História Senses (Jikook) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Tags Drama, Jikook, Lemon, Romance, Yaoi
Visualizações 105
Palavras 1.272
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Violência, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou pensando em fazer uma fic Namjin
Se quiserem, é só se manifestar
Bjo

Capítulo 23 - Ainda não acabou, pessoas


Fanfic / Fanfiction Senses (Jikook) - Capítulo 23 - Ainda não acabou, pessoas

Jeon Jungkook on 

Olhar o Jimin, aqui em minha frente, sobre um altar, e saber que em poucos minutos estaremos casados, é o maior marco em minha vida. 

Lembro do pedido de casamento como se fosse hoje... 

Dois anos atrás 

Lisa entra com o Park vendado, sentando o mesmo em uma cadeira azul. sua cor favorira...

 Assim que espero ela sair, levo até uma varanda, que mostra uma vista que ele ama desde sempre. 

 Sim, é o mesmo que o pedi em namoro. 

Jm: Kookie? - Como ele sabe que sou eu 

Jk: como você sabe? 

Jm: Seu cheiro... - Um sorriso ilumida aquele lindo rosto. 

Retiro a venda de seus olhos, e em seguida ele os abre. 

 Jm: Kookie, o que você... - Beijo sua boca, colando nossos corpos em um movimento.

 Jk: Confie em mim... Levo em direção a sacada do prédio. - Está vendo? - Aponto para a paisagem - É cliché, mas não passa da realidade... todo esse mundo pode ser Grande, Jimin, mas não quanto meu amor por você. - Respiro em seus cabelos, aprofundado meu aperto. - Park, não me vejo ao lado de mais ninguém daqui a dez, vinte  ou trinta anos - Viro de frente para mim. Me ajoelhado em sua frente. - Park Jimin, sei que parece doideira, porque somos novos, mas você aceita se casar comigo? 

Sinto a pulsação do meu coração descompensada. Uma lágrima cai de seus olhos, e em seguida um sorriso lindo. 

 Jm: Eu aceito, meu amor. - Colo a aliança em seu dedo, levantando seu corpo em seguida e o girando.

 Jk: EU TE AMO TANTO, MINIEEEEE- Grito até minha garganta doer 

Jm: EU TE AMO JUNGKOOKIEEEE - ELE FAZ O MESMO. 

Agora: 

 Padre: Noivos caríssimos,  viestes à casa da Igreja  para que o vosso propósito de contrair Matrimónio  seja firmado com o sagrado selo de Deus,  perante o ministro da Igreja e na presença da comunidade cristã.  Cristo vai abençoar o vosso amor conjugal.  Ele, que já vos consagrou pelo santo Baptismo,  vai agora dotar-vos e fortalecer-vos  com a graça especial de um novo Sacramento  para poderdes assumir o dever de mútua e perpétua fidelidade  e as demais obrigações do Matrimónio.  Diante da Igreja, vou, pois, interrogar-vos  sobre as vossas disposições. viestes aqui para celebrar o vosso Matrimónio. É de vossa livre vontade e de todo o coração que pretendeis fazê-lo?  

Jk/Jm: é sim. 

Padre: Estais dispostos a receber amorosamente os filhos como dom de Deus e a educá-los segundo a lei de Cristo e da sua Igreja? 

 Jk/Jm: estou sim 

 Seguramos nossas mãos

 Jk: Eu, Jeon Jungkook, recebo-te por meu esposo a ti Park Jimin, e prometo ser-te fiel,  amar-te e respeitar-te,  na alegria e na tristeza,  na saúde e na doença,  todos os dias da nossa vida.  Com as mãos trêmulas, ele me olha quase chorando. 

 Jm: Eu, Park Jimin, recebo-te por meu esposo a ti Jeon Jungkook, e prometo ser-te fiel,  amar-te e respeitar-te,  na alegria e na tristeza,  na saúde e na doença,  todos os dias da nossa vida. 

 Padre: Confirme o Senhor, benignamente,  o consentimento que manifestastes perante a sua Igreja,  e Se digne enriquecer-vos com a sua bênção.  Não separe o homem o que Deus uniu.  

Já com alianças nos dedos, olho para o padre que completa

 Padre: Jungkook, você pode beijar o Park. 

 Coloco seus braços em meu pescoço, envolvendo sua cintura de leve. Encosto nossos lábios, rezando para que nunca acabe. 

Aquele gosto doce... 

 Ele me faz ter pensamentos impuros até em uma igreja!

 Todos: Aweeeeeeee. 

