História Será Diferente?- Segunda Temporada - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Jason Grace, Leo Valdez, Percy Jackson, Piper McLean
Tags Jasper, Percabeth, Percy Jackson
Exibições 23
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora



Capítulo 37 - As experiências


Fanfic / Fanfiction Será Diferente?- Segunda Temporada - Capítulo 37 - As experiências

POV RACHEL

Depois do treino, Stiles e eu fomos na biblioteca.
- Aqui tem uns livros legais de mitologia.- diz ele
- Podemos ficar aqui por quanto tempo?- pergunto, observando que a biblioteca estava vazia
- Ah... Algum tempo.- diz ele
- São quase oito da noite.- digo
- Não é a primeira vez que eu fico até tarde no colégio.- diz ele
- Ele esta vazio.- digo
- Rachel! Te trouxe aqui para conversar.-diz ele
- Ah, okay.- digo

Stiles e eu ficamos conversando por algum tempo. Acho que já sei tudo sobre sua vida, e ele sobre a minha. Estávamos conversando sobre o cara do lófit... Derek. Mas, ouvimos um estrondo enorme.
- Oque diabos foi isso?- pergunto assustada
- Espero que nada.- diz Stiles, também assustado

Boom! Novamente, o estrondo. E depois, barulhos de pegadas pesadas.
- Seja o que for... É grande.- diz ele
- Vamos sair daqui.- digo

O barulho das pegadas soavam mais perto.
Levantamos da mesa e fomos até uma pequena sala, dentro da biblioteca. Outro estrondo, como se a grande porta da biblioteca tivesse sido arrombada de forma drástica.
Espiono em um buraco médio na porta.
- Oque está fazendo?- Stiles pergunta- Volte!
- Meus deuses! Oque é isso?- pergunto assustada
- Oque está vendo?- ele pergunta
- Não sei dizer ao certo... Parece um lagarto...- digo
- Kanima!- diz ele me puxando para o chão
- Fique aqui comigo, quieta.- diz ele
- Esse bicho vai nos matar?- pergunto muito assustada
- Não. Não vou deixar.- diz ele, segurando minha mão

Então, ouço a voz de um menino falar.
- Me enfrente! Vou acabar com você!

É Liam, certamente. Então uiva. Barulhos de coisas caindo, e quebrando.
- O garoto vai morrer!- digo
- Não vamos!- diz ele
- Eu não posso deixar esse garoto morrer! Não posso deixar ninguém morrer. Está é minha missão.- digo levantando
- Não, Rachel!- Stiles manifesta

Eu o ignoro. Está é minha missão, proteger! Percy tem sua contracorrente, eu tenho minha espada. Contracorrente se passa por uma caneta comum, minha espada tem uma forma bem diferente... Ela é um batom. Parece comum, mas, não é. Uma filha de Afrodite me deu... Esqueci seu nome... Mas eu bem que queria um lindo arco e flecha, amo arco e flecha.
Tiro a tampa do batom, que se torna uma linda espada de bronze.
- Rachel?- pergunta Stiles apavorado

Vejo que o kanima, está em cima de Liam. Liam está acabado, mas continua tentando lutar. Vou para cima.  Faço um corte naquela coisa.
Ele berra, e começa a luta comigo. Sua calda tenta me acertar, mas eu sou mais rápida e desvio. Liam pelo jeito se curou, e me ajudou na luta. Ele arranha a criatura com suas garras, desvia da calda. Observo que sua calda enorme, é sua maior força. Faço de tudo para corta-la.
- Liam!- grito, vendo que o kanima esta pronto para o bote de Liam

Liam não consegue ser rápido. O kanima o gruda contra a parede, e quase o enforca. Vejo a hora certa de cortar sua calda. Consegui! Em quanto o kanima estava segurando Liam contra a parede, corto sua calda. O kanima perde a força e deixa Liam cair. O kanima se joga no chão, sem força nenhuma.
- Acho que o matei.- digo, esbaforida
- Como? Vocês deviam estar no chão a muito tempo! Deixe-me ver seus cortes.- diz Stiles
- Oque tem eles?- pergunto
- Quando um kanima nos corta, deixa uma substância na nossa pele. Ela nos deixa imóvel por algumas horas... Mas os cortes de Liam estão curando, e os seus, estão saudáveis.- diz Stiles
- É possível?- pergunto
- Ultimamente eu não duvido de mais nada.- diz Stiles
- Rachel! Como sabe tudo isso? Lutou muito bem!- diz Liam
- Obrigado... Fiz aulas de esgrima.- digo
- Você me salvou... Sério! Obrigada mesmo!- diz Liam, agradecido
- É minha missão!- digo- Ligue para Scott.

