História Seu olhar - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Visualizações 338
Palavras 2.822
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LEIAM AS NOTAS INICIAIS!!!

Os meus anjinhos, voltei!!

Na semana passada eu fiquei tão feliz de ver novos leitores interagindo nos comentários, muito obrigada por isso, me deixa muito feliz!!!

Pequenos spoilers do capitulo:

A imagem da Camila na capa é da roupa que ela está usando no Karaokê!

Escutem a musica que vou deixar o link nas notas finais, acho que vai ajudar a sentir a vibe desse capitulo!

LEIAM AS notas finais!! Para variar não revisei, perdão!!

Capítulo 32 - Nos braços de um anjo


Fanfic / Fanfiction Seu olhar - Capítulo 32 - Nos braços de um anjo

POV- Ally

Choque é assim que eu me sinto desde que Dinah me falou sobre como viu o Troy no clube de stripes. É como se nada do que vivemos tivesse sido real, obvio que ele primeiro negou, depois chorou e por fim não só confessou como admitiu que isso já acontecia a um bom tempo. De lá para cá já se passaram três semanas e a cada dia que passa eu estou mais perdida, hoje nem fui para a escola, pois estando lá eu tenho que fingir para os meus amigos que está tudo bem e além disso, tenho que aguentar o filha da [email protected]%$ do meu ex no meu pé tentando reatar nosso namoro a qualquer custo. Me perco em pensamentos, porém sou desperta com uma Mila tímida em minha frente.

Camila: oi! Desculpe vir sem avisar.

Eu: e desde de quando você precisa avisar que vem?? Você é mais do que bem-vinda aqui Mi, você sabe.

Camila: mais hoje eu sei que você estava precisando de um tempo sozinha, aliás há alguns dias néh? Só que hoje eu resolvi te interromper dessa maratona e vim te raptar, coloca uma roupa confortável que nós vamos passear. Estou te esperando na sala e antes de qualquer coisa não aceito não como resposta.

Dito isso ela sai me deixando sem opções.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

1 hora depois

Depois de uma hora andando de carro nós finalmente chegamos no que eu descubro ser um parque meio escondido aqui da cidade, Camila finalmente encosta e nós saímos, entramos no parque e eu me sento em um dos banquinhos enquanto a Mila vai em direção a uma das barraquinhas logo a frente, uns segundos depois ela retorna com um algodão doce rosa para mim.

Eu: obrigada Mi.

Camila: que isso pequena.

Eu: o que estamos fazendo aqui Mi? E como você conhecia esse parque?

Camila: eu ando muito quando vou fazer pesquisas para o hospital, fora que adoro passear e descobrir lugares novos, numa dessas andanças eu descobrir esse parque. Nós estamos aqui para respirar e tentar enxergar as coisas de uma nova perspectiva, okay?

Eu: eu estou tão perdida Mi, como eu vivi essa mentira por tanto tempo? Como?

Camila: isso está te incomodando mais do que a traição em si?

Eu: é a ilusão que me incomoda Mila.

Camila: pequena não é vergonha se você quiser dar mais uma chance para essa relação, você não deve nada a ninguém. Embora eu seja extremamente contra essas coisas de traição eu acredito que as pessoas devem lutar para ser felizes acima de tudo.

Eu: não vou mentir que uma parte de mim pensa sim em dar uma chance por conta de tudo que nós vivemos, mais a maior parte de mim não quer Mila, ele não vai parar de me trair e eu não sei mais se aquilo que eu pensei um dia sentir ainda está aqui (aponto para o meu peito).

Camila: eu acho que você devia tirar um tempo de tudo isso, sabe dar uma viajada, eu sei que ainda faltam 3 meses para acabarmos o nosso ano escolar, mas você tem excelentes notas e com certeza poderia tirar uns dias para você, sabe conhecer outras pessoas, liberar um pouco sua mente disso e quem sabe ao voltar perceber que existe todo um mundo além do Troy, perceber que existe um mundo bem colorido ao seu lado. Inclusive eu vou ter que ir para New York daqui uma semana para uma pesquisa com o dr. Simon, se você quiser pode vir comigo, eu não poderei te dar toda atenção por causa do trabalho, mas você não viajaria sozinha.

Eu: a Lauren já sabe que você vai viajar de novo?

Camila: nem me fala, eu estou preparando um final de semana para nós para contar, mas certeza de que vem discussão aí, ela odeia meu trabalho.

