História Será destino? Ou conseqüências de nossas escolhas? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nina, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Colegial, Drama, Violencia
Visualizações 9
Palavras 3.385
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii meus anjinhos, tudo bem com vocês?... Espero que sim

Eu demorei um tempão pra atualizar a fic né? Eu não queria ter demorado tanto tempo... Mas me deu um bloqueio de criatividade, foi dificil faze-lo mas espero que gostem.


Leiam as notas finais.

Capítulo 3 - Eu estava esperando você


Fanfic / Fanfiction Será destino? Ou conseqüências de nossas escolhas? - Capítulo 3 - Eu estava esperando você

Acordo com o despertador do meu celular tocando, me levanto e caminho até a escrivaninha e o desligo, tiro meu celular da tomada e olho as horas, o coloco em cima da cama e vou em direção ao guarda-roupas, não esta frio então decidi colocar um short preto, regata azul com a estampa de uma caveira e um coturno, pego as roupas que usarei hoje e entro no banheiro para fazer minhas higiene matinais e tomar um banho.

 

(_____)

 

Saio do banheiro e me sento na cama para colocar meus coturnos, pego meu celular e minha bolsa e vou para a cozinha tomar café antes de ir para a escola.

 

__________ Quebra de tempo 20 minutos __________

 

Estaciono meu carro alguns metros longe da escola como no dia anterior, o tranco e entro na escola, vou direto para a sala de aula, como eu esperava a sala estava praticamente vazia, sento-me em uma das carteiras mais ao fundo da sala, pego meu celular e coloco meus fones, me escoro na parede ouvindo Lana Del Rey e espero a aula começar.

 

(_____)

 

A aula terminou e eu esperei todos saírem para não ficar no meio da correria, quando estava saindo vejo um bloco de notas no chão, eu o pego e guardo na bolsa para tentar encontrar o seu dono, quando saio da sala alguém esbarra em mim e quase caio

— Merda... Olha por onde anda garrota — Castiel fala bufando

— ...Foi você que esbarrou em mim e não ao contrario, sendo assim, é você quem tem que olhar por onde anda — falo irritada arrumando minha roupa, quem ele pensa que é?...Castiel me fuzila com o olhar, ele fica alguns segundo me olhando sem reação, provavelmente está tentando pensar em como me responder, antes que ele fale qualquer coisa eu saio de perto dele e vou em direção ao meu armário, ele fica lá igual a uma árvore plantada me olhando — Idiota — pego os livros que vou precisar para a aula de geografia e história, e os coloco em minha bolsa, quando vou fechar meu armário vejo Rosa vindo em minha direção

— Oi, Emma — Rosa se escora no armário ao lado do meu me olhando

— Oi, Rosa

— Vai ir para a cantina agora?

— Estava pensando em ir pra sala — falo trancando o armário

— Você ta brincando né? Vai fazer o que lá? Ainda falta meia hora pra próxima aula

— Escutar musica — me escorando em meu armário falo olhando para ela como se fosse óbvio e ela bufa

— Vem comigo pra cantina, vai ser melhor do que ficar sozinha na sala — eu hesito um pouco mas acabo a seguindo, já que ela nem espera minha resposta e vai em direção ao refeitório

 

(_____)

 

Chegamos na cantina e fomos pegar nossos lanches, eu peguei um suco de morango e Rosa pegou uma coca e um sanduíche, nós nos sentamos na mesma mesa do dia anterior e quando chegamos Alexy e armim já estavam lá, Rosa sentou-se de frente para Armin

— Oi, Emma — Alexy

— Oi — falo me sentando ao lado da Rosa e de frente para Alexy e pego meu celular

— Fim de semana Leigh e eu vamos há praia — Rosa — Não quer vir com a gente? — ela pergunta me olhando

— Não vai dar, vou levar meus irmãos e meu primo ao cinema

— Sábado e domingo? — Rosa fala sendo sarcástica

— Óbvio que não né — falo e reviro os olhos — Eu não sei ainda se vou levá-los no sábado ou no domingo

— Nós vamos no sábado, se decidir ir me avisa? — ela me olha tomando um pouco do seu refri

