História Seu olhar - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Visualizações 591
Palavras 2.378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


A foto deste capitulo é da London, nova personagem.

E ai alguém querendo conhecer um lado um pouco mais latino da Camila?

Vejo vocês nas notas finais.

Capítulo 9 - Portland


Fanfic / Fanfiction Seu olhar - Capítulo 9 - Portland

 

Pov- Meredith

 Depois da minha conversa com a Mila eu me senti mais aliviada, foi realmente como se um caminhão tivesse saído das minhas costas, minha amiga é definitivamente um anjinho. Estou na porta do ônibus esperando o pessoal chegar já que hoje é o dia de irmos a Portland para as partidas contra os times do Porth Hige School, avisto meus amigos chegando e aceno para eles.

Liam: Mer o que você faz para chegar aqui tão cedo, fala sério.

 Eu: bom dia para você também, rsrs a questão é que eu não fico até de madrugada no twitter stalkeando os outros como você.

 Ally: eita já começou, bom dia Mer e chega de implicância vocês dois.

 Camila: bom dia, e já vou indo porque meu ônibus é outro rs.

 Eu: não sei porque esse negócio de dividir os ônibus por categoria, por causa disso vou te que ir sozinha, porque esses dois (aponto para Liam e Ally), para variar vão ir grudados de casalzinho.

 Camila: mas eu preciso ir no outro ônibus boo, eu nem consegui conversar com a Fernanda e os meninos para definirmos algumas estratégias.

 Ally: ah Mi até parece que você não vai arrasar e os meninos também, a sua equipe é ótima.

 Camila: nem sei como vocês sabem disso, nunca assistiram uma partida se quer.

 Liam: mas minha bunduda esse jogo é muito chato e nós temos que acompanhar os nossos boys durante o jogo de basquete e quase sempre as competições são no mesmo horário. Sorry.

 Eu: dessa vez tenho que concordar as partidas são muito longas Mi.

 Camila: tudo bem pessoal eu estou enchendo vocês eu não ligo muito para isso vocês sabem, mas agora eu preciso ir. Beijos.

 Depois disso Mila foi para a van do time dela e eu e os meninos fomos para um dos ônibus que levariam a equipe de basquete, torcida e demais. Como previsto ao chegar no ônibus Ally foi sentar com Troy e Liam foi com o Enzo que também joga basquete, eu então me sentei perto da janela e peguei meu celular para escutar uma música, mas antes mesmo de pôr os fones meus olhos não acreditaram no que viam.

           Keana: olá, posso me sentar aqui com você.

 Eu demorei um pouco a assimilar enquanto ela me encarava esperando uma resposta.

Eu: é eu é claro.

 Keana: minhas amigas estão indo de casal e a Mani e Laur estão indo juntas    estão não quis ficar lá no fundo, espero não estar te atrapalhando.

 Eu: não, imagina fica à vontade.

 Keana: você é muito tímida né Meredith?

 Eu: é bom eu não sei, acho que é porque nunca conversamos com os meus amigos eu sou bem solta.

 Keana: então isso vai mudar comigo também, pois de agora em diante eu vou falar bastante com você, ok?

 Eu: mas por que?

 Keana: você não quer?

 Eu: só estou curiosa, você é umas das garotas mais populares do colégio e eu e bem eu não sou muito do tipo popular.

 Keana: eu não acredito muito nestas besteiras Mer, eu posso te chamar assim né?

 Eu só assinto e ela então pede para cochilar e deita no meu ombro, meu Deus eu não sei o que está acontecendo, mas que isso dure para sempre.

Pov- Camila Cabello

 Minha van já tinha chegado na escola da equipe adversária, como esse colégio é também um internado nós fomos para alojamentos reservados por eles, no meu caso eu vou dormir com uma menina chamada London que é uma das cheeleaders, acho que ela foi escalada para fazer a torcida do time de xadrez, mas eu vou tentar liberar a coitada, eu sei que quem não joga e entende as regras acha isso um porre. Ao chegar no quarto eu guardo minha mochila e vou tomar um banho para ir na preleção junto com a equipe, nós ficaremos aqui três dias, pois a viajem é longa e serão diversas competições, ao terminar meu banho eu saio do banheiro e me deparo com a menina a tal de London, engraçado que acho que nunca a vi no colégio ou talvez não tenha reparado, ela é muito bonita assim como todas as líderes de torcida.

 Eu: olá eu sou a Camila.

 London: oi eu sou a London e eu conheço você Camila, nós já fomos juntas para a competição no forte lembra?

 Eu: nossa é verdade, me desculpe como faz um tempinho eu esqueci. (Fico sem graça).

 London: imagina faz muito tempo mesmo, você fica tão diferente sem óculos.