Eu: mas deve ser difícil para ela Mi agora que ela finalmente percebeu que te ama e você ficar ausente tantas vezes, mas eu entendo que você também tem que se dedicar ao seu trabalho.

Camila: acho que a grande questão é o medo que ela tem da nossa relação ser parecida com a dos meus sogros por conta do trabalho da minha chefe, mas o que ela precisa entender que cada relação é única e que eu sempre farei de tudo para ser sempre presente para ela e pro nosso relacionamento. Mas não vamos falar de mim, eu vim aqui para te apoiar pequena, para o que você precisar eu estou aqui.

Eu: você nem imagina o quanto esse passeio já tirou um caminhão das minhas costas, obrigada Mila, e acima de tudo obrigada por estar aqui para mim sempre que eu preciso. Eu vou pensar sobre a viagem e depois te falo.

Camila: Sempre pequena!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2 dias depois

POV- Lauren Jauregui

Eu estou tão chateada neste momento que não consigo nem me concentrar na aula da Demi que é uma das poucas que eu gosto, e o motivo? Camila é claro. Desde que começamos a namorar ela é o termômetro do meu humor e posso dizer que é o termômetro da minha vida também, o único problema é que eu tenho que a dividir com o mundo e fora o mundo ainda tenho que a dividir com o hospital e é como eu tivesse em um déjà vu, o casamento dos meus pais vive na corda bamba por conta do trabalho da minha mãe e eu não quero isso pra mim, hora e horas de ausência, natais sozinho e ser sempre o último na lista de prioridades de alguém, claro que talvez eu esteja exagerando um pouco, pois minha nerd sempre corre bastante para estar sempre ao meu lado, mas é como se meu medo fosse maior do que o resto e de nada adiantasse essa correria, porque na primeira ausência dela é como se não nos víssemos a meses, mas o que eu posso fazer se é assim que eu me sinto. E para completar minha irritação estamos a 1 semana sem nos ver porque ela está focada em uma pesquisa (da qual eu nem quis saber do que se trata) e esqueceu nosso aniversário de três meses que é hoje. Sou desperta destes pensamentos quando o sinal toca e eu nem espero as meninas e já vou direto para a cantina e me sento em uma mesa bem escondida que fica no canto enquanto eu olho para o jardim, um tempo depois as meninas me acham e vem ao meu encontro.

Lucy: está difícil aguentar o seu mau humor essa semana Laur.

Mani: tenho que concordar.

Eu: e quem disse que vocês precisam me aguentar, é só me deixar na minha.

Mer: Laur a Mila não esqueceu da data de hoje, eu tenho certeza que até a noite ela aparece na sua casa, não fica assim. Ela só está muito enrolada com o trabalho, mas daqui a pouco tudo volta ao normal.

Ally: é Lauren, fica calma.

Eu: a questão é essa Mer, nunca ficará 100% normal, o trabalho dela sempre estará em primeiro lugar.

DJ: sabe o que acho Lauren?

Eu nego.

DJ: acho que você não percebe a sorte que você tem em ter uma pessoa como a Camila do seu lado. Sabe quantas pessoas adorariam ter uma menina tão educada, bonita, inteligente, atenciosa, parceira, amiga do lado. A Camila te trata como se você fosse a princesa do Estados Unidos, e você não percebe isso Laur.

Vero: gente que tal nós mudarmos de assunto e deixarmos de nos meter na vida das meninas, ahn?

 Depois disso assunto mudou até que fossemos para o treino.

Assim que o mesmo terminou em nem me dei o trabalho de tomar banho ou de esperar as meninas e fui direto para casa, eu não queria mais ninguém na minha orelha falando nada sobre o meu namoro e também queria curtir minha fossa sozinha de boa. Cheguei em casa uns minutos depois fui correndo para o meu quarto, porém assim que abri a porta eu me deparo com um urso maior do que eu em frente da minha cama, corro em direção a ele e pego o cartão que está junto com o laço, e sim era um presente da minha Camz:

“Oi meu amor, esse presente é para te lembrar de que você é minha ursinha! Eu sei que essa última semana tem sido difícil e que eu quase não pude te dar atenção e juntando isso a sua TPM eu sei que você deve estar muito chateada comigo, mas o que eu quero que você saiba é que NADA nem NINGUÉM é mais importante para mim do que você, porém eu tenho que trabalhar para sustentar nossos filhos amor (rsrs), brincadeiras a parte, embora meu trabalho seja muito importante e eu me dedique bastante a ele isso não significa que você seja menos importante meu anjo! Você é a LUZ da minha vida”!!

