História Sentimentos Rebeldes - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens BamBam, J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Hopekook, Jikook, Vhope, Vkook, Yoonseok
Exibições 372
Palavras 7.735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Primeiramente: Adivinha quem mudou a história novamente? \o/ pse, mas relaxem
Segundamente: Eu não falei que ia ficar grande? Affe, espero que não se cansem em ler um cap grande. Mas leiam até o final, pls
Enfim
Boa leitura <3 amo vcs meus suspirozinhos

Capítulo 15 - Haeundae seria legal se...


(Jungkook POV)

23h:07min Por culpa de um imprevisto com o carro -HOSEOK BATEU O CARRO DO YOONGI- nós acabamos saindo de Seul às 22h50min, que MERDA. Jimin nem olhou pra minha cara, até o Hope estranhou mas não falou nada. Nem pra falar um “oi?” ou um “você foi um filho da puta mas eu te perdoo” talvez eu devesse cantar ​sorry, sorry ​pra ele. Sei que foi vacilo meu, um puta vacilo, mas eu estou arrependido, sabe, eu não estava no meu estado normal, eu nunca mais vou fumar maconha, juro. O carro em que estamos é um tipo de limusine, é enorme e são dois acentos espaçosos em cada lado, um virado para o outro. Eu Jimin estamos em um e Yoongi e Hope estão no outro no maior mimimi. Apesar de Jimin estar do meu lado, ele está distante, parece está com raiva de alguma coisa na outra janela olhando pra fora com os fones de ouvido super altos. Odeio isso, odeio o fato d’ele estar me ignorando, odeio mais ainda merecer ser ignorado. Talvez se eu pedisse desculpas isso tudo melhorasse, mas acontece que o meu orgulho é maior que o meu coração.

- Mas que porra... Vocês estão muito calados – J Hope disse – aconteceu alguma coisa?

Nada, Jungkook 2 apenas atacou novamente.

- Nada, né Jimin? – respondi e olhei para o Jimin. Jimin me encarou com um olhar frio

- O que foi, porra? – ele disse tirando os dois fones de ouvido – por que todo mundo me olha tanto?

Dei um sorriso bobo pra ele

- É que o fone tá muito alto. – respondi

Ele deu um sorrisinho sem graça

- É, eu ouço música alta na esperança de que a música seja mais alta que a voz do meu coração. Só assim pra eu conseguir te ignorar. – botou os fones novamente

Isso foi profundo pra caralho, hein? Ele quer brincar de quem é mais orgulhoso? Tudo bem, vamos brincar. TÁ APOSTADO.

- CARALHO JUNGKOOK, QUE PORRA VOCÊ FEZ? – Hoseok gritou e Yoongi foi ampara-lo

- Amor... Calma. Casais brigam, eles só estão se desentendendo. – Yoongi deu um selinho em J hope e assim começou aquela máquina de lavar.

Caralho, só o Yoongi pra ter paciência com esse cavalo do J Hope.

- Espera – Jimin disse pra mim - esquece o que eu disse há segundos atrás e me responde só uma pergunta... NÓS DOIS  SOMOS UM CASAL?

Ahhhhh que saco. Ignorei o que ele disse, ignorei os dois à minha frente se comendo e também botei os fones de ouvido.

EU ODEIO O ALEATÓRIO. Eu te odeio Jonh Legend. EU TE ODEIO.

Cause all of me, loves all of you...

~*~

Acabei adormecendo com a música do Jonh Legend, olho no relógio, são 01h24min, Yoongi e Hoseok estão juntos, Yoongi tá com a cabeça na coxa do Hoseok, na maior gayzisse mesmo, mas eles são tão fofos, talvez eu esteja com um pingo de inveja ou com um pingo de ciúmes do Hoseok. Mas, depois de tudo o que aconteceu, a conclusão é que eles dois se merecem.

Me ajeito no banco até perceber que minha mão e a mão de Jimin estavam agarradas, quando eu fiz isso???? Será que eu fiz... Ou ele fez? Se eu fiz, então perdi minha própria aposta; Tento tirar minha mão mas ele a agarra firme, como se nunca fosse soltar e isso me traz uma sensação tão boa... Por quê?

- Jimin? – cheguei perto de seu ouvido e sussurrei

Ele abriu os olhos imediatamente e me olhou serenamente. Acho que ele já estava acordado

- Por favor, só dessa vez... Não estregue esse momento como você sempre faz. Por favor. – ele falou

Eu sempre estrago? Ai...

Então ele deitou a cabeça no meu colo e ficou olhando pra mim com uma inocência no olhar.

- Eu te odeio feito doido... – ele disse fazendo carinho em meu rosto – mas por que sinto tanto sua falta, seu filho da puta?

- E-Eu... Também sinto a sua... – comecei a fazer carinho em seu rosto e ele parou minha mão e levantou seu rosto, ficando centímetros perto do meu rosto

- Jungkookie, você tá me deixando louco... Literalmente, louco. Eu... Realmente não entendo você, você é uma grande confusão. E por ser assim, me machuca. Você gosta de fazer os outros sofrerem assim? – ele indagou e pareceu querer segurar algumas lágrimas.

Nem eu me entendo... Na realidade, ninguém nunca sofreu por mim, não que eu saiba. Acho que... Ele é o primeiro...

- A culpa não é minha. Você se meteu nessa confusão por vontade própria... Ah hyung, eu não te obriguei a gostar de mim... – Fiz um biquinho e puxei ele, pelo braço, pra deitar no meu colo.

- Como você consegue ser assim? Fingir que não sente nada e pisar em mim da pior forma? Mas sabe o que é pior? Que, por mais que eu tente, por mais que você pareça merecer, eu não consigo te odiar de verdade. Posso ter todos os motivos do mundo, mas não consigo. Eu sinto bem aqui no fundo que você não merece nada do que aconteceu com você... Nem vai merecer as coisas ruins que provavelmente irão acontecer...– ele disse se afastando e indo para o outro lado do banco.

Agora realmente me sinto muito mal! É incrível como ele fica sério em relação à... ‘nós’? Só nesses momentos que eu realmente consigo levar ele à sério, quando ele age como uma pessoa normal. Mas ao mesmo tempo eu sinto falta, falta do Jimin que eu conheci... E esse ar maduro dele me deixa louco. Será que estou completamente apaixonado por Park Jimin? NÃO! PARA DE PARANOIA, JEON JUNGKOOK. É só gratidão pelo o que ele fez há anos atrás .

