História Será Amor? - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Dove Cameron, Gustavo Stockler (Nomegusta), Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas Lira (Invento na Hora)
Personagens Dove Cameron, Gustavo Stockler, Lucas "LubaTV", Lucas Lira, Luke Hemmings
Tags Amor, Nome Gusta, Romance
Exibições 4
Palavras 1.297
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leituraa sweetss

Capítulo 41 - I love you from earth to heaven


Fanfic / Fanfiction Será Amor? - Capítulo 41 - I love you from earth to heaven

- Gu....calma alguém pode chegar – falei saindo do beijo, enquanto ele dava beijos em meu pescoço     

            - Eu senti sua falta Bri, do seu cheiro, do seu toque, de você inteira – Ele disse segurando meu rosto entre suas mãos e me olhando nos olhos. Não pude de deixar de sorrir após o que ele disse.

Esses meses todos eu tentei negar o que sempre senti pelo Gustavo, eu sei ele me traiu com uma garota qualquer, mas algo sempre me disse no fundo do meu coração que o amor dele por mim era mais sincero que qualquer coisa. Eu não podia mais ficar negando pra mim mesma que o que acontecia entre a gente era a coisa mais real que eu já havia sentido na minha vida. Nenhum outro homem tinha me feito sentir as coisas que o Gustavo me fez sentir, todo o amor que eu sentia por ele não tinha uma explicação eu só conseguia sentir ele e nada mais

            - Eu tam... – Não consegui terminar de falar a frase, quando uma silhueta apareceu atrás da gente com os olhos arregalados, era o Lira

            - Lucas, a gente só estava – não consegui pensar em nada para dizer, não tinha mais como esconder o nosso amor que com certeza todos achavam tão evidente

            - Não vim atrapalhar o casalzinho, só vim deixar meu prato, toma – Ele praticamente jogou o prato em cima de mim, e ainda por cima conseguiu sujar meu vestido com o resto de comida que havia no prato

            - Droga – falei olhando pra grande mancha amarelada no meu vestido

            - Qual o problema do Lucas com a gente? Por que ele fez isso Brianna, tem algo que você não me contou sobre você e o Lucas? – Flashs passaram pela minha cabeça e me levaram naquele dia chuvoso onde fui até a casa do Lucas para terminar o que nunca deveria ter começado com ele, e ele perderá a cabeça e começará a me xingar. Respirei fundo e lembrei, “sem mais mentiras Brianna” e falei

            - É tem sim, mas e prometo que vou te falar tudo mas não agora eu vou trocar essa roupa, depois a gente conversa ta bom? – falei deixando o prato na pia e saindo da cozinha, indo reto para meu quarto.

            Ao chegar no quarto vi que já eram 01:00 da manhã, eu já escutava os abraços e beijos de despedidas do lado de fora do quarto. Não queria ser mal educada mas não estava afim de ir me despedir de ninguém, provavelmente nem sentiriam minha falta contando com o nível de bebida que todos já deviam ter dentro de seus organismos. Então fui até o banheiro para lavar meu rosto e tirar toda a maquiagem, soltei meu cabelo e o penteei e por fim tirei minha roupa colocando meu pijama preferido. Assim que sai abri a porta do meu quarto dei de cara com o Gustavo

            - O que você faz aqui ainda? Todo mundo parece já ter ido embora – falei observando a casa vazia e o Chris desmaiado no sofá da sala

            - Ah sim mas você falou que iria me falar o que aconteceu entre você e o Lucas e você sabe como sou curioso então – Sorri ao lembra como o Gustavo era curioso, no aniversário dele quando eu comprei um presente pra ele e ele ficou sabendo, ele não descansou enquanto não descobriu o que era

            - Tudo bem, entra – falei dando espaço pra ele entrar no meu quarto

            - Seu quarto não mudou nada – ele disse olhando alguns porta-retratos que ficavam em cima de uma bancada

            - é nem tive tempo para pensar em mudar algo – falei suspirando e sentando na cama

            - Então, eu juro que eu preferia apenas ficar olhando você, te beijando mas eu sinto que você precisa me contar o que aconteceu Brii – Gusta disse se sentando ao meu lado e segurando minha mão

