História Será que posso amar novamente? -SnowBarry - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~sb_stelena

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow, Eddie Thawne, Iris West, Jay Garrick, Leonard Snart (Capitão Frio), Wally West (Kid Flash)
Tags Snowbarry, The Flash
Visualizações 353
Palavras 1.343
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey! Sexta-feira chegou, não aguentava mais!
Espero que gostem desse capítulo e comentem!

Capítulo 4 - Nosso lugar


Fanfic / Fanfiction Será que posso amar novamente? -SnowBarry - Capítulo 4 - Nosso lugar

P.O.V Barry Allen

 

Já fazem TRÊS semanas que aconteceu aquilo com a Caitlin. Ela praticamente esquece que ela tá com curativos na barriga. Por que ela está trabalhando mais do que eu e o Cisco juntos, e ela precisa descansar. Ela faz esforços que não deveria fazer. Eu e Cisco já avisamos a ela para descansar e ela diz apenas um "ok" mas não descansa. Ela é bastante teimosa. Pelo que eu conversei com ela as últimas semanas. Matt Wood queria pegar meus dados de sangue para saber se podia descobrir minha identidade, mas ele não conseguia achar, então tentou forçar a Caitlin a mostrar aonde estava os dados, mas ela não deu, então ele a esfaqueou. Até hoje ele não apareceu mais. Eu estou procurando apartamentos faz um tempo, mas nenhum parece bom ou com um preço favorável. Iris continua morando na casa de Joe e eu tenho que encarar ela todo dia, a gente parou de se falar ultimamente. 

 

Mais um dia normal em Central City por hoje, fui mais cedo para a CCPD, nada anormal por lá. Fui para o Star Labs depois do almoço e encontro apenas o Cisco lá.

 

— Hey... — Ele diz virando a cadeira para Barry —

— Oi — Barry se senta na cadeira de Caitlin e olha para Cisco que está encarando ele — Que foi?

— Tenho uma pergunta você, estou acumulando ela faz um tempo — Ele diz com um sorriso malicioso 

— Tá mas...Cadê a Caitlin? — Ele diz girando a cadeira para poder visualizar o resto da sala—

— Saiu para almoçar, até agora não voltou. Mas que bom que tocou nesse assunto, Barry Allen 

— Barry Allen? Você nunca me chama assim — Ele diz franzindo a testa 

— Desculpa, mas...Perguntinha rápido querido. Você e a Caitlin, você só vê ela como amiga mesmo? 

— Barry nesse momento se engasgou com o próprio seco em sua garganta. Chegou a ficar vermelho — 

— Que tipo de pergunta é essa? Você tá ficando maluco?

— Uma pergunta simples. Você só vê ela como amiga?

— E que outra forma eu veria ela Cisco? Mudando de assunto, eu vou atrás dela. Ela ainda tá operada, pode estar precisando de ajuda 

— Ele diz e no próximo segundo já não estava lá. Cisco girou para o computador e continuou a escrever. Até que percebeu um detalhe —

— Pera aí...Ele não disse sim — Ele diz sorrindo maliciosamente 

 

P.O.V Caitlin Snow

 

Sai para almoçar, costumo almoçar perto do Star Labs mas...Hoje precisava visitar um lugar que faz exatos 10 anos que eu não vejo. É um lugar especial. Eu almoço e logo depois vou para a frente de um parque de diversões. Ele era aberto por fora. Tinha uma praça bem na frente dele. Eu sento em um banco que tem em sua frente, e lá tenho visão quase total do parque. Fico observando por um tempo até que sinto um vento por mim e meu cabelo balança

 

P.O.V Barry Allen

 

Caitlin não estava em lugar nenhum. Procurei em todos os lugares aonde ela poderia estar e nada. Até que decido procurar por toda a cidade e vejo ela sentada em um banco perto de um parque de diversões. Corro para perto dela e sento ao seu lado. Ela percebeu minha presença, mas não se importou, apenas continuou olhando. Acho que estava olhando para uma grande roda-gigante que tinha dentro do parque. Decido olhar exatamente para onde ela está olhando. Ficamos olhando aquilo por uns minutos, em completo silêncio. E eu sinceramente não entendia o que ela estava fazendo, até que ela se pronuncia 

 

— Sabe...Quando eu era pequena, meu pai me trazia aqui. Ele costumava dizer que aqui era o "nosso lugar". Eu já tinha ido em todos os brinquedos, mas nunca naquela roda-gigante — Ela diz apontado para a roda-gigante e Barry apenas a acompanha — Ele disse um dia, que ia me levar no topo daquela roda-gigante, e que teria só a gente. Olhando pro céu