~*~

5h51min, e Haeundae se aproxima... Daqui à pouco nós chegaremos e eu estou muito empolgado, aliás, merda. eu sou o único empolgado aqui, tá todo mundo dormindo e só eu, o trouxa, acordado às 5h da manhã. Yoongi e Hoseok estão deitados de conchinha, super encolhidos no banco. E Jimin está dormindo com a cabeça no meu ombro, muito fofo. me sinto tão arrependido de ter feito o que fiz, queria poder mudar o que aconteceu, talvez assim eu e ele estaríamos finalmente juntos e sem ninguém atrapalhar. Acho que não tem sensação pior do que a cena de um erro ficar rodando e rodando na sua mente e você ficar imaginando como seria se você tivesse feito diferente, se tivesse feito o que realmente queria fazer.

Abro a janela do carro, e o sol faz-me fechar um pouco os olhos, ahh, como eu amo essa brisa gostosa de Busan... É algo totalmente diferente de Seul. Busan me trás lembranças, mesmo que aqui não seja o lugar que eu fui criado, eu sinto a vibração... Eu sinto a minha mãe aqui comigo. Lembrar dela me deixa triste, mas de certa forma, me deixa feliz... Me faz querer sorrir. Será que ela teria orgulho do Jungkook de hoje?

- Seus olhos... – Jimin disse, ainda sonolento – seus olhos permanecem tristes... Mesmo quando você sorri... Por que, Jungkookie?

Eu nem percebi que ele tinha acordado, me desliguei totalmente do mundo, meu deus...

- Volte a dormir Jimin – fiz carinho em sua cabeça até ele adormecer novamente e vagarosamente sua cabeça escorregar até minha coxa, e eu continuei a fazer cafuné em seu lindo cabelo e olhando a sua face. Como ele pode ser tão bonito? E por qual motivo meu coração se acelera tanto quando estou com ele?

~*~

06h25min, chegamos em Haeundae, ahh como aqui é lindo. Todos nós saímos do carro e o Jimin, novamente, fingiu que eu não existo. Filho da puta. Peguei minha malinha e andei admirando muito o lugar, é realmente muito lindo. O hotel que ficamos é bem em frente à praia, e isso é bom porque pode ser que Jimin, com esse puta jeito lerdo, não se perca por aí.

Entramos no hotel, nunca vi nada parecido, CARALHO, é muito bonito mesmo! A cor dourada domina todo o lugar, há um lustre bem no centro do saguão, há uma fonte também, na lateral do saguão.

- A suíte presidencial e a suíte especial, por favor. – Yoongi disse a recepcionista.

- Aguarde só um segundo, senhor. – deu um sorriso

Mano, essa mulher não para de olhar pra mim, argh. Melhor eu mudar de lugar, saio de perto de Jimin e vou para o lado de Hoseok pra ver se essa guria para de me encarar desse jeito. Ela deu um sorrisinho enquanto olhava pro mesmo lugar que eu estava antes. Espera... Se não era pra mim que ela tava olhando, pra quem era?

Loading... Loading... Loading...

ESPERA, ELA TÁ RINDO PRO MEU ANÃO? SÉRIO? QUE POUCA VERGONHA! QUE MULHER DISSIMULADA, NÃO TEM VERGONHA DE SER OFERICIDA ASSIM?

Olho para Jimin e, olha, O FILHO DA PUTA TÁ RINDO PRA ELA TAMBÉM. Relaxa Jungkook. Relaxa.

- Primeira vez de vocês em Haeundae? – ela perguntou

- Bom... – Yoongi se pronunciou – É a primeira vez só deles dois – apontou para mim e Jimin -... Eu vinha aqui com ele - apontou para o J Hope - quando nós éramos crianças nas viagens que nossas mães faziam.

A história desses dois daria um livro e venderia muito, QUE TAL... “SugaHope, um amor que parecia impossível mas agora eles fodem todo dia.”, desculpa, tô com raiva.

- Então sejam muito bem vindos. – ela sorriu pro Jimin. QUE ÓDIO.

 - ESSA PORRA VAI CONTINUAR DEMORANDO? – falei irritado e todos olharam pra mim. QUE SE FODA.

Ela deu dois cartões para Yoongi e nos desejou um bom dia, o caralho. Espero mesmo que o dia seja bom. Entramos no elevador, J Hope nem abriu a boca pra falar ainda, ele odeia acordar cedo e por isso ainda tá com sono. Ele e o Yoongi realmente não se desgrudam, as mãos estão sempre coladas, meu deus, QUE CIÚMES. TÔ SENTINDO CIÚMES DE TODO MUNDO HOJE.

As nossas suítes eram quase perto, separadas por uns 7 quartos. Mas tudo bem. Estávamos em frente à suíte de Yoongi e Hoseok.

- Migo... – Hoseok disse sonolento – 8h30 nos encontramos no saguão... Eu te ligo, ok?

Dei-lhe um abraço e, por trás, senti os olhos de Yoongi e Jimin me secarem. NÃO POSSO ABRAÇAR MAIS O MEU AMIGO? EU JÁ FIZ COISAS MUITO PIORES QUE UM ABRAÇO ENTRE 4 PAREDES E COM ELE.

Eu e Jimin fomos juntos para o quarto. Ele ainda não falou comigo e nem eu com ele, mas tudo bem, vamos ver quanto tempo isso vai durar. No quarto só havia uma cama. UMA CAMA. Eu vou dormir com o Jimin... Junto com o Jimin. Será que eu fico animado... Ou não?

Deitei na cama, Jimin sentou em uma cadeira que ficava em frente a uma porta de vidro, que dava pra ver a vista linda de Haeundae. Até que ele se levantou e se deitou bem ao meu lado, a dúvida que coroe minha mente é: Corro atrás ou continuo botando o orgulho na frente?; É, o orgulho é maior.

~*~

8h57min acordei com o Hope gritando pra caralho na porta do quarto, olhei para o lado e vi Jimin dormindo sem a camisa e, novamente, nossas mãos estavam juntas. Meu deus, eu sempre faço isso! Tento tirar minha mão mas ele e aperta forte

- JUNGKOOK CARALHO – Hope gritava - ABRE ESSA PORRA!

Aish, Jimin não me solta!

- Jimin, me solta!

Jimin abriu os olhos e sussurrou:

- Não gosto quando você me troca pra ficar com ele... Fica aqui comigo, fica.  – ele disse com manha

Ai, tô todo derretido.

- JJUUUUUNNNGGGGKOOOOOOOOOOOOK! – J Hope gritava mais

Me levantei da cama, Jimin fez uma carinha triste que realmente me deixou muito mal. fui atender a porra da porta.

