História Sessão Da Meia-noite - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Drama, Fanfic, Fic, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Romance, Zayn Malik
Visualizações 160
Palavras 1.087
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - I keep bleeding


Fanfic / Fanfiction Sessão Da Meia-noite - Capítulo 25 - I keep bleeding

Terminei de tomar banho. Eu já estava em casa, finalmente!

Gabi: então a única pessoa que estragou o fim de semana, foi a Anne?

Bru: sim. Normalmente a madrasta que é a bruxa, mas nessa vez, é ao contrário

Tai: perai, meu celular tá tocando -atendeu- alô

Bru: vou me trocar

Peguei a roupa, voltei pro banheiro e me vesti.

(foto)

Voltei pra sala e a Tai estava com o semblante mais alegre, mas ainda estava com alguém no celular.

Bea: vocês tem falado com a Lari?

Bru: eu não tenho falado com ninguém

Gabi: eu soube que a mãe dela apareceu aqui

Bru Bea: sério? -falamos juntas e ambas surpresas

Gabi: pois é

Bru: mas, e ai?

Gabi: eu só soube disso mesmo. Não vi mais ela

Bea: vou ligar pra ela depois... Está tudo bem? -perguntou quando a Tai desligou o celular

Tai: acharam mais um registro e... Pode ser minha mãe

Bru: que notícia boa, amiga

Tai: estou com medo, de verdade

Bea: do que exatamente?

Tai: de saber quem é

Gabi: e não ser quem você imaginou

Tai: exatamente

Bru: eu vou com você

Tai: tá bom, amanhã eu vou pegar no orfanato -a campainha tocou.

Bru: e meu namorado chegou

Bea: meo, eu nem estou acreditando nisso

Gabi Tai: nem eu

Bru: no que?

Gabi: vocês do nada namorando

Bru: pois é... Foi tudo tão rápido. E quando eu digo tudo, eu quero dizer tudo

Tai: vocês... -a interrompi

Bru: sim

Bea: a Larissa precisa saber disso, gente -rimos

Bru: beijinhos e não botem fogo na minha casa... Ainda pago aluguel -abriu a porta- oi, baby -o selei

Harry: oi, amor -sorriu- vamos?

Bru: vamos -sai e fechei a porta.

...

Harry: amanhã vou ter um show aqui em Londres, topa ir? -a garçonete nos serviu.

Bru: obrigada -sorri e ela saiu- se eu não for trabalhar, porque amanhã de manhã vou falar com a Julie, eu preciso trabalhar, ainda mais agora que o meu irmão está com todo esse problema -falei enquanto colocava a batata dentro do lanche, Harry me olhava sorrindo.

Harry: por mais que você seja orgulha, eu estou aqui pra te ajudar. Tá bom?

Bru: eu sei que está -sorri e mordi o lanche, Harry colocou as batatas no dele e comeu também

Harry: o mundo precisa conhecer isso -ri- ah, eu tenho boas notícias...

Bru: boas notícias são raras na minha vida, mas quando acontecem, são sempre bem-vindas, então me diga

Harry: isso foi bem dramático -ri- mas, eu recebi uma ligação do meu médico hoje e... -fez barulho de tambor na mesa e eu estava com toda a minha atenção e sorriso voltada a ele- meu exames melhoraram

Bru: sério? -falei animada- parabéns, parabéns, parabéns! E só tende a melhor, amor

Harry: você ficou mais feliz do que eu

Bru: e como não ficar? Essa notícia é maravilhosa, H

Harry: eu sei -sorriu- só o que me preocupa é a oscilação disso, né? Uma hora está tudo certo, outra hora está tudo muito errado

Bru: mas vai acabar, eu sei que já -falei acariciando sua mão em cima da mesa e ele sorriu- e sabe por que?

Harry: por que?

Bru: porque eu te amo e eu estou aqui com você

POV GABI

Gabi: o que você está está aprontando?

