História Sensei - Imagine Kim Taehyung - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Aluna, Bantang Boys, Bts, Colegial, Drama, Imagine, Jungkook, Professor, Romance, Sexo, Taehyung
Exibições 322
Palavras 1.272
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Fluffy, Hentai, Orange, Romance e Novela, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 18 - Eu te amo


Fanfic / Fanfiction Sensei - Imagine Kim Taehyung - Capítulo 18 - Eu te amo

Lara POV 

Jan Die: Meu Deus, não precisava humilhar os amiguinhos - Falou olhando meu vestido e eu sorri.

Lara: Obrigada, você também está linda. - ela usava um vestido curto, solto em baixo e branco, uma sapatilha pois não queria ficar muito alta, ela já tinha 1,72 de altura...minha amiga estava deslumbrante.

Parker: Oi bebê, quanto tempo - disse o irmão da Jan Die... éramos amigos, nos pegamos algumas vezes mas nada além de beijos.

Lara: Oi. - disse sorrindo.

Jan Die: Entra, vai beber alguma coisa, vou lá depois. -Assenti e caminhei até a cozinha.

A festa estava muito movimentada, ao ponto de ter que quase me jogar em cima dos outros para passar... sentia algumas passadas de mão em mim, mas como era uma festa não me importei muito.

Lara: Vodka por favor. - pedi a um carinha lá que estava cuidando das bebidas e o mesmo concedeu o meu pedido.

[...]

Xx: Vamos dançar? - disse mais um cara, já tinha rejeitado tantos hoje e não tinha beijado ninguém por causa do Kookie.

Lara: Não tô afim. - falei me soltando do "abraço" e ele desistiu até fácil de mais, isso é estranho, muito estranho, mas ignorei e tomei outro gole de cerveja... o gosto estava diferente e depois de mais alguns goles não tinha consciência do que estava fazendo.

Taehyung POV 

São 3:09h, não consigo dormir de jeito nenhum, estou com um mal pressentimento, não sei por quê mas acho que a Lara não deveria ter ido... Estou realmente preocupado.

[...]

Jan Die: Professor Kim? Sou eu, Jan Die, sua aluna - Falou... choramingando? 

Taehyung: Jan Die... esta tudo bem? Por que me ligou agora?

Jan Die: A Lara ela tá completamente alterada, eu peguei o celular dela e o número de emergência era o seu então...- desliguei o telefone e pulei da cama, coloquei uma camisa e as chaves do carro.

Sabia que tinha alguma coisa errada.

[...]

Cheguei no local em mais ou menos 3 minutos e quando cheguei a Lara estava dançando em cima da mesa, enquanto os outros presentes tentavam ver sua calcinha e passar a mão na mesma...

Taehyung: Vem Lara. - subi na mesa e a puxei para perto de mim, ela me encarou com bico.

Lara: Aish me deixa... você sempre atrapalha minha diversão... - tentou se soltar de mim, mas eu não deixei e desci com ela da mesa. Ouvia reclamações de alguns universitários como "deixa ela tio" , "tu é pai dela por acaso" , "é pedófilo" , ignorei todos eles me levei Lara no colo até o carro.

Taehyung: Quanto você bebeu? - falei com o carro ainda parado e sem olhar para ela.

Lara: Só uma vodka e uma cerveja... - Falou sem me olhar e tentando abrir a porta.

Taehyung: A é? Deixa eu ver! - cheguei perto e cherei seus lábios, que para minha surpresa não contia cheiro de álcool.

Lara: Eu não disse? - Falou cruzando os braços.

Taehyung: Lara, alguém te pagou uma bebida ou ficou perto enquanto não estava com o copo na mão? - Alguém tinha a drogado, pois por mais que seja a Lara, ela não se drogava.

Lara: Talvez... - Falou deitando no meu colo.- eu sabia, porra tão esperta para umas coisas e tão burra para outras.

Taehyung: Vou te levar em um lugar. - falei ajeitando a mesma no banco e dando partida, não poderia deixá-la em casa, não daria pra explicar para a Sr.Jung a situação, mesmo ela sendo liberal, não deixava de ser uma avó.

Pensei em levá-la para um hotel, mas perguntariam a idade dela e como ela era menor de idade não poderia ficar comigo. Então a levei para um lugar meio estranho, mas foi o único que me passou na cabeça, um motel.

[...]