“Eu sou Icaro, voei perto demais do sol, minhas assas derreteram e eu cai de olhos fechados e ao abrir eu me deparei com os olhos de um anjo, e então eu percebi que eu não precisava do Sol, pois o meu Sol era você”

Termino de ler emocionada é claro e só ai percebo que não adianta eu correr, sempre será Camila, sempre será ela que irá tirar o melhor de mim, não importa meus medos, minhas criancices, minha bipolaridade, nada, absolutamente nada importa enquanto ela existir pra mim!!!

Meu celular toca e adivinhem?

Eu: Alô.

Amor: oi Lolo. Recebeu meu presente?

Eu: eu acabei de chegar em casa e vê-lo, ele é muito grande amor.

Amor: você gostou?

Eu: não sei se gostei mais do urso ou do cartão.

Amor: me desculpa por estar tão ausente essa semana, mas nós vamos passar a noite de hoje e o fim de semana juntinhas, tá bem?

Eu (com a voz manhosa): você jura??

Amor: eu juro princesa! Que tal hoje nós irmos naquele Karaokê?

Eu: ahh amor quero ficar só com você!

Amor: nós vamos ficar Lo, mas acho que vai ser bom sairmos um pouco com o pessoal, faz uns dias que eu não os vejo também, mas o sábado e domingo será só nosso, só nos duas e eu vou te levar para o sitio da minha família, você vai adorar eu prometo.

Eu: sendo assim, tudo bem! Não vejo a hora de te ver e passarmos o fim de semana juntinhas!!

Amor: eu também, tô morrendo de saudades da minha ursinha. Vou deixar você descansar. Nos vemos a noite.

Eu: está bem, até a noite. Bjooooo.

Amor: e Lauren?

Eu: sim?

Amor: te amo!!

Eu: eu te amo também!!

Desliguei sentindo o meu coração mais leve, só fiquei intrigada com uma coisa, ela não mencionou nosso aniversário, será que ela realmente esqueceu???

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Horas depois no bar/karaokê

Cheguei no bar com Mani, Ally, Mer e Keana, pois como eu voltaria com a Camz eu resolvi deixar meu carro em casa, assim que chegamos avistamos Lucy sem Vero em um dos sofás da casa perto do palco do Karaokê, Liam e Enzo estavam com ela e nada da minha Camz, enquanto as meninas iam se sentar com eles eu passei no bar e pedi uma cerveja, assim que o barman me serviu eu fui ao encontro delas.

Eu: cadê a Velcro Lucy?

Lucy: a gente brigou Laur, ela não vem.

Mer: sinto muito Lu.

Mani: mas é algo sério Lu?

Lucy: dessa vez eu acho que sim meninas, de uns tempos pra cá ela tem estado com muitos ciúmes e nós temos brigado muito.

DJ: calma Lu, certeza que daqui a pouco vocês se acertam. A Vero não vive sem você.

Ally: eu concordo!

Lucy: eu espero que sim, mas sinceramente? Não sei. Vocês sabem que eu a trai uma vez, e por mais que ela me ame é difícil para ela esquecer disso e voltar a confiar 100% sabe e quem pode culpa-la por isso. Eu realmente espero que possamos superar isso, embora eu tenha errado eu a amo e não me vejo sem ela!!

Eu: ela vai esquecer Lu, só dê tempo a ela.

Todos assentiram e ficamos ouvindo as piadas do purpurina, porém uns minutinhos depois as luzes se apagaram e depois ficaram a meia luz, daí cortina do palco caiu e para minha surpresa a minha Camila, minha nerd e tímida namorada surgiu absurdamente linda, ao seu redor no palco tinham diversos violinistas sentados e um piano no meio, o negócio era tão sério que ela usava um daqueles retornos no ouvido que os cantores profissionais usam, meu coração começou a acelerar e uma expectativa a me subir pensando no que ela faria!

