História Separados pelo Destino - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Seventeen
Personagens Kim Mingyu, Lee Jihun "Woozi", Personagens Originais, Soonyoung "Hoshi", Suga, V
Tags Bts, Seventeen, Suga, Woozi
Exibições 119
Palavras 1.159
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee
Desculpa a demora, me desculpa meeesmooooo. Eu estava escrevendo o Capítulo desde o dia que postei sobre escrever a One Shot, cada dia que passava eu escrevia poucas palavras e nenhuma delas era boa. Então pagava e começava de novo, até que cheguei nisso, não queria postar, porque pra mim não está bom, mas não queria deixar vocês esperando mais.

Prometo que o próximo será 2000 vezes melhor se comparado com isso.

Vamos lá 💜

Capítulo 14 - Meus Rins


Claro, lá estava Min Yoongi, bebendo água na minha cozinha. Fiquei observando-o de longe, ele mexia no celular e parecia estar muito feliz para falar a verdade.

Eu queria saber o motivo da felicidade dele. Mas por hora achei melhor manter minha "pessoa" em segredo, ele não precisava saber que eu era filho dessa família.

Fiquei observando-o enquanto limpava pedaços de carne e acrescentava água em uma vasilha, depois o vi sair da cozinha. Ainda sorrindo, e sem me dar conta, eu estava sorrindo também.

Voltei para o quarto e nem percebi quando adormeci novamente. Apenas quando acordei com barulhos vindo da minha porta, a luz forte na minha cara e uma mãe histérica gritando do lado de fora. Sem pressa alguma, me levantei e fui abrir a porta pra mulher.

– Bom dia, Omma.

– Bom dia e uma vírgula, Lee Jihoon, sua noiva virá aqui hoje e é dessa forma que vai atender ela?

Ela me olhava de cima a baixo. Eu estava apenas com uma blusa larga na cor azul e uma cueca, ela queria oque? Está calor, se eu posso ficar de cueca ou vou ficar, oras.

Voltei ao quarto e tomei um banho rápido, lavei o cabelo e demorei uns 30 minutos para secar ele completamente – um dia pintarei o cabelo de uma cor diferente, talvez rosa ou roxo – coloquei uma blusa pólo e uma bermuda jeans meio amarelada, acho que é bege o nome dessa cor.

– Omma, não faça assim!

Escutei alguém gritar da cozinha, seguido de mais um grito que parece ser da 'omma', eu conhecia muito bem esse tom de voz, Yoongi quando reclama eleva a voz e ela fica rouca, idêntico a dessa vez, com certeza era ele.

Olhei meu pulso e faltavam vinte minutos para uma da tarde, a outra família já estava atrasada, marcamos de chegar ao restaurante uma da tarde, e nenhum deles havia dado sinal de vida. Nem mesmo Eun-ji.

Alguns minutos mais tarde a família chegou e tivemos que ir na pressa, meu motorista é o único ágil daquela mansão, então minha mãe "usou" ele.

Enquanto almoçava com a família da Eun-ji, meus pensamentos estavam longe.

Então por isso vi uma mulher idosa andando com a blusa que comprei pra ele. Por isso ele publicou no Facebook aquela frase. "Eu espero que o grupo império vá a falência." Minha família.

Almoçamos com aquelas desgraças de pessoas e voltamos para casa, minha paciência não estava muito grande pra aturar minha mãe reclamando que eu não dei muita atenção a eles e que fui grosso na forma de responder suas perguntas. Desculpe se não sou o que aquela família quer.


Fui pra cozinha no dia seguinte e minha mãe entrou na mesma hora.

– Ah, você me assustou Woozi.

– Me desculpe Omma, estava com sede.

– Porque não pediu para que seus criados lhe servissem?

– Porque tenho pernas e braços, posso muito bem vir andando até a cozinha para pegar um copo dágua.

– Grosso...

– Onde está meu hyung?

– Não está por aí? Então deve ter viajado a negócios novamente, não para quieto em casa. Porque?

– Oras, fiquei anos fora pois ele mandou, quando eu volto ele não está aqui para me receber? Engraçado ele...

Convenci minha mãe de contar a verdade, ela disse que ele estava num hotel pois não queria compartilhar a mesma casa comigo, não queria morar. Fui direto a seu hotel.

