História Será o destino? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bella Thorne, Justin Bieber, Tom Holland, Zendaya
Tags Adolescência, Amizade, Escola, Festa, Romance
Visualizações 17
Palavras 879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Magia, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capítulo Oito


Fanfic / Fanfiction Será o destino? - Capítulo 8 - Capítulo Oito

Lorenzo


Tenho que admitir foi engraçado a cara que é Melissa fez quando o chefe dela pediu para me ajudar a arrumar a nova loja da minha mãe, que ficava bem na frente a loja em que ela trabalhava. Ela não me olho em nenhum momento desde que o chefe dela a chamou. Acho que ela ainda estar com vergonha do acontecimento de hoje de manhã, foi engraçado é um pouco dolorido também.

-Então mel você pode ir ajudar esse jovem ?- o chefe dela pergunta novamente, fazendo ela me olha rapidamente é olhar para ele novamente em um movimento rápido

-S-sim! - ela gagueja um pouco, dá para perceber de longe que ela está morrendo de vergonha é isso me faz sorrir não sei o por que mas me faz - Claro, só tenho que pegar um negócio é ja vou - ela não deixa a gente nem responde e sai correndo para dentro da loja novamente.

-Não liga não meu jovem ela sempre é assim - o Nathan fala batendo no meu ombro de leve - Preciso que você tenha muita calma com ela, ela é bastante envergonhada, então não faça nada que a deixa desconfortável, certo ?

Melissa sempre foi bem na dela, sempre que eu ia falar com ela na sala ou qualquer outra pessoa ela saia dando uma desculpa que tinha que fazer alguma coisa , nunca consegui manter um diálogo com ela direito, ela até me pegou de surpresa hoje de manhã, foi bem surpreendente, ela até fez piada da situação.

- Pode deixar senhor !- falei mandando um sorriso de confiança, parecia até que eu estava tendo que pedir permissão para poder levá-la a um encontro.

Ela volta com um copo de suco na mão, sério que ela volto só para pegar um copo de suco, dou um sorriso de lado. Ela para do meu lado  

-Vamos ?- ela fala dando um sorrisinho tímido, concordo com a cabeça.

Começamos a andar até a loja da frente. Era estranho estar do lado dela, parecia que eu nunca tinha visto ela na minha vida, ela estava tão diferente desde a última vez que a tinha visto na formatura da oitava série. Eu acho que ela ficou a formatura toda com a cabeça baixa, com os braços cruzados com o da Nicole, as duas eram inseparáveis.

Minha mãe consegui realizar o sonho que ela sempre quis, abrir uma loja de roupa no shopping, porém ela teve que sair para resolver uns problemas é deixou para eu arrumar tudo sozinho. Valeu mãe!
Quando fui pedi ajuda na livraria pensei que ia vim um rapaz ou sei lá quem, mas nunca imaginei que seria a Melissa a me ajudar.

-Então o que você que que eu faça? - Melissa pergunta fazendo eu sair dos meus pensamentos e lembra do que tinha que fazer.

-Preciso que você me ajude a arrumar essas roupas no cabide é às dobrar é organizar certinho às coisas da loja, colocando em ordem  - vejo ela olhar em volta é concorda com a cabeça, mas na fala nada - se quiser não precisa me ajudar- vejo o olhar dela volta para mim é negar com a cabeça sorrindo.

- Vou te ajudar sim! Não tenho nada para fazer lá na livraria mesmo, assim às horas passam mais rápidos- ela fala colocando o copo dela no balcão é pegando umas peças de roupas na caixa é dobrando, sorrio é começa a fazer a mesma coisa.

Nunca imaginei que um dia eu ia ver Melissa, aquela menina que eu conheci quando eu tinha apenas seis anos, que ia de vestidinhos, que cada dia ia com um penteado diferente para escola, que nunca falava, que encantava os professores com seu jeitinho tímido é fofo, que sempre ficava no seu canto lendo seus livros, nunca poderia imaginar que ela estaria aqui  me ajudando a organizar a loja dá minha mãe.

-Como estar a sua testa? - ela acaba com aquele silêncio que estava na loja, eu não fazia ideia do que falar com ela, tava com medo de deixá la desconfortável

-Tudo certo, quando cheguei em casa minha mãe achou que eu tinha entrado numa briga no meu primeiro dia de aula- vejo ela sorrir é negar com a cabeça.

Nunca tinha reparado que o sorriso dela era tão bonito.

-A minha ja começou a rir quando viu um vermelhão na minha testa- a gente rir, mais logo volta aquele silêncio desconfortável. Ela toma um pouco do suco dela - Você quer um pouco? - ela me oferece esticando o copo na minha direção

-Não muito obrigado - ela dá um sorrisinho de lado é coloca o copo de volta no balcão. Ela volta a arrumar as roupas no cabide. O que eu posso falar para sair esse silêncio horrível quer ta nessa loja.
Mais o incrível que pareça quem tira aquele silêncio é a Melissa, novamente.

-Sinto muito, por você não ter conseguido ficar em dupla com a sua... namorada, nas aulas de biologia - verdade, ja tinha até me esquecido que ela era minha dupla.

-Na verdade mesmo... - não sei se eu devo falar isso, porém eu acho que ela não vai sair espalhando pra todos o que eu quero falar, não a Melissa isso eu podia ter certeza.

-Eu estava meio que rezando pra não fazer dupla com ela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...