História Serena - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega
Exibições 4
Palavras 13
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


uma verdadeira aventura graga

Capítulo 1 - Lua nova


   Deuses, guerras, paixão e destino , esta pronto para encarar o olimpio ?


Notas Finais


A floresta negra parece embasada pela minha visão, Afrodite já esta a tempo demais dentro da casa, ouço seus gritos de dor e tudo o que consigo imaginas é a imagem de meu filho nascendo minha situação não Olímpio não poderia estar pior além de ter ficado com a mulher que estava destinada a pertencer a Zeus eu ainda a engravidei sem a benção de Hera sua outra esposa , não é segredo para ninguém que ele tem casos com varias mulheres incluindo mortais que ele considera “dignas” Afrodite seria como uma segunda esposa , mas minha teimosia me impediu de ficar longe dela.
_vai dar tudo certo Ares
_mesmo que essa criança nasça perfeita, não poderei ficar perto dela , COMO ESTA TUDO BEM DIMITRI
Ele abaixou a cabeça e foi em direção a Petrus, pela primeira vez invejei alguém Petrus pode não chegar aos meus pés mas pode ver teu filho Allan crescer, der repente tudo ficou calmo uma das ninfas saí correndo aos tropeços em direção a saída e grita
_NASCEU
O ar ao meu redor começa a sumir, minhas mãos suam e engulo seco, mantenho a postura ajeitando meu manto e caminho em passos firmes em direção ao leito de minha mulher, a casa parece maior do que nunca.
A primeira coisa que vi foi a chama, a chama de velas e tochas pelo corredor.
_Ares – sussurra Afrodite
Sua pele pálida, os cabelos loiros caindo sob a cama, em seus braços uma pequena criatura que aparenta ser tão frágil quanto uma pétala de flor, me aproximo devagar e admiro aquela bela visão em minha frente.
_tem os seus olhos – ela disse sorrindo
Realmente os olhos são tão dourados quanto ouro. Tenho de admitir é uma bela criatura, pego em meus braços e ela parece sumir entre eles.
_que nome daremos a ele? –pergunto
_ela
_ é menina
_sim
Agora tudo tomou outro rumo, nem si quer imaginei a hipótese de não ser menino, olho bem para aquela menina e ela sorri para mim, abri um leve sorriso espontâneo, Afrodite acaricia seu rosto delicado e em questão de segundos chora.
_o que vamos fazer? Vamos ter de fugir ?
Penso um pouco sobre o caso e por fim decido fazer a primeira ação altruísta na minha vida.
_não existe lugar nos céus ou na terra aonde possamos nos esconder vamos ter de ...
_NÃO
_não tem outro jeito
Deixei que Afrodite abraçasse a menina, e ela a tomou como se esta fosse seu maior bem.
_independente de onde estiver vou estar pensando em você, eu te amo tanto minha Serena
Ouvi seu choro antes de conseguir vê-lo, carreguei Serena ate a saída e adi mirei uma ultima vez eu a amo e por isso tenho de deixá-la, entreguei com muita relutância minha filha para Dimitri e a beijei.
_papai vai sempre proteger você minha Serena
Contive minhas emoções no maximo, nunca fiz algo tão doloroso quanto deixar minha filhar partir, Dimitri acena com minha filha nos braços e sua esposa Margo ao seu lado, e por fim eles partem sem nem ao menos olhar para trás.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...