História Seu Crush? [EDITANDO] - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Charlotte, ChiNoMimi, Cotton, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Giles, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Manon, Melody, Nathaniel, Nette, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Viktor Chavalier, Violette, Wenka, Willi
Tags Mistério, Romance
Exibições 38
Palavras 998
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiiiiiiiiii
CAP PEQUENO PQ AMANHÃ VOU POSTAR O OUTRO
BJS

Capítulo 6 - Rosa e Leigh


Fanfic / Fanfiction Seu Crush? [EDITANDO] - Capítulo 6 - Rosa e Leigh

"O amor é improvavel. "

                Leigh P.O.V.`s

Eu e Rosa estávamos quase chegando a casa da Lunna, mas paramos pra comprar algodão doce, só a Rosalya mesmo pra me obrigar a fazer isso, sendo que já tínhamos jantado no restaurante, mas segundo ela a comida era pouca e a mesma estava em fase de crescimento.
Neste momento estávamos em um banco de madeira, aqueles que tem espalhados por a rua, sentados olhando pro céu enfeitado de estrelas, pra mim aquele céu estava perfeito, o clima perfeito, e a pessoa perfeita ao meu lado.
"Amor? " Rosalya disse carinhosamente deitando sua cabeça em meu peito e eu comecei a acariciar seus cabelos.
"Hum? " Falei simplesmente ainda apreciando o céu.
"Estava com saudades do tempo que ficávamos assim."
Falou e colocou mais um pedaço de algodão-doce  na boca.
"Assim como? " Encarei seu rosto, e lá se formava aquele sorriso lindo.
"A sós bobo, só eu e você... Sabia de uma coisa? O Lys-fofo deve ter puxado essa lerdeza de compreender as coisas do irmão."
Ela deu outra mordida no algodão doce.
(Aut:Taí querida leitora dos comentarios (Nutellavoadoraa) até a Rosa acha os meninos lerdos hkddgdgd)

"Sabia que eu adoro esse sorriso? Eu venderia minha alma pro Satansoo pra ver ele o tempo todo."
Falei tão naturalmente que não me dei conta do que tinha falado.
"Teria sido mais romântico se você não tivesse colocado Satansoo no meio."
Ela fez um biquinho manhosa.
"Eu sei, mas é verdade, seu sorriso é a coisa mais linda e mais preciosa que eu tenho na minha vida e que eu nunca queria perder. Seu sorriso é perfeito, parece que foi feito especialmente pra você."
Falei e corei, eu não era como o Lys que sabia expor seus sentimentos facilmente.
"Eu te amo." Ela falou virando um pouco seu rosto e colando sua testa e seu nariz no meu, (mesmo com a diferença de altura ) estávamos dando um selinho demorado enquanto eu apreciava aqueles lábios vermelhos, porém quando fomos aprofundar o beijo.
"Affeeee, quem é o desgramado que está atramalhando meu momento clichê romântico? "
A raiva de Rosa era notável, peguei o celular do bolso que tocava alto, tenho que confessar que estava um pouco bravo por ele ter atrapalhado meu beijo, o número era desconhecido.
                   *Ligação ON*

-Alô? Leigh? -Era Lysandre.
-Lysandre? Já está voltando pra casa?-
Atrai rapidamente a atenção da Rosa, sua raiva desapareceu mais rapidamente do que surgiu.
-Pelo o contrário.- Sua voz tinha um pouco de chateação.
-Explique-se.- Falei com certa ponta de receio.
-Eu e a Lunna fomos pra frente do restaurante pegar algum táxi, mas não estava passando nenhum por lá. Começamos a caminhar, mas então percebemos que estávamos...-
-Perdidos.- completei, eu conhecia Lysandre como ninguém.
-Sim, estávamos perdidos e achamos essa pousada, você poderia vim aqui me pegar por favor? -
-Eu...- Rosa roubou meu telefone na hora e eu fiquei só observando no que aquilo iria dar.
-Oi Lys fofo, olha, é melhor vocês ficarem aí, já está tarde, não é bom sair na rua a essa hora.- Ela falou sorrindo, se bem que nos estávamos na rua numa praça com pouca iluminação olhando as estrelas  comendo algodão doce e mexendo no celular, e ainda por cima, a rua estava deserta. Mas o que tem de perigoso nisso não? No máximo um bandido vem nos assalta e leva nossas vidas junto com o celular e dinheiro.
-Rosalya? Mas se vocês não vinherem nos pegar, onde iremos dormi?- eu sentia um pouco de desespero na sua voz, Rosalya conseguia desesperar qualquer um.
-Vocês estão numa pousada ne? É a pousada Sucrer Lovers não? Me deixem falar com o dono.- Eu não me admirava da Rosa saber qual era a pousada, ela conhecia aquela parte da cidade muito bem.
-Eu acho que sim, vou passar pro dono.-
Alguns segundos se passaram e uma voz grossa e formal invadiu o telefone.

-Pões não senhorita? -
-Sr. Claudio? É a Rosalya.-
-Rosalya, tudo bem? -
-Tudo sim. O cara de cabelo prateado está te ouvindo?-
-Não, algum problema? -
-Ok, é que eu queria pedir um favor.-
-Sou todo ouvidos.- Disse o homem em um tom brincalhão.
-Diga a esses jovens que so tem um quarto e que eles tem que dormir juntos, de manhã iremos pegar os dois e levamos o dinheiro.-
-Claro, claro. Mas as roupas deles estão bem desgastadas.-
-Hum, será que... Olha, aí próxima a pousada deve ter uma loja  aberta 24 horas, mostre o caminho pra eles se não for pedir demais.-
-Não é demais, eu faço isso.-
-Passe o telefone para a garota por favor.-
-Tudo bem, tchau e beijos.- Passou mais alguns segundos e eu e Rosa ouvimos a voz de Lunna.

-Rosalya? O que você tá tramando?- Ela parecia desesperada igual ao Lysande, só que pior.
-Psiu, o Lys-fofo tá te ouvindo?-
-Não, por qu-
-Você vai comprar uma camisola curta  preta, vá na loja, use seu cartão de crédito, a pousada não aceita cartão, mas a loja sim.-
-Rosalya meu cartão tá aqui mas...-
-Seduza o Lys, vá pra cama com ele, saiba viver a vida garota, se joga pra cima do seu Crush. Tchau, beijos de luz gata.-
             *Ligação off*

Rosalya desligou o telefone e começou aqueles ataques de riso bem agudos.

" Seduza o Lys, vá pra cama com ele? O que é isso Rosalya? Esses não são os concelhos... " Antes de eu conseguir terminar a frase ela segurou meu em pulso e foi me arrastando para proximo ao carro.
"Vamos pra minha casa Leigh."
"Por que?"
"Quer mesmo dormi sozinho?"
Um sorriso travesso brotou nos seus lábios.
"Vamos pra sua casa."
Ela deu risada entrou no carro, e eu dei a volta entrando por o outro lado, Rosa sabia jogar sujo, ela sabia que eu odiava dormi só.
Fomos em direção a casa de Lunna e Rosalya dentro do carro predominava um silêncio tranquilizante e gostoso.
  
     CONTINUA...


Notas Finais


Hfftxhxhxgzbxbc
O beijo tá perto? ????
E a transação?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...