História Será que ela volta? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Personagens Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Tags Alexandrenero
Exibições 164
Palavras 649
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


To muito doente, espero que eu não morra, quero terminar a fanfic ainda KKKKK

Capítulo 14 - Surpresa


- Nero tira logo essa venda. — Giovanna gargalhou ao falar. 

Alexandre segurava na mão de Giovanna há conduzindo enquanto caminhavam sobre uma trilha. 

- Tá chegando? não aguento mais ficar com esse treco no meu olho! — Alexandre há segurou forte pela cintura.

- Prontinho dona curiosidade! — por fim tirou a venda. Giovanna ficou com os olhos marejados.

- Que.. que lindo! Quando foi.. tá tudo tão lindo. — ela olhava atentamente para cada detalhe.

Estavam no lago perto da praia para onde saíram juntos pela primeira vez depois de tanto tempo. Havia um pisca pisca de coração entre as duas árvores que parecia mais a porta de entrada do local. Um pano grande azul de seda estava forrado no chão. Rosas vermelhas espalhadas em volta do pano. Duas velas acesas em cima do pano com uma quantidade grande de comida. 

Estava tudo bem arrumado. Uma surpresa linda. Qualquer mulher gostaria. Qualquer mulher se sentiria amada o bastante para se declarar para o parceiro após uma surpresa dessa. Giovanna virou para Alexandre com os olhos ainda marejados. Estava realmente surpresa. Festejava por dentro. Ela tentou falar alguma coisa mas as palavras não saíam. Tentou novamente e Alexandre colocou o dedo anular sobre os lábios da amada.


- Não fala nada! Ainda nem começou. — ela sorriu e os lábios então se colaram. O amor estava ali entre os dois nos pequenos gestos. Num beijo delicado e doce eles demonstravam o amor que ambos sentiam.

- Eu não estou sabendo o que dizer.— ela sussurrou.

- Já disse pra não falar nada.— ela assentiu.— Vem aqui. — ele há conduziu até o pano onde ela se sentou. Nero foi até a árvore e retirou o violão dali e se sentou de frente para Giovanna que sorria apaixonadamente.

- Show particular?— ela disse e ele apenas assentiu e tocou as primeiras notas da música.


Tanto tempo longe de voce quero ao menos lhe falar que a distância  não vai impedir meu amor de lhe encontrar

Cartas já não adiantam mais quero ouvir a sua voz vou telefonar dizendo que eu estou quase morrendo de saudade de você

Eu te amo, eu te amo, eu te amo         

Eu não sei por quanto tempo eu tenho ainda que esperar quantas vezes eu até chorei pois não pude suportar 

Para mim não adianta tanta coisa sem você e então me desespero por favor meu bem eu quero sem demora lhe falar 

Eu te amo, Eu te amo, Eu te amo     

Mas o dia que eu puder te encontrar eu quero contar o quanto eu sofri por todo esse tempo que eu quis lhe falar 

Eu te amo, Eu te amo, Eu te amo    

Eu te amo, Eu te amo, Eu te amo    


Quando Alexandre repetiu mais uma vez, os olhos de Giovanna se incendiaram. Ele colocou o violão na areia e Giovanna se sentou em seu colo. Deram um beijo quente porém calmo. Se provavam de maneira lenta como se quisessem eternizar aquele momento.

Alexandre separou os lábios e se fitaram por um longo minuto que se pareceu horas. Ele deslizou seus dedos pela lateral do rosto de Giovanna admirando a beleza daquela mulher.

- Sei que é um pouco tarde para cantar essa música...  ele fez um breve silêncio. Mas eu precisava. Virou parte da narrativa da minha vida.

Giovanna respirou fundo como se sentisse um peso sobre ela. Alexandre passou as mãos sobre os ombros da loira e beijou seus lábios.

- Queria poder apagar essa parte da nossa história..  ela mordeu os lábios e deitou a cabeça no ombro do amado.

- E eu quero começar uma nova. ela o olhou com cara de interrogação. Sei que tá um pouco cedo pra isso mas.. Você aceita se casar comigo? 

Os corações acelerados batiam tão forte que parecia até um só. Giovanna estava incrédula que nem percebeu que estava com a boca aberta há algum tempo.

- SIM SIM SIM. Ela o beijou.


Notas Finais


Vocês devem estar achando cedo demais né KKK no décimo quarto capítulo já tem pedido de casamento.. mas só pra esclarecer: faz parte do meu plano.


gostosas, me adc no tt: @wishantonelli_

Faleeem cmg, adoro conhecer novas pessoas kk bjokas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...