História Sequelas de sono - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 26
Palavras 2.508
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aí? Tudo bom?
Mais uma One-shot!!!
Dessa vez, Yoonmin!!!
É tipo, um dos poucos shipps com o Yoongi que eu shippo [Ava, ok]
Enfim, espero que gostem!!!
qualquer erro me desculpem
Boa leitura e até as notas finais!!!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Sequelas de sono - Capítulo 1 - Capítulo Único

Lá estava eu, naquele inferno que é a minha sala de aula.

Sentando numa posição totalmente desconfortável em minha cadeira, "tem que se manter boa postura e uma boa imagem de estudante" é o que os professores dizem.

"Coluna reta, olhando para frente, sem conversar, apenas copie e escute, no final, se houver dúvidas fale", o mesmo discurso de sempre.

Já era último tempo, a ansiedade de todos para que o sinal tocasse era extremo, para a maior parte deles pouco importava o que a professora de matemática dizia, apenas queríamos todos ir para casa.

A pressão e a ansiedade pelo toque só aumentavam com uma única coisa: o fato do dia da semana ser sexta-feira.

Sexta-feira, dia que para muitos é considerado uma "libertação", o fim de uma semana de aulas e o começo do final de semana, o que mais todo mundo poderia querer?

—Ah! que droga!!! errei de novo...—Digo baixinho para mim mesmo.

Sono. Muito sono. Era isso que eu tinha.

Há três dias não consigo dormir direito, meus problemas pessoais andam me desestabilizando, sem falar no tanto de matéria que tem para se estudar, para piorar a situação meus pais me obrigam a fazer algum esporte, eles semprem vem com aquela desculpa "Filho, mas é pro seu bem", eu simplesmente parei de brigar com eles, logo depois de mil tentativas de fazer eles me desmatricularem da merda da natação que eles querem que eu faça toda semana...

—Que merda!!! errei de novo!!!—Disse, jogando a caneta em cima do caderno.

Toquei em meus rosto com a mão, estava quente, minha cabeça estava doendo e meus olhos queriam se fechar a qualquer custo, eles imploravam, mas eu não podia ceder ao sono, eu simplesmente não podia...

Ninguém parecia perceber meu estado, também, eu não deixava transparecer, sempre que alguém me perguntava se estava tudo bem, eu apenas soltava um sorriso fraco do jeito que sempre dou e dizia "Ah! Não é nada, ta tudo bem", então, fazia a pessoa mudar de assunto, conversando algo aleatório, mas aquilo pesava em minha mente, era sujo mentir sobre aquele meu estado para as pessoas que realmente se importam comigo, mas eu apenas não queria causar um grande drama...

Dei um longo suspiro, peguei minha caneta em cima do caderno, mas antes de voltar a copiar, olhei para os alunos que estavam á minha volta...

Min Yoongi que estava ao meu lado lia algum livro aleatório, ele estava pouco se fudendo se a professora estava de descabelando na frente da sala para tentar manter a ordem entre os alunos que insistiam em conversar, admiro muito ele por isso... Como eu não queria estar nem aí para nada como ele.

Eu poderia observar-lo pelo resto da aula, ele não iria me notar, dificilmente ele iria desviar atenção daquele livro, talvez apenas para conversar comigo sobre alguma​ fanfic que ele, talvez​, tenha lido ou para zuar do jeito sádico dele alguma coisa que tenha chamado sua atenção, fora essas duas coisas era melhor até esquecer que ele estava alí, por que ele não tiraria os olhos daquelas páginas por nada.

Era até mesmo difícil parar de notar-lo, o jeito em que sua boca fechada meio vermelha, por causa da sequidão de seus lábios, formava uma linha, transparecendo um ar de seriedade, junto com seus olhos que mostravam-se para baixo refletiam as páginas do livro que o mesmo lia e seu nariz que mostrava-se um pouco rosado, que inclusive se destacava em sua pele meio pálida, por causa do ar frio do ar-condicionado que caia diretamente sobre ele faziam com que eu não parasse de encara-lo...

Eu não posso dizer que é amor, ainda me sinto confuso em relação á isso, mas Yoongi me faz sentir bem de um jeito que mais ninguém consegue...

Enquanto vagava dentro dos meus próprios pensamentos, Yoongi levantou a cabeça por uns instantes, virando-se em minha direção, olhando diretamente para mim.