- O que foi, Hoseok? – perguntei mal humorado

- ‘O QUE FOI’? – foi entrando no quarto – eu não tinha dito 8h30 no saguão, porra? JÁ SÃO 9h! VOCÊ SABE QUE EU ODEIO QUANDO VO... – aí ele viu o Jimin sem camisa na cama e voltou para fora me levando junto.

- Amigo... Eu atrapalhei alguma coisinha? – ele fez um biquinho -sim, atrapalhou.-

- Mais ou menos. Só estávamos dormindo. – respondi

- Desculpe amigo, eu não sabia! – J Hope disse - Vocês estavam tão diferentes dentro no carro que eu achei que nem iam se falar mais... Ai, por favor, não faça cu doce com o Jimin, por favor Jeon Jungkook!

- Tá, Hoseok. – respondi

- 9h30 NO SAGUÃO, OUVIU? E SEM ATRASOS. – ele gritou, eu só afirmei com a cabeça e entrei no quarto.

Chato da porra.

~*~

09h20 Jimin merece um prêmio Nobel de babaca do ano, porque PUTA QUE PARIU, ele voltou a fingir que eu não existo de novo. Aff, odeio isso. ODEIO!

- Não quer mesmo ir pra piscina comigo, Hope e Yoongi? – perguntei

Ele, que tava deitado na cama, só fez se virar, me ignorando. Aish, esse moleque...

- Se mudar de idéia... Eu vou estar lá na beira da piscina esperando você. – continuei e novamente ele me ignorou. ENTÃO VAI SE FODER.

Saí do quarto usando uma camisa regata branca que o Hope me deu e um calção de banho super confortável que o Hope me deu também. Onde eu passo chamo atenção, principalmente das mulheres, é incrível isso, desde pequeno as loucas não tiram os olhos de mim... Mal sabem elas que eu gosto mesmo é ser fodido bem gostoso.

MEU DEUS! O QUE EU FALEI AGORA?! DEUS, ME PERDOA!

Chego no saguão e vejo J Hope e Yoongi, ambos usando óculos escuros e camisetas combinando. Me aproximei dos dois e cumprimentei-os com um “bom dia”. Yoongi hyung está tão diferente,  ele tá me tratando tão bem que acho que vou chorar! Esse relacionamento só vai fazer bem pra todo mundo, tanto pra eles quanto pra mim

Fomos para a piscina do Hotel, primeiro iríamos ficar lá e mais tarde iríamos para a praia. Sentamos em cadeiras bem em frente a piscina.

~*~

Toda hora fico olhando pra qualquer porta, pra ver se o Jimin aparece. Espero mesmo que ele venha, quero... Sei lá o que eu quero, mas eu quero ele perto de mim. Talvez pra me certificar que ele está aqui pra ficar comigo e não pra dar moral para certas recepcionistas sem graça.

J Hope tá insistindo pra eu tirar a camisa e pra ele passar protetor solar em mim, mas eu não quero! Tô com vergonha do meu corpo, mesmo que ele já tenha me visto nu diversas vezes, eu só não gosto, não em público.

Yoongi tirou a camiseta exibindo sua pele super branca, meu deus, ele tá precisando mesmo de um sol. Hope começou a passar o protetor solar de uma forma muito excitante em suas costas e apalpando sua cintura e bumbum. Meu deus, esses dois não deixam de sacanagem nem em público.

- Hoseok você tá passando protetor solar ou tá gravando um pornô? – impliquei

- Cala boca, porra – J Hope falou - não tem quase ninguém aqui.

Realmente, não tinha quase ninguém, acho que é porque aqui é muito caro. Quem pagaria 9 mil por noite? Só tô aqui porque é o Yoongi hyung que tá pagando, caso contrário, eu nem estaria em Haeundae.

Os dois começaram a se beijar, igual uma maquina de lavar, argh, não é que eu não goste de beijar, eu só não gosto de ver outras pessoas se beijando e também não gosto de ficar de vela. Quem é que gosta?

J Hope me deu um beijo na bochecha

- Vamos à praia agora. Quer ir? – ele perguntou

Olhei para Yoongi, ele não tava nenhum pouco animado com a idéia de eu ir junto...

- Não, vou ficar por aqui mesmo – falei

 

- AI, PARA DE SER CUZÃO, JEON!

Ué??!

- Calma amor – Yoongi disse – ele tá esperando o Jimin. Vamos. – puxou o Hope e foram embora.

 

CARALHO, É TÃO ÓBVIO QUE EU TÔ ESPERANDO O JIMIN? Será que tá na cara que eu gosto dele?; Ah, que se foda, vou esperar ele. Sei que ele vem.

~*~

(J Hope POV)

Meu homem é maravilhoso pra caralho, não é mesmo?! Ahh, esse cabelo verde pastel combinou tanto com ele, agora ele tá jogando vôlei com um grupo de pessoas. Engraçado que ele tá chamando atenção de todo mundo aqui na praia, principalmente de duas vadias que estão bem aqui ao eu lado sentadas conversando. E EU TÔ SÓ OUVINDO ESSA PORRA, mas tô me segurando pra não voar nelas.

- Amiga... – a moça ruiva falava à moça loira – ai, aquele homem é muito gostoso, tá me deixando louca. Será que eu devo falar com ele?

- Ah Jessie, acharia bom se você fosse, mas primeiro tente se certificar se ele tem dinheiro. Se o cara não for rico nem adianta ter beleza Hahaha.

E as duas começaram a gargalhar. GRRR! BANDO DE GALINHA INTERESSEIRA.

- Eu vou lá. – a vadia ruiva se levantou e enfiou o biquíni no rabo, SÓ TENTANDO SER GOSTOSA. COF COF. AH MAS VOCÊ NÃO VAI MESMO, PORRA.

Me levantei e fiquei de frente com ela, só encarando essa demônia. Se fosse pelo menos bonita.

- Dá licença – ela disse – eu não estou interessada em você, sai.

MAS OLHA! QUE VADIA! AONDE QUE EU FICARIA INTERESSADO NUMA BISCATE?

Agarrei-a com força, pelo cabelo.

- REPETE O QUE VOCÊ FALOU DO MEU NAMORADO, REPETE QUE EU ARRANHO ESSA TUA CARA DE ARIRANHA. EU VOU ARRANCAR ESSE TEU APLIQUE! – gritei e comecei a puxar o cabelo dela

- ME SOLTA! EI! TÁ LOUCO!?

- EU SOU LOUCO MINHA FILHA, EU SOU MUITO LOUCO! NUNCA MAIS MEXA COM O MEU NAMORADO, TÁ OUVINDO? TÁ OUVINDO, SUA FILHA DA PUTA? – comecei a arranhar o pescoço e a cara dela

Yoongi apareceu e me segurou por trás

- HOSEOK! PARA! AGORA! SOLTA A GAROTA!

