História Será Que Tudo É Por Acaso ? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Tags Luan Santana, Romance
Exibições 42
Palavras 1.771
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOIE MEUS AMORES EU VOLTEI BOOOM DESCULPA NÃO TER POSTADO E QUE TO CHEIO DE COISA PRA FAZER E SÓ AGORA QUE EU ARRUMEI UM TEMPINHO PRA POSTA

( NA FOTO DE CAPA E A ROUPA QUE A LÍVIA USO )

BOOM GENTE ESPERO QUE VCS TENHA GOSTADO DESSE CAPITULO DE HJ SE DER TEMPO EU POSTO UM OUTRO MAIS TARDE

UMA BOA LEITURA
E ATE O PRÓXIMO CAPÍTULO BJUS

Capítulo 11 - Passeio Com A Família


Fanfic / Fanfiction Será Que Tudo É Por Acaso ? - Capítulo 11 - Passeio Com A Família

P.V.O´S DA LÍVIA
 

No dia seguinte meus pais e eu fomos dar uma volta pela cidade. Na parte da manhã fomos a praia e de tarde, após o almoço ( e minha soneca sagrada da tarde, é claro Rsrsrs ) fomos andar mais um pouco, optei por uma roupa bem fresca já que eu não fazia ideia do quanto íamos andar. Na parte da manhã enquanto estávamos na praia eu descobri uma que era, digamos que... deserta. Ninguém ia lá, só os jovens casais apaixonados querendo um romantismo "diferente". Se é que vocês me entendem. Bom, pelo menos foi isso que o instrutor disse rsrsrs mas era uma praia realmente LINDA, confesso. 

Descobri algumas lojas que eram do meu gosto, tipo ; livraria, loja de disco de vinil ( sim. Sou um pouco antiga e curto essas coisas, meu pai me deu o toca disco que pertencia ao meu avô e junto dele vieram alguns discos. Desde então não parei com esse vício. ME JULGUEM !) loja de antiguidades, loja de acessórios de todos os tipos. 

Pouco mais à frente encontramos uma sorveteria, confeitaria e uma cafetaria. Na boa, depois disso se meus pais quisessem vir morar em Cancún eu diria um SIM em alto e bom som. E bem em frente a essas belezas existia uma pracinha que me faz ficar ainda mais apaixonada pelo lugar. 
 

Lívia: eu não acredito que esse lugar além de ser lindo ainda tem tudo o que eu mais gosto. Livraria, loja de antiguidades, de vinil, sorveteria, confeitaria e uma bela cafetaria. -falei suspirando de amor e felicidade por estar ali, curtindo um momento bom com meus pais. Isso porque eu não queria ir, hein rsrs- eu moraria aqui fácil - sorri -

Pedro : engraçado, até onde sei você não queira estar aqui. Queria ficar com o "Matheus e a galera" - debochou -

Ana : Pedro... - o repreendeu- deixa a menina, eu hein. - riu - quer quê seu castigo aumente ? - falou de maneira ameaçadora e eu ri -

Pedro : não meu amor, que isso - mudou de ideia sobre o que havia me dito kk- quer mudar pra cá meu anjo ?- perguntou de modo tão engraçado que não me contive e ri, logo percebi que meus pais me acompanharam-

Lívia : não pai, obrigada ! Se fosse há um tempo atrás eu até aceitaria sim. -suspirei pesado. Pesado demais ao ponto dos meus pais notarem. Nós estávamos na confeitaria comendo uma bela torta de maçã, meus pais me olharam minha mãe segurou em minha mão e a beijou-

Ana : meu amor.. Não é bom ficar relembrando o passado, tá. O que passou, passou e graças a Deus não volta mais - ela carregava uma serenidade em sua voz que era muito bom de se ouvir e logo depois me abraçou. Percebi que meu pai não comia mais sua torta-

Pedro : se vocês me dão licença, eu vou ao banheiro. - falou baixo-

Lívia : pai ?! - mas ele já estava na porta do banheiro. Nunca vi ele andar tão rápido- mamãe, desculpa eu não queria criar esse clima. -vejo meu pai voltar do banheiro e seus olhos estavam um pouco vermelho- Papai ?!

