História Sentimentos Secretos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Fanficsdenaruto1desafio
Exibições 73
Palavras 1.974
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi meus amores, primeiramente
estou a participar do 1º Desafio do Grupo: Concursos-Fanfic’s de Naruto.
O link do grupo estará nas notas finais caso queiram ver as fanfic que estão concorrendo, como o link de outras das minhas fanfics

Boa leitura.

Capítulo 1 - Sentimentos


Fanfic / Fanfiction Sentimentos Secretos - Capítulo 1 - Sentimentos

- Deus como está frio essa noite.

- Você praticamente me obrigou a sair de casa, estou congelando aqui.

  A  rosada sorria encarando sua amiga.

- Sakura Haruno, se demorar nessa porcaria estou indo embora.- Falava a loira esfregando as mãos na tentativa inútil de se esquentar.

- Calma aí Ino - Sakura caminhou até o caixa com a pequena cesta, depositou em cima do balcão, olhou para frente emcontrando ali sua perdição, seu desejo proibido, o dono dos olhos negros com sorriso sedutor.

- Sakura para de babar no gostoso do atendente e vamos para casa o tempo esfriou. - Ino cochichava atrás de Sakura que aos poucos se aproximava do balcão.

- Senhorita mais alguma coisa?

"Mas alguma coisa? Eu quero você meu lindo" - pensava olhando para ele - Não... - suspirou vendo o mesmo passar suas compras no computador.

- Deu 29 dólares. - Ino revirou os olhos pela atitude de sua amiga, se aproximou entregou o dinheiro, pagando as  compras, pegou a sacola com uma mão e com a outra puxou Sakura pela mão para sair da loja.

- INOO.

- INOO ESCAMBAU - a loira andou em direção ao carro - Sakura eu não aguento mais vim aqui, se você não falar, ele nunca saberá a seu respeito.

Entraram na caminhonete, a loira deu a partida no veículo - Sakura moramos a 30 minutos daqui e você me faz sair de casa por causa desse rapaz que você nem sabe o nome.

- Quando você conheceu Sai você também não sabia nada dele.

- É diferente ele trabalha na mesma área que meu irmão. - Sakura sabia que Ino falava a verdade, mas não daria o braço a torcer.

   Aquela semana Sakura não saiu de casa, todos foram dispensados do trabalho por conta da neve que estava intensa, mas ela estava decidida que após o trabalho no sábado passaria lá na loja e conversaria com o rapaz que estava afim.

   A ansiedade a dominava a cada segundo, quando o esperado sábado chegou a aflição a dominava, a cada hora que do dia olhava o relógio. - 16:00 horas, fim do expediente - estava completamente decidida a ir até aquela loja, tentaria agir conforme o coração mandava. Pegou o sobretudo o colocando, a sombrinha pendurada próximo a entrada do ambulatório, abriu a porta sentindo o vento gelado e saiu, observou o tempo estava chuvoso e escuro.

- Boa noite Sakura - san - sorriu vendo o guarda do hospital acenando.

- Tenha uma boa noite lee, se proteja dessa chuva - o viu sorri e acenar, trabalhava a 5 anos naquele hospital como recepcionista e amava o trabalho, andava ageitando a touca na cabeça e colocou o longo cabelo por dentro do casaco. Andava para o ponto de ônibus o mais rápido que conseguia, ao chegar no local viu as horas no relógio de pulso.

- 16:30 horas, cheguei na hora do ônibus  passar - começou a dar uns pulinhos para aliviar o frio que estava sentindo, avistou ao longe o ônibus e pós a da sinal.

  Assim que o veículo parou em sua frente entrou, pegou o cartão de passe, conseguiu autorização e passou na roleta indo para o fundo do veículo, colocou as luvas nas mãos e encostou a cabeça na janela fechando os olhos.

   O ônibus seguia seu rumo, na quinta parada Sakura sentiu alguém sentar ao seu lado e não deu importância, continuou com os olhos fechados.

O ônibus seguia o trajeto quando passou em uma lombada fazendo Sakura pular do banco e cair sobre o desconhecido ao seu lado.

- Me desculpe senh... - ela não terminou a frase pois ali estava ele o atendente proibido. - senhor.

- Sem problemas.  - ela voltou a se sentar o olhado de rabo de olho, sua face estava corada "que voz magnifica" - pensou o encarando. O viu dar um sorriso encantador, parecia que estava vendo coisas mais ela o viu a encarando. Balançou a cabeça tentar afastar aqueles delírios.

- Por que tanto me olha senhorita?