- VOCÊ NÃO OUVIU O QUE ELA DISSIMULADA DISSE, AMOR? ELA MERECE, ESSA FILHA DA PUTA! EU VOU ARRANCAR ESSE SEU CABELO FALSO, SUA PIRANHA! NÃO SEI COMO AINDA NÃO MORREU, PIRANHA ESCROTA, VOLTA PRA ÁGUA!

Ele me puxou forte e fez-me soltar a mulher. Mas junto comigo veio o aplique de cabelo ruivo e ressecado da filha da puta! Hahá! EU NÃO FALEI QUE ERA APLIQUE?!

- Vamos pra outro lugar Hoseok, VAMOS! – Yoongi me puxou para longe. E eu continuei a rir mostrando a mega hair que veio comigo pra filha da puta. HAHÁ!

~*~

Viemos para uma área bem isolada da praia, há algumas rochas quase que no meio do rio e outras aqui na parte rasa da praia. Nós ficamos perto das rochas da ponta, a água batia em nossas cinturas. Eu ainda tô puto com o que houve, vai se foder, por que o Suga não me deixou deformar aquela moleca?! Que injustiça!!

Ficamos bem atrás das rochas, acho que ninguém estava nos vendo ali.

- Amor... – Yoongi disse – vai continuar assim?

Vou. Ignorei o que ele disse e fingi estar olhar para o céu. E aí... Ele me puxou para um beijo. Um delicioso beijo que me fez ceder na hora, meu deus, eu não resisto a esse homem! Me atraquei em seu corpo e me coloquei em seu colo, fazendo suas mãos apalparem meu bumbum.

- Eu te amo... – ele disse em meio ao beijo

Se tem uma coisa que eu não tô acostumado essa coisa é dizer “eu te amo” pra uma pessoa que eu tô ficando, acho que o único que eu dizia eu te amo enquanto transava foi o Jungkook e como eu disse... FOI PORQUE EU TAVA CARENTE.

- Eu sei – respondi e voltei a beija-lo

- Ei! – ele gritou – você não me respondeu, porra!

Aish...

- respondi sim ué, eu disse que eu sei. – respondi

- Vai se foder Hoseok – me soltou – você não me ama? É isso? Quem você ama então? O JUNGKOOK? É ELE QUE VOCÊ AMA? ME RESPONDE!

Meu deus, mas que porra ele tá falando?

- Você tá doido, porra? O JUNGKOOK É COMO SE FOSSE MEU FILHO, POR QUE ACHA QUE EU VOU GOSTAR DELE

- VAI SE FODER, VAI SE FODER. VOCÊ TÁ MENTINDO!

Ninguém vai me segurar? Olha, eu vou estapear o Yoongi se ele continuar com essa porra.

- E SE EU AMAR? E DAÍ? EU TÔ COM VOCÊ AGORA E EU VOU ME FODER MESMO. AGORA. – voltei a beija-lo – Eu te amo Yoongi, eu te amo pra caralho. – novamente subi em seu colo, colocando as pernas em sua cintura. Dessa vez comecei a masturba-lo e ele gemia com o inicio de prazer. A água fazia com minha mão deslizasse de uma forma lenta e muito prazerosa. Ai, que vontade de botar esse pau na boca, mas se eu fizer isso eu vou morrer afogado.

- Uh... Hoseok aqui não... Estamos em público... VAI FAZER ISSO NO JUNGKOOK, VAI! AHHHHHH! – ele gemia

- Shhh... Não tem ninguém vendo... E eu prefiro fazer em você... – mordi seu lábio inferior.

- AHHH! VOCÊ ME DEIXA LOUCO! – ele disse

Tirei o calção de banho dele e deixei em cima da rocha, tirei o meu também e botei no mesmo lugar.

Novamente agarrei minhas pernas em sua cintura, por conta da água, o pau dele entrou com facilidade em meu canal. Dei um urro de prazer, como sempre, sou exagerado demais e ele tapou minha boca no mesmo instante

- Cala boca Hoseok! Quer que peguem a gente e sejamos expulsos daqui? – yoongi falou

Neguei com a cabeça e comecei a me movimentar com o pau do Yoongi dentro de mim. Yoongi mordia os lábios e apertava meu bumbum com força.

- Uh... Mais rápido Hoseok, mais rápido.

Comecei a subir e descer mais rápido, ah, como é gostoso transar dentro da água. Comecei a beija-lo novamente. Até que ele fez eu tirar minhas pernas de sua cintura e, com força, me empurrou contra a rocha enorme e penetrou o caralho dele com força dentro de mim. AHHH! QUE GOSTOSO!

- ISSO, AMOR! – eu gritava – ME FODE COM MUITA FORÇA, ME FODE MUITO YOONGI!

Empinei mais o bumbum e ele enfiava mais.

- CARALHO YOONGI, PUTA QUE PARIU! ME RASGA! FAZ O QUE QUISER COMIGO! EU SOU SUA PUTA, SUA BISCATE, SUA...

- CALA BOCA HOSEOK, CARALHO! – ele gritou

Obedeci ele e calei a boca, mas continuei a gemer alto.

- AHHH HOSEOK! – Yoongi gritou - POR QUE PAROU?! AHHH, DIGA COISAS QUENTES! SAFADEZAS!

E eu sei dizer safadezas?

- Me bate Yoongi! Me bate! SOU SUA VADIA! – gritei

-  O quê?! Eu não vou te bater! Isso é errado! – ele disse

Aff. Que sem graça.

- ME BATE CARALHO! BORA! ME BATE!

E ele se negava a me bater, AHHH! Tirei o pau dele de dentro de mim e me virei para olha-lo

- EI! -ele gritou- POR QUE VOCÊ FEZ ISSO?! EU ESTAVA QUASE GOZ...

Estapeei a cara dele.

- EU QUERO VOCÊ ME BATA ASSIM, ANDA, ME BATE! – ordenei

Subi no seu colo novamente agarrando as pernas em sua cintura e ele começou a me penetrar novamente, e dessa vez ele dava tapas forte e gostosos em meu bumbum. AHH! QUE DELÍCIA!

- AHH, VOCÊ É MUITO GOSTOSO, AMOR. – Yoongi gritava

Nós gozamos ao mesmo tempo, ahhh, de repente senti como se meu corpo estivesse se quebrado por inteiro, meu deus, que cansaço! A respiração de Yoongi estava ofegante e irregular, ele também estava cansado. Acho que nunca transei com o sol quente batendo bem em cima de mim, deve ser por isso que estou tão suado e cansado. MAS FOI TÃO GOSTOSO QUE ACHO QUE NÃO ESTOU SENTINDO MINHAS PERNAS!