- Tudo bem, então aquele dia que eu iria pra Londres, eu resolvi ir falar com o Lucas pra expor que eu não sentia o que ele desejava que sentisse por ele, por um momento sim eu achei que poderia sentir mas não, isso não aconteceu então eu fui falar pra ele pra ele seguir em frente porque ele merecia alguém completa do lado dele, porem ele me surpreendeu com uma reação nada amigável, me xingou, falou coisas ao meu respeito que não tinham pé nem cabeça e por um momento achei que ele iria me agredir então sai da casa dele e foi isso, nunca mais tinha falado com ele desde então – Assim que acabei de contar a curta história pro Gu, ele chegou e me abraçou

            - Gu, o que foi? – falei enquanto ele me abraçava, não estava entendendo tal reação

            - Eu tenho culpa disso Brii, eu nunca deveria ter feito o que eu fiz – Eu podia sentir lagrimas escorrendo de seus olhos em meu pescoço

            - Gu, para, você não teve culpa de nada disso, olha pra mim – falei afastando ele de mim e segurando suas mãos – Foi eu quem me deixei levar por um sentimento que eu achava que existia, mas na verdade eu só estava encobrindo o meu real sentimento, por você – terminei secando com minhas mãos algumas lagrimas de seu rosto que mesmo moreno insistia em ficar um pouco vermelho

            - Eu te amo – falei sorrindo de canto pro Gu. Esse foi com certeza o eu te amo mais sincero que já dei na vida. O Gustavo me fez sentir coisas que eu jamais imaginaria sentir com alguém, ele me amava incondicionalmente e eu amava ele tanto que nem a quantidade de estrelas no céu poderia numerar esse amor

            - Eu também te amo, muito Brianna – Assim dito nossos corpos se chocaram, nossas bocas ansiavam por aquele beijo, aquele beijo que começa calmo mas depois se envolve me paixão, desejo, saudade...

Aos poucos a gente foi caindo na cama, ele continuava a me beijar ferozmente, logo meu moletom já foi parar longe, me deixando apenas com o sutiã a mostra.

            Eu sentia uma sensação de amor de aconchego naquele homem que eu não sabia descrever

Os lábios dele passaram da minha boca para o pescoço, e fechei os olhos e deixei que minha cabeça recostasse no travesseiro logo abaixo de mim, enquanto eu deslizava as mãos por dentro da camisa dele. Minhas mãos estavam dentro da sua blusa, as palmas apertando-lhe as costas. A essas alturas a adrenalina já tinha tomado conta de todo o meu corpo.

Ele me ajudou a arrancar minha calça, desceu a mão pelo meu corpo e eu gemi, me esquecendo de tudo exceto seus dedos em minha pele. Eu só conseguia pensar na mão dele me roçando a minha pele, do quanto eu esperei por esse dia. Cada vez que ele tocava meu corpo eu tinha mais certeza que ele era o homem da minha vida, e que eu o amava mais que tudo nessa vida. Ele me empurrou com suavidade sobre os travesseiros e firmou os braços nos dois lados de mim, colocando minhas pernas em torno de seus quadris.

Deslizou para baixo, beijando minha barriga, o que me fez estremecer inteira. Aquilo parecia tão irreal mas ao mesmo tempo era real e estava realmente acontecendo, tão natural, como se eu o tivesse feito mil vezes antes e ainda fosse fazê-lo mil vezes. Esse era território novo para mim, estava me levando à loucura: ele gemia suavemente contra minha boca, beijando-lhe cada vez mais forte, como se nunca fosse o suficiente, nunca fosse o bastante mas aquela noite eu sei que iria ficar gravada pra sempre em nossas memorias....

 

"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."

(Francisco do Espírito Santo)


Notas Finais


Pessoalll, cara sim demorei muito tempo nao é?
mas entre falta de tempo e criatividade aconteceu isso enfim trouxe mais um capitulo quentinho pra voces e se voces ainda quiserem posso dar uma continuidade na historia me falem nos comentarioss
beijoss
http://www.polyvore.com/cgi/set?.locale=pt-br&id=221873293 <-- Brianna pós festa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...