História Seu maior fã. (Imagine JungKook) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, CL (Chaelin Lee), Got7, Monsta X
Personagens G-Dragon, Hyung Won, Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lee Chaelin "CL", Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, Taeyang, V
Visualizações 55
Palavras 999
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Imagem do D.O. PQ SIM.
Boa leitura.

Espero que não me matem.


P.S: EU AMO O JIMIN, EU AMO MUITO MESMO.

Capítulo 3 - Capitúlo três- Esperando o amor.


Fanfic / Fanfiction Seu maior fã. (Imagine JungKook) - Capítulo 3 - Capitúlo três- Esperando o amor.

 Entrei no carro preto. 

 As meninas estavam exaustas e logo adormeceram, eu segurava com minhas mãos e meu coração a pulseira, que eu pretendia levar amanhã cedo mesmo! 

 Meu celular vibrou e eu o peguei, logo vi um número desconhecido: 

~X: Olá bonita!

 O número era coreano, mas o "olá bonita" era em português do Brasil, eu estava sem entender nada. Quem seria?  

S/n: Perdão? Quem seria? 

X: S/n? Sou eu! JungKook! 

 Quando me toquei, ri igual boba, ele tentou me elogiar usando o português, que coisa mais fofa.

 S/n: Oh, perdão JungKook, eu havia esquecido que tinha dado meu número. Que coisa mais fofa o seu português!

 Ele demorou à responder. Enquanto digitava eu abri um sorriso nos lábios contagiante, não acredito que ele tentou me impressionar, ele estava tentando fazer amizade comigo?  

Quando menos percebi uma câmera foi enfiada na minha cara. Era o Staff.

 -Com quem está conversando S/n? -Ele disse tirando minha atenção. Eu sorri para a câmera. 

 -JungKook do BTS, ele é adorável! -Disse mostrando a tela do celular com ele falando a frase em português.

 Kokkie: Os meninos estão indo dormir, amanhã teremos folga cedo, durante a tarde terá um treinamento reforçado.

 Pensei por um momento. 

 S/n: JungKook, pode pedir para Jimin se ele não estiver ocupado, claro, se eu poderia ver ele amanhã? 

 Ele demorou para responder.

 Kokkie: Ele me ignorou e disse que só veria qualquer coisa ou pessoa se fosse importante. 

 Eu respondi em imediato. 

 S/n: Diga que é importante, peça para ele encontrar-me amanhã cedo na praça central, no banco branco. 

 Após longos minutos de agonia e demora ele respondeu:

 Kokkie: Ele disse Okay!

 Nunca senti meu coração acelerar tanto, parecia que iria explodir! Desliguei o celular e o carro parou em frente ao dormitório, onde eu tive que ajudar Joosie a andar até sua cama. Após me banhar e deitar para dormir, meu celular vibrou.

 Kokkie:  Bom noite bonita!

 Ri com aquilo. Onde ele via essas frases em português? Respondi igual "Bom noite bonito!" e adormeci logo após de programar o alarme.


~//~



 -Que barulho é...? -Disse a voz rouca de sono de Jun, senti seu olhar sobre mim.

 Eu já estava à duas horas procurando uma roupa boa para o tão esperado "encontro" com Jimin. Sua pulseira eu havia embrulhado em papel azul delicado, azul era sua cor favorita. 

Ele gostava de meninas fofas, eu não exagerei na maquiagem, não queria assustar ele, porém me preocupei se ele se incomodaria com minhas inotáveis olheiras por ter ficado pensando a noite inteira em como seria seu encontro hoje comigo. 

 Achei uma roupa meiga, uma saia de lã batida branca, que havia ganhado da minha falecida avó, na última festa de aniversário meu que passei com ela. Nunca tivera coragem de usar aquela saia. Usava um moletom rosa bebê de lã e uma touca, junto a meias até as coxas da mesma cor. 

 Eu usava botinhas brancas e os cabelos bem penteados.

 Passei um perfume de morango, meu favorito. Faltavam dez minutos para sair de casa, porém eu estava ansiosa, as meninas dormiriam até tarde e eu queria ver ele logo. 

 Passei por uma cafeteria perto do parque e comprei dois chocolates quentes.

 O embrulho estava em mãos, nas minhas pequenas e gélidas mãos. 



 Estava na hora. 



Ele não havia chegado ainda, eu estava com o coração acelerado e sentia que algo poderia ter acontecido. 


Talvez ele deve ter demorado no banho. Talvez ele tivesse parado para comprar flores. Talvez ele tenha ficado preso no trânsito. 


 Mas seria impossível, toda Seoul estava deserta. O frio matinal estava intenso e eu sentia meus pés congelarem.

 Passou dez, vinte, meia hora e nada. Seu chocolate quente já estava frio. O pacotinho em minhas mãos estava intacto. Eu tremia de frio, olhava ao redor, nada. 

Apenas tinha eu ali, sem nenhuma pessoa, carro ou sinal de vida. Eu não iria sair dali, iria esperar por ele, meu coração estava apertado.

 Ele nunca esqueceria! Depois de alguns minutos, senti minha visão embaçar e o sangue parecia ter se congelado em minhas veias, eu estava tendo uma das minhas crises de hipotermia novamente. 

 Comecei a tentar me aquecer, batendo palmas baixo e balançando as pernas. Me sentia fraca, até ouvir vozes, meu corpo se ascendeu rapidamente e eu me levantei de pé, ainda olhando para os mesmos. Porém, a buzina alta de um caminhão me surpreendeu, apenas, por reflexo, escondi o pacote em minhas costas. 

 Senti o jato de água gelada nas minhas canelas, até minhas meias. Ótimo, o caminhão passou em uma poça. As vozes anteriores estavam mais próximas. Ergui os olhos até os garotos que andavam amontoados fazendo barulhos e gritando. Logo reconheci, eram os BTS, eles estavam sorridentes e alegres, porém um deles faltava. Jimin. 

 Logo que me viram, vieram em minha direção. 

 -Oh, S/n? O que faz tão cedo aqui sozinha...e...com as meias...ah, o caminhão, sinto muito. -Disse Namjoon para mim enquanto os outros membros me davam Bom dia.

 -Bom Dia garotos, e-eu estou esperando J-Jimin à uma hora. Sabem dele? -Disse sentindo meu rosto esquentar. Namjoon fez uma cara de susto na hora, olhou para mim com pena e olhou para Jin.

    -Ele está em casa. Dormindo. -Disse Yoongi. Curto. 



 Foi como um tapa. Meu coração se querbrou.

 Ele havia esquecido, e enquanto eu estava aqui, me arrumei toda, passei a noite fazendo a caixa da pulseira e me cortando com a tesoura pontuda, ele já havia esquecido. 

 Meus olhos ardiam. 

 -S/n...você está bem? -Disse Taehyung e eu o olhei. 

 Forcei o sorriso mais amável que conseguia e estiquei o braço, entregando o embrulho para ele.

 -Por favor o entregue, é sua pulseira, eu achei no chão ontem e queria ter devolvido....porém, acordar cedo e me arrumar igual uma idiota, foi em vão, ignorem o fato de eu estar em uma crise de hipotermia. Amo vocês! Até mais, fighting! -Fiz um sorriso mais forçado e um punho para os homenagear. 

 Comecei a andar rapidamente, antes que me vissem chorar.      


Continua....      


Notas Finais


Comentem em nome de Jesus!
Amo vocês!



(Meu SantanSoo, 999 palavras, Jesus apaga a luz)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...