 Eu: estou de lente, para as competições eu prefiro porque o óculos as vezes cai essas coisas.

 London: você deveria usar sempre as lentes, deixa o seu rosto livre e você fica mais bonita.

 Eu fico extremamente sem graça e ela percebe.

 London: desculpe Camila, eu não queria te constranger foi só um comentário, mas eu realmente acho que você fica linda sem óculos.

 Eu: é imagina obrigada, embora eu não concorde.

 London: pois deveria.

Eu: bom eu preciso ir para a preleção e vou te deixar a vontade para descansar, ah eu também vou tentar te liberar para ir junto com a equipe de basquete, ok?

 London: mas por que? Você não quer que eu vá torcer para vocês?

 Eu: imagina, é porque eu deduzi que você previra ficar com as outras meninas junto com o time, e eu sei o quanto xadrez não é o jogo mais popular.

 London: pois saiba que eu quero assistir o seu jogo e estarei esperando ele terminar para irmos à boate da cidade comemorar com o pessoal.

 Eu: eu não curto essas coisas de boate e tal, mas se você diz que quer torcer pela minha equipe eu fico muito feliz, nem mesmo meus amigos assistem rs.

 Nessa hora Mer entra no quarto me procurando.

 Mer:  Mi eu preciso falar com você.

 Eu: Mer essa é a London, London essa é a Meredith.

 Mer: Mila eu já conheço a London ela faz teatro comigo, Ally e Liam quando não está no treino das cheeleaders, oi London então você que vai ficar com a Mila?

 London: oi Mer, sim eu vou ficar na torcida do time de xadrez e eu vou tentar levar sua amiga para a boate quando acabar os jogos.

 Não sei porque, mas senti que a elas se olharam de uma maneira meio estranha como se estivessem confabulando sei lá, eu então me despeço de London e saio junto de Meredith para ir para a preleção.

 Mer: sério mesmo que você não se lembra de London no colégio?

 Eu: depois eu me lembrei, mas de início não.

 Mer: você é tão focada na Lauren que não enxerga mais ninguém e seu te falar que a London arrasta um bonde por você?

 Eu: bom acho que eu riria, o que uma menina linda como ela ia ver em mim?

 Mer: aquilo que você mesma não percebe como por exemplo, o quanto fica bonita quando está sem óculos.

 Eu: e como você sabe que ela “gosta” de mim?

 Mer: durante o teatro ela perguntou de você para gente, nós até tentamos comentar com você, mas você não ouviu.

 Eu: isso é surreal, mas de qualquer maneira eu não posso dar corda para isso eu gosto de outra pessoa e não seria correto com ela.

 Mer: meu Deus Camila, para de ser tão certinha, deixa ela decidir o que é certo ou não e outra vai que com isso a Lauren fica com ciúmes de você.

 Eu: não me faça rir ok?

 Mer: mas deixa eu te contar algo que já estou agoniada, advinha quem sentou comigo no ônibus?

 Eu: quem?

 Mer: a Keana.

 Eu: nossa e aí conversaram?

 Mer: sim, ela disse que agora iria sempre conversar comigo e deitou a cabeça no meu ombro para vir dormindo no caminho.

 Eu: e você?

 Mer: estou até agora achando que foi um sonho.

 Eu: vai com tudo amiga, aproveita que ela deu o primeiro passo e fica com ela.

 Mer: não exagera Mila ela só conversou comigo e outra eu nunca vi ela sair com mulher.

 Eu: vai por mim a Keana é do tipo livre sabe, não acredito que ela se prenda a essas coisas de gênero, vai com tudo.

 Mer: bom eu não sei o que fazer agora, mas vou seguir o seu conselho, se ela me der uma brecha eu vou tentar, você vai estar comigo né, me ajudar a não deixar as pessoas me soarem e a história não vazar para minha família ao menos até eu criar coragem?

 Eu: claro que vou boo, você é minha melhor amiga, vou te ajudar com tudo, mas agora eu tenho que ir, beijo.

xxxx

 Todos da minha equipe já tinham jogado só faltava eu, como eu sou a líder sempre fico para o final, a essa hora o pessoal do vôlei e do basquete já tinham terminado suas respectivas partidas e só estávamos eu o cara contra quem eu estou competindo, o juiz, nossos técnicos e os outros competidores e a London que está perto da minha mesa torcendo. Como eu percebo que o rapaz está atacando o meu rei eu faço uma jogada de cobertura, daí ele recua, de qualquer forma já estamos jogando a mais de uma hora, minhas costas já estão até doendo. Para tentar agilizar o fim da partida eu vou forçando o rapaz a erros, depois de um tempo ele acaba realmente ficando encurralado então xeque-mate e eu ganho a partida. Eu agradeço o juiz e o rapaz e vou abraçar o pessoal da equipe.