Um dos garçons se aproximou de onde estávamos e depositou um pequeno bolo na mesa de centro e com uma pequena grande vela escrito três meses, quando ele saiu todas as meninas me olhavam chocadas e só aí percebo que ninguém sabia do que estava acontecendo. Ao retornar meus olhos para o palco eu vejo a pequena movimentação e Camila se sentar ao piano e sem dizer nada, eis que ela começa a toca-lo e ser acompanhada da pequena orquestra e depois:

In The Arms Of Angel- by: Camila Cabello

Spend all your time waiting for that second chance

For the break that will make it ok

There's always some reason to feel not good enough

And it's hard at the end of the day

I need some distraction oh beautiful release

Memories seep from my veins

They may be empty and weightless and maybe

I'll find some peace tonight

In the arms of an Angel fly away from here

From this dark, cold hotel room

And the endlessness that you fear

You are pulled from the wreckage of your silent reverie

You're in the arms of an Angel

May you find some comfort here

So tired of the straight line, and everywhere you turn

There's vultures and thieves at your back

The storm keeps on twisting

You keep on building the lies

That you make up for all that you lack

It don't make no difference, escaping one last time

It's easier to believe

In this sweet madness, oh this glorious sadness

That brings me to my knees

In the arms of an Angel far away from here

From this dark, cold hotel room

And the endlessness that you fear

You are pulled from the wreckage of your silent reverie

In the arms of an Angel

May you find some comfort here

You're in the arms of an Angel

May you find some comfort here

Nos Braços de um Anjo

Gastando todo seu tempo esperando uma segunda chance

Pelo intervalo em que tudo dará certo

Sempre há alguma razão para sentir-se mal o suficiente

Isto é difícil no final do dia

Eu preciso de um pouco de distração oh liberdade bonita

Lembranças escoam das minhas veias

Elas podem estar vazias e sem peso e talvez

Eu vou encontrar um pouco de paz esta noite

Nos braços de um anjo voo muito longe daqui

Deste quarto de hotel, escuro e frio

E da imensidão que você teme

Você é puxado dos destroços do seu devaneio silencioso

Você está nos braços de um Anjo

Você pode encontrar um pouco de conforto aqui

Tão cansado da linha reta, e para todo lugar que se volta

Há abutres e ladrões nas suas costas

A tempestade continua fazendo furacões

Você continua construindo as mentiras

Que você inventa para tudo que lhe falta

Não faz diferença, escapando pela última vez

É fácil acreditar

Nesta doce loucura, nesta gloriosa tristeza

Que me faz ajoelhar

Nos braços de um anjo voo muito longe daqui

Deste quarto de hotel, escuro e frio

E da imensidão que você teme

Você é puxado dos destroços do seu devaneio silencioso

Você está nos braços de um anjo

Você pode encontrar um pouco de conforto aqui

Você está nos braços de um Anjo

Você pode encontrar um pouco de conforto aqui

 

Ao terminar todos estão de pé a aplaudindo enquanto eu permaneço sentada a olhando extremamente emocionada, ela então agradece e fala:

“Você achou mesmo que esqueceria dos três meses mais felizes da minha vida?”

Eu já mais me esqueceria de nada relacionado a você, a nós!!

Obrigada por me conceder três meses do amor mais profundo que eu jamais pensei sentir, com você eu realmente me sinto nos braços de um anjo.

Te amo minha princesa de olhos verdes!

Eu já não continha minhas lagrimas, quando ela se aproxima me dá a mão para levantar, beija minha testa, me abraça e sussurra no meu ouvido:

“Feliz três meses, meu amor! Que não são nada perto da eternidade em que meu coração estará sempre dividido ao meio, para se juntar ao seu”

 

Neste momento não existe nada nem ninguém ao nosso redor, neste momento só existe ela, só minha lua, a minha vida chamada Camila!

 


Notas Finais


Quem puder escutar essa musica na seguinte versão: https://www.youtube.com/watch?v=eon4JidVgKs

Eu estou simplesmente encantada por esse capitulo, espero que vocês tenham gostado!!

Comentem o que acharam!!!

HELP ME:

Gente me ajudem aqui?

Eu tenho mais duas fics em mente, bem que dizer, uma eu tenho em mente e outra eu tenho um tema em mente, me respondam se vocês leriam, Ok?

1) Camila (intersexual) em que elas já foram casadas e agora estão divorciadas com 3 filhos, tetando ter uma convivência boa por causa das crianças, porém tudo é bem complicado devido ao atual namoro da Lauren??

2) Camila uma estudante de musica buscando ser uma violoncelista de origem pobre, enquanto Lauren vem de uma família rica e faz teatro e quer ser atriz/modelo.

Então o que acham???

Bjossss!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...