História Sete suicidas x Sete garotas - ( Interativa ) - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~nicoly-yoongi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae
Tags Bangtan Boys, Imagine, Imagine Bts
Visualizações 42
Palavras 1.542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
A
A
A

Capítulo 7 - Capitulo 1



NARRAÇÃO

Min yoongi estava deitado em sua cama , olhando pro teto penando pela milésima vez em se matar a pergunta que ecoava por sua cabeça era : " Porque ? " essa pergunta não havia saído da sua cabeça desde a morte de sua mãe
" Suicídio ! "
Foi isso que os policiais disseram depois de examinar o corpo da mulher que se encontrava jogado no banheiro com os pulsos abertos . Yoongi não conseguia entender o motivo . E também não sabia se era culpa dele , mas , mesmo se não fosse não faria diferença , ele se culparia de qualquer jeito .
Seu pai por outro lado , não sentia um pingo de culpa , porém, não poupou acusações contra o filho . Fizera questão de dizer que a mãe dele havia morrido de desgosto ao vê-lo se afundar nos " maus caminhos " .
E assim Yoongi passou a se culpar , em pouco tempo todos foram se afastando dele .
Primeiro foi a namorada , a quem Yoongi amava com todo o coração .
O pai não se " Afastou " porque antes de se afastar ele deveria ter sido íntimo algum dia e o Senhor Min  nunca foi próximo ao filho . E , não importava o quanto Yoongi tentasse ele nunca recebia sequer um elogio do Pai .
E então , só depois de alguns meses implorando pra que Hae Soo reatasse seu relacionamento com ele , Yoongi decidiu se mudar de Daegu para Seul . Mas , antes de partir ele resolveu procurar Hae Soo por uma última vez , o amor que ele sentia era grande demais pra ser deixado de lado . E ao  procura-la descobriu que ela já namorava o garoto a dois anos e meio . Aquela ingrata namorava dois cara ao mesmo tempo e , ao ter que se livrar de um deles , preferiu descartar Yoongi .
" Feitos de idiota "
Hae Soo conseguiu enganar dois tolos e agora com o coração partido ele foi embora de Daegu , não se preocupou em despedir-se de seu pai , afinal ele não merecia esse tipo de atenção , e depois de mais algumas horas pensando no que deveria fazer  Min pegou algumas economias e alugou um pequeno apartamento , se matriculou em uma nova escola e , com a herança que sua mãe lhe deixara ele começou uma vida nova .
Passado um ano com aquele novo estilo de vida , Yoongi começou a achar aquele apartamento pequeno demais pra ele .
Então o mesmo pegou uma pequena parte da herança e comprou uma casa maior em um bairro rico . Na verdade a pequena fortuna que ele gastou naquela casa não fez uma grande diferença na poupança inundada de dinheiro . A melhor parte era que , todo o dinheiro que a Senhora Min tinha foi deixada apenas para ele , e seu querido pai não tinha direito a absolutamente nada .

As tão preciosas férias estavam chegando ao fim e , logo começaria mais um ano letivo . Yoongi não tinha um neurônio sequer disposto a trabalhar com números e letras .
" Até quando serei obrigado a acordar cedo ?? Que droga ! "
Min não tinha muitos amigos , só conseguia fazer amizades com pessoas tão problemáticas quanto ele , ou seja , Suicidas .
Ele conseguira fazer  amizade com sete garotos , mas , ao longo do tempo os problemas foram crescendo e cada um foi pro seu lado , estavam tão afundados nas próprias amarguras que foram se isolando e se separando .


PAULA ON

É uma bonita vida

 

Eu estarei ao seu lado
É uma bonita vida
Eu estarei de pé atrás de você
Bonito amor
Se eu estou com você sob sua pele
Apenas respirar sozinho me faz feliz


É uma bonita vida
Bonito dia
Eu vivo em suas memórias
Bonita vida, bonito dia
Fique ao meu lado
Bonita, meu amor
Bonito é o seu coração

É uma bonita vida
É uma bonita vida

 



Meu celular começou a tocar , parei de cantar e o atendi , colocando-o no viva-voz

- O que é Maryan ?? Sabia que você atrapalhou meu banho ??