Liam pega o celular e liga.
- Pensei que não soubesse lutar, mas você mandou muito bem.- diz Stiles
- Obrigada.- digo
- Pensei que iria morrer... Fiquei morrendo de aflição.- diz ele

Eu o abraço.
- Estou viva.- sussuro em seu ouvido
- Espero que ainda fique assim por muito tempo.- diz ele

Scott esta vindo com o seu chefe.
- Ótimo!- diz Stiles
- Chefe?- pergunto
- Scott trabalha como assistente para um veterinário, em uma clínica animal.- diz Stiles
- E o veterinário sabe de muitas coisas.- diz Liam
- Muitas.- repete Stiles

Scott entra correndo pela porta destruída. Ele vem acompanhado de um homem adulto que parecia um médico. Era o veterinário, chefe de Scott. O veterinário trazia dois sacos enormes pretos, como aqueles que se colocam corpos.
- Um é para a calda e outro para o corpo.- diz o veterinário

Scott colocou a calda em um dos sacos. O veterinário, com a ajuda de Liam, colocou o corpo no outro saco.
- Me ajude a levar até o carro.- diz o veterinário, para Liam
- Certo.- diz Liam

Eles saem da biblioteca.
- Nós vamos para a clínica veterinária. Podem ir para casa, descansem.- diz Scott

Stiles e eu concordamos. Saímos da biblioteca, o fomos para sua casa.

POV PERCY

Rachel não atende seu telefone, mas que droga... Oque será que houve?
Vou ligar para Scott, para ver se ele conseguiu o tal lófit.

- Alô.- diz ele
- Scott, consegui o lófit?- pergunto
- Ah... O lófit...- diz ele
- E então?- pergunto
- Sim, claro. Eu consegui.- diz -Diz ele
- Ah, obrigado, mesmo.- digo agradecido- Quando eu posso ir para lá?
- Olhe, Percy, estou com um pequeno problema na clínica veterinária onde trabalho... Depois a nos encontramos na minha casa, okay?- ele pergunta
- Ah... Tudo bem...- digo

Ele desliga. Mas, tudo bem. Já consegui um lugar para fazer o encontro.
Estou na casa de Scott... Estranho Annabeth não está aqui, em nenhum lugar...

POV ANNABETH

Depois de sair da aula, algo aconteceu. Alguém me desmaiou, e eu acordei em um porão. Oque está acontecendo? Também fui sequestrada? Mas, eu não fui adotada!
- Ei... Você é a número onze?- um garoto pergunta, para mim
- Quem é você? Onde estou...- pergunto preocupada e perdida
- Meu nome é Harry... Fui sequestrado a doze dias.- diz ele
- Harry...- murmuro pensativa- Harry Yukimura...
- Sou eu...- ele me examina- Como me conhece?
- Eu e alguns amigos estamos tentando descobrir o padrão das vítimas sequestradas...- digo
- Qual é?- ele pergunta
- Adotados. Todos os sequestrados são adotados.- digo pensativa, pois não sou adotada

Ele suspira.
- Conhece algum tal de Jackson?- pergunto
- Jackson... Sim!- diz Harry
- Onde ele esta?- pergunto
- Acho que o levaram...- diz Harry, observando os lados
- O levaram? Para onde? Como assim?- pergunto
- Cada sequestrado é uma experiência.- Harry explica- Eles enjetam um líquido em nosso corpo. Somos experiências. Os doutores mascarados querem uma nova espécie sobrenatural... Eles querem criar seres sobrenaturais. Violando as regras deste mundo, do mundo sobrenatural.
- Mas... Por que?- pergunto
- Eu não sei! São malucos, monstros. Não temos como entender.- diz Harry
- Mas o padrão... Ele é de pessoas adotadas. Eu não sou.- digo
- Você não é, ou você não sabe?- pergunta Harry

O olho.
- Não sou.- repito, insegura

Alguém da um grito agudo.
- Oque diabos foi isso?- pergunto assustada
- Com certeza, seu amigo Jackson.- diz Harry

A pessoa grita mais uma vez. E outra vez e mais milhares de vezes.
Observo uma garota de cabelos pretos e cacheados. Ela estava gemendo de dor, com a mão em sua barriga. Sua blusa estava manchada de alguma substância preta, mas olho direito, e vejo que aquilo era sangue, sangue preto.
Me aproximo da menina.
- Oque fizeram com você?- pergunto
- E-eu não sei... Me levaram para o laboratório... Enjetaram algo em mim.- diz ela, levantando a parte em que a blusa tapava seu machucado.
Nossa! Aquilo estava terrível. Coitada. Era um corte enorme, de onde saia sangue, uma espécie de sangue preto.
- Qual seu nome?- pergunto
- Hayden.-diz a menina
- Hayden, nós vamos sair daqui. Vou te ajudar. Meu nome é Annabeth.- digo


Notas Finais


Espero que gostem😘❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...