— Uhum

— E você Alexy? Ta tão quieto hoje

— Eu vou ficar em casa mesmo... E com certeza o Armin também — Alexy falou olhando entediado para o irmão que estava concentrado em seu jogo

— Por que não vem com a gente? — Rosa

— Ah não, não vou ficar segurando vela, não mesmo — Alexy falou e Rosa revirou os olhos — Mas se você ir me avisa que eu vou tentar ir também — ele falou olhando pra mim, e Rosa fingiu uma cara emburrada enquanto comia e Alexy revirou os olhos — Assim nem você nem eu seguramos vela — ele piscou para mim

— Aviso sim — falo mexendo meu suco com o canudo

Rosa e Alexy continuaram falando sobre varias coisas por um bom tempo, eles me colocavam vezes ou outra na conversa

— Eu vou pra sala — falo me levantando e colocando meu celular no bolso do meu short

— Você sabe que ainda faltam 10 minutos pra aula começar né? — Alexy me olhou

— Sim eu sei — arrumo meu cabelo o colocando todo para um lado — Assim eu consigo ficar em uma das ultimas carteiras — dou uma piscadinha e ele ri — Vou nessa — falo pegando minha bolsa e meu copo de suco agora vazio

 

Antes de sair da cantina jogo o copo de suco e o canudo no lixo que esta perto da porta e ando em direção há sala de aula

 

—  AI — Chegado perto da sala alguém tromba em mim de novo, eu quase caio no chão, mas o garoto me segura, como eu sei que é um garoto? Simples, ele é muito forte

— Perdoe-me senhorita — eu ergo minha cabeça e meu olhar se cruza com o do Lysandre, os olhos dele são tão lindos

— Não foi nada — falo me recompondo — A culpa é minha, eu estava distraída — falo arrumando minha bolsa em meu ombro

— Não... A culpa também é minha, eu estava distraído procurando meu bloco e não prestei atenção por onde estava andando — bloco de notas? Talvez o bloco que encontrei na sala seja dele, pego o bloco de notas que tinha guardado em minha bolsa

— Por acaso seria este — entrego a ele o bloco e ele o pega de minha mão imediatamente

— É esse sim — ele fala olhando aliviado para o bloco e depois olha para mim — Você o leu?

— Não — falo balançando a cabeça negativamente

— Obrigado — ele fala e sorri, eu apenas assenti com a cabeça sorrindo — Eu me chamo Lysandre — ele fala com um sorriso

— Emma — falo me apresentando também, mesmo que talvez ele já saiba

— É um prazer conhecê-la senhorita Emma

— O prazer é meu

— Me desculpe mais uma vez

— Não foi nada — ficamos alguns segundos sem dizer uma só palavra

— Tchau

— Tchau — ele volta a andar em direção há cantina e eu volto a andar em direção a sala, me viro o olhando, e esbarro na parede, droga, eu preciso ficar mais atenta por onde ando

Entro na sala e me sento em uma das ultimas carteiras, como imaginei a sala estava vazia

 

(_____)

 

A aula já terminou faz um tempo e quase todo mundo já foi para casa, as únicas pessoas que ainda estão na escola são alguns estudantes que ficaram na biblioteca estudando e o Bóris, eu fiquei tão concentrada que nem vi o tempo passar, coloquei os livros que tinha pegado para ler de volta no lugar, peguei minha bolsa a colocando em meu ombro e sai da biblioteca, vou em meu armário e guardo os livros que usei hoje nas aulas, tranco meu armário e vou em direção há saída, pego meu celular e vejo que já são 18:30 tenho varias ligações do meu irmão. Droga ele deve ta pirando, guardo meu celular no bolso do meu short e apresso meu passo

 

 __________ Quebra de tempo 20 minutos __________

 

Chego em casa e guardo meu carro na garagem, subo as escadas correndo, abro a porta e a tranco, me viro e vejo que Evan esta assistindo um capitulo gravado de Teen Wolf, sentado no sofá com os braços cruzados, e uma expressão seria no rosto, eu vou em direção as escadas com a esperança de que ele não tenha me visto.

— Será que eu posso saber onde é que você estava? — eu dou meia volta e me aproximo do sofá suspirando

— Na escola — falo sem dar importância, as vezes Evan acha que tem uma autoridade sobre mim que na verdade não tem

— Até essa hora? — ele arqueia uma sobrancelha — Fazendo o que?