—Eu sei que sou bonito, mas não precisa me encarar tanto...—Diz ele com um tom satírico.

Dou um pequeno riso, o suficiente para que ele retribuisse, o pequeno sorriso dele era o suficiente para me acordar daquele estado de cansaço extremo que eu me encontrava.

—Eu não estava te encarando, só estava... pensando em algumas coisas...—Digo, então volto a olhar para meu caderno.

A única coisa visível naqueles montes de contas que a professora passava era os inúmeros rabiscos pretos que eu havia feito, por pura raiva de quando eu errava alguma palavra, aquilo era frustante, corretivo para que ti quero...

—Haram.... Claro... Então, o senhor Park Jimin não estava quase me comendo com os olhos, tudo bem... vou voltar a ler se for assim.—Ele diz, ainda satirizando a satirizando o momento.

Dou outro sorriso, mas esse durou apenas​ alguns segundos...

—Vai se ferrar, Yoongi...—Digo, rindo.

Ele ficou em silêncio, talvez teria voltado a ler seu livro, voltei a copiar o que a professora havia colocado na lousa.

O sono ainda pesava, mas o que mais me incomodava eram os picos de cansaço que eu tinha, era difícil de resistir ao desejo de encostar a cabeça na cadeira e dormir até quando eu quisesse...

Tudo que eu mais queria dormir até que eu voltasse ao normal, até que tudo estivesse bem... até que os problemas todos sumissem... Talvez, em algum sonho eu encontrasse Yoongi...

Iríamos nos zuar como sempre, riríamos de besteiras, talvez até de uma montagem tosca de Namjin que eu fiz, que se encontrava numa pasta em meu celular, ou apenas ficaríamos trocando carícias, quem sabe até beijos? Ah... quem me dera, estou apenas sonhando acordado...

"Sim Jimin, esqueça... ninguém... nunca vai gostar de você..."—Pensei.

A maior parte dos meus problemas pessoais começavam a partir daí... Minha mente.

Ela me detonava, como eu não queria sentir tanto tudo que eu pensava... Ah... está tudo uma merda mesmo...

Senti algumas lágrimas involuntárias saindo dos meus olhos, lágrimas tristes, lágrimas cansadas.

Uma delas molhou meu caderno, foi quando me toquei, precisaria limpar-las antes que alguém percebesse...

Levei minhas mãos aos meus olhos, limpando-os rapidamente, foi quando me virei para o mesmo lado em que Yoongi estava sentando.

Para minha supresa, ele não lia seu livro, ele me encarava, parecia sério, seus olhos se arregalaram no momento em que virei para ele, droga, ele percebeu...

—Jimin?—Diz ele.

Sua voz meio grossa me faz arrepiar, ou talvez apenas fosse nervosismo por ter sido "flagrado", a sensação que tenho é que fiz alguma coisa errada para ele estar assim, meio preocupado... Esse é um daqueles momentos que sinto vontade de voltar à cinco minutos atrás.

Não respondi, apenas virei a cara, voltei a copiar as palavras no quadro, minhas mãos tremiam um pouco, minha vista​ estava se embaçando novamente, eu ficava repetindo em minha cabeça "Ta tudo bem, Ta tudo bem, Ta tudo bem, se ele te perguntar alguma coisa apenas finja, apenas... finja!!!", bem quando eu havia acabado de tocar a caneta na página do meu caderno​, a mão de Yoongi toca na minha me fazendo soltar a caneta.

As mãos deles estavam quentes, por incrível que pareça, todo aquele ar frio do ar-condicionado parece que só o afetava no nariz...

—Jimin, ta tudo bem?—Ele pergunta, tentando me encarar, mas eu continuo não o olhando.

Apenas concordo com a cabeça sem dizer nada, então me forço a sorrir, sem mostrar meus olhos à ele.

—Ta tudo bem, é só... que esse ar frio deve está me deixando com um pouco de frio...—Digo.

Tento retirar minha mão baixo da dele, mas ele não deixa, ele agarra-a, então pega com a outra em meu rosto tentando me fazer olhar para ele.

—Não minta, você não está bem... eu percebi à alguns dias atrás, só não disse nada por que você dizia para todo mundo que estava bem!!! mas, você estava chorando não era? Jimin... olha para mim...—Ele insiste.

Neste momento, o sinal da escola avisava que o dia havia acabado, uma chuva de alunos saiu correndo para fora da sala, outros ficavam para arrumar as coisas, para conversar ou para perguntar algo ao professor, vi aí minha oportunidade para sair correndo.