- Vamos fazer de novo – falei pra ele e na hora ele arregalou os olhos

- TÁ DOIDO?! MEU DEUS! EU NÃO AGUENTO MAIS! – ele falou.

Mas pra querer ter alguma coisa comigo, tem que ter tesão toda hora, porque toda hora eu quero transar.

- Mais tarde então... – eu disse

Ele balançou a cabeça indicando que sim, mais tarde teríamos mais sexo. QUE DELÍCIA!

Demos um último beijo e só aí eu saí de cima dele. Demos um mergulho muito aliviador, eu realmente não tô sentindo minhas pernas, será que é porque tô na água?; Continuei a mergulhar enquanto Yoongi ia vestir o calção. NADAR PELADO É UMA MARAVILHA!

- AMOR! – Yoongi gritou – Onde você deixou nossas roupas?

- EM CIMA DA ROCHA! – gritei e continuei a nadar

- MAS NÃO TÁ AQUI! – gritou

Aff, Yoongi não sabe procurar não?! Porra! Me aproximei da rocha e comecei a procurar os calções. PUTA QUE PARIU, ONDE ELES ESTÃO???

- MAS EU JURO QUE DEIXEI AQUI! – gritei

- PUTA QUE PARIU HOSEOK, EU SABIA QUE NÃO ERA UMA BOA IDÉIA! EU SABIA! – ele gritava

- CALA ESSA BOCA, VOCÊ GOSTOU, EU GOSTEI, QUE SE FODA, EU VOU LÁ BUSCAR TOALHAS.

Ia andando, peladão mesmo, seria um presente para as pessoas verem meu corpo nu. Até que Yoongi me impediu.

- Tá doido? Você não vai assim nem com nojo!

Ah, esse ciúme desnecessário do Suga...

- ENTÃO VAI VOCÊ, PORRA! – gritei

- EU NÃO!

Ah, meu deus, o que eu faço?

~*~

(Jungkook POV pt 2)

Acordei com algumas risadinhas, abri os olhos e vi... TAEHYUNG? O QUE ELE TÁ FAZENDO AQUI? EU TÔ EM SEUL? EU NÃO TAVA NA PISCINA ESPERANDO O JIMIN?

- HYUNG! – ele gritou

Meu deus do céu, eu tô delirando? Fumei maconha de novo? Meu deus, eu dormi na cadeira? E o Jimin ainda não apareceu? VAI SE FODER!

- Taehyung...? O que tá fazendo aqui? E... Quem é esse? – perguntei e olhei ao rapaz que estava ao lado dele

- Meus pais são donos desse hotel hyung, lembra que eu te falei que eles são donos de uma empresa? Então, eles compraram esse prédio para os idols ficarem aqui uns dias enquanto vão fazer alguns shows pela região... – deu um sorriso

- Entendi... E quem é esse? – apontei para o moço ao lado dele

-   Ah... Esse aqui é o Yixing, lembra que eu te falei do meu guru? Então... É ele!

- Mas, senhor camarãozinho, me chame de Lay. – o moço respondeu

Camarãozinho?

- Tudo bem, Lay. – me levantei e cumprimentei os dois. – O que estão fazendo por aqui?

- Éér... O MESMO QUE VOCÊ! NOS DIVERTINDO! – Taehyung respondeu

Será que estão dormindo juntos? Hmm.

- Poucos minutos atrás nós estávamos andando pela praia – Lay começou a rir – e.. Nós ouvimos um casal gritando, eu achei que eles estavam se afogando... Mas aí o V me disse que na verdade eles estavam fazendo coisas indecentes em público! ISSO É COISA DE LÚCIFER! SATANÁS ESTAVA PRESENTE LÁ! Então, os deuses me passaram a mensagem de que eu deveria pegar os calções de banho deles e deixa-los lá para aprender a lição.

Meu deus, coitados! Mas se bem que... Transar na praia? Tanto lugar, por que logo na praia?

- Ah... Que coisa não é...

Taehyung começou a rir, mas por quê?

- Hyung... – Taehyung disse – Você já viu como está o seu rosto?

O que tem de errado com o meu rosto? Estava perfeito hoje de manhã... Pego meu celular e primeiro olhos as horas. MEU DEUS! 11h! Depois abro na câmera frontal e... MEU LEE TAEMIN DO CEU, O QUE É ISSO? EU TÔ PARECENDO UM TOMATE! MEU DEUS, MEU DEUS! O QUE ACONTECEU?

- MEU DEUS! O QUE ACONTECEU COMIGO??

- Acho que foi porque você dormiu aqui fora e o sol tá tinindo... Não passou protetor solar, hyung? – Taehyung perguntou

NÃO! EU NÃO PASSEI! CARALHO, HOSEOK! AHHHH!

- Não! AHH, MEU DEUS!

Taehyung começou a me puxar

- Vamos, hyung! – Ele dizia – vamos no meu quarto, eu tenho um produto muito bom pra queimaduras!

- Tae... Eu... – me puxou e correu mais rápido, me impedindo de completar a frase

~*~

Estou aqui no quarto do Taehyung, ele está no banheiro preparando um esfoliante facial, eu nem pedi, mas tudo bem... Ele só está sendo gentil. Pego meu celular e verifico se há mensagens, há 3 mensagens de ‘ChimChim’

9h50 - Jungkookie, onde você está?

10h27 - Jungkookie...??????

10h55 - Desisto...

AI MEU DEUS! Eu estraguei tudo de novo! Pensei em levantar e sair para procurar meu Jimin mas Taehyung apareceu bem na hora com uma tigela e um pincel.

- Vamos hyung! Vou passar isso em você, fica quietinho. – ele falou

Fiquei quieto e ele começou a passar o esfoliante no meu rosto. Parece que ia aliviando um pouco as queimaduras do meu rosto.

- Então hyung... – Taehyung dizia – você tá bem?

Tô?

- Acho que sim... E você?

- Melhor agora. – ele respondeu. Nossa, essa é antiga hein. – Hyung... Posso te pedir uma coisa?

- Claro Tae! – respondi

Na real, gosto muito do Taehyung, sei que ele é doidinho mas... Sei lá. Ele é um garoto muito bom.

- Não minta pra mim. Você não está bem, né?

Ele adivinha as coisas rápido, né?

- Bem eu estou Taehyung. Tenho saúde, tenho uma casa, tenho um emprego... Agora feliz... Feliz eu não estou...

- Eu posso fazer alguma coisa para o meu hyung ficar bem?

