História Será que? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carmilla
Personagens Carmilla, Laura, Personagens Originais
Tags Carmilla, Elisebauman, Hollis, Hollstein, Karnstein, Laura, Natashanegovanlis, Natlise, Negovanman
Visualizações 192
Palavras 1.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Orange, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Como, Elise? Como?!


Fanfic / Fanfiction Será que? - Capítulo 11 - Como, Elise? Como?!

⁠⁠⁠Elise Bauman

Dias se passaram desde a última vez que estive com Natasha, uns três ou quatro talvez, mas porque o tempo tem sido bem corrido pra mim, todas essas coisas da faculdade estão me matando e não consigo encontrar alguma coisa faça relaxar, fiz yoga antes de sair de casa, mas não adiantou, talvez sair um pouco pra conversar me ajude a melhorar... 

Mensagens ON

- Natasha, está muito ocupada hoje?

- Hey, mais ou menos, estou só colocando uns documentos em dia. Você está bem ?

- Não muito, estou enlouquecendo com a faculdade e isso é bem difícil de se ver

- Você precisa esfriar a cabeça, vamos almoçar juntas e depois damos uma volta no parque, tudo bem ?

- Sim, por favor, estou precisando disso

- Então tá, vou dar uma pausa aqui, como já são 11:48 e daqui a pouco realmente é o horário de almoço, dá pra ficar um tempinho maior com você. Starbucks em 10 ?

- Starbucks em 10...

Mensagens OFF

Apesar de termos conversado bastante por mensagens nesses dias longe, vê-la me faz sentir borboletas no estômago e isso é incrível. Ela é incrível! - pensei e dei um leve sorriso enquanto pegava minha bolsa e procurava minhas chaves dentro dela. Tive minha procura interrompida por um susto ao sentir uma mão tocar meu ombro...

- Elise ? - uma voz masculina soou atrás de mim

- Sim ? - respondi virando pra olhar quem era, dando as costas para a mesa cheia de livros abertos, cadernos e meu computador 

- Sou eu, Dylan, a gente saiu a um tempo atrás, lembra ? - ele riu 

- Dylan! Lembro sim, você quem que me apresentou aquele lugar incrível - sorri por lembrar de quando levei Natasha lá

- Eu mesmo. - ainda rindo - Não sabia que estudava aqui

- É porque entrei a pouco tempo, e eu também não sabia que você estudava aqui

- Ah tá, eu entrei no começo do ano, mas me diz, como você está ?  Não nos falamos desde aquele dia 

- É verdade, algumas coisas aconteceram de lá pra cá e ultimamente estou cheia de trabalhos pra terminar, são tantas matérias que estou ficando maluca! - ri pra disfarçar

- Sei bem como é, tenho estado mais dentro dessa biblioteca, do que da minha própria casa - nós dois rimos 

- No meu caso, parece que eu levei a biblioteca inteira pra casa, são livros em todo o lugar, essa é a primeira vez que resolvo sentar e ficar por aqui

- Por isso então! Todos os dias venho aqui e nunca tinha te visto. Posso sentar ?

- Sim sim, claro. - respondi e ele se sentou - E qual o curso que você está fazendo ?

- Direito, e você ?

- Sério ?? Eu também! - nossa, eu realmente fiquei surpresa - Não acredito!

- Um dos seus professores é o Sr. Lennox ?

- É sim, o melhor! As aulas dele são incríveis! 

- São mesmo, ele explica tudo tão bem junto com as brincadeiras que faz, deve ser por isso que todos entendem a matéria perfeitamente - ele disse e nós dois rimos.

- Ele já contou as histórias das viagens ?

- Sim! Mas só algumas, tipo aquela que ele estava no avião e começou a dar uma aula pras passageiras porque era uma turma que estava indo fazer uma prova importante - falamos em um uníssono e depois rimos bastante 

- Essa é hilária do jeito que ele conta!