Tirei as mãos de Yoongi de mim, peguei minha mochila e coloquei meu caderno. meu estojo dentro dela, então a fechei o mais rápido que consegui.

Dou graças a deus por ser uma pessoa que não tira tudo da mochila de uma vez, então assim é bem mais fácil de organizar... pelo menos consigo ir rápido...

Assim que a coloquei nas costas, senti Yoongi puxando minha mão novamente.

—Jimin!!! espera!!! me responde...—Diz ele.

Dou um pequeno tapa em sua mão para que ele soltasse.

—Só... para de tentar... eu estou bem!!! Ta tudo bem...—Digo de cabeça baixa.

Vou me afastando dele aos poucos, quando sinto ele me encostar na parede, ele colocou os braços ao lado da minha cabeça, para que eu pudesse apenas encara-lo e se aproximou muito, para que eu não pudesse sair...

Meu coração começou a bater um pouco forte, nunca tive um contato​ corporal muito próximo do Yoongi, houve apenas uma vez, em que estávamos na casa dele e por causa da falta de algum lugar para mim dormir, tivemos que dividir a mesma cama... Ainda me lembro daquela noite com muito carinho... Mesmo que talvez não tenha sido nada para ele, para mim foi realmente bom está ao lado dele...

Ele pegou em meu rosto, levantando-o para olhar para ele, uma lágrima silenciosa deslizava sob uma de minhas bochechas, agora era totalmente visível para ele minhas olheiras...

—Jimin... Me diz de uma vez o que é que está acontecendo? Ta na cara que não está "tudo bem", então pare de repetir isso!!! Apenas... Apenas... não esconda o que você está sentindo... Eu estou preocupado com você!!! idiota.—Ele diz, num tom rude, mas preocupado.

O encaro, com a vista ainda um pouco embaçada, então sinto mais lágrimas caindo...

—Me desculpe... eu não queria te preocupar... são apenas... meus problemas... deve ser apenas drama da minha parte, então...—Tento dizer, mas ele chega mais perto de mim.

A boca dele estava quase encostando a minha, dava para sentir sua respiração bem próxima.

—Se está te deixando mal, então não é drama. Não deveria se esconder... Não deveria sair por aí dizendo "ta tudo bem", Jimin... não ta tudo bem com você, apenas fale para mim o que te incomoda tanto, você deve está cansando de ter que aguentar tudo isso que se passa com você...—Ele diz, sério.

Ele encarava minha boca, as vezes, mas encarava muito mais meus olhos.

Foi aí, com aquelas palavras dele que eu não aguentei, eu me lancei para cima dele, fiz até ele se sentar em uma cadeira próxima à ele, joguei minha mochila para qualquer canto e sentei em seu colo, alí me desfiz em lágrimas, falando de palavra em palavra tudo que eu estava sentindo, tudo que havia me feito chegar naquele ponto de sufocamento extremo...

Sufocamento em palavras, em emoções...

Yoongi escutava tudo, queto, enquanto passava a mão em minhas costas, ele me consolava em silêncio, esperava que eu fala-se tudo para que depois ele pudesse dizer algo...

A sala estava já vazia, só nos dois mesmo, os físicas da coordenação iriam chegar a qualquer momento para fechar a sala, por que eu estou me importando com isso mesmo agora? talvez medo de mais alguém me ver chorar desse jeito...

Assim que acabei de falar, Yoongi deitou minha cabeça em seu ombro, me segurando pela cintura para que eu ficasse em seu colo, então ele aproximou a cabeça do meu ouvido.

—Não fique assim Jimin... É realmente difícil... entendendo que esteja se sentindo mal, mas não precisa se cobrar tanto, você não tem culpa de sentir tudo isso... é que realmente é pesado aguentar tantos problemas sozinho, mas... você não precisa aguentar tudo isso só...—Ele diz.

Sua voz de algum jeito me reconfortava, fazia eu me acalmar, mesmo que um pouco...

—Como-o assim-m?—Digo entre alguns soluços.

Ele fica queto por alguns segundos, então sinto sua mão em baixo de meu queixo, ele o levanta e cola seus lábios com os meus.

Fico surpreso, mas aproveito o beijo que ele me dava, era algo reconfortante, eu estava nescessitando exatamente daquilo: amor, mas não qualquer amor, o dele... o do Yoongi...