- Não... Só a sua companhia já é muito boa.

Do nada, me pegando de surpresa, Taehyung colou seus lábios aos meus. Foi tudo muito rápido até eu empurra-lo, fiquei assustado, porra!

- TAE! NÃO FAÇA MAIS ISSO! – gritei

- MAS, HYUNG! VOCÊ É O ÚNICO QUE NÃO VÊ! NÓS DOIS NASCEMOS UM PARA O OUTRO! OS DEUSES ME DISSERAM!

ELE É LOUCO!

- Tae... Eu já vou indo. – saí do quarto

~*~

Andando sozinho por aí, com uma gosma verde na cara... Ah, o que eu faço? Até que avisto J Hope e Suga no saguão, ambos com roupões pequenos e estampados com animaizinhos. HILÁRIO! Me aproximo dos dois

- O QUE ACONTECEU? – comecei a rir

J Hope continuava sério e Yoongi também

- Perdemos nossas roupas na água... – J Hope disse – Avistamos algumas crianças na praia e... Bom... Deu essa porra aqui.

Ai meu deus, será que foi a roupa deles que o Yixing pegou? KKKKKKKKKKKKK; Eles foram em direção ao elevador e subiram, EU TAMBÉM NÃO PARAVA DE RIR KKKKKKKKK

Continuei a rir até ver... O JIMIN CONVERSANDO COM A VADIA DA RECEPÇÃO.

Grrrrrrrrrrr!

(Jimin POV)

Caralho! Conheci uma garota muito legal! O nome dela é Débora. Passei horas e horas procurando o Jungkook, mas não o achei, talvez ele tenha morrido afogado. AI MEU DEUS, ELE MORREU? Enfim, Débora trabalha aqui na recepção do hotel. Expliquei pra ela a minha situação com Jungkook e ela me deu até uma dicas! Definitivamente vamos ser amigos!

Agora estou conversando com a Deh sobre como eu deveria me comportar perto dele, ela disse pra eu PARAR de chamar palavrão. Tudo bem, vou tentar para mas vai ser difícil pra caralho. Ela também disse pra mim que eu tenho que ser carinhoso e etc, mas acontece que quando eu sou carinhoso o Jungkook me bate!

- Mas ele gosta, sério, ele deve estar só fingindo. Sério, se você é bonito, carinhoso, gentil, divertido, médico, musculoso... Qual outra qualidade ele quer?!

POIS É, NÉ?!

Até que ouvi algumas palmas vindo atrás de mim, virei-me vi Jungkook com a cara cheia de bosta, que porra é aquela alí? Ele enfiou a cara na privada?

- Que lindo né, Park Jimin. Muito lindo. – continuou a bater palmas

Eu? Lindo? Tentei não ser... Mas é impossível.

- O quê? – perguntei

Ele ficou ali, parado, me olhando e com as mãos na cintura

- Achei que era de mim que você que você gostava.

E por acaso eu disse que não gostava mais? Esse cara é paranoico!

- Do que você tá falando?! – perguntei

- Vai pra merda – bufou – você acha que eu sou burro ou o que? VOCÊ MENTIU PRA MIM!  ME DEIXOU SOZINHO QUASE CARBONIZANDO NAQUELA PISCINA! – ele começou a gritar e sua voz saiu extremamente fina. As pessoas começaram a olhar pra mim e ele, tudo bem, já tô acostumado em chamar atenção.

- Jungkook, eu não faço a mínima idéia do que você tá falando, por favor, se acalma! EU TE PROCUREI MUITO, MAS NÃO TE ACHEI.

Engraçado que eu tô super de boa e ele tá super alterado. GENTE DO CÉU, O QUE TA ACONTECENDO?

Jungkook largou o tapa na minha cara. UM TAPA FORTE. CARALHO, FILHO DA PUTA, QUE MERDA FOI QUE EU FIZ???

- VOCÊ NÃO TEM O DIREITO DE DESPERTAR UM SENTIMENTO HORRÍVEL DENTRO DE MIM E DEPOIS SIMPLESMENTE ESQUECER QUE EU EXISTO E FICAR COM ESSA... COM ESSA GALINHA SEM PENAS. – ele gritou

Não dá pra levar ele à sério com essa merda na cara dele. ELE TÁ PARECENDO O SHREK! E meu deus, tudo isso é por causa da Débora? DA DÉBORA? AI MEU DEUS, VAI TOMAR NO CU JEON JUNGKOOK. Espera... Eu despertei algum sentimento nele? DESPERTEI? ELE GOSTA DE MIM?; Acho que nunca senti algo assim, mas eu tô MUITO PUTO. PORRA, PRA QUÊ FAZER CENINHA? PRA QUÊ ISSO?

Agarrei ele com força, pelo braço, sem dar ouvidos às idiotices que ele dizia, QUE SE FODA O ELEVADOR. Subi as escadas com ele, ele resmungava umas palavras enroladas junto com choro, sim, esse filho da puta tava chorando!

- Por que você fez isso comigo? *snif* EU REALMENTE CONFIEI EM VO...

- CALA O CARALHO DA BOCA, AGORA!

Ele se manteve calado enquanto eu ainda o puxava, ele se batia nos degraus, seus passos estavam desorientados e seu rosto coberto por lágrimas. GRRRR! PARA DE CHORAR, SE NÃO EU CHORO TAMBÉM!

Chegamos no 3• andar, arrastei ele para dentro do quarto e o joguei em cima da cama.

- MAS QUE PORRA É ESSA JUNGKOOK? VOCÊ TÁ DOIDO? POR QUE FICOU FAZENDO CENINHA LÁ EM BAIXO? – gritei

- EU? EU? A CULPA É MINHA AGORA? O QUE SIGNIFICOU AQUILO? VOCÊ TAVA DANDO MORAL PARA AQUELA... RIDÍCULA, QUAL É O SEU PROBLEMA??

AH, EU QUE SOU Q PORRA DA PESSOA PROBLEMÁTICA AQUI?! OK. Melhor eu me acalmar... Se não EU VOU JOGAR ELE DESSA JANELA.

Suspirei e passei a mão na testa, tentando acalmar os nervos.

- Jungkook... O que há de errado com você? – perguntei

Ele se levantou, ainda tava parecendo o Shrek mas eu não me importei. Ele me encarou de cabeça erguida

- COMIGO NÃO HÁ NADA.

- QUAL É O SEU PROBLEMA? POR QUE JUNGKOOK? – gritei e depois baixei o tom de voz – Por que você faz isso comigo? Você me confunde... Estou ficando louco Jungkook...

Ele teve uma crise de choro, algo totalmente desnecessário, mas que me deixou muito mal...

