História Senhorita Frieza - Imagine Jin (BTS) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Bangtan Boys, Bts, Jin, Kim Seokjin, Rap Monster
Exibições 590
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong ❤ TEM COISAS IMPORTANTES LA EM BAIXO (Notas finais)

(PERDOEM QUALQUER ERRO)

Capítulo 17 - Terno - Pt. 1


Fanfic / Fanfiction Senhorita Frieza - Imagine Jin (BTS) - Capítulo 17 - Terno - Pt. 1

~ "Minha casa" 12:45 p.m 26/11/2016

  Faz algumas hora que sai do hospital, ainda sinto algumas dores e fico cada vez mais roxa. Mas tudo bem, vai passar, o que não vai passar é a minha vontade de surrar Kwan até ele não aguentar ficar de pé. Mas acredito que Seokjin tenha contribuído para isso.
  Seokjin está lá em baixo agora, na cozinha preparando algo para comermos. Ainda bem, não sei o que seria de mim agora sem ele. Acredito que já tenha algo quase pronto pois está com um cheiro tão bom. É ele deve cozinhar bem mesmo.

- Ei, pequena, está pronto. Vem, vamos descer.

- Qual é o prato?

- Bibimbap.

E assim descemos e nos sentamos à mesa. E aquilo estava tão bom.

- Aigoo! Isso tá maravilhoso. - Digo de boca cheia mesmo.

- Eu disse que sou bom na cozinha.

- É você tem razão... - Disse enquanto via o sorriso do maior ao meu por ouvir eu admitir que ele tinha razão. - Aish! Porque me olha desse jeito?

- É que você é linda, não dá pra evitar.

Revirei os olhos um tanto desconcertada com a fala de Jin.
  Terminamos de comer e ficamos na sala, eu deitei em seu colo e fiquei passando os canais na TV até achar algo interessante. Estávamos como um casal ali. Eu estava até gostando da situação, mas não daria certo e eu não quero um namorado.
  Jin começou a acariciar meus cabelos e eu peguei no sono.

                        ***

"Minha casa" 17:40 p.m

Quando acordei e não vi Seokjin por perto me levantei o mais rápido possível, ignorando totalmente as dores afim de procurar o garoto. Mas para minha infelicidade ele não estava na casa, deixou apenas um bilhete na mesa da cozinha com uma bandeja de biscoitos em cima, no bilhete dizia.

" ______, me perdoe por ter saído sem te avisar, mas minha mãe me chamou (obrigou) a ir à um jantar de negócios com meu pai e eu não quis te acordar. Volto assim que possível para cuidar de você, aprecie os biscoitos e se lembre de mim. Kim Seokjin..."

- Aish! - Resmungo me sentando à mesa.

Não é que esses biscoitos me fazem lembrar dele! Tem o seu gosto, aquele de chocolate. Ah como eu quero beijar aquela boca. Contudo minha boca está machucada, então tenho que evitar contato por um tempo, infelizmente. Isso é decepcionante, eu tenho ele aqui comigo, na minha casa e não posso fazer nada.

                       ***

  "Minha casa" 21:30 p.m

Fiquei assistindo filmes o restante do dia, agorinha tomei um banho, vesti só uma blusa grande e uma boxer feminina e tomei meus remédios para aliviar as dores e fiquei esperando Seokjin chegar. O que não demorou tanto, eram 22 horas quando ele chegou. Estava bonito. Vestia um terno preto, estava com aquele óculos redondo, por Deus Seokjin está estonteante. Corri até a porta ignorando minhas dores que vinham a cada movimento meu e o abracei.

- Sentiu saudades baby? - Disse passando um dos braços pela minha cintura.

- Deixa de ser convencido. - No fundo eu senti sim, mas ele não precisa saber.

- Pois eu senti. O que achou do meu terno?

- Bem simples... - Disse desdenhando do maior que reprovou minha fala revirando os olhos.

- Quando você vai admitir que eu sou lindo?

- Eu? Admitir que você é lindo? Haha nunca.

- Você é tão chata!

- E você gosta. - Disse-lhe dando de ombros e indo em direção ao sofá.

Até sentir os braços de Seokjin me envolver por trás e o mesmo beijar meu ombro me causando arrepios. E assim seguiu uma trilha de beijos pelo meu pescoço e subiu até minha orelha mordiscando-a de leve me causando sensações indescritíveis.
E aí eu me lembrei de que eu o provoquei por diversas vezes e nada fiz então hoje ele daria o troco. Mas eu deixei, e ele ficou naquilo um bom tempo até subir com uma das mãos até meu seio e o apertou com força. Eu queria gemer mas eu não posso me dar por dominada, então me calei. E Seokjin enfim se cansou do joguinho sem sucesso porém gostoso que estava fazendo.

- Eu sabia.

- O que? - Perguntou indo até a porta para fecha-la.

- Que era só provocação.

- Eu não fiz nada...

- Ah Jin, por favor né.

  Ah que chato isso! Jin está agindo diferente, parece mais frio, só pode ser um jogo. E eu quero ser a campeã. O observei até se sentar no sofá, completamente em silêncio e eu o segui, mas ao invés de me sentar no sofá me sentei em seu colo *provocando sim!*

- Então, como foi o jantar? - Pergunto passando a mão pelo cabelo do maior.

- Ah, tivemos sucesso. Conseguimos assinar um contrato de vendas com um comerciante importante.

- Que bom, por isso desse terno, a propósito... Lhe caiu muito bem. - Selei nossos lábios, mas soltei logo em seguida.

A intenção era agradar ele ao máximo agora, eu seria a boazinha. Eu sei que sou chata demais com ele, nunca o elogio nem nada do tipo, mas o que eu posso fazer, isso não faz parte de mim faz tempo. Eu desacostumei. E sei também que já passei dos limites com Seokjin eu quero agrada-lo hoje.

- Você acabou de dizer que não admitiria, tá delirando pelos remédios né?

- Bobo, só quero te agradar oppa.

- Oppa? Tem certeza que tá bem?

- Tenho Jin...

- Então tá... - Disse acariciando uma de minhas coxas.

- Vamos subir, eu estou com sono.

- Tá, levanta de cima de mim então.

Essa era a hora, me encaixei melhor, e fiquem entre suas perna para calçar meus chinelos e acabei ficando mais empinada do que deveria. Acabei ficando ali por mais um tempo e senti o membro de Jin dar sinal de vida enquanto o mesmo permaneceu em silêncio e imóvel.

Já no quarto Jin percebeu que esqueceu de trazer suas roupas. Ótimo!

- Vou ter que dormir de cueca!

- Haha, vai sim... Dorme de terno!

- ______ por favor... Eu não tenho outra escolha, ou você pode me emprestar uma camisola sua... - Disse rindo.

- Tá bom! Você gosta de rosa mesmo, pra vestir roupa de mulher falta pouco.


Notas Finais


Então vamos lá...

Essa é uma fic Jikook maravilhosa leiam pfvr 💕

https://spiritfanfics.com/historia/trade-it-all-for-love-7119959

E essa é a minha fic nova com o Namjoon e o Sehun ❤

https://spiritfanfics.com/historia/heart-decision--kim-namjoon-bts-and-oh-sehun-exo-7112094

Bem, obrigada por ler, e por todos esses favoritos e comentários, PERDOEM por eu não ter respondido ninguém no cap anterior, não tive tempo 💔 enfim obrigada pela atenção... Link do grupo nos comentários. BEIJO GRANDE 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...