Thay: como assim? -riu fraco- só estou comendo bolo

Gabi: não se faça de tonta, garota, sabe muito bem do que eu estou falando e se não parar, quem vai comer o bolo no fim da festa, sou eu e quando eu falo isso, eu quero dizer que você é o bolo! -falei irritada e ela arregalou os olhos

Zayn: G, calma -respirei fundo- Thaynara, eu ouvi você conversando com a Charlotte no telefone -ela encarou o bolo- o que você está aprontando?

Thay: eu não sei do que estão falando -colocou o prato na pia- eu e a Charlie somos amigas

Zayn: tá querendo enganar quem?

Thay: eu preciso ir

Gabi: ele não acabou ainda

Thay: mas eu sim

Gabi: eu não gosto de você

Thay: é recíproco -saiu e eu olhei pro Zayn

Gabi: eu juro que mato essa piranha -ele riu.

Zayn: bom, hoje não vamos conseguir tirar nada dela, quer assistir um filme?

Gabi: eu não vim brincar, Malik - peguei minha bolsa- eu vim a trabalho -sai de lá

POV BEA

Louis: descobriu de quem era o número que te ligou 3 vezes hoje cedo? -sentou do meu lado.

Bea: estou tentando descobrir. Mas a tal pessoa não me atende, vai ver era engano

Louis: é, pode ser... Que filme é esse?

Bea: A última música

Louis: ah, legal... Pedi pra Rose fazer pipoca -eu sorri fraco- vai no show amanhã?

Bea: vou trabalhar, esqueceu?

Louis: eu falei, casa comigo e você só vai na lanchonete pra comer,

Bea: não, não é lá. Não trabalho mais a noite

Louis: não?

Bea: não

Louis: e você vai trabalhar onde?

Bea: em um pub

Louis: de que?

Bea: vou apresentar uma música e o resto cover

Louis: o que? Sério? -sorriu- eu quero que cante pra mim

Bea: não!

Louis: por que não? Você vai cantar pra várias pessoas amanhã

Bea: eu vou cantar pra uma plateia bêbada e não pra um músico que já foi jurado do X Factor

Louis: mas eu sou seu namorado -o olhei.

Bea: isso não vale, Tommo -ele riu

Louis: acho que ganhei

Bea: é uma pena que eu não tenho um violão aqui agora, nao é?

Louis: se esse é o problema -levantou, pegou um violão que estava pendurado na parede e me deu- vamos lá, Sweet heart. Eu ri revirando os olhos.

Bea: prepare-se para ir no otorrino amanhã -ele riu e eu comecei a tocar

Louis: finge que eu não estou aqui -sorri antes de começar a tocar

Bea: por muitos anos eu estive aqui

Sozinha.

Por muito e muitos anos eu me senti fria como o fogo

E dura como um algodão.

Por muito tempo percebi que tudo o que eu senti foi em vão

Meu coração pelo chão da sala não é mais novidade

Meu corpo com alma escura ainda pede socorro em silêncio

Sem amor, eu segui

Segui fria como o fogo

Quente como o inverno

Dura como o algodão

E amorosa como um psicopata

Eu continuo sorrindo,

Mas ninguém vê que ainda continuo sangrando

Eu continuo sangrando

O corte na alma

Eu continuo sangrando

Me olhe mais perto

Eu continuo sangrando

(Eu não consigo respirar)

Oh oh oh

(Eu estou me sufocando)

Oh oh oh

(Eu preciso de ar, eu preciso de amor)

Sangrando e sangrando

Oh oh oh

Não feche a porta

Eu estou sangrando, meu amor

Avise eles antes que seja tarde de mais

Avise eles antes das minhas últimas palavras

Eu estou sangrando

Eu respiro, eu sonho, eu enxergo, eu choro e sorrio, mas ainda sangro... -eu terminei e Louis tinha seus olhos Inundados, confesso que eu não estava diferente, antes que ele pudesse falar alguma coisa, meu celular tocou, era o número que havia me ligado de manhã, eu atendi.

Bea: alô

Xxx: Beatriz?

Bea: sim, quem é?

Xxx: oi, sou eu Tyler, filha

Bea: aí meu Deus! -comecei a chorar- você está vivo!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...