Vamos descendo do altar, e lembro do que o Yoongi nos pediu. Olho para o branquelo que está pálido, mais que o normal. 

Deus.

 Chego no ouvido do Jimin e o falo.

 Jk: está na hora. 

Um sorriso sapeca se forma em sua boca.

 Jm: Omma!!? - Grita, e faz com que ela se aproxime. Em uma mesa, pega um buquê de rosas brancas, colocando em suas mãos, e a virando em direção ao Yoongi, que está de joelhos para ela. 

Todos Gritam em afirmação e surpresa. 

 Lisa leva a outra mão (que não está ocupada com as flores) até a boca, já chorando. Em uma caixa vermelha de veludo, uma aliança de ouro. 

Yg: Lisa. - Engolhe a bolha que se forma em sua garganta - Como já lhe disse e repito para que nunca se esqueça, Eu te amo, e não quero mais ninguém ao meu lado a não ser você. Ninguém é bonita o suficiente, legal o suficiente, madura o suficiente. Ninguém é você... Então, aceita se casar comigo? Sei que sou novo, mas tu não liga. Essa é mais uma qualidade. O amor acima de tudo... 

 Olho pro Jimin que aperta forte minha mão. 

 Ls: sim, eu aceito, Meu amor...- se aquilo não é um beijo perfeito (não mais que o do Chim, claro), não sei oque é.

...

 Uma festa tão animada...

  Mentira.

 Queria ir para minha lua de mel. Com meu marido. Esposo. 

Seja lá oque for. Ao invés disso, estou ouvindo minha mãe elogiar tudo aqui, inclusive meu Jimin. Não que esteja reclamando. Antes falar bem do que mal. "Ele é lindo, Kookie" eu sei.

 "você tem sorte" eu sei 

 Mas tenho ciúme, muito ciúme.

 Jk: Sinto muito, Omma. Tenho que ir - saio praticamente correndo dali, puxando MEU garoto lindo de cabelos pretos (sim, ele pintou), para o banheiro.  

Jm: o que você está fazendo, Jeon? 

 Jk: Pegando oque é meu - posiciono seus braços sobre sua cabeça, abocanhando seus lábios com desejo.

 Aperto seu membro com minha mão livre, me deliciando com seu gemido. 

Jm: Vão nos ouvir, Kookie... - Mais um gemido... 

Oh deus.

 Jk: Você quer que eu pare gemendo assim? Não dá. 

Prendo suas pernas em minha cintura, e o sento na pia. 

Jm: Você não vai... - Abro sua calça retirando com pressa junto a sua cueca, abocanhando seu membro - JUNGKOOKIE... - Aquilo só estava me excitado mais ainda. 

Desço da pia, apoianda seu corpo nela mesma. enfio dois dedos em sua boca, lubrificando. 

 Coloco em sua entrada, enquanto mordisco seu pescoço.

 Jm: N-ão K-ookie... Oh Deus. 

Retiro meus dedos o penetrando com vontade. 

 Jk: Tão apertado. - Uma estocada - tão perfeito - outra- TAO MEU... - Mais, mais e mais. Os sussurros em seus ouvidos. meu corpo se chocando contra o seu.

 Nunca vou me cansar de transar com Park Jimin Amo tanto esse... Moreno.

Manejo seu membro, passando meu dedo vez ou outra em sua glande.

 Jm: Kookie eu... - Ele se desfaz em minha mão, e eu dentro do mesmo. 

Jm: Eu te amo tanto, Jeon Jungkook... - nos estávamos ofegantes e cansados - não sei se vou conseguir mais dançar - se vira, agarrando meu corpo de frente me dando um selinho demorado. 

Jk: Você não tem que dançar - mordo seus lábios - descanse. para nós podermos brincar mais um pouco mais tarde... - outro beijo se inicia. 

Jk: mesmo eu querendo ficar aqui e te foder até cair duro... - chupo de leve sua língua - temos que ir...-

 Jm: Você não presta - bate me meu peito. Suspira - mas é assim que te amo. Seu jeito quieto mentiroso na frente dos outros. Mas não passa de um pervertido possessivo entres quatro paredes... 

 Saímos da sala, vendo uma cena linda. 

Todos estavam dançando, uma música lenta. Em pares. 

Peguei o Jimin e levei para a pista. E dancei, mesmo sem aguentar por conta de uma tremedeira gostosa nas pernas. 

 Jk: me daria a honra de ser seu par nesta dança? - Me curvo 

Jm: eu que me sinto privilegiado em dançar com você...


Notas Finais


Demorou UM DIA mas chegou
Buenas notis


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...