 Fernanda: achei que ele ia capturar o seu rei, fiquei com medo.

 Guto: eu também.

 London: eu sabia que você ia ganhar.

 Eu agradeço eles e nós vamos em direção aos quartos, eu só quero me deitar e relaxar todo o meu corpo. Mas parece que essa menina é mais insistente que o Liam, passou o caminho inteiro tentando me convencer a ir na tal boate que eles iam, quando eu pergunto:

Como todos menores de idade conseguem entrar em boate?

 London: o dono é amigo de um dos professores que estão nos acompanhando, e os professores também foram então está tranquilo.

 Eu: eu agradeço o convite London, mas foram quase seis horas de partidas no geral eu estou cansada.

London: vamos Camila, só um pouquinho? Eu prometo que voltamos logo.

 Eu: acho que não tem jeito ehin, mas é rápido mesmo amanhã eu ainda tenho que ir fazer umas coisas está bem?

 London: eu prometo vamos ir rápido.

Eu: ok, vou trocar de roupa.

 (Pensem naquele dia que a camila usou a camisa xadrez vermelha, é com essa roupa que ela está)

 Como eu não consegui fazer ela desistir de me levar para essa boate eu acabei cedendo e indo. Ao chegar no local eu avisto o mesmo pessoal de sempre, meus amigos estão em um sofá em forma de L que perto do bar, alguns professores estão na área de fumantes, as amigas de Lauren estão na conversando em uma mesa e ela, bem ela para variar está se engolindo com uma menina que eu não conheço na pista de dança. Como London foi falar com algumas pessoas eu aproveito para ir até o bar.

 Eu: Você tem caipirinha de saquê?

 Barwoman: sim, não é muito comum, mas nós temos.

 Eu: me vê duas por favor, comanda 26.

 Ela então começa a preparar as bebidas, depois que ela me serve eu vou procurar London para lhe entregar o copo, como eu não acho vou para perto da minha galera.

 Eu: oi pessoal.

 Eles: oi Mila.

 Ally: não acredito que conseguiram esse feito inédito.

 Mer: nem eu, a London é insistente mesmo.

Liam: estou até magoado, você nunca aceita quando sou eu.

 Eu: calma pessoal, ela insistiu bastante e como ficou torcendo por mim até o fim, eu fiquei sem graça de recursar.

 Mer: e essa bebida aí?

 Eu: só pra dar uma relaxada, como amanhã eu não vou jogar posso me dar a esse luxo só não posso deixar se tornar um habito.

 Liam: para de ser careta Mi, relaxa um pouco e se solta.

 Nesta hora London vem e se senta conosco, eu aproveito e entrego a bebida para ela.

 Eu: peguei para você.

 London: obrigada Mila.

Ela vira o copo de uma vez e eu até me assusto.

 Eu: tudo isso é cede? 

 London: que nada, é para poder te levar para pista, vamos gente?

 Liam: eu topo, tô precisando sacudir mesmo.

 Mer: eu estou de boa.

 Ally: está de boa nada, todos vamos.

 Eu cochicho no ouvido da Meredith:

 Chama a Keana, ela está ali de vela das amigas, vai lá.

 Mer, também fala em meu ouvido:

 Só se você for com a London senão eu vou ficar com vergonha.

 Eu não sei se foi a bebida ou a galera agitando, mas eu acabei topando, todos foram para a pista enquanto a Mer ia até a Keana convidá-la, em instantes percebi que Keana aceitou e elas vieram na nossa direção, tocava uma música eletrônica e London dançava de frente para mim, eu só me mexia um pouco não curto muito música eletrônica, não sei porque estou começando a achar que essa menina está mesmo dando em cima de mim, o que é estranho pois ela é bem bonita, não como Lauren, mas é. Depois que essa música acaba começa tocar uma música com ritmo latino, Havana o nome dela, nesta hora eu dou uma olhada para Lauren que estava "quase" transando com a menina próximo a onde estávamos, isso me sobe e eu pego London pela cintura e começo a dançar no ritmo caribenho, de repente percebo que todos pararam para nos olhar, afinal não é todo dia que a nerd do colégio mostra que sabe dançar, ainda mais esse ritmo, mas todos estão enganados eu danço e muito bem ao terminar eu giro London e a trago para bem perto de mim, quando abro os olhos ela me encara como quem pede um beijo, eu tendo recuar, mas ela morde bem no cantinho da minha orelha, neste momento eu taco o foda-se e lhe dou beijo daqueles que param até o transito, quando ar se faz necessário ela geme no meu ouvido e fala:

 Me leva pra cama!


Notas Finais


E agora Camila?

Até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...