História Sentimentos - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Hopev, Hoseok, Jhope, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Taehope, Taehyung, Taeseok, Vhope, V-hope, Vseok
Exibições 169
Palavras 943
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oioi
Aaaaah, não sei o que escrever aqui, mas estou feliz que esse capítulo tenha chegado.
Porém, ver que já estamos no capítulo 17 me dá um aperto no coração, afinal, já passamos da metade da história.
Espero que gostem.
Boa leitura <3

Capítulo 17 - Posso te dar um abraço?


O mundo parecia estar contra mim e a cada piscada se passava uma hora e eu suava frio ao ver que o tempo até o almoço estava chegando cada vez mais. Eu mal tinha prestado atenção nas aulas daquele dia e eu sabia que depois teria que recorrer a Jimin para recuperar as matérias perdidas.

O sinal para o almoço tocou, meu coração batia acelerado e eu não sabia o que fazer, meu corpo estava em choque. Eu não iria almoçar com ele, iria só passar o resto do tempo disponível do almoço, e mesmo assim eu estava nervoso, muito nervoso.

Jungkook passou a sempre almoçar comigo e Jimin, o que não tinha problema sequer, o garoto era legal. Via a felicidade estampada nos olhos de cada um dos dois só por estarem um com o outro e aquilo era bonito. Com certeza uma meta de relacionamento.

Eu tentava comer o mais devagar possível para passar menos tempo ao lado de Hoseok. Não sei se meu coração aguentaria tudo isso. Me distraí enquanto comíamos, conversando com Jimin e Jungkook. Senti um frio na barriga ao ver os pratos vazios. Eu nem ao menos poderia dizer que estava com mais fome, já que sentia meu estômago embrulhar a cada segundo que se passava.

-Eu vou falar com o Hoseok. -Disse enquanto saiamos do refeitório, indo em direção ao pátio.

-Quando? -Jimin perguntou animado.

-Agora. Ele insistiu muito e eu não consegui recusar. Mas eu estou em pânico. -Disse respirando fundo.

-A gente está indo pra lá agora, com o pessoal. Hoseok vai estar lá, se quiser ir conosco… -Jeon disse e naquele momento lembrei que o mais novo fazia parte do círculo de amizades do mais velho.

-Tudo bem, vamos… -Me dei por vencido, tentando pedir a todos os deuses possíveis que me ajudassem naquela hora, que não me fizessem desmaiar por hiperventilação.

Assim que chegamos, Jimin me apresentou a todos que estavam ali como seu melhor amigo. Eu não esperava por aquilo e fiquei envergonhado, mas cumprimentei suavemente a todos ali. Hoseok estava lá e conversava animadamente com Yoongi. Tentei ignorar os dois e conversava com um outro garoto, de cabelos caramelos super simpático. Vi Hoseok sair do lado de Yoongi e se sentar ao meu lado, em um lugar vago.

-Oi. -Ouvi-o dizer e confesso que ouvir sua voz assim, tão próximo a mim era melhor do que de longe.

-Oi. -Respondi baixo.

-Fico feliz que realmente tenha vindo. -Disse, iniciando uma conversa, mas não sabia o que dizer, então apenas sorri fraco -Você está envergonhado, não é?!

-Sim. -Respondi, desviando meu olhar dele.

-Não precisa. -Disse, rindo baixo -Eu não mordo, sério.

Continuei a conversar suavemente, mas com toda a minha vergonha. Naquele tempo que ficamos ali, ele me apresentou direito Yoongi, que assim que Hoseok o deixou, foi conversar com um outro garoto, alto de cabelos pretos. Ele era legal, me senti um idiota por ter pensado errado sobre ele. Percebi que não era só Hoseok que o fazia rir, mas Jimin também tinha aquele dom. Diria até que gostei dele.

Quando o almoço finalmente estava acabando fomos em direção ao bloco das salas, conversando sobre qualquer coisa. Os outros iam na frente, enquanto eu e Hoseok estávamos um pouco atrás, mas ainda junto a eles.

Estávamos subindo as escadas e quando chegamos no segundo andar, parei e vi ele parar também, enquanto os outros continuavam a subir para o terceiro e Jimin e Jungkook permaneceram no primeiro.

-Aqui é meu andar, né… -Disse envergonhado, coçando a nuca.

-Tudo bem. Eu preciso ir para a minha sala e você também. -Disse assim que ouvimos o sinal tocar -Eu posso te dar um abraço? -Perguntou, com um pequeno sorriso.

Eu nada respondi, apenas me aproximei um pouco mais, ainda meio incerto se deveria ou não, mas já estava ali, qual o problema? Quando estava próximo o suficiente, rodeei meus braços ao redor de sua cintura -uma mania minha, não sabia abraçar as pessoas pelo pescoço- e permiti que nossos corpos se colassem o máximo possível. Ele abraçou minhas costas, em um aperto forte, apoiando minha cabeça em seu ombro. Pude sentir seu perfume de perto, era perfeito. Eu juro que não queria sair dali, deixar o calor do seu corpo longe do meu, mas precisávamos. Depois de um tempo, soltei seu corpo e ele soltou o meu. Encaramos um ao outro por alguns segundos em um silêncio cortante.

-Tchau. -Disse baixo, cortando o silêncio e aos poucos me afastando, vendo-o permanecer ali, com um sorriso nos lábios.

-Tchau. -O ouvi dizer, quando já estava próximo a porta da minha sala, parando para encará-lo uma última vez antes de finalmente adentrar a sala e vê-lo acenando suavemente.

Acenei em resposta, finalmente adentrando a minha sala, onde o professor tinha entrado há poucos minutos. Sentei em minha cadeira, tentando fazer o máximo de silêncio possível.

Pensei no que acabou de acontecer, sobre passar o intervalo do almoço com ele, conversar com ele e terminar tudo aquilo com um abraço seu. Me permitir levar meu nariz até um pedaço da minha blusa, sentindo ali um resquício do cheiro dele. Sorri fraco com isso e abaixei a cabeça envergonhado mesmo imerso no meu mundo.

-Vi você e o Hoseok se abraçando no corredor. -Vi Jimin virar rapidamente e falar em um tom baixo, me olhando em expectativa -O que mais aconteceu? -Um sorriso se abriu largo em seus lábios.

-Nada. -Disse rápido -Vira pra frente e preste atenção na aula. -Disse, empurrando-o suavemente para frente enquanto ele ria baixo e contido.

Dizia aquilo com um sorriso no rosto só por ter lembrado do seu abraço.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...