História Senses (Jikook) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Tags Drama, Jikook, Lemon, Romance, Yaoi
Visualizações 85
Palavras 623
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Violência, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Nunca vai mudar


Fanfic / Fanfiction Senses (Jikook) - Capítulo 21 - Nunca vai mudar

Jimin on

A cada segundo que se passa, vejo as decisões que me levaram até aqui.

 o carro do Yoongi, levando minha mãe para casa. Com um bebê perto, e meu namorado mexendo em meus cabelos.

Talvez, se meu pai estivesse aqui, não teria começado a namorar o Jeon. A pessoa que, no momento, eu amo mais que tudo....

O Yoongi não ficasse com minha Omma. 

Essa garotinha linda, que parece com a Noona mais que tudo, (Graças a Deus), não nascesse. 

Eu nunca vou ficar feliz pela morte do appa. Mesmo sabendo que ele está em um lugar melhor.

Mas, ele iria querer que nós fôssemos felizes, então não me sinto culpado em dizer, que não trocaria minha vida por nada.

~

Saio na frente com o Kookie, para que o casalsinho maravilha (parece que o jogo virou, não é mesmo), entre logo em seguida.

Empurro meu namorado no sofá, deitando sobre ele. Que me aperta contra seu corpo.

Jk: Não faz isso comigo - fala beijando meu pescoço.

Jm: isso o que? - Sorri 

Jk: me provocar, Minnie...

Yg: eu e lisa vamos subir com a Jisoo. Tratem de se comportar - pisca.

Jk: Não prometo nada. - morde meu percoço.

Ls: eu não sei oque fazer com você dois- Diz minha mae gargalhando de nós 

Sumindo do nosso campo de visão, sou apertado contra o sofá em um rápido movimento. 

Jk: Não fique me provocando, Minnie... - Suas mãos estão tocando o meu abdômen, deixando todo meu corpo arrepiado, me fazendo arfar... 

Jm: eu estou com fome... Kookie - ah

Não consigo conter o gemido. seus toques me deixam inebriado. 

Saio de seu aperto, antes que fique mais duro...

Paro em frente à geladeira, abaixo um pouco o corpo, para pegar... Água... Mas na verdade queria provocar o Jeon... Mais ainda.

Seu membro ereto toca minha bunda, retirando um gemido dele...

Jk: Você me deixa louco, Park Jimin... 

Meu corpo é colado ao seu em um movimento. 

Sou colocado na bancada da cozinha, e calado por um beijo profundo. 

Minhas pernas em volta de sua cintura, me deixavam ainda mais excitado. 

Jm: Aqui não, Kookie- Sussurro enquando suas mãos vão para a barra da minha calça.

Sou suspenso e carregado até o banheiro, sem parar o beijo.

A porta do mesmo serve de encosto, para que eu possa provoca-lo mais ainda.

Solto minhas pernas, ficando de pé. Mesmo querendo muito seus lábios nos meus, tinha lugar melhor para deposita-los.

Ajoelha em frente sua ereção, abrindo sua calça em movimentos simples, sem retirar os olhos dos seus.

O Jeon observava aquilo com luxúria. 

Jm: Você é uma vadia entre quatro paredes, Park Jimin... 

Solto um sorriso malicioso para o mesmo antes de abocanhar seu membro. 

Em sucçoes lentas, passo minha língua por toda sua extensão. 

Aperto de leve sua glande, levando o mais novo a loucura.

Vejo que está perto de gozar, então levantá meu corpo, e faz com que eu me apóie na banheira. 

Minha roupa foi retirada quase que magicamente.

Sua língua umedece minha entrada, e seus dedos me penetram...

Jm: Kookie... 

Sinto ardência em minha nádegas, quando um tapa é instalado no mesmo.

Ah... Foi bom, muito bom...

Seu membro pulsava dentro de mim, em movimentos descontrolados, enquanto gemia igualmente. 

Enquanto sua mão direita me masturbava, a esquerda puxava uns fios do meu cabelo. 

Sua boca deixada marcas por toda perte de meu pescoço. 

Senti algo escorrer em mim, e logo em seguida em sua mão... 

Ele encheu a banheira para que pudéssemos entrar. 

Estava flutuando. ou melhor, não sentia as pernas. 

Espero que o Kookie entre, e me sento entres suas pernas.

Uma mão percorre meu corpo, enquanto a água quente aliviava.

E lá estava eu, me deliciando novamente com seus toques.

Jungkook não se satisfazendo, me "torturando" novamente, enquando sua mão acariciava meu membro. 

Jk: Eu te amo, Jimin. E isso nunca vai mudar 

...





Notas Finais


Tcharaaaaam
Bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...