Pedro : Oi meu anjo.. - falou sorrindo, mas eu sabia que ele não estava nada bem- o senhor me perdoa ? Eu não queria causar esse clima, sério. - tentei me explicar mas fui interrompida por ele-

Pedro : como sua mãe já disse " o que passou, passou " - e me deu um sorriso sincero, um abraço apertado e um beijo na testa. E minha mãe com sua mania de querer fotografar tudo tirou uma foto, publicou no insta dela em compartilhamento com o Facebook e me marcou nos dois. Sendo que eu não sabia que os filhos do Santana estavam seguindo ela nas redes sociais-

Ana : nossa, mal postei a foto e já tem um like e comentário - ela analisou bem o comentário.. olhou pro pai e riu.. olhou a foto mais uma vez sendo que dessa vez seu olhar e sorriso estavam direcionado a mim- sabe quem foi o primeiro a se manifestar aqui ?! - falou fazendo mistério-

Lívia : claro que não, né ! - ri -

Pedro : fala logo ! - ele não estava curtindo muito aquele suspense todo. Confesso que eu também não kkkkkkk -

Ana : o Luan ! - disse num tom de animação. Meu pai fechou a cara só que logo depois sorriu-

Lívia: e o que ele disse - antes de me julgarem. Sim, eu estava querendo saber o comentário. Afinal, ele comentou algo sobre a minha pessoa u.u —

Ana : tá curiosa, é ? - começou a rir de modo que todos na confeitaria nos olhassem. Cara, na boa, eu odiava quando minha mãe fazia esses "joguinhos" comigo. 

Pedro : minha filha, qual é a sua com o Luan ?- vi que ele estava curioso com minha resposta-

Lívia : nada, né. - falei normalmente enquanto tirava mais um pedacinho da minha torta - eu só queria saber o que ele disse sobre a minha pessoa, pai. E tem mais, eu perdi a vontade de saber o que ele disse - mas meu pai tomou o celular da minha mãe e leu o que estava escrito-

Pedro : não agora eu faço gosto em ler - ele quis ser rigoroso no que dizia, mas o seu sotaque do interior do Goiás não deixou que isso acontecesse. Eu ri e ele também- para de rir menina ! - mas como parar de rir se ele e a mãe não paravam ?- Vou ler : "Nossa que linda, a torta, a Lívia também. Gosto muito de torta, da Lívia também. 
Lívia e torta lindas  [��] "

Lívia : ele o que, pai ?- eu não podia acreditar nisso. Meu pai só podia estar zoando com a minha cara - ME DÁ ESSE CELULAR AQUI ! -tomei da mão dele e ouço minha mãe dizer-

Ana : Oooou. Me devolve o meu celular - ria enquanto tentava tomar o celular da minha mão. Eu li o comentário e não podia acreditar que ele realmente havia escrito aquilo-

Lívia : Aaaaaaah ! Que garoto tosco. - sim, eu estava irritada- por isso eu não queria ser simpática. Acho melhor irmos embora. Já acabei minha torta mesmo. 

Pedro : Minha filha -risos - não maltrata o rapaz não, olha sua promessa - disse rindo enquanto caminhávamos ao carro-

Lívia: ri mesmo pai, quero ver o senhor rir quando ele for avisar ao senhor que vai casar comigo debaixo de uma árvore no pantanal e precisa da sua bênção - fui debochada e no mesmo instante ele parou com suas risadas -

Ana : ué Pedro, cadê seu riso agora ?! - minha mãe quando queria era bem implicante. Meu pai entrou no carro enquanto eu e minha mãe riamos da cara do papai. 
Pedro : e por um acaso você cogita isso - tinha um tom de preocupação em sua voz. E eu como gosto de provocar- 

Lívia: vai saber né.. -e ri. Senti meu celular vibrando, era mensagem. E adivinhem de quem ? - falando em Luan Santana, ele me mandou uma mensagem. 

