História Separated By Hatred- Second Season - Capítulo 28


Escrita por: ~

Exibições 102
Palavras 2.324
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá amores ♥

Estava com saudades de vocês ♥

Desculpe-me pela demora viu, Espero de coração que gostem do capítulo de hoje, foi feito com muito carinho.

Boa Noite

Boa Leitura ♥

Capítulo 28 - Birthday Lorenzo And luna


Fanfic / Fanfiction Separated By Hatred- Second Season - Capítulo 28 - Birthday Lorenzo And luna

06-02-2017

                    Becca P.O.V

Há exatamente um ano atrás Deus escolheu esse dia para mandar para o mundo os dois anjos que seriam enviados através da Nat que nos deixou com dois anjos para virar mais um. Hoje meus irmãos completam um aninho de vida e eu agradeço a Deus por ter a oportunidade de tê-los comigo e poder acompanhar cada passo, cada sorriso, cada suspiro me sinto muito orgulhosa em poder olhar pra eles todos os dias e vê como estão crescendo rápido e saudáveis.

A correria de dias atrás continuou mais agora está tudo resolvido, o tema da festa está ok, o local também e os convidados com certeza, o tema continua sendo dos mínios, o local vai ser na casa da minha mãe onde contém aquele salão de festa maravilhoso e os convidados serão nós mesmo e a Alice que a todo tempo esteve ao lado dos gêmeos.

- Becca nós vamos nos arrumar em casa ou na casa da sua mãe? Meg apareceu com sacolas em mãos.

- vamos nos arrumar lá. E até melhor para conseguirmos organizar tudo. Falei colocando alguns doces nas sacolas.

Os gêmeos hoje estão com o Ryan para que eu consiga arrumar tudo lá na casa da minha mãe, nesse momento estamos colocando as coisas em sacolas para seguir pra lá. Megan subiu para pegar uma roupa para nós duas e assim que eu deixar as coisas na casa da minha mãe vou até o cemitério deixar uma pequena homenagem para a Nat, porque sem ela esse aniversário não séria possível.

Minutos depois..

Assim que cheguei a casa da minha mãe todo mundo tava lá, quando eu digo todo mundo é todo mundo mesmo. Falei com algumas pessoas e logo inventei uma desculpa de que precisava sair, peguei meu carro e dirigir até uma floricultura e comprei as flores mais lindas e por fim segui o meu destino.

Cheguei lá e presenciei várias famílias em volta de túmulos, chorando ou até mesmo conversando baixinho como se fosse uma forma de segredo entre eles. Caminhei até o da Nat e me sentei bem próxima da sua lapide.

- oi Nat, hoje completa um ano desde o dia que você nos deixou. Eu sei que não podemos mudar o destino mais se eu pudesse fazer algo para te ter de volta eu faria sem pensar duas vezes. Sei que de onde você está tem visto tudo mais quero te dizer que estou cuidando muito bem dos nossos pequenos e tenho certeza que você tem muito orgulho deles e claro de quem os ama também.

Respirei fundo antes de começar a falar hoje eu irei desabafar por tudo que aconteceu.

- Nat, tudo vem sendo tão difícil pra mim. Como eu queria que minha vida voltasse a ser como antes, com meus amigos ao meu lado, com a felicidade de antes sabe? Eu gosto muito do Rapha e vou ter um filho dele estou muito feliz por isso alias se for menina vou fazer de tudo para por seu nome, como uma homenagem para você, mais eu queria muito que essa criança fosse de outra pessoa alguém que eu amo e você sabe muito bem quem é. Só que a vida gosta muito de brincar comigo e chegar a ser engraçado, mais tudo bem vida que segue eu só quero que ele seja muito feliz e que eu também seja. eu queria também que todos acreditassem em mim, eu nunca trairia o Justin todos sabem que eu sofri horrores quando o Jhonatan me traiu eu não cometeria o mesmo erro que ele, mais pode anotar ai eu vou descobrir toda a verdade e terei o prazer de esfregar na cara de todos que eu nunca fiz nada.

A essa altura do campeonato eu já chorava horrores, continuei a contar a ela sobre muitas outras coisas como o casamento de mamãe e Pattie que será mês que vem etc..

                     Justin P.O.V

Depois que a Becca saiu arrumamos algumas coisas e então eu sai log em seguida, hoje eu iria ao cemitério deixar algumas flores pra Nat, no caminho comprei flores e segui pro mesmo que não era muito longe dali. Assim que cheguei lá encontrei a Becca sentada próxima do tumulo da Nat e pior aos prantos ela chorava como se fosse uma criança pequena, me aproximei um pouco mais e fiquei escondido escutando sua conversa eu sei que não devia ter feito isso porém foi mais forte que eu, naquele momento eu queria correr e abraça-la e dizer que tudo ficaria bem mais infelizmente não podia.

