História Serenata do amor. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 15And
Tags Drama, Ficticia, Novela
Exibições 2
Palavras 410
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Me conhecendo.


Acordei mais cedo que o normal, era sábado e eu estava de folga. Fui direto fazer minhas higienes, amarrei o cabelo em um coque alto, escovei os dentes e tomei um banho, não lavei o cabelo porque tinha lavado na noite anterior, sai do banho, me sequei, vesti um vestidinho solto de alcinha, tirei o coque fazendo um rabo de cavalo e fui descendo as escadas, já ouvindo um barulho vindo da cozinha, provavelmente era a Amanda. Deixa eu explicar, Amanda é a minha melhor amiga, a conheci há dois anos, quando me mudei aqui pra São Paulo, nos conhecemos na faculdade e logo fomos morar juntas. Eu me chamo Allana, tenho 22 anos e me mudei pra São Paulo não apenas pra ter mais chances na vida, mas também pra tentar esquecer o passado. Minha mãe se suicidou quando eu tinha 19 anos, não gosto de falar do assunto, por isso não vou explicar muito. Mas, meu pai se casou de novo, com uma ótima mulher por sinal, embora eu morresse de ciúmes, apoiava, porque ele merecia toda felicidade do mundo. Tenho uma irmã, embora a gente não se dê bem. Aqui em São Paulo também conheci o Diego, o garoto mais incrível que eu havia conhecido. Ele era moreno, musculoso, olhos pretos e um sorriso de matar qualquer uma. Agora, continuando, desci as escadas encontrando Amanda na cozinha, fui até ela já lhe abraçando, aqui era sempre assim, eu e ela sempre nos demos muito bem, ela retribuiu o abraço, colocando na mesa panquecas quentinhas, nos sentamos colocando café na nossa xícara e ficamos conversando.

-Vamos sair?-Ela perguntou enquanto me olhava esperando uma resposta.

-Depende pra onde.-Disse jogando a cabeça pra trás, num sinal de preguiça.

-Na praia, sei lá, só sei que não aguento mais passar todo sábado trancada dentro desse apartamento contigo.

-Quem vê pensa que eu quase nem saio de casa, né?-Falei rindo e comendo a minha panqueca.

-Mas você realmente não sai, sai apenas pra trabalhar.-Ela disse brincando com um anel que tinha no dedo.Dei risada e paramos o papo assim que a campainha tocou, fui até lá vendo Diego parado na porta, lhe dei um beijo longo, mas logo paramos e ele entrou, já foi direto pra cozinha, com certeza sendo guiado pelo forte cheiro de panqueca que já estava aromando a casa. Sorri com a cena e fui logo em seguida, ele se sentou cumprimentando Amanda e ficamos ali, jogando conversa fora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...