— Estudando na biblioteca

— E por que até essa hora?

— Porque na biblioteca tem livros que eu não tenho, e que não posso trazer para casa, e também não esta tão tarde assim — cruzo meus braços — E você? Por que não esta estudando?

— Eu estava esperando você — Evan fala olhando pra TV

— Por que? — ele não me respondeu — Dylan esta em casa?

— Não, ele saiu já faz um tempo

— Sabe pra onde ele foi?

— Procurar uma cozinheira na agencia de empregos — eu respiro fundo indo em direção as escadas

— Vai pro quarto estudar e depois terminar de assistir Teen Wolf — falo subindo as escadas — Agora Evan — falo parando no meio da escada, ele desliga a TV e sobe as escadas comigo — Onde o Pietro está?

— Estudando no quarto — eu olho pra ele — Há qual é Emma, eu já to indo — ele fala bufando e revirando os olhos

Entro em meu quarto, coloco minha bolsa na cadeira e meu celular na escrivaninha, tiro meus sapatos e acessórios, vou em direção ao guarda-roupa, pego meu pijama cumprido preto e vou para o banheiro tomar banho

 

(_____)

 

Saio do banheiro e vou em direção há minha escrivaninha, coloco meu notebook na tomada, me sento em minha cadeira, o ligo e digito minha senha, checo meus e-mails e depois verifico meu facebook, digito o nome do Justin no campo de pesquisa e vou ao seu perfil, nenhuma nova publicação, pelo menos não chegamos ao ponto de nos excluirmos e bloquearmos, merda, desse jeito não vou conseguir esquecê-lo nunca, desligo meu notebook, tiro da tomada, pego meu celular e saio do meu quarto, vou em direção ao quarto do meu irmão que fica no começo do corredor e dou duas batidas na porta

— Entra — entro fechando a porta atrás de mim, Evan esta em sua escrivaninha com vários livros e cadernos abertos

— Tá estudando o que? — pergunto me aproximando dele

— História

— Quer ajuda?

— Não... Obrigado

— Ok... mas pra que todos esses livros e cadernos? — perguntei me escorando na parede e o olhei, ele apenas deu de ombros — Ta legal — me desapoiei da parede — Se precisar de ajuda me chama tá? — ele assentiu, dou-lhe um beijo na testa e saio do quarto fechando a porta atrás de mim

Desço as escadas e vejo Dylan trancando a porta

— Oi — falo e sento-me no sofá na posição ioga

— Oi, Emma — ligo a TV e coloco em um canal que passa Supernatural, Dylan senta ao meu lado

— Como foi na agencia? Conseguiu encontrar uma cozinheira — ele balança a cabeça positivamente

— Segunda ela começa — ele fala e da um longo suspiro

— E como ela se chama?

— Mena Jodie Ivanov

— Sobrenome russo — ele balançou a cabeça positivamente

— Ela vai ajudar em algumas tarefas de casa também — eu o olhei — Lavar roupas, essas coisa

— Ela vai dormir aqui? — pergunto voltando a olhar para a TV

— Vai

— Nos finais de semana também?

— Sim

— ... Ela não tem família? — pergunto e olho para ele

— Eu não sei muito... Não tinha muitas informações na ficha dela... Mas parece que não — ele fala e olha para a TV

Nós ficamos alguns minutos sem dizer nada, assistindo a TV

— Eu vou subir e tomar um banho — Dylan fala levantando-se — Depois eu faço o jantar — fala andando em direção as escadas

— Não quer que eu faço

— Não, eu faço hoje — fala subindo as escadas

— Tem certeza?

— Sim — o som da voz dele soou um pouco abafada pois ele já estava um poço mais longe no corredor

Pego meu celular e começo a mexer nele, alguns minutos depois lily desce as escadas e senta ao meu lado no sofá

— Oi

— Oi — eu a olho e depois volto a olhar para o celular — Como foi o dia? — falo bloqueando o celular e o coloco ao lado da minha perna

— Foi normal — eu reviro os olhos

— Eu não sei por que eu ainda pergunto se sempre é a mesma resposta — ela sorri e da de ombros — Já conseguiu fazer amigos?

