História Sentindo o Coração - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kaede, Kagome, Kirara, Miroku, Rin, Sango, Sesshoumaru, Shippou
Tags Inuyasha, Rin, Sesshoumaru, Sessrin
Exibições 107
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Primeiro Beijo


Fanfic / Fanfiction Sentindo o Coração - Capítulo 9 - Primeiro Beijo

Mesmo com dor e com o barulho da chuva, Rin conseguiu adormecer. Sesshoumaru realmente havia a deixado sozinha, mas o cheiro dele que estava impregnado tanto em suas roupas quanto nas vestes que o homem havia deixado para trás, lhe passava uma segurança, e isso a confortou, pois sabia que ele viria busca-la e nada de mal lhe deixaria acontecer.

Na manhã seguinte à luz do sol invadiu a caverna incomodando o sono da morena que insistiu em permanecer daquela maneira, mas passos firmes a despertou e com pressa se sentou. Era possível escutar as gotas escorrendo e caindo no chão e aqueles passos autoritários se chocando com a água do chão. Logo uma bela figura masculina iluminou a manhã de Rin que ficou a olha-lo.

 

-Vamos, a chuva cessou. -Avisa o Albino.

-S-Sim.

 

Contente ela foi tentar se levantar, mas sua perna que havia sido picada pela cobra a impediu, incapaz de se manter em pé com aquele choque de dor, Rin ia em direção ao chão, mas braços fortes a segurou protetoramente.

 

-Sesshoumaru. -Sussurra a menina em um tom triste desviando seu olhar. -Só lhe dou problemas, queria ser mais útil.

-Ainda dói? -Pergunta ela ignorando aquele comentário.

-Sim.

 

Sem prosseguir com o assunto, Sesshoumaru a pega em seus braços a levando embora para perto de Jaken e Ah-Un que se mostram contente ao vê-la.

 

-Menina Rin, você nos preocupa muito. -Comenta o pequeno Youkai com seu jeito rabugento.

-Jaken. -Diz o Youkai mais forte.

-Sim senhor Sesshoumaru? -Jaken se achana com o chamado.

-Ajude Rin a se banhar, a um rio próximo.

-Senhor Sesshoumaru, me perdoe, mas não é melhor que o senhor faça isso? Será perigoso se eu a leva-la, pois não conseguirei segura-la. Não a chamando de pesada viu. -Se explica Jaken ao ver a irritação da menina ao escutar aquilo.

 

O albino respira fechando seus olhos por alguns segundos, enquanto isso raciocinava o que aconteceria e acaba corando.

 

-Não, não precisa senhor Sesshoumaru, eu darei um jeito.

-Se você morrer por algo tão banal quanto se afogar será tudo em vão...

 

Rin tentou convence-lo que não seria preciso sua ajuda, mas o youkai já havia se decidido e não voltaria atrás de sua decisão como de costume.

 

-Você é muito teimoso e persistente. -Diz ela em um tom alto o deixando surpreso.

-Se eu não fosse você nem estaria aqui. -Retruca ele com um “sorriso” vitorioso.

 

Logo chegaram ao rio e Sesshoumaru a sentou no chão e levou suas mãos a abertura do Kimono feminino.

 

-O que você pensa que está fazendo. -Grita Rin dando um tapa na mão masculina para afasta-la.

 

Sesshoumaru nada disse, apenas ficou por alguns segundos encarando a mulher e a mão que a mesma havia depositado um tapa.

 

-Eu tenho vergonha, sou uma mulher e você um homem.

-Não se preocupe, não irei ataca-la se é isso que você está pensando... Afinal, você não é atraente. -Responde o albino orgulhoso desviando seu olhar.

 

Rin se sentiu ofendida e acabou fazendo um bico que não passou despercebido pelo Youkai. Já que estava ali se banharia de qualquer jeito, com ele ou sem ele daria um jeito.

 

-Eu irei me banhar com o Kimono...

-Então faça...

-Você poderia me ajudar? -Pede a morena cedendo.

 

Ele não disse nada, apenas pegou Rin, a fazendo entrelaçar suas pernas em volta de seu quadril masculino e caminhou em direção a água e a adentrou até que chegasse ao seu peito.

 

-Está fria... E você não precisava se molhar tudo isso.

-Ande, faça o que tiver que ser feito logo.

-S-sim...

 

Rin deslizava suas mãos por dentro do Kimono lavando seu corpo, até que melhorasse aquele seria o melhor banho que tomaria, realmente apenas para tirar qualquer cheiro ou sujeira que estivesse. Sesshoumaru observava cada movimento, e aquilo estava o provocando de uma certa forma, sempre que possível desviava seu olhar disfarçadamente. Quando ela era mais nova era mais fácil conviver com esse tipo de coisa, mas agora que Rin havia se tornado uma mulher atraente, tudo estava se tornando difícil, e Sesshoumaru estava sentindo sensações estranhas.

 

-Me sinto confortável assim. -Sussurra a morena deitando sua cabeça no ombro de Sesshoumaru. -Não teria problemas em ficar assim para sempre.

-O que está dizendo...?

-Não sei, você apenas me passa segurança e conforto e isso é bom... Depois que perdi minhas memorias não sei mais o que  é perigoso ou não, o que posso confiar ou desconfiar.

-Entendo.

-Porque não aproveita que está aqui e se banha também. -Pergunta Rin mudando de assunto, levando suas mãos o Kimono do albino e o abrindo.

 

Sesshoumaru deixava ela continuar a abrir sua blusa, olhando fundamente em seus olhos, e pode perceber que ela a olhava com um certo desejo ao ver sua pele exposta.

 

-Você é lindo.

-Porque está dizendo isso?

-Não sei... Estou envergonhada, mas não pude deixar de elogia-lo. -Rin responde sinceramente olhando nos olhos amarelos.

 

Sesshoumaru vai aproximando seu rosto ainda mais do roso feminino, ele mantinha seus olhos bem abertos assim como ela, ambos se olhavam no fundo dos olhos, o Youkai queria ver se teria hesitação da parte de Rin, mas ela apenas se mantinha parada o olhando e quando seus olhos se fecharam e seus lábios ficaram entreabertos o albino ficou surpreso e não pode se conter, levando seus lábios aos lábios rosados dela. Rin segurou firmemente em seus longos cabelos claros ao sentir seus lábios se chocarem, Sesshoumaru a apertou ainda mais contra seu corpo, sentindo melhor cada curva que ultimamente estava o enlouquecendo. Um beijo calmo se inicia, ambos aproveitavam cada segundo e cada movimento, explorando um a boca do outro, conhecendo cada ponto, aquela sensação era nova entre os dois, eles nunca haviam ficado íntimos daquela maneira. Cessaram o beijo, Rin permaneceu por alguns segundos com os olhos fechando, enquanto Sesshoumaru a observava atentamente. Ao abrir os olhos, encontrou os olhos amarelos mais lindo que conhecia e envergonhada por estar sendo observada o abraçou.

 

-Vamos sair. -Pede ela baixo.

 

Ele nada respondeu, apenas fez como ela havia pedido, se retirou da água a levando para terra firme onde a senta ficando de costas em seguida, mesmo sendo forte, frio e sábio, Sesshoumaru não sabia muito bem como lidar com aquela situação, até porque conheceu Rin quando ainda era apenas uma criança e agora estava se envolvendo com ela dessa maneira. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...