Lara: Esse é seu quarto TaeTae? - me corpo estremeceu com o apelido.

Taehyung: Pode dizer que sim, fique aqui um pouco eu vou pegar umas roupas para você. - a deitei na cama e fui em direção a saída do quarto. - não saia Okay? - ela assentiu e virou de lado, em seguida sai do quarto.

Vai ser uma longa noite...

[...]

Quando voltei ela estava bebendo champanhe da frigobar, eu tirei da mesma hora de suas mãos. 

Taehyung: Você não cansa não? - eu nunca tinha ficado bêbado, meu limite era alto e mesmo assim só bebia em certas ocasiões, ela não, bebia sem limites e normalmente quando estava aborrecida com algo...talvez seja o motivo da mesma estar debaixo da minha mesa esses dias...

Lara: Me deixa. - tentou puxar a garrafa de volta mas acabou caindo, eu a segurei.

Taehyung: Vai tomar um banho, trouxe roupas limpas para você. - entreguei a ela um short curto de moletom e uma blusa de manga comprida, junto com roupas íntimas.

Lara: Não quero. Se sentou no chão e fez birra. - Aish...

Taehyung: Vem Lara... - falei sem paciência puxando seu braço.

Lara: Vou só se você der banho em mim. - corei violentamente com sua frase.

Taehyung: P-para com isso e vai logo. - falei sem olhá-la a fim de esconder meu rosto. Ela soltou uma risada.

Lara: Ta bom papai. - foi em direção ao banheiro...

Lara POV 

Minha cabeça está a mil por hora, estou me sentindo completamente refém de qualquer pessoa...tinha alguma coisa na cerveja merda... não devia ter me deixado levar. Como eu sou burra... Agora o professor Kim deve estar pensando em como sou ingênua e feia, minha maquiagem está borrada, estou suada e com os lábios encharcados de saliva.

Quando a água quente entrou em contato com meu corpo, senti meus músculos relaxarem e minha consciência voltar, a minha dor de cabeça era grande, mas suportável.

Fiquei pensando na noite até que ouvi batidas na porta.

Taehyung: Você tá viva? Tá aí faz meia hora. - perguntou sem abrir a porta.

Lara: Ja tô saindo. - minha voz já tinha voltado e a dor de cabeça e cansaço eram as únicas coisas que me marcavam. Já estava sóbria. 

[...]

Voltei para o quarto e vi o Professor Kim mexendo no celular.

Ao perceber minha presença, o deixou na cama, sorriu e se deitou ao me lado.

Lara m: D-Desculpa.- falei sem olhar em seus olhos e com o rosto vermelho.

Taehyung: Por? - Falou ainda me encarando, mas eu não retribui.

Lara: Por... Terra feito você sair de casa, por ter sido irresponsável e pela Han Ni. - falei rápido e ele sorriu de canto.

Taehyung: Por isso? - pareceu não se importar, virei para seu rosto e desviei de novo, ele deu outra risadinha.

Taehyung: Tudo bem, mas para isso quero te perguntar uma coisa... - olhei para ele. - por que o meu número está como o de emergência no seu telefone? - Falou serio e meu rosto corou mais ainda. 

Lara: A-Ah bem...é...eu pensei que por ser meu professor não tivesse problema... - falei baixo e olhando meus dedos que mexiam freneticamente.

Taehyung: Tem certeza que é só isso Lara? - senti ele se aproximando e quando virei o rosto nossos narizes se chocaram.

Lara: Eu gosto de você. - tomei a coragem que me faltava e falei, já que não conseguia esquecê-lo, acabei aceitando eu... gosto do meu professor. 

Taehyung POV 

Lara: Eu gosto de você. - meu coração acelerou com a declaração, aquilo foi a carta verde que ela me lançou permitindo que meus sentimentos tomassem conta de mim.

Taehyung:Eu te amo. - falei e separei a distância que estava entre nós.

Não era um beijo qualquer, era um beijo calmo e esperado a séculos por nós...nossas línguas se encaixavam perfeitamente...o sentimento de perigo era evidente, tão evidente que senti uma lágrima escorrer pelo meu rosto, assim como ela, afinal tínhamos consciência de do que estávamos fazendo ultrapassava os limites da lógica...

Infelizmente eu a amava e agora, mais que tudo, não a deixaria fugir de mim... nunca mais.




Notas Finais


Espero que tenham gostado

Beijos de luz 😙💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...