Ficamos conversando tanto, que senti que meu estresse ir 100% embora, o assunto estava tão bom, ele era super engraçado, mais do que me lembro, me fez rir até minhas bochechas doerem, quase nos expulsaram da biblioteca por causa das nossas risadas altas, estava incontrolável!

- Estou morrendo de fome e daqui a pouco tenho outra aula, e acho que você também, quer ir almoçar em algum lugar enquanto ainda dá tempo ?

- Almoçar... - pensei - Não acredito! - minha expressão mudou na hora

- Está tudo bem ? - ele perguntou preocupado ao ver meu desespero procurando o celular 

- É que eu marquei de almoçar com uma pessoa, e já são - olhei a hora 13:28 / Notificações: 23 Mensagens de Natasha Negovanlis - Eu preciso ir, desculpa!

Peguei todas minhas coisas e levei no braço mesmo, não dava tempo de parar e guardar, saí praticamente gritando um tchau, e dizendo que a gente se via por aí. Entrei no carro jogando bolsa, notebook, cadernos, tudo no banco do passageiro, o liguei e fui. Tentei ligar pra ela no caminho, e depois da terceira tentativa, ela atendeu...

- Natasha! Desculpa, eu perdi a hora, mas já estou chegando, estou bem perto - falei desesperada

- Elise, não precisa mais vir, já estou de saída, tenho que terminar o que precisei parar. - ela parecia fria

- Não, por favor me espera, eu já cheguei! - parei o carro, peguei o celular e corri pra porta de entrada

Ela tinha acabado provavelmente de pagar a conta no balcão e quando virou de costas, parei da sua frente

- Eu estou aqui - falei ofegante 

- E eu já estou de saída, como disse pelo telefone - ela respondeu friamente passando por mim e saindo da lanchonete 

Olhei pra Mary que estava no caixa e ela me devolveu o olhar dizendo:

- Ela chegou aqui à horas, e só tomou um copo suco, disse que estava esperando por você pra almoçarem juntas, até uns dez minutos depois, ela ainda estava normal, mas depois vi que ela ficou chateada e triste, e agora com certeza está com raiva, então é melhor você ir resolver isso...

Acenei com a cabeça e meu desespero pareceu aumentar. Corri de volta pra fora, na direção de onde eu havia visto sua moto, na qual ela já estava se preparado pra subir 

- Natasha! Por favor! - ela parou e se virou pra mim

- O quê, Elise ? - aquela tensão era terrível 

- Eu me atrasei, perdi a hora, eu já estava juntando minhas coisas pra vir pra cá quando te mandei as mensagens, mas aí o Dylan chegou e eu...

- Dylan ? Quem é Dylan ?

- É o menino que eu conheci no parque aquele dia, a gente saiu uma vez, foi ele que me mostrou aquele restaurante que fomos e...

- Você me levou pra um encontro no mesmo que lugar que você teve um encontro com esse cara ?

- Não... Mais ou menos.. Sim. É que eu gostei de lá e sabia que você ia gostar também, e você gostou. Natasha, por favor, eu nã...

- Elise. - ela me olhou séria interrompendo o que eu iria dizer - Eu já vou, tenho trabalho pra terminar. - ela deu as costas subindo na moto, me olhou nos olhos, girou a chave e foi embora.

As borboletas que estavam no meu estômago a um tempo atrás, se transformaram num enjoo forte, como eu pude esquecer?! - era só o que eu conseguia pensar. Levei minhas mãos até a cabeça, segurando forte meu cabelo e olhando pra cima - Como, Elise? Como? 

Voltei meus olhos pra baixo e sem ter mais o que fazer, voltei pra o meu carro - Não vou ligar, nem mandar mensagem, sei que ela não vai me responder, ela precisa de espaço, mas se foi só um atraso, eu não entendo todo aquele estresse e raiva, realmente não entendo, mas pelo bem de nós duas, e pelo que sinto por ela, é melhor dar um tempo pra ela pensar, mas eu preciso fazer algo, ela é importante demais pra mim.

 


Notas Finais


Eita eita, que tensão... Postei e saí correndo!

X.O.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...