantar, Ino e Sai se comprometeram em levá-lo para casa e ajudar com qualquer sequela.  O dono do restaurante pediu que nos retirássemos para não assustar ainda mais os outros clientes.

Já do lado de fora, Sakura me encarou com os olhos verdes marejados e cheios de fúria, caminhou ate mim com os punhos fechados.

- Seu maldito idiota – gritou enquanto dava leves socos em meu peito – Como pode fazer isso? 

Naruto e Hinata partiram na intenção de nos deixar a sós, Sakura aumentou a intensidade dos socos, parecia, realmente, querer me machucar. Segurei seus pulsos impedindo-a de continuar.

- Pare com isso Sakura – pedi rude – Não quero ter que imobiliza-la.

- Você não seria capaz – desafiou-me

- Fui capaz de prender o Hyuuga em um genjutsu... Por sua causa – a forma que falei me fez perceber o quanto fui idiota, não acreditava no que tinha feito.

- Por minha causa? – perguntou-me incrédula e ainda irritada – Você que me agarrou! Você que me beijou! Fez tudo isso sabendo que Tokuma estava presente e ainda tem coragem de dizer que a culpa é minha? A culpa é sua! Inteiramente sua!

- Apenas minha? – as afirmações de Sakura me indignaram, ela era a culpada, ela e sua mania de me irritar – Você não recusou meu beijo, na verdade, você gostou! Estava bem mais tranquila nos meus braços!

- Mais tranquila nos seus braços? O que quer dizer com isso Uchiha?

- Eu vi, vi quando estava aos beijos com Tokuma na sua casa – cuspi as palavras e no mesmo momento me arrependi pela revelação.

Sakura corou violentamente, a reação me fez largar seus punhos que eu ainda segurava sem perceber.

 

Sakura*

Corei ao ouvir Sasuke dizer que eu havia gostado do beijo dele, essa era a verdade, ele estava certo. Mas não foi só isso, sem querer, Sasuke revelou que havia me vigiado com Tokuma e naquela noite, enquanto me despia, havia sentido o chakra de alguém. Tudo fez sentido na minha cabeça, Sasuke foi capaz de me observar sem roupas sem que eu soubesse.

- Foi você! – acusei – era você quem estava me observando.

- Sim – confirmou sem remorsos.

Sim? É apenas isso que ele tem a dizer? Nenhuma explicação?

Essa noite tive uma explosão de sensações. Primeiro, entristeci-me pela arrogância e descaso de Sasuke durante todo o jantar; depois, ele me beijou e fui atingida por um enorme prazer. Beija-lo era como a realização de um sonho, durante aqueles minutos fui a pessoa mais feliz, esqueci-me de Tokuma, o que me fez sentir culpa pelo o que aconteceu em seguida, mas eu não podia admitir isso para Sasuke, não podia admitir que a culpa realmente tinha sido minha, porque, admitir isso era o mesmo que admitir que ainda o amava. Eu não posso continuar a amar alguém como ele, não é seguro.

Dei as costas para Sasuke e caminhei em direção a minha casa, não era longe de onde estávamos. Ele pareceu entender que toda a situação era constrangedora e por isso não me seguiu. Eu não queria ouvi-lo, também não parecia que ele estava disposto a falar, foi categórico ao confirmar que me observou seminua e não se importou em dar explicações.

Minha cabeça doía de tanto remoer os acontecimentos, recordei-me de Tokuma e de sua expressão durante os minutos em que estava preso no genjutsu de Sasuke, depois do ocorrido ele me olhou com raiva, tinha total direito disso. Gostaria de saber com o que Sasuke o torturou.

 Avistei meu apartamento e aumentei o passo, entrei e encostei-me com os olhos fechados na porta, desejava tomar um banho quente esquecer de vez aquela noite.

- Sakura

Era a voz de Sasuke, abri os olhos e o vi parado dentro da minha casa. Não pude evitar o susto.

 

Sasuke*

Sakura deu as costas e caminhou pela rua que dava em seu apartamento, parecia decepcionada. Ela tinha razão, eu havia sido patético. Deveria me desculpar por tê-la observado, mas não podia, pois não sentia nenhum remorso, pelo contrario, eu desejava vê-la sem roupa novamente, desejava seu corpo, desejava beija-la. Deixei que partisse, por ora. Tentar convencê-la a ficar comigo não era uma tarefa a ser feita na rua. Transportei-me para o apartamento de Sakura e esperei que chegasse.

- Sakura – chamei, ela estava de olhos fechados.

Assustou-se quando me viu.

- Sasuke... como?... – parecia confusa – Por que veio até aqui? Achei que não tivesse me seguido.

Aproveitei a confusão dela e não dei tempo para que pensasse, caminhei em sua direção, segurei seu rosto e a beijei, pretendia mostrar como poderia satisfazê-la.

 


Notas Finais


Próximo tem Hentai *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...