-Han? - engoliu em seco ao ver ele a perguntando tal coisa.

- Ainda são 17:30 meu turno começa as 19:00 gostaria de dar uma volta e pode me explicar melhor? - ouviu ele a chamando para dar uma volta, sentiu seu estômago embrulhar, somente concordou com a cabeça, estava inerte com ele ao seu lado.

- Vamos então - viu o mesmo estender a mão para ela que logo a pegou, "mão poderosa e  grande, eu tô tento um acesso meu Jesus Cristinho" - os pensamentos da rosada não estava mais acompanhado o ritmo dos acontecimentos,  ele a guiava para fora do ônibus, largou a mão dela colocou as mãos no bolso, caminharam pelo menos uns 10 minutos até chegar a um pequena praça, na frente tinha um lago que estava congelado.

- Senhorita por que sempre vai até a loja de conveniência?

- E.sabe.eu  - a rosada tentava encontrar as palavras certas, naquele momento o que estava sendo bem difícil. Corou por não saber o que iria dizer ou agir ao lado dele, sempre sonhou com aquilo mais não conseguia.

- É melhor eu ir embora sabe, chuva esse frio - virou as costas saindo - até mais - ainda de costas levantou a mão se despedindo, começou a sair daquele local quando sentiu a mão dele a segurando por trás.

- Eu ainda não terminei - a rosada o olhou surpresa.

- Sabe garota, naquela loja passa umas mil mulheres todo dia, se conheço umas 2 ou 3 ali é muito, mas você sempre vai lá, compra coisas que ninguém compra, eu a observo não é de hoje, desde que comecei a trabalhar naquele lugar, você vai quase todos os dias e vejo quando olha para mim.

- Hum - a rosada faz um barulho com a garganta se sentindo constrangida. - me desculpe por isso, o que o senhor falou esta certo, mas eu tem 2 anos que tento me aproximar e não consigo. - ela sentou no banco e ele a acompanhou - eu gosto de você, mesmo não te conhecendo ou sabendo seu nome.

Abaixou a cabeça e ouviu uma pequena risada, sentiu - se envergonhada por isso, levantou saindo correndo dali.

- Sua burra, você sabia que ele iria ri - Falou com ela mesma ao chegar no ponto de ônibus.

...

- Acho que eu fiz algo que ela não gostou? - o jovem moreno se levantou do banco, estava saindo quando avistou um cartão caído no chão próximo ao banco, se abaixou o pegando.

Sakura Haruno

Recepcionista

Hospital ambulatorial senju

Virou o cartão e nele tinha algo escrito com a letra da mesma e sorriu.

"Caso encontre esse cartão entregar na portaria do hospital"

- Humpf, aquele menina apressada - levantou guardando o cartão no bolso. Seguiu direção a loja vendo seu irmão já na entrada.

-Fala Sasuke, chegou atrasado.

- É, tive um contra - tempo, abre logo essa porta.

Seu irmão sorria abertamente o vendo irritado. Assim que abriu a loja Sasuke seguiu até o balcão para o início do expediente, a 2 anos não tirava aquela mulher da cabeça e no dia que conseguiu se aproximar ela foge por algo que ele fez.

- Fala Teme.

- Dobe já aqui?

- Por que, tem algum problema?

- Nenhum, sabe aquela moça que te contei, a vi hoje.

- E aí?

- E aí, que estraguei tudo como sempre.

- Tenta encontrar ela novamente e concerte o erro.

- Agora só segunda Dobe. - Se escorou no balcão pensando.

- Você tá fodido.

- Por que?

- Teme você está apaixonado.

O moreno o encarou e sorriu com aquela possibilidade.

....

Chegou no serviço pontualmente na segunda- feira, abriu sua bolsa procurando até então o crachá.

- Onde eu coloquei, não posso ter perdido.

- Aconteceu algo Sakura- San?

-Lee só você me chama pelo sufixo, aqui não é Tokyo e sim o Canadá então aprende.

- Mais aconteceu algo?

- Acho que perdi meu crachá.

- Vou te liberar e você vê na suas coisas - passou seu cartão de acesso ganhado um beijo na bochecha da rosada o fazendo corar - obrigada.

"Ainda bem que cheguei a tempo"- começou a arrumar tudo para quando chegasse os pacientes, abriu as portas da clínica e seguiu para o balcão se sentando.

...

Ouviu- se a sineta da porta de entrada indicando mais um paciente entrando, estava concentrada no computador quando alguém sentou - se na sua frente e estendeu a mão colocando algo. A mesma parou de digitar encarando o seu crachá e sorriu.

