História Será que é amor - Capítulo 27


Escrita por: ~

Exibições 220
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 27 - Conexão


 

Piper  gemia sentido o prazer escorrer pela sua coxa . Séria possível gozar só com preliminares? Ou melhor, séria fácil gozar tão rápido. ?

Sentiu seu peito ser mordido de leve, Alex finalmente introduziu dois dedos em Piper, que gemeu auditivamente. As estocada eram fundas e lentas. O corpo de Alex subia e descia , se esfregando de acordo com o ritmo. Piper mal conseguia abrir os olhos . Quando o ritmo aumentou e o contato dos seios também , entrelaçou as pernas na cintura de Alex e confiando em seus instintos , conseguiu introduzir dois dedos na morena. A consumação de dois corpos que nasceram  para se completar , chegando ao ápice juntas , suadas , gemendo o nome uma da outra.

Mais a noite só estava começando.

- isso ...mais rápido. – Piper pede entre gemidos e Alex cada vez mete com mais força , enquanto  seus gemidos se tornam cada vez mais altos.

......

O suor deslizava por todo o corpo de Piper , os seus gemidos cada vez mais altos mostrava o prazer que estava cada vez mais perto. Os clitóris já duros e encaixados , rebolando subindo e descendo , o formigamento tomando o seus corpos , mais uma vez chegaram ao ápice juntas.

- eu amo você .- as duas falaram ao mesmo tempo e dormiram em paz como nunca tinham dormindo antes.

 

Pov Nick

Depois de pensar muito, resolvi que vou falar tudo para a Polly, ela volta hoje e vou busca-la. Estou morrendo de saudade  mais confesso que estou com um pouco de medo .

Estou a quase trinta minutos aqui no aeroporto e quando percebo que ela já está chegando ela sorri e pular nos meus braços , enchendo meu rosto de beijos .

- estava com saudade sua idiota. – começou a me bater e como não resisti comecei a rir .

- para Polly esta machucando. -

- é para machucar mesmo , nunca mais faça isso .- a abracei forte e a beijei . A saudade e a culpa estava me matando . Ela parou nosso beijo

- está chorando Nick ? -  ela limpou meus olhos e nem eu tinha percebido que estava chorando .

- estava com saudade Polly. – ela sorriu e me abraçou

Formos direto para minha casa, depois  levaria ela para a dela. Formos o caminho quase todo em silencio, ela me perguntava direto o que eu tinha e falava que estava trabalhando muito com a ausência da Alex.

Chegamos na minha casa e tinha uma pessoa parada em frente ao prédio. FERROU

- o que ela está fazendo parada aqui Nick ?

- Não sei, vamos ver.- tirei coragem de onde não tinha pra sair do carro e ir ate seu encontro. Segurei na mão da Polly .

- oi Nick , Polly .- Bruna nos cumprimentou

- oi .- falamos juntas

- Posso falar com você Nick, será rápido? -  não consegui responder

- vou subir Nick para tomar um banho . – me deu um selinho. – e você , nada de gracinha com o meu amor . – falou para Bruna e subiu.

- ela é bem cimenta .- BRUNA

- Sim, ate estranhei ela deixar a gente aqui sozinha , mas amo ela com esses ciúmes .- sorri boba.

- Nick eu quero falar sobre aquele dia que você saiu lá de casa correndo e não deixou eu explicar nada...

- Bruna eu realmente peço desculpa se eu te fiz entender que rolaria algo depois , eu vou falar com a Polly e quero que ela entenda . Me desculpa.

- Deixa eu explicar ... você não deixar eu falar as coisas ...vai deixar eu terminar ou vai abrir essa boca ?

- vou, Pode falar.

- então, naquela noite eu sei que não lembra nada , mas você vomitou na minha roupa e eu fui tomar um banho , te deixei na sala . Quando eu sai do banheiro você estava pelada na minha cama dormindo , você sabe que eu não durmo de roupas , naquele dia ate dormir só de calcinha ... ai pela manhã você acordou naquele jeito sem deixar eu falar nada ..

- então ... – ela me cortou

- isso , não aconteceu nada e tentava te ligar e você não atendia sua idiota. - mania de me chamarem de idiota

- serio ? – eu ainda não estava acreditando

- sim ...

- sou burra mesmo .- abracei – obrigada por vi aqui .

- ta , agora sobe porque se não é perigosa a sua cimenta vi aqui.

- obrigada – praticamente sai correndo

...

Entrei na casa e não há vi, ela deve está no quarto .

- Nih eu peguei essa sua blusa porque minha malas então todas no seu carro.

- TIRA. -  o que ia fazer mais ela não iria precisa de roupa.

- o quer ?

- tira essa roupa que quero fazer amor com você .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...