História Separadas, mas juntas. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 11
Palavras 630
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Voltei outra vez ;_;
Boa leitura

Capítulo 4 - Capítulo 4



Rita on

A aula estava uma seca como de costume. O que me vale é que a Flávia estava ao meu lado a desenhar e eu ficava entretida a vê la fazer os desenhos. Ela tem muito jeito para aquilo.

*Trrriim*

Finalmente, o toque de saída. Deixei minhas coisas na sala, tirando apenas o telemóvel. Era um intervalo de 10 minutos mas eu sabia que a Sofia estaria a acordar agora, por causa da diferença de horários.

Fui para um banco isolada e pude ver a Joana me seguindo, trazendo com ela a Nunes, a Flavia e o Eduardo, um amigo nosso que ama estar no meio das garotas. Ele e a Joana andam sempre "às turras" mas no fundo toda a gente sabe que eles se amam.

É difícil explicar a relação deles. Mas mais uma vez tinha que ter o meio virtual aqui pelo meio. Ele namora com a Leonor, a prima da Sofia, e ela morre de ciúmes da Joana também. Tal prima tal prima né.

-Olá Ritaaaa- disse a Joana animada seguida pelos outros.

-Olá- olhei para eles, sorri e voltei a falar com a Sofia que tinha realmente  acabado de acordar.

Assim como a Letícia e a Leonor, as 3 andavam na mesma turma, por isso o Eduardo pediu à Sofia para mandar beijos à Leonor por ele. Isso sendo eu a escrever claro. E não, nem ele nem a Leonor sabiam do nosso relacionamento. É complicado.

-Ritaaa~ - A Joana tentava chamar a minha atenção. Não resultou. Tentou de novo:

-Sabiam que a Rita e a Sofia-...

-OU! OLÁ JOANA TOU AQUI OLHA UHU TOU FALANDO CONTIGO- interrompia logo.

-Linda menina.- ela brincou

-Tá calada- continuei e voltei ao celular para me despedir da minha namorada.

-Ei! Nós continuamos aqui. - disse o Eduardo.

-Ninguém quer saber mesmo. Só te trouxe para aqui porque dava pena ver te sozinho no intervalo.- Joana

-SOZINHO? PRA TUA INFORMAÇÃO, SE NÃO ME TIVESSES PUXADO PARA AQUI EU A ESTA HORA ESTAVA CHEIO DE PESSOAS À MINHA VOLTA. Tu apenas sabes que ninguém te quer, por isso que obrigas as pessoas a estar contigo.- Eduardo

-Devinhamu sei disso, não precisas de dizer.- Eu vi que ela ficou muito abalada com aquilo. Ela é muito sensível. Aquela discussão tinha chamado a minha atenção. Às vezes culpo me por não dar tanta atenção à Joana. A atenção que ela merece. Não entendo porque ela acha que ninguém gosta dela. 

Mas é assim. Eu gosto muito do Eduardo, mas quem mexe com a minha melhor amiga, mexe comigo. 

-Eduardo, sai daqui por agora.- Levantei me do banco e abracei a Joana. Ela escondeu o rosto entre o meu corpo e o meu casaco. Ela às vezes parece uma criança adorável, mas quando é preciso ela é sempre a mais madura. Aquela que me aconselha e que por muito que me custe a admitir, tem sempre razão.

Flávia juntou se ao abraço. Ela pode ser de poucos gestos ou palavras, mas sabe sempre o que fazer na hora e momento certo. A Nunes nem sei para onde a foi. Mas não estava ali pois não? Então foda se.

*Triiiim* (Toca sempre nos melhores momentos né?)

-Estás bem?- perguntou a Flávia se afastando de nós.

-Eu estou. Só queria um abraço da Rita mesmo. Achas que eu ia ficar afetada por causa de um mongolóide como aquele?- Joana

Por um momento realmente pensei que fosse verdade e quis bater nela mas logo percebi pela cara dela que era mentira.

-Baka!- fingi ter acreditado para ela não se sentir tão desconfortável.- vai ter vingança.- Ri forçado. Vi a soltar um sorriso sincero, por isso..MISSÃO CUMPRIDA!

-Agora vamos para a aula antes que levemos falta.- interviu de novo a Flávia.

-A AULA! - gritei e comecei a correr que nem louca para a sala.

-EI, ESPERA AÍ KENGA!- Joana gritou e vinham as duas a correr também logo atrás de mim.

(...)


Notas Finais


;_; bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...