História Sentimentos Ocultos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 13
Palavras 401
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Musical (Songfic), Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi, Tudo bOm? Sim, isso é um OneShot MUITO pedido por vocês, que me acompanham há tempos no spirit/wattpad
Fiz pensando em vocês e espero agradá-los!
Obrigado por me acompanharem desde sempre meus bolinhos recheados de prestígio 💙 Vocês me fazem muito bem, e só eu tenho idéia disso!
Ah...aconselho vocês a ouvirem Mad World - Gary Jules pra dar um baque nesse capítulo aqui! 💕

Capítulo 1 - Look Right Through Me


Fanfic / Fanfiction Sentimentos Ocultos - Capítulo 1 - Look Right Through Me

Eu sou um erro diante a sociedade que me colocou de volta a um caminho.

Um caminho onde não se tem escolhas.

Tudo está perdido.

Sentado na mata observando o vento espalhar as folhas.

Súbita angústia. Ar pesado circula o meu coração.

Mariposas voam por cima de minha cabeça.

Corações feridos voltam a amar, e eu volto a me isolar.

Mundo sombrio e mau.

Os sonhos em que estou morrendo são os melhores que já tive.

É engraçado e meio triste

Olhe bem através de mim e me diga o que sente.

Eu espero que eles possam respirar cada ar pesado que se espalha do meu coração pra fora, que eles saibam que sou aquela garota estranha, da casa cinzenta, das roupas pretas.

Aquele garoto que não gosta de brincar com ninguém com medo de machucar uma criança e a mamãe brigar.

O homem desempregado que já tentou suicídio na ponte tal.

A viúva das flores cinzas.

As crianças esperam pelo dia que farão com que elas se sintam bem.

Feliz aniversário!

O que é aniversário?

Vozes me assombram

Toques alheios me incomodam

Eu sou o que sou agora, e descobri com meu demaquilante.

É automático

Há feridas aqui

Cada um furou com uma agulha

E eu estou retribuindo automaticamente

Não posso dizer que é involuntário

Todavia acontece sempre

A menina insatisfeita com sua festa de 15 anos, porque não foi do jeito que ela queria.

Sua mãe convidou quem ela sabia que não era amiga.

Seu vestido era invejado a outros olhos por ser de esmeraldas, e pra ela isso não fazia sentido e nem tinha valor.

Ela só queria fugir de tudo aquilo

Deixar as pessoas em sua festa e ir para o seu quarto escuro chorar, porque a garganta estava doendo e aos olhos dos outros ela está feliz.

Mas isso seria falta de respeito com os convidados.

O menino aborrecido com a igreja, sentado no banco flutuando na lua, o pregador falando, os irmãos escutando e a mãe preocupada com o filho, porque ele está se afastando do caminho de Deus.

- Mamãe eu achava que pra acreditar em Deus não precisasse ir à igreja, não gosto daqui, tem gente mau em lugar bom, vamos embora! -

Quando as pessoas se formam em círculo é um verdadeiro mundo mau

 O que sinto? Ouve o que ouço?

Antes de vir, olhe bem através de mim, e sinta as emoções

Ouça os barulhos dentro de minha cabeça

Entre no labirinto que eu estou

Quebrem os espelhos pelo medo do meu reflexo

E saibam realmente quem eu sou por trás de uma capa....



Notas Finais


Eu amo vocês, sério mesmo! Me fazem um bem danado que não sei como explicar, mas é isso!
Obrigado por ler até aqui morangos e até mais 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...