Ouvir suas palavras de desabafo foi como uma facada fatal no meu coração, como eu fui burro em me deixar levar pela raiva, foi oque ela disse se pudesse voltar atrás eu faria tudo diferente. Depois de alguns minutos ela beijou a foto da Nat e se levantou limpando as lágrimas ela deixou suas flores lá e foi embora ai sim eu me aproximei e me sentei no mesmo local que ela estava.

- olá Nat, você deve ta cansada de escutar desabafos hoje e tudo mais, só que é impossível não desabafar aqui com você, sabe eu fui um burro em ter perdido a Becca, e sou mais burro ainda em tentar esquece-la eu deveria ir atrás dela agora e me declarar mais uma vez porém não posso estragar a felicidade do cara que vai ser pai, tenho que parar de ser egoísta. Não vou demorar muito por aqui só vim mesmo para dizer que estou com saudades de você por aqui, eu sei que nunca nos demos muito bem no passado mais aquele tempo que passei com você foi o suficiente para ver que eu estava totalmente errado sobre você, me desculpa por tudo ok? Ah e tenho que te dizer que seus filhos estão cada vez mais lindos a Luna vai parecer muito com você, o Lorenzo também, porém ele parece com o Ryan, me sinto muito honrado por ser padrinho dele e um tio babão da Luna, prometo a você que serei como um pai pros dois, hoje vamos fazer uma festinha pra comemorar um ano de vida deles seria tão lindo se você tivesse aqui pra pode ver o sorriso deles, os passos seria perfeito ver você aqui cuidando deles na verdade seria perfeito se você estivesse aqui para tudo junto com a gente no natal que passou, no ano novo, nos momentos bons e ruins. Nós sentimos muito sua falta Nat tenho certeza que dai de cima você está nós olhando e cuidado de cada passo. Obrigado por ser nosso anjo da guarda.

Coloquei minhas flores do lado da que a Becca havia colocado e me levantei seguindo meu caminho de volta pra casa da Sophia, ainda tinha muita coisa pra acontecer hoje.

Horas mais tarde..

                   Sophia P.O.V

Estava tudo arrumado para o aniversário da Luna e do Lorenzo, eles estavam lindos com aquelas roupinhas dos mínios que o Justin fez questão de comprar pros dois. Por falar nele hoje ele trouxe sua “namorada” para a festa das crianças e ei tenho a impressão que a conheço de algum lugar.

Becca ainda estava se arrumando então não viu quem está aqui, ou melhor, não viu nenhum dos convidados.

- sogrinha. Olhei pra traz e vi o Raphael junto com o Edu.

- olá Raphael, fico feliz em vê-lo por aqui. Falei o cumprimentando. – olá Eduardo, bem vindo.

- não perderia o aniversário dos meus cunhados por nada. Cade a Becca? Ainda não a vi aqui. Ele perguntou sorrindo.

- está lá em cima terminando de se arrumar, fiquem a vontade vou receber os outros convidados.

Eles assentiram e voltaram a conversar enquanto eu fui conversar com a Alice que havia acabado de chegar.

- Olá Alice, bem vinda. Falei assim que cheguei perto dela.

- Oi Sophia, obrigada. Aqui está o presente dos meus pacientes preferidos. Onde eles estão?

Alice como sempre sendo doce.

- eles estão próximo da mesa do bolo com o irmão, pode ir lá. Fique a vontade.

Ela assentiu e foi até onde Ryan estava com os gêmeos a festa tava linda do jeito que as meninas planejaram. Subi as escadas pra ver o motivo da demora das meninas e encontrei as duas sentadas na cama.

- oque aconteceu? Porque não desceram ainda? Perguntei fechando a porta do quarto.

- meu vestido não ta entrando em mim. Becca falou fazendo aquela voz de choro.

- oh minha filha, você já começou a ganhar peso por conta da gravidez, por sorte eu tenho guardado lá no meu quarto o seu presente de ano novo vou busca-lo, termina sua maquiagem.

Ela assentiu sorrindo e logo começou a se maquiar, eu fui até meu quarto, peguei o presente dela e voltei pro quarto onde ela estava e a mesma já me esperava com o hobby.

-aqui está querida, vai ficar lindo em você.

O presente era um macacão longo da cor preta ele marcaria um pouco sua pequena barriga de três meses e ficaria lindo nela.

- obrigada mãe, não sei oque seria de mim sem a senhora. Ele deu um beijo na minha bochecha e foi se vestir, dito e feito o macacão ficou perfeito em seu corpo.