Muitos andares e cor semelhante a ouro, nunca vi um hotel tão bonito assim. A recepção era melhor ainda, nem parecia que o hotel era tão gigante se olhar apenas de fora, mas se entrar terá uma bela surpresa. Candelabros gigantes e estofados de couro caríssimo, normal para um hotel de luxo.

Esperei meu irmão chegar, fiquei mexendo nos dedos e fitando o chão de nervosismo. Ele não apareceu.

Voltei pra casa e já era noite, minha mãe me chamou para jantar com ela, aceitei já que fazia muito tempo desde que fazia alguma coisa do lado dela, só eu e minha mãe. Sentei na cadeira a seu lado e faltava uma bebida.

– Yoongi?

– Sim? – Escutei ele responder de longe, mas seus passos se aproximavam cada vez mais.

– Traga vinho! Onde você está? Venha aqui.

Vi seu semblante aparecer na porta da cozinha e vir até a sala de jantar, pensei rápido e corri, corri muito, nem sei mais o que aconteceu naquela sala. Yoongi foi buscar vinho para minha mãe, e enquanto ele andava pelo gramado na volta, liguei as luzes para iluminar seu caminho que estava um tanto escuro.

-Yoongi-

No dia seguinte fui para um curso de inglês, fiquei anos fora mas NÃO aprendi exatamente nada da língua, mas não conseguia tirar Taehyung de meus pensamentos, toda vez que eu tentava me concentrar ele aparecia com aquele sorriso quadrado é confortante nos momentos tristes, faz apenas duas semanas que namoramos, e graças a Deus ele parece muito melhor.

Meus pensamentos foram cortados quando escutei a palavra "Hollywood", lembrei do dia em que eu e Jihoon fomos lá, quase que ele me deu uma porrada por dar um soco no jornaleiro, mas ninguém mandou aquele homem ficar perguntando no meu ouvido se queria jornal ou não.

As aulas acabaram alguns minutos mais tarde, e quando estava saindo do curso, uma muvuca de gente se formou na frente da escola, como uma pessoa curiosa que sou, apenas passaria na frente, se essa pessoa não tivesse a estatura tão baixa quando a minha. Parei em sua frente, um pouco afastado.

– Gostei de você! – Eu reconheço muito bem o tom sarcástico dele. – Venha aqui menino loiro com cara de palerma que parece ter bons rins.

Nossa, parece ter bons rins, faz quando tempo que ele não fala isso pra mim? Esse apelido ou apenas "frase de efeito", ganhei dele quando fui esfaqueado no abdômen e estômago.

Me aproximei dele a força, as meninas me empurraram literalmente para cima do Jihoon. Abaixei um pouco meu rosto já que sou mais alto que ele, e dei um sorriso, tentando parecer o mais amigável possível – coisa que não estava sendo atualmente – ele me devolveu o sorriso e abriu a porta do carro para eu entrar, assim fiz.

O motorista acelerou enquanto Jihoon me encarava. Fez isso por alguns minutos até que eu abri a boca.

– Você sabe onde eu moro?

– Onde EU moro você quis dizer, né?!

Fiquei quieto por alguns segundos até processar o que ele tinha falado. Olhei pela janela e vi que tínhamos chegado a mansão onde estou morando, o motorista parou na frente do portão e pude ver um nome estampado em, ouro? Com o nome da família, "Lee".

Ele me empurrou mansão a dentro e aprontou para uma janela grande e no segundo andar, nela tinha um Apanhador de Sonhos, na verdade, o Apanhador que eu comprei.

– Não acredito nisso...


Notas Finais


Oie gentee

Obrigado e obrigado pelos Favoritos que todos deram, isso é um dos motivos por continuar querendo escrever essa história (o outro é porque amo escrever) 💜

Obrigada a quem não desistiu dessa Fanfic por eu demorar a postar, mas prometo que não farei de novo... Por enquanto...

E meu gatinho Suga já está tão grandinho, daqui a dois dias faz 2 meses, ELE MORDE E ISSO MACHUCA, e só dorme também, não consigo mais olhar pra cara dele sem lembrar do Yoongi...

Até breve 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...