Pedro e Ana juntos : e o que ele disse ?- Okay. Curiosidade da minha mãe eu esperava kkk mas confesso que do papai, não. 

Lívia : perguntou se eu quero fazer alguma coisa hoje. Não vou não.. Tô muito cansada e antes que vocês tentem reivindicar algo, lembrem que estamos na rua desde cedo. - disse um pouco cansada-

Pedro : mas vocês não iam fazer uma festa do pijama ? - íamos sim, mas não naquela noite e não cansada do jeito que eu estava-

Lívia : pai, eu só quero chegar no hotel, tomar um banho e descansar - falei manhosa- mamãe, eu acho que vou precisar de um remédio -disse baixinho e ela quase não conseguiu ouvir

Ana : voltou a ter aqueles sonhos, pequena ? - perguntou preocupada -

Lívia : é... infelizmente -dei um sorriso amarelo de lado- acho que foi por isso que estou cansada. Não dormir direito

Pedro : quer dormir lá junto com a gente ?- falou sorrindo, mas seu rosto mostrava preocupação-

Lívia : não precisa. - sorri - eu tomando o remédio vou dormir rápido. 

Pedro : de qualquer forma vamos lá de madrugada te dar uma olhada -piscou-

Lívia : tudo bem. -sorri -
 

Chegamos ao hotel e fui guardar minhas compras, liguei pro Matheus e contei como tinha sido meu dia e eu contei a ele do Luan, é claro. Ele queria mais detalhes sendo que o meu cansaço não permitia isso kkkk minha mãe havia pedido uma chave extra do meu quarto. Então, enquanto eu tomava meu banho ela entrou no quarto e ficamos conversando. 

Foi quando lembrei que não tinha respondido o Luan. Só que minha mãe tomou meu celular e respondeu em meu lugar, eu quase infartei !

Ela me deu o calmante e ficou agarradinha à mim enquanto fazia carinho em meu cabelo. Acabei dormindo. 

P.O.V´S DO LUAN
 

Eu estava no quarto do hotel, já estava de tarde. Quando vi que a Ana tinha postado uma foto da Carol com o Pedro, eles comiam uma torta. Deixei meu comentário na foto e um tempo depois lhe enviei uma mensagem que só foi respondida a noite. Comentei com a Bruna que tinha deixado um comentário na foto e quando ela viu quase me bateu. 

MENSAGEM 

Luan: " que tal uma balada hoje ? Em forma de desculpas por eu ter sido um idiota ontem"

Lívia:" Eu agradeço o convite, mas estou mega cansada."

Luan " Não vai me enrolar não, né ? Kkkkk eu vou cobrar"

Lívia" pode cobrar, eu nem ligo, muito pelo contrário. Vou adorar ! Amanhã eu e a Bruna vamos fazer uma festa do pijama, vem também. Vou adorar. Agora eu vou dormir. "

Luan " vai lá minha pequena. Dorme com Deus, tenha uma boa noite de sono e tenta sonhar comigo  ;)"

Lívia: "obrigada. Espero que você também tenha uma boa noite de sono, e em relação a sonhar com você... Não precisa se preocupar com isso  :*"

Okay !
 

Confesso que fiquei surpreso ao ver que ela não foi desaforada comigo por eu ter pedido pra que sonhasse comigo, acho que agora as coisas estão começando a fluir. Até para a festa do pijama ela me convidou. E com cara de idiota apaixonado acompanhado de um sorriso no rosto, eu fui dormir.


Notas Finais


GENTE NÃO ESQUECE DE DAR AQUELA FAVORITA E DE DEIXA O COMENTÁRIO AQUI EM BAIXO ↓↓↓

UM BEIJO E ATE O PRÓXIMO CAPITULO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...