Ele sepera nossos lábios um tempo depois.

—Eu quero dizer que... você tem a mim... se estiver se sentindo mal, fale para mim... eu me preocupo com você, Jimin... eu sempre estarei aqui para você...—Ele diz, então sorrir.

As minhas lágrimas triste se tornam lágrimas de felicidade, idiota... só um idiota como Yoongi para me fazer chorar desse jeito, mas eu... amo esse idiota!!! eu o amo muito...

Ele começou a limpar minhas lágrimas com o polegar, enquanto eu o encarava, sorrindo que nem um idiota...

Um idiota feliz... Yoongi faz feliz...

—Obrigada Yoongi... Realmente obrigada...—Digo.

Ele da um pequeno beijo em minha testa.

—Ok... foi meio meloso o que eu acabei de te falar agora... muito clichê, mas tudo bem...—Ele diz.

Solto um riso e dou um pequeno tapa no braço dele.

—Yoongi!!! affz!!! só você mesmo para estregar o momento que estavamos tendo...—Digo.

Ele rir.

Deito minha cabeça sobre o ombro dele, ficamos conversando​ um pouco sobre coisas aleatórias, até que o fiscal da coordenação entra na sala e nos manda sair, por causa que ele iria fechar a sala.

Me levanto e pego minha mochila no chão, o Yoongi arruma a dele e põem nas costas, eu ia por a minha nas costas também, mas ele não deixou, ele começou a levar ela para mim mesmo eu dizendo que não precisava...

Saímos da sala de mãos dadas, fomos até o corredor, onde se sentamos num banco por lá.

Yoongi pediu para que eu colocasse a cabeça em seu colo, eu apenas aceitei.

Fiquei o encarando por algum tempo sem dizer nada, ele apenas fazia um carinho de leve em minha cabeça e as vezes me dava longos selinhos...

Eu estava prestes a dormir em seu colo, mas eu mesmo não me deixava até que...

—Jimin, pode dormir...—Ele diz.

O encaro, sério.

—Tem certeza? mas, meu pai pode chegar a qualquer momento, sabe... ele iria me matar se eu não estivesse lá na frente na hora que ele chegasse para me buscar e sei lá... Acho melhor eu ir agora para que isso não aconteça...—Digo, tentando me levantar.

Ele não deixa.

—Sim, eu tenho certeza. Tudo bem, eu assumo a culpa, apenas durma...—Ele diz.

Dou um longo sorriso e vou fechando os olhos devagarzinho...

—Yoongi... eu... te amo... Obrigada...—Digo.

Então, caio no sono...

Depois desse dia, eu melhorei bastante, o Yoongi sempre quer cuidar de mim de algum jeito, é fofo isso... meio que estávamos juntos agora... Ahh... está tudo tão feliz, nada pode estragar...

—Senhor Park Jimin!!! Acorde agora ou terei lhe encaminhar a diretoria!!!—Diz a professora gritando de maneira totalmente grossa comigo.

Acordo meio atordoado, confuso.

“Tudo não se passou de sonho?”—Penso.

Olho para lado, Yoongi e mais o resto da sala me encarava, Yoongi dá um sorriso para mim...

—Desculpe... não vai acontecer de novo...—Digo.

A professora, então volta para frente da sala, retornando a aula.

Quando eu já ia voltar a copiar a matéria dela em meu caderno, Yoongi joga um pequeno papel sobre minha mesa.

O desenrolo e leio...

“Idiota, estava dormindo na aula? Tem dormido direito em casa? Não me faça ficar preocupado com você!!! rs' Quer ir tomar um sorvete comigo depois da aula?”

Ao ler aquilo, dou um sorriso e faço "sim" com a cabeça pro Yoongi que retribuiu com um sorriso, voltando logo após a ler seu livro.

Do meu sonho as únicas coisas que restaram foram as sequelas de sono...


Notas Finais


>>End<<
Bão, vamos lá pros avisinhos marotos:
Primeiro: Não vai ter continuação por que é uma One-shot :/[Ava]
—Me desculpem qualquer erro novamente—
Obrigada por terem lido💛
Espero que tenham gostado💛
>>Plágio é crime<<
>>a culpa não é minha do Jimin ter só sonhado :v por isso não me cruxifiquem nos comentários :v VRÁ!<<
>enfim, Tchau< 2Bj!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...