- Muito obrigada -pegou o crachá e levantou o olhar se surpreendendo com a pessoa ali.

- O moço da loja.

- Melhor me apresentar Sasuke Uchiha ao seu dispor - estendeu a mão para a mesma que sorriu apertando - Sakura Haruno.

- Vim te pedir desculpa por aquele dia e ver se aceita almoçar comigo hoje? - A rosada piscou o encarando e abaixou para olhar o relógio que marcava 11:30 e acentiu sorrindo - me espera na entrada só pegarei minhas coisas.

Ele se levantou saindo, ela bloqueou o computador avisando as demais colegas que estava indo almoçar, seguiu rumo ao seu armário pegando sua blusa e bolsa e saiu do local, ao chegar na entrada o viu ali escorado na parede a esperando, seu coração ultrapassava a noção de tempo e espaço, para ela iria sair do peito a qualquer hora e estava se segurando.

- Vamos, eu conheço um lugar bom para almoçar.

- Hum - seguiram lado a lado sem trocar uma única palavra.

Ao chegar no local se sentaram já pedindo as refeições.

- Você trabalha no hospital a muito tempo?

- Sim a 5 anos.- sorriu, a garçonete colocou a comida na mesa e saiu, a rosada se serviu um pouco de sua macarrona o olhando - E você trabalha muito tempo naquela loja?

- Sim 2 anos e meio, era meu irmão quem ficava mais ele tinha que resolver assuntos administrativo e me chamou para trabalhar lá.

- Oh, entendo.

Ambos acabaram de comer e Sasuke pagou a conta deixando Sakura sem graça.

- Não precisava pagar a minha conta!

- Eu te convidei eu pago. - sorriu deixando Sakura abóbada.

- Que tal andarmos um pouco. - o moreno perguntou, Sakura olhou a hora ainda tinha 1 hora do seu almoço e concordou.

- Venha comigo - pegou na mão do moreno o guiando para a praça próxima.

- Nossa que lindo. - exclamou Sasuke surpreso.

- Aqui o lago não congelou por completo.

- Senta aqui - apontou para o banco ao seu lado, Sasuke seguiu para o local indicado se sentando.

- Sasuke obrigada pelo almoço não precisava.

- Sakura precisava sim, eu iria te falar aquele dia mais você saiu correndo.

A rosada se virou encarando os olhos negros.

- Eu gosto de você, tem 2 anos que te vejo e não consigo lhe falar, não consigo mais quardar esses sentimentos. 

Sakura colocou a mão na boca contendo a alegria que sentia internamente, por ela pulava em cima dele.

- Nossa é uma surpresa para mim, até por que você pode de ter quantas mulheres que quiser na mão.

- Sakura não é por que dizem que sou bonito que vou saindo com várias, e eu achei que você tivesse namorado.

- Não, eu não tenho. - abaixou a cabeça vendo ele sorrir de lado.

- Então eu posso tentar te conquistar?

- Você já me conquistou - ele olhou dentro dos olhos verdes dela e a abraçou deixando a surpresa.

- Por que o abraço?

- Sakura pelo menos abraçar eu posso, por que eu não posso te beijar.

- Por que você não quer! - Sasuke sorriu segurando o rosto da rosada com ambas as mãos aproximou seu rosto, selou sua boca na dela em um simples selinho, afastou a olhando.

- A partir de hoje você é minha namorada.

Sakura sorria sem se conter após tanto tempo finalmente estava com o homem que sonhou, o atendente da loja de conveniência.


Notas Finais


Espero que tenham gostado da história...

Segue link do grupo no Facebook.
https://www.facebook.com/groups/211397512621013/

Segue também os links de outras fanfic's espero que gostem...

JOGO DE SEDUÇÃO :
https://spiritfanfics.com/historia/jogo-de-seducao-6791617

OPERAÇÃO CUPIDO :
https://spiritfanfics.com/historia/operacao-cupido-6704442

FEAR AND ILUSION - The Mirror of the Soul : Finalizada
https://spiritfanfics.com/historia/fear-and-ilusion-the-mirror-of-the-soul-5942113

ANATOMIA UMA AULA EXTRA - Finalizada - one hentai
https://spiritfanfics.com/historia/anatomia-uma-aula-extra-5783385


Meu pedido de casamento
 https://spiritfanfics.com/historia/meu-pedido-de-casamento-6832263

Meu verdadeiro amor
 https://spiritfanfics.com/historia/meu-verdadeiro-amor-6896898

A protegida
https://spiritfanfics.com/historia/a-protegida-7046230

Bjs

Sakurai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...