História Sete noites de prazer - ChanBaek - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekyeol, Chanbaek, Cutie, Masoquismo, Romance, Yaoi
Visualizações 49
Palavras 585
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu não sei o que faço da vida.
eu não quero essa fanfic muito longa, eu também não decidi quantos capítulos ela vai ter, nem como vai terminar, mas eu espero que fique tudo legal.

Capítulo 2 - O boquete do amô


— Aish, Chanyeol... seja carinhoso comigo, é nossa primeira noite da semana ainda... — Baekhyun reclamava, afinal, seria a semana toda tendo que transar com Chanyeol, e isso requer muito esforço, desejo, e amor também, afinal, só amando pra aceitar aquela proposta louca. O pequeno Baek continuou reclamando, mas fazia aquilo só pra provocar o namorado mesmo, não é novo que o garotinho ama tudo o que o garotão faz. 

— Estou sendo carinhoso... — Chanyeol beijava, mordia e sugava a pele do menor, maltratando-a, mas ainda sim, transmitindo carinho em cada ato, Chanyeol não era um rapaz cuidadoso antes de conhecer Baekhyun, que pelo contrário, é um poço de cuidado, o namorado mimado e birrento obrigou o maior a mudar totalmente, claro que Chanyeol gostou disso, era como se Baekhyun tivesse anulado tudo o que ele já fez de ruim, e agora ele só conseguisse se imaginar sendo carinhoso. Claro que esse carinho é privilégio exclusivo do mimado. 

— Hum... eu quero mais que isso... — então o maior entendeu o que seu namorado quis dizer.

— Peça, eu sei o que você quer, mas preciso ouvir da sua boca. Com todas as palavras, letras, e sílabas. — Chanyeol sussurrou rouco rente ao ouvido do namorado.

— E-eu quero... sentir sua boca um pouco mais embaixo... — o baixinho pediu, sem graça. Apesar da vergonha, não se tinham motivos para isso, estavam na cama que fora usada diversas vezes já, ah, se essa cama falasse... já haviam feito amor tantas vezes, que era capaz de se tornarem um só, e não digo isso em duplo sentido, é na realidade, uma vez Junmyeon gritou da cozinha do apartamento do casal: "Chanyeol, eu queimei seu avental! Me desculpe!" e quem respondeu foi Baekhyun, que chegou no cômodo furioso, deu-lhe um sermão e fez comprar um avental novo para o marido. Talvez o mito do "quanto mais tempo você convive com uma pessoa, mais você se parece com ela" seja verdade, ChanBaek comprova.

— Então você quer que eu desça um pouco... assim? — o rapaz alto de cabelos bagunçados abaixou um pouco mais seu rosto, indo parar no peitoral do namorado, beijou um de seus mamilos e o sugou, fez o mesmo com o outro, ouvindo Baekhyun soltar suspiros fortes, o maior sorriu com o efeito que causou no meio das pernas de seu namorado, porém, contudo, todavia, não estava satisfeito. Então foi até o membro que timidamente endurecia, e o sugou, simples assim. Não teve cerimônias, apenas enterrou o rosto ali e o afundou na boca, fazendo movimentos de vai e vem, ouvindo os gemidos de Baekhyun que, por Deus, eram como hinos e vozes abençoadas que soavam nos tímpanos de Chanyeol. O menor não levou tempo à gozar, no início da relação demoravam mais tempo, porém a intimidade entre os dois foi crescendo que eles se desligaram disso. 

Yeol, ainda com o canto da boca melado de porra, levou o rosto até o do namorado e o olhou nos olhos, seu pequeno estava ofegante, as bochechas rosadas por conta do calor que seu corpo sentia agora, mas o foco de Chanyeol era aquele olhar. O olhar de seu namorado estava cheio de fogo, extremamente penetrante e excitante.

— Y-Yeol... sua boca ainda está suja... — disse o menor, um tanto tímido, Chanyeol o olhava com mais desejo do que nunca naquela noite. Mas ao mesmo tempo que via o desejo, sentia todo o amor de seis anos atrás, isso para o pequeno e frágil Baekhyun era algo novo... essa semana eles dariam um novo passo em seu relacionamento?


Notas Finais


um oral basicao de primeira viagem rsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...