— Uhum — ela fala colocando os pés em cima do sofá — E você?

— Acho que sim — Lily olha pra mim e arqueia a sobrancelha — Tem a Rosa e o Alexy... — ela escora a cabeça no sofá me olhando — Desde o primeiro dia eles tentam me incluir nas conversa... Enfim... — eu a olho — Eu gosto deles — falo olhando para a TV — Eles são legais

— Eu quero conhecer eles — ela fala olhando para a TV, eu dou risada — O que? — ela me olha — É difícil alguém não ser chato ou metido para você,  eu quero conhecê-los — eu a olho feio

— Eu não sou assim... Não mesmo

— Ta... Eu exagerei um pouquinho — ela fala olhando para a TV

— Um pouquinho? — falo sarcástica, ela da de ombros, eu reviro os olhos — Você ia gostar deles

— Ia? — ela me olha

— Ta... Vai gostar — eu olho para a TV — Eles são iguais a você... Falam muito sobre moda — ela me olha toda alegrinha e da um sorrisinho que eu conheço bem — Nem vem

— Você bem que poderia convidá-los para virem aqui em casa

— Não — falo balançando a cabeça negativamente

— Emma...

— Não... Ainda não — eu a interrompo e a olho, ela revira os olho e volta a olhar para a TV, eu faço o mesmo

— E a Noah?

— O que tem ela?

— Você acha que vocês vão continuar sendo amigas, mesmo tão longe?

— Claro que sim... O fato de fazermos novas amizades não significa que não somos amigas — eu dou um longo suspiro e olho para ela — Noah sempre vai ser minha melhor amiga de infância... Nada vai mudar isso — ela sorri

— Queria que comigo e Sophi tivesse sido igual — ela fala melancólica olhando para a TV

 

Sophi e Lily eram melhores amigas desde os 5 anos, eram inseparáveis e absolutamente nada as separava, ate que Sophi se apaixonou pelo garoto mais bonito da escola delas, Erick, ele não gostava de Sophi mas sim da minha Irma, Lily nunca quis nada com ele, ela sabia que a amiga gostava dele e nunca a magoaria, mas assim como todos nos temos nossos desentendimentos na escola, minha irmã também tinha e tem, em uma festa da escola há 7 meses atrás, Cristina, uma das garotas que não gostava da minha irmã, armou para que ela ficasse pressa na cabine do beijo com Erick, ele se aproveitou e há beijou, ela deu-lhe um tapa e com a força que tinha por conta da raiva, conseguiu o empurrar e sair correndo de lá, mas já era tarde, a foto de Erick há beijando já havia sido tirada, ela achou que seria melhor não falar nada do que havia acontecido há Sophi, pois não havia significado nada, mas estava errada, no dia seguinte Sophi e Lily tiveram uma briga feia, minha irmã tentou explicar a Sophi o que tinha acontecido mas ela não acreditou, e a amizade foi despeita na primeira briga séria, por um garoto idiota.

 

Eu pego a mão dela e entrelaço nossos dedos — Eu tenho certeza que logo você vai encontrar uma amiga melhor que a Sophi — ela olha para mim — Alguém que não ache a amizade menos importante do que um menino — ela suspira

— Ela era minha melhor amiga Emma... — ela fala e fecha os olhos — Não acredito que ela acreditou em uma mentira da Cristina — ela fala balançando a cabeça negativamente — Ela sabe como ela é, e tudo o que já fez... Mas mesmo assim acreditou nela e não em mim — eu não sei o que falar para reconfortá-la, eu odeio isso — Mas isso já e passado né? — ela fala e sorri — Eu tenho que esquecer isso... Bola pra frente — ela fala e pigarreia

— Eu sou uma péssima conselheira — eu falo olhando para ela e nos rimos

— Vamos assistir — ela fala voltando a olhar pra TV

Alguns minutos depois Dylan desce as escadas cantarolando

— Quer ajuda pra fazer o jantar? — pergunto virando meu pescoço para olhá-lo, Lily fez o mesmo

— Não — ele fala e vai em direção a cozinha — Podem ficar assistindo

 

__________ Quebra de tempo 30 minutos __________

 

— Emma — Dylan me chama da cozinha

— Que? — Lily me olha feio, ela não gosta quando eu grito ao invés de ir ate a cozinha — Que foi? — falo a olhando com uma expressão de desentendida

— Chama os meninos pra mim?