— E o que aconteceu? Você foi? — Barry pergunta a encarando curioso

— E ai...Meu pai morreu — Ela diz deixando uma lágrima cair — 

 

Eu sou burro? Só pode ser né? Eu tento concertar as coisas mas só sai merda da minha boca 

 

— Desculpa eu não sabia

— Tá tudo bem. Eu lembro da última vez que eu vim aqui, faz 10 anos. Vim apenas com a minha mãe, para me despedir. Meu sonho era ir no topo da roda-gigante

— Eu sinto muito — Ele diz e a abraça — 

— Tá tudo bem...Quer saber? É melhor a gente voltar não é? Para o Star Labs? Cisco já deve estar maluco — Ela diz se levantando e suspirando 

— É, ele já deve estar maluco — Barry levanta, pega ela com o maior cuidado por causa de sua barriga e leva de volta para o Star Labs. Ela já aparece por lá sentada na cadeira e com o cabelo todo bagunçado — 

 

— Bartholomew Henry Allen, você disse que não iria mais fazer isso — Ela diz ajeitando seu cabelo e  fazendo cara feia para Barry que apenas ri —

— Me desculpa, mas...Evita usar meu nome todo aqui dentro tá?

— Bartholomew Henry Allen é o seu nome todo? — Cisco pergunta e os amigos notam sua presença na sala —

— Caitlin, eu te disse para não falar — Ele diz isso fingindo estar bravo e ela ri. Cisco apenas observa essa troca de risadas mas no final ele começa a rir também —

— Bartholomew Henry Allen? — Harry diz entrando no Córtex 

— É SÉRIO ISSO? Esse nome vai pegar aqui dentro? — Ele diz rindo

— Gente parem com isso — Caitlin diz rindo — Francisco Ramon melhor você ficar caladinho tá? 

— Ei? Para com isso tá? — Cisco diz fingindo estar sério o que faz Caitlin rir

— Gente é melhor a gente ir trabalhar, se eu continuar rindo os meus pontos da barriga vão abrir — Ela diz brincando, mas o sorriso de Barry se desmancha e ele a encara —

— Não brinca com isso, nem em sonho — 

— Tá bom Bartho...Barry— Ela diz sorrindo e ele retribui —

 

Depois dessas piadas com nossos nomes todos. Começamos a trabalhar. Tivemos alguns assaltos nada muito sério. Então depois de horas, Harry e Caitlin foram embora, eu já estava pronto para ir embora também, mas quando eu estava virando para o corredor mas Cisco chama me chama

— Barry? 

— Oi? 

— Você não disse sim 

— Como? — Barry pergunta franzindo a testa —

— Eu perguntei se você via a Caitlin apenas como amiga, mas você não disse que sim

— Por que não tinha o que responder naquela pergunta — Ele diz e Cisco ri com o nariz —

— Barry, não brinca comigo. Eu te conheço e acima disso. Eu conheço ela. Vocês se gostam 

— Barry apenas encara o amigo e da meia volta para o corredor e Cisco grita —

— VOCÊ NÃO DISSE SIM — O que faz Barry dar apenas um sorriso involuntário de lado. E ele sai do Star Labs

 

.~.

 

Cheguei em casa e Joe tinha preparado o macarrão da vovó Ester e meu Deus estava muito bom. Eu e Iris não trocamos sequer uma palavra durante o jantar, Joe que tirava o silêncio, contando suas histórias de quando era mais novo. O que fazia nos 4 rir. 4? Ah é esqueci de contar, Eddie estava lá. E ele me incomodava muito. Parece que a Iris fazia exatamente de propósito. 

[...]

Já se passaram horas e já eram 3:30 da manhã, eu não conseguia dormir. Fiquei pensando em uma coisa e não conseguiria dormir se não fizesse. Me levantei da cama, me troquei e desci as escadas silenciosamente, para que ninguém acordasse. Abri a porta da sala bem devagar e quando percebi que já estava no jardim, eu saio correndo até o quarto de Caitlin. Sim eu entrei no quarto dela, vibrei pela porta de entrada e consegui entrar. Ela estava dormindo. Eu acordo ela aos poucos e ela estranha ao me ver essa hora da madrugada 

 

— Hey? Que horas são? — Ela diz se espreguiçando —

— Quase 4 da manhã 

— Meu Deus e o que você tá fazendo aqui? 

— Só quero que venha comigo! Pode ser? — Ele diz sorrindo e ela o encara sem nenhuma reação

— Confia em mim? — Ela assente e se levanta.Se troca. Barry a pega no colo e sai correndo —


Notas Finais


Eae? O que acharam?
Ele não disse sim...
Para onde acham que o Barry levou a Caitlin? Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...