                     Becca P.O.V

Graças a Minha mãe eu pude descer para prestigiar a festa dos meus irmãos, eu amei o macacão que ela me deu, ele ficou perfeito em meu corpo até destacou um pouco minha pequena barriga.

Assim que desci Rapha e Edu vieram  falar comigo e claro que fui muito elogiada pelo meu namorado e pelo meu cunhado, avisei a eles que iria falar com o resto do pessoal e assim fiz, conversei com Alice e depois me aproximei do Ryan que estava com os gêmeos e acompanhado dos meninos e meninas e também de uma garota que não me é estranha.

- Olá. Falei assim que cheguei.

- oi Becca, está linda. Demi como sempre foi a primeira a responder, não posso esquecer-me de dizer que a Demi está linda com sua barriga.

- obrigada Demi, você também está linda, como está nosso menino? Perguntei com a mão em sua barriga.

- Heitor está muito bem. Ela respondeu sorrindo.

- lindo nome.

Ela sorriu concordando.

- como estão meus gêmeos preferidos? Perguntei ao Ryan que tentava segurar o Enzo que assim que me viu queria pular em meu colo.

- estão ótimos e felizes em te ver. Ryan respondeu sorrindo. – você está linda irmãzinha.

- obrigada Ry. Na verdade todos nós estamos lindos.

Todo mundo riu, Cait me observava de longe com um sorriso tímido nos lábios e a menina que estava acompanhada do Justin também.

- Rebecca essa e a Julie, namorada do Drew. Ryan falou quando percebeu que eu a encarava demais.

Puta que pariu agora eu me lembrei dela Julie e a irmã do Jhonatan, minha ex-cunhada virou namorada do meu ex-namorado, e destino realmente você gosta mesmo de brincar comigo.

- nós já nos conhecemos de outros lugares Ry. Bem vinda a Atlanta Julie. Falei sorrindo.

Eu e a Julie éramos amigas na época que eu namorava o Jhonatan, porém nossa amizade mudou muito depois que ela preferiu ficar do lado do irmão dela.

- Obrigada Becca, posso conversar com você depois? Tipo a sós? Julie perguntou e eu assenti.

Horas depois.

A festa dos gêmeos ocorreu da melhor forma, tiramos muitas fotos deles sozinhos, junto com os convidados e passamos um vídeo da Nat onde tinha fotos dela com a barriga de fora antes do nascimento deles e as fotos que ela tirou antes de morrer, essas fotos a Alice me enviou antes mesmo de eu pensar em fazer essa homenagem.

Cantamos os parabéns e foi uma alegria ver meus pequenos batendo palmas eu segurei a Luna e o Ryan segurou o Enzo. Ficou tudo tão lindo que foi impossível não me emocionar.

Durante o parabéns eu percebi que os gêmeos olhavam para um ponto fixo na parede e eu também olhei e foi uma surpresa, parece que a Nat estava ali presente pois tinha uma luz branca em cima de um anjo e esse anjo era a Nat, acho que até o Ryan viu pois sorriu assim como eu e os gêmeos.

Quando a festa terminou os convidados foram embora isso inclui o Rapha e o Edu que teriam plantão ainda hoje. Deixando apenas nós o pessoal de sempre.

- posso falar com você? Julie apareceu sorrindo.

- claro, deixa só eu colocar a Luna no quarto que eu já te encontro no jardim.

Ela assentiu e eu subi as escadas indo até o quarto onde coloquei minha irmã no berço e desci indo direto para o jardim onde encontrei a Julie sentada a minha espera.

- cheguei. Falei e me sentei ao lado dela.

- que bom. Quero começar te pedindo desculpa por não ter ficado do seu lado quando você terminou com o Jhon.

- olha Julie eu te entendo perfeitamente, também ficaria do lado do meu irmão, não precisa se desculpar. Falei sendo sincera.

- mesmo assim eu te devo desculpas. Agora que possivelmente vou te ver diariamente não quero ficar num clima ruim com você principalmente por causa do Justin.

- não se preocupa Julie, não tenho mais nada com o Justin há meses, além disso, eu estou grávida de outro e estou muito feliz por isso apenas te peço para não magoa-lo ele merece ser feliz.

- não pretendo magoa-lo, ele me faz muito bem e pretendo fazer o mesmo com ele. Só não quero que você fique ainda mais magoada comigo. Entende?

- perfeitamente, mais não precisa ficar com medo de perdê-lo, ele é livre para ser feliz também. Agora se me de licença preciso descansar. Bem vinda Julie.

A deixei ali sentada e entrei seguindo pro meu quarto, por mais que foi difícil dizer essas palavras foi pro meu bem, pro bem dele, ou melhor, dizer foi pra felicidade de todos.

 

Continua..

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...