— Sim — Lily bufa

 

Pego meu celular, subo as escadas e vou ate o quarto do meu irmão que é o primeiro do corredor, dou duas batidas na porta e espero ele responder, o que não acontece, dou duas batidas pela segunda vez  e espero 15 segundos, ele não responde então eu entro deixando a porta aberta

 

É claro que ele não ouviria, esta com os fones jogando, eu reviro os olhos e vou ate ele, toco em seu braço e ele olha pra mim, eu faço um sinal pra ele tirar os fones — Em que volume esta esse fone? — pergunto cruzando meus braços e me apoiando na parede, ele não me respondeu — Eu já não disse que não é pra colocar o volume tão alto assim? Você vai acabar ficando surdo — falo suspirando

— Não ta alto

— Então por que não escutou eu bater na porta? — falo arqueando a sobrancelha

—  Você não bateu forte o suficiente

— Se eu batesse mais forte eu arrancaria a porta... — ele se jogou para trás na cadeira — Dylan já fez o jantar

— Já vou descer — saio de seu quarto fechando a porta

Vou em direção ao quarto do meu primo e dou duas batidas na porta — Entra — eu abro a porta mas não entro, Pietro esta na cama jogando com seu psp, me escoro no batente da porta cruzando os braços.

— Dylan já fez o jantar — ele desligou o psp, o colocou em cima do criado mudo e veio em minha direção

— Então vamos — ele fala passando por mim, fecho a porta e dou dois passos, Evan saiu do quarto e fechou a porta atrás de si

— Vão indo que eu já desço — falo e vou para o meu quarto, coloco meu celular na tomada e saio, desço as escadas e os meninos estão na sala

— Por que não foram pra cozinha?

— Queríamos esperar você? — Pietro

— Vamos então — Evan fala apressado, nos andamos em direção a cozinha

Quando entramos na cozinha Lily já estava se servindo

— Gulosa nem pra espera a gente né — Evan a provoca, e ela revira os olhos

— Até parece que se fosse você ia esperar alguém — ela fala sentando-se na mesa, eu pego um prato e sirvo Pietro

— Obrigado — lhe entrego o prato e ele vai sentar-se há mesa, eu pego outro prato para e sirvo Evan

— Mas é claro que eu ia esperar — Evan fala se apoiando na geladeira, eu entrego-lhe o prato e me sirvo

— Uhum... Acredito — Lily fala quase rindo, eu me sento há mesa ao lado dela

— E o Dylan? — pergunto olhando para ela

— Foi no banheiro

Dois minutos depois Dylan entra na cozinha, se serve e senta há mesa

— Vocês vão querer ir no cinema no sábado ou domingo? — eu falo e olho para cada um dos três... mas ninguém me responde, eu respiro fundo balançando a cabeça negativamente, é sempre assim, querem esperar ate sexta para ver se não aparece nada melhor, eu pigarreio — Se ninguém falar, nós não vamos

— Não — Pietro e Evan gritaram em uníssono e depois olharam um para o outro, Dylan ri achando engraçado e balança a cabeça negativamente, eu sorrio achando engraçado também, Lily revira os olhos e bufa

— Também não é pra tanto né — ela fala olhando para os meninos

— Por que vocês não vão no domingo? — Dylan fala olhando para mim — É dia de cinema... Não?

— Eu não tenho nada programado no domingo — Lily

— Nem a gente — Pietro

— Então vamos domingo — falo e volto a comer

Assim que termino de comer pego meu prato e copo e vou para há pia lavá-los

— Eu lavo a lousa hoje — Dylan

Guardo o prato e o copo já limpos e seco minhas mãos — Eu vou pro quarto

 

Saio da cozinha e subo para o meu quarto, entro no banheiro, escovo os meu dentes, e faço minhas necessidades, saio do banheiro, tiro meu celular da tomada, e me sento na cama na posição ioga.

Começo a mexer em meu celular e vejo algumas mensagens de Noah, fico alguns minutos conversando com ela, depois coloco meu celular carregar novamente, desligo a luz e me deito em minha cama para dormir.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...