- A verdade é que... – Engoliu o choro – Eu não consigo mais imaginar alguém gostando de mim... Não consigo imaginar alguém pensando em mim, contando de mim para os amigos, imaginando ter algo sério comigo. Porque sim, isso já aconteceu uma vez mas NÃO! NÃO ERA DE VERDADE! ERA MENTIRA. Você tem noção de como uma mentira pode causar um estrago enorme em mim? Você tem noção de como é horrível ficar dia e noite pensando em alguém que aparenta nem ligar mais pra minha existência?

Eu estou tentando segurar as lágrimas, vou fazer o possível pra não derramar uma lágrima, preciso ser forte, ou pelo menos... Preciso fingir ser forte.

- Sim. Sim Jungkook, eu tenho noção, eu sei como é porque tem um tempo que eu ando sentindo isso tudo por sua causa. Faz um tempo que eu ando pensando tanto em você... E você diz que também pensa em mim mas depois tá se contradizendo! JUNGKOOK! EU NÃO PARO DE PENSAR EM VOCÊ E ISSO TÁ ME DEIXANDO COMPLETAMENTE LOUCO! VOCÊ ME QUER OU NÃO ME QUER? Porque se não... Eu posso sumir da sua vida agora.

Foi pesado? Foi. Mas eu não ligo, prefiro sofrer longe dele do que perto dele. E ficar perto para ver outra pessoa causar a morte dele eu não fico. Talvez eu fuja para um lugar  onde Yoongi não me ache... E meu Jungkookie só existirá em minha memória.

Ele suspirou e controlou o choro

- Q-Quando eu te conheci... Eu achei que você seria só mais um com quem eu provavelmente iria transar e depois ia me chutar.  Achei que só era isso que você queria: Sexo.

Agora ele me ofendeu.

Segurei-o pelo colarinho, meus olhos estavam ardendo, minha mão se fechou e ela tremia. Pensei em bater em Jungkook, porque ele merece. Mas a única coisa que consegui fazer foi me ajoelhar aos pés de Jungkook e chorar. Como alguém pode pensar isso de mim? Eu sei... Eu posso ter feito coisas erradas, mas não uso alguém assim, não ASSIM. Isso é covardia, as pessoas não são objetos...

- Sexo? – falei em meio ao choro e levantei ficando cara a cara com Jungkook – Eu só... Eu gosto de você Jungkook. Desde quando foder se tornou a coisa mais importante? Quero dizer, isso é tão imbecil Jungkook. Meu deus, QUEM SE IMPORTA COM O SEXO? AS PESSOAS AGEM COMO SE FOSSE A COISA MAIS IMPORTANTE QUE OS SERES HUMANOS FAZEM! O importante mesmo é estar com você, o importante mesmo é que eu passe o resto da minha vida ao lado de alguém que realmente não sabe fazer UM RAMEN, mas que por essa pessoa, eu viveria comendo apenas pizza e batata frita.

Jungkook me abraçou forte e esse abraço foi um tipo de esperança pra mim, agora eu entendo. Enquanto eu existir NINGUÉM vai poder fazer mal ao meu Jungkook. É uma promessa.

~*~

Depois de muito esforço, eu consegui tirar essa meleca da cara do Jungkook, seus olhos estão tão inchadinhos por conta do choro de algumas horas atrás. Mas agora já tá tudo bem, eu acho. Jungkook me proibiu de falar novamente com a Débora, o que realmente é uma pena porque eu realmente gostei dela. Mas vou fazer o que ele pediu porque não quero que ele faça mais cena de novo e chore mais. Porque enquanto estiver comigo ele nunca mais vai derramar uma lágrima, apenas vai sorrir. Agora finalmente percebi o quanto Jungkook é sensível e vou tentar poupa-lo de tudo.

São exatamente 16h45min, nós dois passamos a tarde toda no quarto deitados na cama assistindo alguns filmes, foi a primeira vez que eu senti que Jungkook estava confortável com a minha presença. Estava tudo perfeito.

Plaft! (porta se abrindo com força)

- OLÁ POMBINHOS!

Isso até J Hope chegar no quarto...

- VAMOS SAIR! ANDEM, VÃO SE ARRUMAR! ÀS 19h quero todo mundo pronto, ok? SE VOCÊS SE ATRASAREM, EU VOU ENFIAR ESSE TRAVESSEIRO NA GUELA DE VOCÊS. E QUERO ROUPAS BONITAS, OUVIRAM? – gritou e saiu

Já disse que não gosto do J Hope nenhum pouco? Ele acha que manda no meu Jungkook, ELE NÃO MANDA CARALHO NENHUM.

- Vou tomar banho – Jungkook disse – depois você vai, tá? Escolhe uma roupa pra mim, por favor?

Sorri e antes de ele se levantar da cama, dei um selinho demorado em sua boca que foi retribuído no mesmo instante.

Jungkook se levantou e tirou o calção, ficando só com sua cueca boxer, mas me deixando meio envergonhado... Quero dizer... Ai... Que vergonha. Mas a vergonha passou depois que ele tirou a camisa, EU COMECEI A RIR. KKKKKKK CARALHO, MEU DEUS!

- O-O que foi Jimin? – ele perguntou envergonhado

- Não vai se olhar no espelho? – perguntei em meio ao riso

Ele foi no espelho do guarda-roupas e deu um grito finíssimo.

- AHHHHHHHHH! NÃO ACREDITO!

Acontece que ele estava meio bronzeando, não, bronzeado não. Ele estava vermelho! Vermelho nas partes fora da camisa regata e nas pernas também.

Me levantei e dei-lhe um beijo na bochecha antes de falar merda, porque sabe, não posso deixar essa passar sem zoar com ele.

- Caralho Jungkook, tu é burro pra cacete! – comecei a rir

- Cala boca seu anão, essa porra aqui toda é culpa sua. VAI SE FODER! – ele se afastou e foi pro banheiro muito PUTO. E eu? Continuei a rir. É bom um relacionamento assim, não gosto muito de melação a todo momento, prefiro algo controlado.

~*~

18h33 Escolhi uma camisa azul bonita pra caralho para o Jungkook usar e uma calça preta de couro para ele usar também. Ele realmente ficou muito lindo usando essa roupa, meu deus, essas coxas dele são muito lindas, ELE É MUITO GOSTOSO. Pra mim, Jungkook escolheu uma camisa branca com umas bolinhas pequenas, um paletó e uma calça preta, tudo combinando mesmo e, vamos confessar, EU SOU LINDO PRA CARALHO.