- Sorry , só queria saber se você já está vindo , o Kwan está impaciente - sorri -

- Oh , é mesmo ? Poderia dizer a ele que eu não ligo se eles está insatisfeito ? Oh , e diga também que , se ele quiser ir embora eu ficaria muito grata e não se esquece de lembra-lo que as coisas não acontecem quando ele quer e sim quando devem acontecer - ela deu um suspiro pesado-

- Só , tente se apressar okay ? Estou te esperando na porta da biblioteca e traga pra mim aquela revista de moda , tchau

- Tchau - continuei na banheira brincando com a espuma , terminei meu banho e fui me vestir , Coloquei , Um vestido bem rodado preto com flores vermelhas , peguei alguns livros e sai de casa . As ruas estavam um tanto quanto vazias , estava andando distraída , vi algo correndo na minha direção , e esse algo me atropelou ( literalmente ) , meus livros se espalharam pelo chão , me abaixei pra pega-los , ao encostar em um dos livros a mão de alguém encostou na minha , senti uma coisa estranha , era como se uma onda de calor e frio estivesse percorrendo meu corpo . Fiquei estática . Depois de observar a pessoa  pegar meus livros do chão eu me levante , só ai eu olhei pro rosto do garoto

Consi  - Uau , será que ele tem namorada ?
Eu -  Para com isso , de querer pegar todo cara bonito que vê na rua !
Consi - Okay , parei

- Me desculpe , eu ... foi sem querer

- Ah , tá tudo bem , não tem problema - o garoto ficou me encarando

- Se incomoda de devolver meus livros ??

- Oh , nossa , foi mau - me curvei e devolvi os livros a ela - você está bem ?

- Estou - ela se curvou e pegou os livros - obrigado


SUGA ON

Meu coração estava acelerado , e minha respiração desregulada , aquele projeto de pessoa de alguma forma , mexeu comigo . A voz dela era doce e o sorriso a deixava mais fofa do que o normal .
Porque ela é tão baixinha ?
Parece um anão - ri -

- Do que está rindo ?

- Hãn ? - Processando - é que você é fofinha , só isso - ela corou e sorriu -

- Bom , eu preciso ir , tchau - ela acenou e saiu correndo , continuei ali , parado , tentando me lembrar o motivo de ter saído de casa ( A : Quem nunca ? ) , balancei a cabeça e voltei ao meu eu quase normal , continuei andando até chegar no salão ( de beleza ) , adentrei o local , acabei por mudar a cor do cabelo , de castanho pra verde-menta .


NICOLY ON



- Meu nome é Nicoly Rafaelle , tenho dezoito anos , sou bipolar ( A: Primeiro q eu n tô mentindo pq nós duas somos MUITO bipolares segundo N me mata , vc vai entender o motivo de ser bipolar depois ^^ ) , sou brasileira , meus cabelos são lisos , sou loura , baixa e morena , sou alegre - repeti tudo pela terceira vez enquanto me balançava pra frente e pra trás com os braços em volta do joelho , meus pulsos estavam doendo , a enfermeira, médica , sei lá o que ela era  entrou na sala

- Oi senhorita Nicoly - disse com um sorriso amigável

- O que aconteceu ? - Perguntei um pouco alterada -

- Não se lembra ? - balançei a cabeça negativamente - você tentou se matar ... de novo - arregalei os olhos

" E-eu tentei me matar ? "
" Quando ? "
" Onde está Hijae ?? "

- E-eu não me lembro de nada

- Não tenha pressa , sua memória vai voltar logo - sorriu - daqui a pouco eu volto pra te ver okay ?

- Okay - respondi , a mulher que aparentava ter pouco mais de 25 anos saiu , me esforcei pra lembrar do que aconteceu


FLASH BACK ON

Hyjae - Já chega , pra mim já deu . Acabou

- O-oque ? Tá terminando comigo ?

 - é estou

- Ma-mas por- que ?

- Você é uma imprestável Nicoly , não sabe fazer nada , e ainda paga de santa pra não dormir comigo

- Mas Hijae , eu só não ... - ele me interrompeu -

- Pode parar por ai , eu já sei da história toda . Acabou . Agora quem não te quer sou eu , tchau - ele pegou as malas e foi embora , deixando apenas eu . Lágrimas grossas escorriam pelo meu rosto . Hyjae era tudo , tudo que eu tinha e sem ele não valia a pena viver








Continua ...




 


 


Notas Finais


Oi meu bolinhos
eu vou postar outro cap amanhã okay ?


Bjiiiiiiins


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...