Jungkook me maquiou, ele realmente é bom nisso! E agora eu estou mais lindo que o normal. E o Jungkook... Ahh ele tá muito lindo mano, incrível, eu me achava bonito até ver ele agora. Agora minha autoestima tá lá na puta que pariu.

~*~

18h45min É estranho, a quantidade de beijos que eu dei no Jungkook até agora só foram 3 e também, foi apenas selinho... Eu quero muito beijar ele, só que tô com uma puta vergonha. Ele também não tomou a iniciativa de nada, acho que é porque eu falei aquele monte de coisa. Não é como se eu não quisesse transar com ele, eu quero sim. Eu só não queria que ele pensasse que era só isso que eu queria. Eu já disse que o Jungkook me dá um tesão do caralho, mas eu consigo me controlar.

Estamos sentados na cama sem falar nenhuma palavra. Eu tomo a iniciativa?

Ia me virar para beija-lo, mas ele foi ele mesmo foi mais rápido e tentou me beijar primeiro mas o que conseguiu mesmo foi que nossas cabeças batessem uma na outra. CARALHO JUNGKOOK!

- Calma – eu disse – pra quê essa pressa, caralho?

Segurei-o pelo queixo e levei sua boca até a minha, pedi passagem com a língua e fui correspondido. Fechei os olhos e foi como um milhão de sensações ao mesmo tempo, beija-lo é tão bom, tudo com ele é bom. O cheiro do seu perfume é tão bom, mas o seu cheiro natural é muito melhor... Esse momento é tão bom que eu já imagino uma música romântica no fundo, velas aromáticas e uma noite com apenas nós dois.

Jungkook me agarrava com força pelo colarinho, fazendo-me ficar mais perto dele. Paramos de nós beijar por um instante e vi um sorriso perfeito estampado em seu rosto, existe algo mais perfeito que isso? Peguei-o pela cintura e o botei em meu colo, voltamos a nos beijar. Minhas mãos não saiam de suas costas, até ele leva-las até seu bumbum e eu o apertar com força. Jungkook mordeu meus lábios, tirando completamente o batom. Até ouvirmos J Hope batendo forte na porta do quarto.

PUTA QUE PARIU, ELE SEMPRE ESTRAGA TUDO! GRRRRRR!

Antes de Jungkook sair de cima de mim, eu dei-lhe um selinho gostoso.

- Promete uma coisa pra mim? – perguntei

Ele fez um “uhum”

- Não conta pro J Hope... Da gente. Sabe? Não conta, por favor. Não vamos demonstrar muito em publico. Tá bom?

- aish, tá bom – se levantou e foi abrir a porta

Não quero que J Hope saiba porque, se ele souber, automaticamente o Yoongi também vai saber. E aí ele vai me fazer matar o Jungkook e isso eu não quero.

~*~

Pela primeira vez chamei mais a atenção do que Jungkook, o que é realmente estranho...

Estamos na praia, acho que vai ter algum tipo de lual, tem muitas pessoas por aqui. Jungkook não desgruda de mim, quero dizer, não saímos perto um do outro mas nada que fez Yoongi desconfiar.

Jungkook se afastou de mim junto com J Hope, foram buscar bebidas, eu acho. Ficamos eu e Yoongi sentados na mesa. Ele se levantou e mandou eu segui-lo. Obedeci.

Fomos para longe da vista de Jungkook, e aí, bom...

Plaft! Sim, ele me deu um tapa.

- POR QUE VOCÊ ME BATEU? – gritei

-  você não tem noção do quanto eu estava com vontade de fazer isso, seu filho da puta! VOCÊ TÁ ESTRAGANDO TUDO COM O JUNGKOOK!

- NÃO ESTOU! CALMA! EU TENHO UM PLANO!

- Então faça seu trabalho direito! OUVIU?! – ele gritou

Engoli seco e afirmei com a cabeça. Ouvimos um barulho vindo atrás de Yoongi, será que alguém ouviu?; voltamos imediatamente para a nossa mesa e quem estava lá? Jungkook, J Hope e TAEHYUNG. FILHO DA PUTA, FILHO DA PUTA, FILHO DA PUTA!

cheguei perto do ouvido de Jungkook e sussurrei:

- O que ele tá fazendo aqui?

Ele, com um sorriso cínico no rosto, virou-se pra mim e sussurrou:

- Eu também não sei, porra.

Droga!

Sentei na mesa e logo surgiu outro rapaz com uma bandeja e algumas bebidas nela. Mas ele não está vestido de garçom, quem é ele?; Taehyung se levantou e apresentou

- Amigos, esse aqui é o Yixing, meu guru! – ele falou – ele é chinês e por isso sabe de muita coisa, deveriam ir no santuário dele em Seul!

Meu deus, mais um doido.

O Yixing foi oferecendo bebidas pra todos nós, mas me deu um nó na garganta ao ver que tinha álcool, não fiz nada a não ser ficar encarando a bebida na dúvida se bebia ou não.

- Não vai tomar, Jimin? – Taehyung perguntou

Esse capeta nem deveria beber! Ele só tem 16 anos! GRRR!

Jungkook começou a acariciar minha coxa chamando minha atenção, virei-me pra ele e ele chegou perto do meu ouvido

- Você pode beber, Jimin. Só não pegue pesado, relaxa, nada de ruim vai acontecer. Eu tô aqui, vou cuidar de você. Se diverte um pouco, Jimin.

De certa forma, ele está certo. Eu não vou me transformar no meu pai, né? Eu não sou igual a ele.

Peguei a bebida e enfiei toda na boca.

- É isso aí hyung! – Taehyung gritou

1...2...3...

~*~

(Jungkook POV pt 3)

- Manhã de domingo

Ai... DEFINITIVAMENTE NUNCA MAIS VOU BEBER. Minha cabeça tá doendo tanto, mas tanto... Não tô me lembrando muito do que aconteceu ontem, só tô lembrando de beijar o Jimin na praia enquanto estávamos bêbados. Meu deus, eu realmente gosto dele.

Estou deitado na cama do nosso quarto, sinto Jimin ao meu lado, sua respiração calma em meu pescoço, é tão bom tê-lo aqui. Me mexi um pouco na cama e fiz ele, levemente ele despertar

- Bom dia... – uma voz grossa ecoava pelo quarto

ESPERA! QUE PORRA É ESSA?? A VOZ DO JIMIN NÃO É GROSSA ASSIM!

MEU DEUS, COM QUEM EU DORMI?

Continua...


Notas Finais


Eu não queria fazer o relacionamento do Jimin e Kook ficar muito meloso sabe, num gosto naum TuT
Mas enfim
Vcs vao ficar no misterio! Até semana q vem meus amorzenhos <3 :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...